1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JOÃO BOSCO RABELLO está no jornalismo político desde 1977, em Brasília, onde participou da cobertura do período que vai da abertura do regime militar à Assembléia Nacional Constituinte de 88, passando pela redemocratização, com a eleição e morte de Tancredo Neves, o primeiro governo civil, de José Sarney e os que o sucederam.

Iniciou sua carreira em 1974, no extinto Diário de Notícias, no Rio de Janeiro (RJ). Transferiu-se para Brasília (DF), em 1977, onde alternou as funções de repórter político,coordenador, editor e diretor de sucursal, no Correio Braziliense, Empresa Brasileira de Notícias, O Globo, Jornal do Brasil e o Estado de S.Paulo (1990/2013), nessa ordem.

É responsável também pelo conteúdo de análise política do serviço em tempo real Broadcast, da Agência Estado.

quinta-feira 13/03/14

Miro deve ter candidatura ao governo confirmada sábado

A candidatura do deputado Miro Teixeira (Pros) ao governo do Rio será consolidada neste sábado, em encontro previsto entre PPS,Rede e PSB, com as presenças do deputado Roberto Freire, da ex-senadora Marina Silva e do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. O anúncio poderá não ter o tom oficial ainda por causa do pleito do deputado

Ler post
quinta-feira 09/05/13

Rede depende menos do Judiciário e mais dela própria

Apesar de excessiva, a liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes contra a proposta que nega a um novo partido o tempo de televisão para propaganda gratuita, pode ser um sinal do pensamento do Supremo Tribunal Federal quanto ao seu mérito. O STF já tem decisão anterior favorável ao PSD no mesmo pleito. O que caracteriza

Ler post
sábado 02/10/10

Disputa de aliados por Câmara e Senado é batismo político de Dilma

O dia da eleição chega com uma dúvida sobre a possibilidade de  segundo turno em face do crescimento da candidata Marina Silva, do PV, nos últimos 10 dias. O PT reconhece a ascensão da ex-companheira, atribui-a ao escândalo na Casa Civil que levou à exoneração de Erenice Guerra, mas não a considera suficiente para evitar

Ler post
segunda-feira 28/06/10

Marina condiciona presença em sabatina a conhecimento prévio das perguntas

Depois do cancelamento da candidata do PT, Dilma Rousseff, agora é a candidata do PV, Marina Silva, que comunica à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que não vai comparecer a sabatina no próximo dia 1º de julho. Marina, que já havia confirmado presença, exigiu ter conhecimento prévio das perguntas que lhe serão feitas pelos

Ler post