Estado.com.br
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014
Seu Bolso
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Cielo vai receber pagamento por celular

Categoria: comércio, Consumo, Crédito, Serviços

Altamiro Silva Júnior

O Banco do Brasil e a Oi lançaram o cartão de crédito Oi, que poderá ser utilizado como cartão tradicional – inicialmente com a bandeira Mastercard – ou via celular Oi. Segundo as empresas, a função de pagamento com celular estará disponível nas máquinas da Cielo e utilizará a plataforma da Paggo.

“Com isso, deve ser retirado um dos principais obstáculos ao crescimento dos pagamentos móveis, que é o número de estabelecimentos que aceitam esse tipo de pagamento”, afirmou Eduardo Chedid, vice-presidente executivo de Produtos e Negócios da Cielo.

O cartão será vendido para toda a base de clientes da operadora e emitido pelo Banco do Brasil, que ficará responsável também pela análise e concessão do crédito e pelo pós-venda.

É o primeiro produto lançado pela parceria, que prevê também o lançamento de outro produto: o cartão pré-pago. Esse produto será ofertado à base de clientes Oi que não têm acesso a cartões de crédito ou débito nem possuem conta corrente (a Oi estima que em sua base existam em torno de 15 milhões de clientes não bancarizados). A iniciativa busca popularizar o acesso a serviços financeiros a uma maior parcela da população no País.

A partir de outubro, o pagamento com celular na máquina da Cielo estará disponível para os portadores do cartão Oi. A operação inicia-se na Região Nordeste. Os estabelecimentos comerciais, clientes da Cielo, de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Alagoas, Paraíba, Bahia e Ceará, serão os primeiros a experimentar a nova forma de capturar transações. A partir de janeiro de 2012, a operação será expandida para todo o território nacional, segundo as empresas.

Acordo
Em setembro de 2010, a Cielo e a Oi firmaram uma joint venture direcionada ao desenvolvimento da aceitação de pagamentos com celular no Brasil: a Paggo Soluções. Essa sociedade vai permitir a aceitação do pagamento com celular na rede da Cielo e expandirá a aceitação de meios de pagamento eletrônico como complemento a suas diversas soluções de pagamento.

Segundo as empresas, a tecnologia da Paggo é segura: o pagamento só é liberado após autorização do cliente, por meio de senha pessoal. A senha e as mensagens SMS não ficam armazenadas no celular nem na máquina da Cielo. Para fazer o pagamento, basta que o usuário informe o número do celular para o lojista digitá-lo na máquina da Cielo e autorize a compra via SMS. “Tudo isso demora quatro segundos”, afirmou o superintendente de produtos e serviços financeiros da Oi, Gabriel Ferreira.

Sócios
A Paggo busca novos sócios. “Procuramos todas as operadoras e todas em algum nível demonstraram interesse em participar”, disse o presidente da empresa, Massayuki Osmar Fujimoto. A ideia da Paggo é não ser restrita às operações da Oi. “Queremos ser multioperadora e multibandeira”, disse Fujimoto. A avaliação é que, se a operação ficar restrita a uma única operadora, o desenvolvimento dos pagamentos com celular fica travado.

A Paggo tem sede em Alphaville e também está contratando executivos. A ideia é ter uma equipe de 25 pessoas. Por enquanto, já puxou alguns profissionais da Cielo e da Oi. “Mas vamos buscar outros no mercado até o final do ano”, disse ele.

Até meados de 2012, todos os terminais da Cielo devem estar habilitados para aceitar o pagamento com celular. Até o final do ano serão os POS da região Nordeste.

Além do uso do celular como meio de pagamento, a Paggo também está desenvolvendo um projeto para transformar o celular em terminal de captura de transações com cartões. Esse serviço tem como alvo os vendedores porta a porta, como as empresas de entrega e mulheres que vendem produtos de perfumaria. / Colaborou Renato Cruz