1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Integrante do PSD diz ser mais fácil Bósnia ganhar Copa do que partido romper com PT

Julia Duailibi

sexta-feira 13/06/14

O deputado Guilherme Campos (PSD-SP), ex-líder do partido na Câmara, disse que é mais fácil a Bósnia-Herzegovina ganhar a Copa do Mundo de 2014 do que o seu partido, liderado pelo ex-prefeito Gilberto Kassab, romper a aliança em torno da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). O PSD foi o primeiro partido a declarar apoio [...]

O deputado Guilherme Campos (PSD-SP), ex-líder do partido na Câmara, disse que é mais fácil a Bósnia-Herzegovina ganhar a Copa do Mundo de 2014 do que o seu partido, liderado pelo ex-prefeito Gilberto Kassab, romper a aliança em torno da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). O PSD foi o primeiro partido a declarar apoio a Dilma, em novembro do ano passado.

“Isso é mais vontade e torcida de alguns do que realidade. Temos nossa palavra empenhada”, disse sobre alguns integrantes do PSD que passaram a defender publicamente o rompimento com o PT e o apoio ao PSDB de Aécio Neves. “Só não falo que é zero a probabilidade porque estamos falando de política. Mas a Bósnia tem mais chance de ser campeã da Copa do Mundo do que o PSD voltar atrás”, declarou.

Em São Paulo, o partido já decidiu que irá apoiar a reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB), com Kassab na vice. O Palácio dos Bandeirantes ainda negocia a vaga, já que o PSB, de Eduardo Campos, decidiu apoiar o tucano em São Paulo, mas também quer o cargo de vice para fechar a coligação.