Notícias de Tecnologia

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

16 de agosto de 2011 15h36

Google pode ser investigado por compra da Motorola Mobility

Após comprar a empresa, o Google, que já é investigado por práticas antitruste, deve se tornar objeto de mais uma apuração por agências reguladoras

Por Agências

Após comprar a empresa, o Google, que já é investigado por práticas antitruste, deve se tornar objeto de mais uma apuração por agências reguladoras

NOVA YORK – O Google, que já é alvo de investigações antitruste, pode ter se exposto a maiores escrutínios de autoridades com a proposta de aquisição da Motorola Mobility por US$ 12,5 bilhões em dinheiro.

—-
• Siga o ‘Link’ no Twitter e no Facebook

Especialistas afirmam que as agências reguladoras do governo irão querer analisar como a maior aquisição feita pelo Google afetará a competição no mercado de telefones móveis. O Google já está sendo investigado pela Federal Trade Comission dos Estados Unidos quanto ao possível uso de sua força em buscas online para causar prejuízo a competidores.

“Parece inevitável que o governo dos Estados Unidos tenha que fazer uma intromissão no setor de aparelhos móveis e estabelecer algumas regras básicas”, disse Eric Goldman, professor associado da Santa Clara Law.

“Muitos dólares estão em questão”, afirmou.

O Google, fabricante do software para aparelhos móveis Android, descreve a aquisição como uma forma de permanecer competitivo contra rivais como Apple e Microsoft

No mês passado, o Google perdeu para Apple, Microsoft, Research in Motion e três outras empresas um leilão de patentes da tecnologia wireless da Nortel.

O presidente-executivo do Google, Larry Page, afirmou em uma teleconferência nesta segunda-feira que o portfólio de patentes da Motorola protegeria o Android de ameaças anticompetitivas.

“Eles irão partir para a ofensiva ao dizer que são as vítimas”, disse Daniel Crane, professor de direito da Universidade de Michigan.

Por um lado, isso pode ser verdade. Embora o Google domine as buscas na internet, ele é mais fraco no segmento de telefones móveis.

“Isso realmente mostra os passos que concorrentes estão tomando em um mercado muito competitivo”, disse David Olson, professor da Boston College Law School. “E também revela como a lei de patentes exige que grandes companhias tenham um grande portfólio de patentes para o hardware usado com seu software”.

/Andrew Longstreth e Lily Kuo (Reuters)