1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JULIA DUAILIBI é jornalista, trabalhou nas redações de Veja, Folha de S. Paulo e Estadão, em Brasília e em São Paulo.
quarta-feira 08/05/13

Feliciano indica evangélicos para relatoria de projetos polêmicos

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano (PSC-SP), indicou o deputado Pastor Eurico (PSB-PE) para relatar o projeto de lei que regulamenta a atividade das profissionais do sexo. O parecer da proposta, de autoria do deputado Jean Wyllys (PSOL-SP), será votada no plenário da comissão. É a segunda relatoria

Ler post
quinta-feira 02/05/13

CFP vê proliferação de ‘terapias de reversão’ com aprovação de projeto

A vice-presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Clara Goldman, criticou a decisão do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) de colocar na pauta de votação da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, na semana que vem, o Projeto de Decreto Legislativo 234/11, conhecido como “projeto de cura gay”. De autoria do deputado João Campos

Ler post
quarta-feira 01/05/13

Feliciano coloca projeto de ‘cura gay’ para votação

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano (PSC-SP), colocou na pauta a votação do chamado projeto de “cura gay”. A proposta do tucano João Campos (PSDB-GO), que pretende suspender norma do Conselho Federal de Psicologia que proibia os profissionais da área de tentarem alterar a orientação sexual do paciente

Ler post
segunda-feira 29/04/13

Projeto de tucano sobre ‘cura gay’ avança em comissão de Feliciano

De um integrante da cúpula nacional do PSDB sobre o deputado tucano João Campos (GO), que foi relator da Proposta de Emenda à Constituição que pretende revisar atos do Supremo Tribunal Federal (STF), elaborada pelo petista Nazareno Fonteles (PI). “Esse deputado é mais da bancada evangélica do que da bancada tucana”, afirmou o líder do

Ler post
quinta-feira 18/04/13

Polêmica sobre Feliciano chega a Yoko Ono

A polêmica envolvendo o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano (PSC-SP), chegou até Yoko Ono, viúva de John Lennon. O ator global José de Abreu recorreu a Yoko, via Twitter, para informá-la sobre os ataques de Feliciano a Lennon. Em vídeo que veio a público recentemente, o parlamentar dizia

Ler post
quarta-feira 10/04/13

Antecessor de Feliciano assume vaga na Secretaria de Direitos Humanos

O deputado Domingos Dutra (PT-MA), ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, foi nomeado integrante da Comissão sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, ligada à Presidência da República. Dutra, que é advogado, entra na vaga de Pedro Wilson Guimarães. Dutra ocupou a presidência da Comissão de Direitos

Ler post
quinta-feira 07/03/13

Em SP, Comissão de Direitos Humanos será desmembrada

A Câmara Municipal de São Paulo deve criar a Comissão Extraordinária de Segurança Urbana. O assunto, consenso entre os líderes partidários, será objeto de um projeto de resolução. A ideia é retirar o tema da Comissão Extraordinária Permanente de Defesa dos Direitos Humanos, hoje responsável por assuntos como cidadania, relações internacionais e também segurança pública.

Ler post
sexta-feira 14/12/12

Telhada na Comissão de Direitos Humanos

O PSDB pretende indicar o vereador eleito Coronel Telhada como integrante da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal. A decisão foi discutida internamente no partido nas últimas semanas, e a indicação deve sair em fevereiro do ano que vem,  quando os vereadores são nomeados para as vagas nas comissões. O partido diz que a

Ler post
quinta-feira 13/12/12

Entidade quer posição de Dilma contra ‘repressão’ na Rússia

A ONG Human Rights Watch (HRW) pediu hoje à presidente Dilma Rousseff que expresse preocupação com a questão da “repressão da sociedade civil” na Rússia, durante sua visita ao país, que começou hoje. Amanhã a presidente deve se encontrar com o colega russo Vladimir Putin. “O Brasil se distanciou do seu passado autoritário há muito

Ler post