Notícias de Tecnologia

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

02 de julho de 2014 14h17

Regulador britânico investiga Facebook sobre estudo psicológico

Instituição investiga se rede social violou leis de proteção de dados britânica com sua pesquisa

Por Agências

FOTO: Reuters

BANGALORE – O regulador britânico de dados está investigando se o Facebook violou as leis de proteção de dados quando permitiu que pesquisadores conduzissem um experimento psicológico em seus usuários.

Um porta-voz do Facebook reconheceu que o estudo em cerca de 700 mil usuários involuntários em 2012 havia decepcionado os usuários e disse que a empresa irá mudar a forma como lida com pesquisas no futuro.

O estudo, para analisar se o Facebook pode alterar o estado emocional dos usuários e levá-los a postar tanto conteúdos mais positivos quanto negativos, causou furor nas redes sociais, incluindo no Facebook.

“Estamos cientes desse problema e vamos falar com o Facebook, assim como ter contato com a autoridade de proteção de dados irlandesa para saber mais sobre as circunstâncias”, disse o porta-voz do Gabinete da Comissão de Informação (ICO, na sigla em inglês), Greg Jones, em um e-mail.

Jones afirmou que ainda é cedo para dizer qual parte da lei o Facebook pode ter infringido. A sede da empresa na Europa fica na Irlanda.

O ICO monitora como dados pessoais são usados e tem o poder de forçar organizações a mudar suas políticas e dar multas de até 500 mil libras (US$ 839,5 mil).

O Facebook disse que irá trabalhar com reguladores e que está mudando a forma como lida com esses casos.

/REUTERS