Estado.com.br
Sábado, 26 de Julho de 2014
Seu Bolso
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Sexta-feira de promoções agita o comércio

Categoria: comércio, Consumo, Empresas, Tecnologia

O interesse do brasileiro pelas ofertas antes do Natal – uma prática que o comércio local tomou emprestada de uma tradição americana – aumentou este ano. O site Busca Descontos, o principal “capitão” da ideia da Black Friday (sexta-feira negra) no Brasil, viu seu movimento se multiplicar exponencialmente em relação ao ano passado ao reunir, em seu endereço, ofertas de sites de diversos varejistas como Americanas.com, Walmart e Compra Fácil.

Estatísticas divulgadas pelo site no fim da tarde de ontem – e que computavam resultados das vendas até as 18h (a promoção seguiu até a meia-noite) – mostraram que o número de cadastros no site chegou a 6 milhões para a promoção deste ano.

No ano passado, quando o Busca Descontos promoveu pela primeira vez a sexta-feira de preços mais baixos, a quantidade de consumidores inscritos era de 61 mil. Em 2010, a empresa contabilizou vendas de R$ 3 milhões com a promoção. Com o aumento da quantidade de lojas parceiras – que chegou a 53 este ano -, a expectativa da companhia era chegar a R$ 15 milhões em vendas.

O Grupo Pão de Açúcar estendeu a promoção online para as lojas físicas da bandeira Extra, oferecendo preços até 70% menores para alguns produtos – no início da manhã, clientes chegaram a se aglomerar em unidades da rede.

A Fast Shop realizou uma promoção independente em seu site, batizada de Golden Friday, com descontos de até 50%. Durante o dia, o site enfrentou problemas de acesso – no início da noite, o banner da promoção havia desaparecido, mas as ofertas ainda continuavam no ar.