Notícias de Tecnologia

Domingo, 31 de Agosto de 2014

04 de fevereiro de 2013 17h53

‘Unfriend’ tem reflexos na vida real, diz ciência

Estudo da Universidade de Denver revela que 40% das pessoas evitaria alguém que as tivesse largado na rede social

Por Anna Carolina Papp

Estudo da Universidade de Denver revela que 40% das pessoas evitaria alguém que as tivesse largado na rede social

SÃO PAULO –  Você já deve ter desfeito alguma amizade no Facebook, seja após um comentário bobo ou pelo fato pessoa compartilhar muitas imagens genéricas no seu feed. Pode parecer simples: apertar um botão determina que uma pessoa que já foi seu amigo agora não é mais, ao menos no status da rede social.  Mas as repercussões disso podem ir muito além da internet.

—-
• Siga o ‘Link’ no Twitter, no Facebook, no Google+ no Tumblr e no Instagram

“O custo de manter um relacionamento pela internet é muito baixo”, diz autor do estudo. FOTO: Reprodução

Um estudo realizado pela Universidade de Denver, no Colorado, constatou que quase metade dos usuários evitaria na vida real uma pessoa que deixasse de ser seu amigo no Facebook.

“As pessoas pensam que mídias sociais são só para diversão”, disse em comunicado Christopher Sibona, doutorando e chefe do estudo. “Mas, na verdade, o que você faz  nesses sites tem consequências reais”, afirmou ele.

A pesquisa, parte do programa de Ciência da Computação e Sistemas de Informação da universidade, revelou que metade das pessoas não se importaria tanto se alguém as tivesse deixado na rede social; mas 40%  afirmaram o contrário, que evitariam essas pessoas na vida real, e 10% se manifestaram incertos quanto à questão. Dentre os que evitariam os “ex-amigos”, a maioria são mulheres.

O estudo foi realizado com base em 582 respostas reunidas pelo Twitter. A partir daí, Christopher Sibona descobriu seis fatores pelas quais uma pessoa evitaria ao máximo o contato pessoal com alguém que a largou no Facebook. Veja se você concorda com alguma delas:

• Se a pessoa discutiu sobre um evento depois de ele ter acontecido
• Se a reação emocional da pessoa que perdeu o amigo online foi muito forte e negativa
• Se a pessoa deixada para trás acredita que isso aconteceu por causa de algum comportamento offline
• A distância física entre os dois
• Se o relacionamento problemático foi discutido antes de a amizade virtual ser desfeita no site
• Se a pessoa valorizava demais o relacionamento antes de a amizade virtual ser desfeita no site

Em 2010, Sibona já havia liderado um estudo para pesquisar por que as pessoas cancelam a amizade com alguém  na rede social. As quatro principais razões foram:

• Publicações frequentes e irrelevantes
• Posicionamento muito extremo sobre assuntos como política ou religião
• Publicações inapropriadas com conotações sexistas ou racistas
• Posts chatos sobre o dia a dia, falando de filhos, comida, cônjuge, entre outros

O estudo destaca o quanto os relacionamentos estão mudando à medida que ficamos mais conectados e dependentes da internet. “O custo de manter um relacionamento pela internet é muito baixo e, no mundo real, os custos são maiores”, afirmou Sibona. “Na vida real, você tem de falar com as pessoas, vê-las e manter um relacionamento cara a cara. Nos relacionamentos online, não é assim”, disse.

Ele destaca que a principal razão para trazer a desfeita da amizade do online para o offline é quando a pessoa comenta sobre o término da amizade com outra. “Falar para alguém é uma declaração pública de que aquela amizade acabou”, disse Sibona.

Para o doutorando, ainda estamos tentando assimilar como sociedade a etiqueta na internet, que é diferente do dia a dia e pode por vezes pode ser até bem rígida. Você concorda?