ir para o conteúdo
 • 

Patrocinado por

13.janeiro.2014 13:30:16

Conflitos regionais testam aliança anti-PT de Aécio,Campos e Marina

As dificuldades previsíveis para os ajustes entre a Rede, de Marina Silva, e o PSB, do governador Eduardo Campos,  têm duas vertentes com prazos de conciliação distintos, que além de testar a capacidade política de ambos, afetam a aliança informal com o PSDB para a eleição presidencial.

A primeira conciliação, em curso, segue o ritmo natural de sua extensão e complexidade e está definida na síntese da ex-senadora para a aliança com os socialistas: união programática. Trata-se da sistematização dos pontos programáticos das duas legendas para dar coerência à parceria, diante da perspectiva de poder que encerra.

A segunda, igualmente em curso, porém mais urgente, aborda as alianças regionais com efeitos colaterais na parceria maior com os tucanos, cujo desfecho pretende ser a formação de uma frente oposicionista no segundo turno, contra a candidata favorita nas pesquisas, Dilma Rousseff.

É nesse cenário que se baseia o compromisso de Aécio, Campos e Marina, ressaltados já pelos três, em momentos distintos. De maneira mais explícita e solene, no anúncio da aliança do PSB e da Rede, em que os dois protagonistas da cena afirmaram que retirariam do propósito comum de encerrar o ciclo do PT no Poder, a determinação para superar as diferenças internas.

O momento de definições no âmbito da aliança da ex-senadora e do governador testa essa fidelidade ao projeto maior de encerrar o ciclo petista, na medida em que Marina estabeleceu sua cota no mapa eleitoral de 2014, fixando como território da Rede/PSB os estados de Rio, Minas, São Paulo e Paraná, como aqueles em que devem ter candidatura própria.

Desses, somente Rio e Paraná não incomodam os interesses tucanos e do  PSB. Atender Marina significa para Campos sacrificar a aliança com Aécio e com seus próprios  correligionários em São Paulo, o que já é uma briga de bom tamanho. Candidatura própria em Minas pode ser o bode que Marina pôs na sala, para ceder na negociação final. Afinal, ali é o berço eleitoral de Aécio.

O desafio à solidez da meta antipetista está posto para Aécio e Campos, cujo convívio parece, até aqui, orientado pela premissa mais importante que a vitória individual. Ambos precisarão estar empenhados em apaziguar as reações internas, convencendo seus pares da importância de um certo altruísmo político, sem o qual as chances reais de reverter o favoritismo do governo diminuem.

 

Tags: , , , , , , , , ,

Comentários (6) | comente

  • A + A -
6 Comentários Comente também
  • 13/01/2014 - 14:57
    Enviado por: Paulo Rogério Lopes

    União x costura política difícil x mas necessária apesar das ideologias, postura e planos partidários um tanto diferenciados.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/01/2014 - 17:32
    Enviado por: Delmo Oliveira

    Sinceramente, nossa oposição não deve aceitar as provocações dos fundamentalistas do PT. Como recentemente foi alvo Eduardo Campos e Marina Silva, se preparem os dossiês vão começar a vir a tona é o jeito sujo de fazer política a partir de janeiro de 2003, quando o projeto de obsessão pelo Poder Central se concretiza. Vamos que vamos mudar a presente realidade do B-R-A-S-I-L em outubro. PT NUNCA MAIS!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/01/2014 - 18:07
    Enviado por: Jorge Luiz

    É hora de todos os partidos de oposição se unirem para derrotarem o Dilma e o PT. O grande problema é que temos uma cobra chamada Marina que não passa de uma cria do PT e vai continuar sendo com seu radicalismo.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/01/2014 - 19:21
      Enviado por: Fernando Fernandes

      Sinto lhe informar, Jorge, mas o Brasil avançou muito nos últimos dez anos e não voltará a retroceder colocando esta direita inescrupulosa novamente no poder. Se o Aécio ganhar, o Brasil retrocederá 20 anos. O povo sabe o quanto o Brasil mudou. Quanto à clásse média, bem a classe média não é o Brasil! Se não surgir, realmente, uma oposição, com projeto político e capacidade de entender os reais problemas da população, deixando para trás os interesses apenas dos empresários, Dilma vencerá.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/01/2014 - 15:29
    Enviado por: Plinio Santos

    Qualquer um que tenha como proposta melhorar a Educação, com bons salários aos professores e salas de aula adequadas, melhorar a Saúde com hospitais com leitos suficientes para atender a toda população, e melhoria na Segurança Pública com leis mais rígidas contra os criminosos, além políticas de industrialização, pois o PT acabou com esse setor no País.
    Portanto qualquer um candidato, para acabar com as safadezas dos PTistas que já duram mais de uma década, e que levou o País a um sucateamento industrial e uma onda de crimes e assassinatos diários.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

Arquivo

Seções

Blogs do Estadão

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo