1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Luiz Fernando Malheiro é o novo diretor artístico do Teatro São Pedro

João Luiz Sampaio

domingo 01/06/14

O maestro Luiz Fernando Malheiro é o novo diretor artístico do Teatro São Pedro. Ele substitui Emiliano Patarra, no cargo desde 2012. Malheiro é, desde 2001, diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera, que atualmente encerra sua décima oitava edição, e deve acumular os dois postos. O São Pedro, pertencente ao governo do Estado, é [...]

O maestro Luiz Fernando Malheiro é o novo diretor artístico do Teatro São Pedro. Ele substitui Emiliano Patarra, no cargo desde 2012. Malheiro é, desde 2001, diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera, que atualmente encerra sua décima oitava edição, e deve acumular os dois postos. O São Pedro, pertencente ao governo do Estado, é gerido por uma organização social,  o Instituto Pensarte, que é responsável ainda por grupos como a Banda Sinfônica e a Jazz Sinfônica e também deve passar por mudanças.

A contratação de Malheiro foi confirmada, por meio de nota, pela Secretaria de Estado da Cultura. “A mudança na Direção Artística do Theatro São Pedro se deu em cumprimento à decisão tomada pelo Conselho de Administração da organização social Instituto Pensarte e está sendo acompanhada pela Secretaria de Estado da Cultura na perspectiva do cumprimento das políticas de difusão cultural e resultados estabelecidos para aquele equipamento”, diz a nota.

Ainda segundo a secretaria, a programação deste ano será mantida como anunciada. “O novo diretor artístico designado pela OS para o São Pedro, Luiz Fernando Malheiro, tem experiência reconhecida para aprofundar o processo de aprimoramento contínuo do Theatro, assim como vem fazendo com competência o maestro Emiliano Patarra. A programação da temporada 2014 está confirmada conforme anunciada no início do ano.”

Segundo fontes ligadas ao teatro, a chegada de Malheiro ao São Pedro deve coincidir com a contratação de Clodoaldo Medina para a direção do Instituto Pensarte. Medina já esteve à frente de instituições como o Festival de Inverno de Campos do Jordão e, nos últimos anos, no Rio, trabalhou com a Orquestra Petrobras Sinfônica e no Teatro Municipal do Rio. A secretaria não se pronunciou a respeito de sua contratação.