Notícias de Tecnologia

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

26 de agosto de 2014 15h51

Califórnia aprova lei de ‘botão da morte’ em celulares

Sistema seria capaz de desativar smartphone após roubo; comando pode ser revertido caso dono consiga aparelho de volta

Por Bruno Capelas

FOTO: AFP

SÃO PAULO – A partir de 1º de julho de 2015, todos os celulares vendidos na Califórnia deverão incluir um sistema anti-roubo. De acordo com o texto assinado pelo governador Jerry Brown, a ideia é que todos os aparelhos comercializados no estado contenham um comando para que possam ser desabilitados caso não estejam em posse de seu dono – isto é, que tenham sido roubados.

A lei californiana segue uma tendência que vem crescendo nos EUA: em maio, o estado de Minnesota aprovou uma proposta similar. Entretanto, ao contrário do que acontece no texto de Minnesota, na Califórnia os celulares precisarão ter um comando capaz de reverter a desativação se o dono conseguir ter o celular de volta. A ideia, como seria de se esperar, é combater o roubo de smartphones – estatísticas do governo norte-americano dizem ainda que um entre cada três roubos no país envolvem um aparelho celular.

Além da aprovação da lei, as fabricantes e desenvolvedoras de aparelhos já começaram a se preocupar com o assunto – ao menos nos EUA. Google, Apple, HTC, Huawei, Motorola, Microsoft, Nokia e Samsung, junto ás cinco grandes operadoras dos país, fazem planos para oferecer aos consumidores jeitos de remover dados ou tornar inoperantes os seus aparelhos que forem roubados, também a partir de 2015.

A grande briga entre as empresas e o governo americano é que, na solução do pacto entre as companhias, os aparelhos não necessitariam vir de fábrica com as soluções anti-roubo – que podem ser um problema na venda de celulares durante o ano que vem.

Clique para ampliar