Estado.com.br
Sexta-feira, 01 de Agosto de 2014
Segurança
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Ladrão troca tiros com a PM e vai preso

Categoria: Polícia

Bruno Lupion

 

Um ladrão foi preso após assaltar um posto de gasolina e trocar tiros com a polícia no Brooklin, zona sul da capital, na noite de terça-feira, 7, por volta das 22 horas.

O criminoso foi surpreendido por uma viatura da Força Tática quando se preparava para deixar o local em uma Saveiro vermelha e teria reagido. Houve troca de tiros e o ladrão acabou baleado na perna e nas nádegas.

Ele portava uma pistola automática e foi encaminhado ao Hospital Regional Sul. O caso foi registrado no 96º Distrito Policial (Monções).

Milton Neves se livra de assalto na Al. Santos

Categoria: Polícia

O apresentador Milton Neves quase foi assaltado nessa segunda-feira, 30, às 17h45, quando saía da garagem de um prédio de escritórios na Alameda Santos, na região da Avenida Paulista. Em seu perfil na rede de microblog Twitter, ele conta que só conseguiu escapar do assalto porque seu carro é blindado.

Ele conta que foi abordado por um jovem branco, de mais ou menos 27 anos, que mostrou um revólver e queria seu relógio, um presente de família. Ele esmurrava o vidro e puxava a maçaneta da porta do carro por cerca de cinco segundos.

O ladrão só fugiu quando o apresentador gritou ‘ladrão’ pelo microfone do carro. Ele explicou em seu perfil na rede: “Todo carro blindado tem um microfone interno para alerta. Ouve-se lá fora, igualzinho carro que vende pamonha”, brincou.

“Mesmo com o cara fugindo depois que gritei ao “microfone de bordo” LADRÃO,LADRÃO, o coração disparou.É um horror”, contou na rede social.

Ele apontou que havia congestionamento na via no momento da tentativa de assalto e havia um guarda da Polícia Militar na esquina da via com a Avenida Brigadeiro, a cerca de 150 metros do local . “Mas os caras nada temem”, disse.

O apresentador lembrou que é a terceira vez que foi assaltado na região. Nas duas primeiras, dirigia veículos sem blindagem e assaltantes levaram celulares e uma corrente.

Ladrão rouba casa e é morto pela Força Tática

Categoria: Polícia

Bruno Lupion
Um ladrão foi morto por policias da Força Tática após assaltar uma residência no Tucuruvi, zona norte da capital, na noite de terça-feira, 24. Ele fugiu com três comparsas no veículo do morador, mas foi perseguido pela Avenida Cel. Sezefredo Fagundes e bateu em um poste. Segundo a polícia, houve troca de tiros. Os outros ladrões conseguiram escapar.

A quadrilha aproveitou a chegada da vítima, um administrador de 32 anos que voltava do trabalho, para rendê-lo e entrar na casa às 20h30. Eles dominaram a irmã e a mãe do rapaz e mantiveram os três sob a mira de um revólver durante a ação, que durou  aproximadamente dez minutos. “Levaram R$ 1 mil, televisão e outros objetos. Eles estavam com muita pressa”, contou o rapaz.

Na fuga, a quadrilha roubou o Golf vermelho da vítima e seguiu pela Avenida Cel. Sezefredo Fagundes, sentido Horto Florestal. Dois quilômetros adiante, foram interceptados por uma viatura da Força Tática, bateram no poste e saíram correndo.

“Fizemos uma varredura nas residências, com auxílio dos moradores, e encontramos um dos ladrões no quintal de uma das casas”, contou o sargento Campanhola. “Ele atirou, nós revidamos e o criminoso foi baleado”, disse. Marcos Vinicius Santos da Silva, 22  anos, chegou a ser levado ao pronto-socorro do Jaçanã, mas não resistiu e morreu. O resto da quadrilha conseguiu fugir.

Segundo a polícia, Marcos Vinicius já havia sido condenado por roubo e era egresso do sistema penitenciário. Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38. O crime será investigado pelo 9º Distrito Policial, no Carandiru.

Suspeito morre em suposto tiroteio com a PM

Categoria: Polícia

Ricardo Valota e Bruno Lupion

 

Um suposto ladrão de carros foi morto, por volta da 0h30 desta quinta-feira, 12, ao, segundo a PM, resistir a uma abordagem na região do Aricanduva, zona leste de São Paulo.

Portando um revólver calibre 38 e ao volante de um Astra preto, placas HNT 2029/SP, roubado há dois dias de uma casa na mesma região, o rapaz foi abordado por policiais da viatura M-19030.

Ao não parar o veículo, o suspeito foi perseguido e alcançado pelos PMs da Força Tática do 19º Batalhão. O tiroteio teria ocorrido na esquina da Rua Rufino Fernandes Inivarri com a Rua Amélia Vanso Magnoli.

Baleado e sem documentos, o rapaz foi encaminhado ao pronto-socorro Municipal do Jardim Iva, onde acabou morrendo. O caso foi registrado no 41º Distrito Policial, da Vila Rica.

Quadrilhas roubam dois caminhões na Marginal

Categoria: Polícia

Bruno Lupion

 
Dois caminhões foram roubados em plena Marginal Tietê na noite de quinta-feira, 5, por quadrilhas especializadas em desativar o sistema de rastreamento usado pelas transportadoras. A polícia conseguiu recuperar os dois veículos, mas nenhum  ladrão foi preso.

O primeiro crime ocorreu por volta das 22 horas, no sentido Castello Branco, próximo ao Cebolão. Segundo o  motorista, um carro com dois ocupantes fechou o caminhão-baú e o obrigou a parar no meio da pista. Um segundo carro, com pessoas capazes de  desativar o rastreador, acompanhou a ação. “Me colocaram no banco de trás e começaram a dar voltas por Osasco”, disse Lucenildo Leite de Lima, 30 anos, proprietário do veículo. Ele ficou sob poder da quadrilha por três horas. “Só conseguia pensar nas 57  parcelas que faltam pagar pelo caminhão”, disse.

O veículo foi descoberto em um lavarrápido no bairro das Bandeiras, em Osasco, graças a uma testemunha que viu o caminhão sendo descarregado e alertou a polícia por volta das 23 horas. “Entramos no local e vimos seis pessoas fugindo pelos fundos”, disse  o soldado Márcio Silva. Ninguém foi preso. Praticamente toda a carga, avaliada em R$ 300 mil, já havia sido transferida para  um cômodo do lavarrápido. O proprietário do veículo foi liberado pelos criminosos no bairro de Presidente Altino, sem  ferimentos, à 1h da manhã.

Na mesma noite, uma carreta que transportava tintas foi interceptada por ladrões na Marginal do Tietê, em região ainda desconhecida, e levada para a Marginal Pinheiros. Como o veículo estava programado para pegar a Rodovia dos Bandeirantes, o sistema de  rastreamento apontou desvio de rota e acionou a empresa de segurança. Eles tentaram contato com o motorista, sem sucesso, e perderam a localização do veículo.

Alguns minutos depois, o caminhão foi localizado, sem a carroceria, na Marginal Tietê, altura da Ponte do Piqueri, por um funcionário da empresa de segurança. Ele começou a seguir o veículo e avisou a polícia, que integrou a perseguição. Na Rodovia  Anhanguera, altura do km 18, o ladrão pegou uma saída à direita e pulou do veículo em movimento, sem que a polícia percebesse. O caminhão chegou a rodar mais alguns metros mas, como estava em uma subida, parou e começou a voltar de ré, atingindo uma viatura que o perseguia. O ladrão conseguiu fugir.

Dentro da cabine os policiais encontraram o equipamento que bloqueia sinais de celular, conhecido por “capetinha”: uma mala equipada com quatro antenas, transmissor e bateria. Segundo o soldado Góes, a potência do aparelho foi suficiente para bloquear os  rádios das viaturas durante a perseguição.

Caminhão roubado e abandonado próximo a Rodovia Anhanguera (Foto: JB Neto/AE)

Caminhão roubado e abandonado próximo a Rodovia Anhanguera (Foto: JB Neto/AE)