Estado.com.br
Sábado, 25 de Outubro de 2014
Seu Bolso
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Indenização em processo trabalhista no IR

Categoria: Agenda, Análise, Imposto de Renda

Pergunta:Em 2011, recebi uma indenização referente a um processo trabalhista. Recebi meu informe de rendimentos no qual consta um total de R$ 153.666,83 e Imposto de Renda Retido R$ 41.565,60. Na época de indenização paguei meu advogado, no valor total de R$ 38 mil. Como faço para declarar, sendo que no valor de Imposto de Renda Retido está incluído também a parte paga ao advogado? Acredito que tenho que deduzir a parte do Imposto de Renda do advogado em algum momento na declaração.
Silmara Cristina Gomes Alves

Resposta: Na declaração deste ano, você irá preencher a ficha “Rendimentos Recebidos Acumuladamente”, lançando o valor retido de Imposto de Renda no campo “Imposto Retido na Fonte”. Nesta ficha, alterne as opções entre exclusivo na fonte ou ajuste anual e verifique a forma mais vantajosa apresentada pelo próprio programa. Tratando-se de rendimentos do trabalho, verifique se houve alguma verba isenta e informe em “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, como verbas com caráter indenizatório. Do montante recebido será excluído o valor pago ao advogado, mas este deve ser proporcionalizado entre os rendimentos tributáveis, exclusivamente na fonte e os isentos. O valor total pago ao advogado também será lançado na ficha “Pagamentos e Doações Efetuadas”, código 61, com os dados do advogado, nome e CPF ou nome do escritório e o CNPJ.

Desde o dia 1º de março, o JT, em parceria com o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Estado de São Paulo (Sescon-SP), têm respondido às dúvidas dos leitores sobre a declaração de IR. Envie sua pergunta para o e-mail caroleao@grupoestado.com.br.