1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JOÃO BOSCO RABELLO está no jornalismo político desde 1977, em Brasília, onde participou da cobertura do período que vai da abertura do regime militar à Assembléia Nacional Constituinte de 88, passando pela redemocratização, com a eleição e morte de Tancredo Neves, o primeiro governo civil, de José Sarney e os que o sucederam.

Iniciou sua carreira em 1974, no extinto Diário de Notícias, no Rio de Janeiro (RJ). Transferiu-se para Brasília (DF), em 1977, onde alternou as funções de repórter político,coordenador, editor e diretor de sucursal, no Correio Braziliense, Empresa Brasileira de Notícias, O Globo, Jornal do Brasil e o Estado de S.Paulo (1990/2013), nessa ordem.

É responsável também pelo conteúdo de análise política do serviço em tempo real Broadcast, da Agência Estado.

terça-feira 15/07/14

Licitação com a “contratação integrada” volta à pauta do Senado

A pauta do esforço concentrado do Senado para o período que começa hoje e vai até quinta-feira, reintroduz a discussão em torno do projeto que revisa a Lei 8666/93, relativa às normas para licitações e contratos da administração pública. O artigo 76 do texto, centraliza a polêmica “contratação integrada”, modalidade em que o contratante transfere

Ler post
terça-feira 01/07/14

Aécio consegue unidade e se fortalece no sul e sudeste

Encerradas as convenções partidárias, que não apresentaram surpresas do lado do PT, tem-se um quadro de resgate da unidade partidária do PSDB, que esteve ameaçada na fase de negociações no principal colégio eleitoral, São Paulo. O senador Aécio Neves logrou conquistar o que talvez fosse sua principal meta, um arco de alianças que fortalece sua

Ler post
quinta-feira 12/06/14

Copa e campanha fazem de CPI página virada em 2014

O depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, à CPI do Senado que teoricamente apura operações suspeitas da empresa, pode ser considerado o coroamento de uma estratégia bem sucedida do governo para evitar a investigação. Em circunstâncias normais, Costa seria o depoimento mais concorrido da CPI, por ser o pivô do escândalo

Ler post
segunda-feira 02/06/14

Mão Santa embaralha disputa no Piauí

A confirmação da pré-candidatura do ex-senador Mão Santa (PSC) ao governo do Piauí  embaralhou o cenário político no Estado. Mesmo sem apoio de outros partidos, disputando contra uma coligação encabeçada por PMDB e PSB, ele aparece nas pesquisas de opinião em um situação de empate técnico com o deputado federal Marcelo Castro (PMDB). E já

Ler post
domingo 25/05/14

Maia poderá ser relator da CPI mista da Petrobrás

A CPI mista da Petrobrás, como sua análoga no Senado, parece destinada a cair no vazio, embora por razões diversas. Como se sabe, a do Senado,  desqualificada por uma maioria governista que a transformou em um “clube de amigos”, está desmoralizada pela caracterização de chapa-branca. Já a mista, que envolve a Câmara e que reduz

Ler post
quinta-feira 22/05/14

Mesmo chapa-branca, CPI exibe contradições da Petrobrás

O desmentido da Petrobrás ao seu ex-presidente, Sérgio Gabrielli, mostra que mesmo uma CPI chapa branca acaba produzindo conteúdos ruins para governos e projetando o que poderia levantar se isenta e efetivamente funcionando com o propósito de investigar. Gabrielli afirmou que os contratos da Petrobrás com a refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, eram geridos

Ler post
domingo 11/05/14

Reguffe se decide pelo Senado com Rollemberg no DF

Deputado federal proporcionalmente mais votado do país em 2010,  Antonio Reguffe (PDT) decidiu disputar a vaga única ao Senado nas eleições de outubro. Desta forma, a aliança com o PSB no Distrito Federal deve ser oficializada nos próximos dias, depois de lançadas as bases do programa de governo pelo PSB. O lançamento do programa de

Ler post
quinta-feira 08/05/14

Candidatos tentam dar mais nitidez às diferenças

Os últimos dias indicaram um novo desenho da pré-campanha presidencial com os candidatos estabelecendo as diferenças com as quais pretendem se distinguir junto ao eleitor. Ainda que não em conteúdo, na forma já é possível perceber uma linha a definir melhor as visões de cada um. Antes que a presidente Dilma Rousseff rompesse, por conveniência

Ler post
quarta-feira 07/05/14

Banho-maria em CPI não poupa governo

A articulação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), com o Planalto para adiar ao máximo o funcionamento da CPI da Petrobras é apenas parte de uma estratégia que guarda para as próximas semanas seu momento mais intenso. Por enquanto, Renan consegue esticar ao máximo a discussão regimental que precede a instalação da comissão –

Ler post