Notícias de Tecnologia

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

24 de julho de 2011 19h23

Björk aplicada

Novo projeto musical da cantora islandesa é um aplicativos que simula um ambiente virtual

Por Redação Link

Novo projeto musical da cantora islandesa é um aplicativos que simula um ambiente virtual. FOTO: Divulgação

Por Diana Assenato
Especial para o Estado

LONDRES – A cantora Björk passou 36 meses criando Biophilia, o seu mais novo projeto musical – a palavra álbum não basta para descrevê-lo.

Inicialmente, o projeto envolvia uma casa. Cada música existiria em um cômodo, onde as pessoas experimentariam a obra. Os degraus da escada, por exemplo, seriam teclas que, tocadas pelos visitantes, mudariam o ritmo em outros cômodos. Ela mesma percebeu a dificuldade de viabilizar isso. Mas a casa não saiu da sua cabeça, pois as faixas só fariam sentido separadas espacialmente. Então a cantora entendeu que o espaço não precisava ser físico. A casa virou aplicativo; e o terreno, um iPad.

—-
• Siga o ‘Link’ no Twitter e no Facebook

Tudo começa com um vídeo narrado por David Attenborough, a voz dos documentários da BBC, explicando o conceito de “biofilia” – amor incondicional à natureza – e a sua relação com música e tecnologia. O vídeo se aproxima de uma galáxia que pode ser navegada em 360 graus com o toque e movimento do iPad. Cada estrela tem o nome de uma das músicas e guarda outros elementos interativos.

“Crystalline”, por exemplo, é um jogo em que um monólito voa por túneis com cristais coloridos presos às suas paredes. A cada cristal que ele toca, um novo instrumento é adicionado à faixa.

A música varia de acordo com os túneis percorridos; e a textura musical, com a quantidade de cristais que recolhe pelo caminho. Além de jogo, “Crystalline” é uma animação que ensina a cantar a música, uma partitura que ensina a tocá-la e um texto da musicóloga Nikki Dibben explicando a teoria por trás de tudo.

Por enquanto, essa é a única faixa disponível para compra já que, apesar de gratuito, o aplicativo só tem uma faixa liberada. As outras serão lançadas conforme os desdobramentos de Biophilia acontecerem.

—-
Leia mais:
Link no papel – 25/07/2011