Notícias de Tecnologia

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

03 de setembro de 2014 17h29

Startup brasileira cria mochila que vira skate elétrico

Mochila Movpak tem skate dobrável, com autonomia de duas horas e velocidade de até 24 km/h; produto busca financiamento via Kickstarter

Por Bruno Capelas

Com carga completa, mochila pode percorrer até 14 km. FOTO: Reprodução

SÃO PAULO – Já pensou se, no lugar de andar até o ponto de ônibus ou à estação de metrô e trem mais próxima, você pudesse ir andando de skate, sem precisar se preocupar com carregar a sua mochila nas costas? É mais ou menos essa a ideia da Movpak, uma mochila capaz de se transformar em um skate elétrico, criada por uma startup brasileira.

A ideia é bastante simples: a base do skate contém uma dobradiça, que permite que o usuário guarde a prancha dentro de um compartimento especial da mochila de maneira fácil e rápida. A mala pesa 7,7 kg, e tem mais bolsos, onde podem ser guardados cadernos, livros ou até mesmo notebooks.

Imagem mostra como skate pode virar mochila de forma simples. FOTO: Reprodução

O sistema tem autonomia de duas horas e capacidade de atingir até 24 km/h, com controle sem fio que fica na mão do usuário. Em uma carga completa, o Movpak pode percorrer até 14 quilômetros de distância. Além disso, a mochila conta com um sistema que permite a você carregar seus dispositivos via USB, como tablets e celulares.

Segundo Hugo Dourado, um dos co-criadores da Movpak, a ideia nasceu a partir de viagens em países europeus, pensando em um produto que pudesse ser não poluente e fácil de ser carregado e ajudasse as pessoas a se locomoverem e carregarem seus pertences em pequenas distâncias — como de casa até o transporte público mais rápido.

Entretanto, ainda deve demorar algum tempo para encontrar uma mochila dessas pelas lojas. A equipe responsável pela Movpak abriu há alguns dias uma campanha no Kickstarter para financiar a produção industrial da mochila; faltando 36 dias para o fim da arrecadação, a empresa já amealhou US$ 37 mil — são necessários US$ 100 mil para o projeto ser concluído. A previsão de chegada ao mercado é em abril, e a mochila deve custar cerca de US$ 2 mil.