Estado.com.br
Quarta-feira, 30 de Julho de 2014
Esportes
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Santos vende Neymar para o Barcelona

Categoria: Sem categoria

LUÍS AUGUSTO MONACO
Neymar é do Barcelona. O Santos assinou contrato com o clube espanhol, que tem como Lionel Messi seu principal jogador. Pelo documento, o atacante se apresenta em janeiro de 2013. O Santos tomou frente nesta transação sem consultar o empresário do atleta, Wagner Ribeiro, e convenceu o jogador e seu pai a se juntarem a ele. Neymar agora só precisa acertar seu salário com o clube catalão.
O Santos vai embolsar bem mais do que os 45 milhões de euros (R$ 104,8 milhões) estipulados na multa rescisória. O Santos, por meio de seu presidente, Luís Álvaro, conduziu toda a negociação com os dirigentes do Barcelona, que estiveram no Brasil somente para isso. O valor negociado é de 60 milhões de euros (R$ 139,8 milhões).

E como não bastasse a inveja provocada pelas seguidas conquistas do Barcelona na Europa, a diretoria do Real Madrid também tomou chapéu e terá de engolir a humilhação de ter sido passada para trás pelo maior rival. O craque santista, cuja chegada ao Santiago Bernabéu em 2012 era dada como certa, vai se juntar a Messi e companhia no Camp Nou.

Quem também se valeu indiretamente do negócio assinado pelo Santos foi a Nike, parceira de Neymar e também do Barcelona – o Real Madrid tem acordo com a Adidas.

A reviravolta, que foi costurada pelas diretorias de Santos e Barcelona, não atingiu apenas o clube merengue. Também provocou o rompimento entre o atacante e Wagner Ribeiro, que era seu empresário há quase sete anos. Wagner, que tem bom relacionamento com o presidente Florentino Perez desde que Robinho foi para o Real em 2005, queria ver Neymar na capital da Espanha.

Além disso, ele entrou em conflito com a cúpula do Barça durante a Copa América por achar que o clube catalão estava mais interessado em torpedear a ida do garoto para o rival do que em contratá-lo. Diante do novo quadro, comunicou esta semana ao pai do garoto que era melhor cada um seguir o seu caminho. Wagner não negocia mais por Neymar.

Depois do amistoso que o Brasil disputou em Stuttgart, contra a Alemanha, em agosto, o agente e o pai de Neymar passaram alguns dias em Madri e deixaram acertado com Florentino que o jogador se incorporaria ao elenco depois da Olimpíada de Londres. Ficou acertado que Neymar receberia 5 milhões de euros pelo contrato. E ficaria com 100% do montante que entra de seus patrocinadores antigos. Para os novos patrocinadores, os valores seriam divididos em partes iguais entre ele e o clube madrilenho. No Santos, Neymar recebe salário de R$ 1,3 milhões, sendo que fica com 70% de seus patrocinadores – o Santos fica com os outros 30%.

Ocorre que o Barcelona entrou na jogada e colocou por terra tudo o que havia sido apalavrado com o empresário do jogador e o Real Madrid. Pelo acordo, o Barça também se compromete a vir ao Brasil ano que vem para enfrentar o Peixe num amistoso que fará parte das celebrações de seu centenário.