1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JOÃO BOSCO RABELLO está no jornalismo político desde 1977, em Brasília, onde participou da cobertura do período que vai da abertura do regime militar à Assembléia Nacional Constituinte de 88, passando pela redemocratização, com a eleição e morte de Tancredo Neves, o primeiro governo civil, de José Sarney e os que o sucederam.

Iniciou sua carreira em 1974, no extinto Diário de Notícias, no Rio de Janeiro (RJ). Transferiu-se para Brasília (DF), em 1977, onde alternou as funções de repórter político,coordenador, editor e diretor de sucursal, no Correio Braziliense, Empresa Brasileira de Notícias, O Globo, Jornal do Brasil e o Estado de S.Paulo (1990/2013), nessa ordem.

É responsável também pelo conteúdo de análise política do serviço em tempo real Broadcast, da Agência Estado.

quinta-feira 29/04/10

TJ revoga Plano Diretor do DF aprovado à base de propina

rosso1

rosso1

Decisão do TJ é a 1ª dor de cabeça de Rogério Rosso. Foto: André Dusek/AE

A revogação parcial do Plano Diretor de Ordenamento Territorial do DF (Pdot), pelo Tribunal de Justiça, inclui áreas já ocupadas pelo mercado imobiliário. É só a primeira dor de cabeça do novo governo brasiliense, eleito ilegitimamente por uma Câmara Distrital empenhada em evitar a intervenção federal pelo Supremo Tribunal Federal. A Operação Caixa de Pandora registra depoimentos de ...

Ler post
quarta-feira 28/04/10

Hartung confirma troca de candidatos ao governo do ES: sai Ferraço, entra Casagrande

Em coletiva à imprensa, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), confirmou há pouco a mudança  de candidaturas na disputa pela sua sucessão. Conforme antecipou o blog, o candidato de Hartung ao governo estadual, seu vice-governador, Ricardo Ferraço (PMDB), cede a vez para o Senador Renato Casagrande (PSB) e vai disputar o Senado.  A aliança foi invertida por imposição do presidente Lula resgatando uma das promissórias que deve ao PSB pela implosão da candidatura de Ciro Gomes.  Pelo acordo, Lula atuará para ...

Ler post
quarta-feira 28/04/10

Projeto ficha-suja não deve vigorar para as eleições de 2010 e vai acabar no STF

Apesar do acordo pela votação em regime de urgência, o projeto que torna inelegível condenados em primeira instância, conhecido como “fichas-sujas”, não deve ser aplicável às eleições deste ano. A discussão sobre a constitucionalidade do projeto deve acabar no Supremo Tribunal Federal por empenho dos atingidos por ele. Os parlamentares contrários à proposta, como Régis de Oliveira, ex- desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo,  sustentam que ela fere o artigo 5º da Constituição. Resumido como “princípio da presunção de inocência”, o ...

Ler post
quarta-feira 28/04/10

Governo impõe candidatura do PSB em Vitória

casagrande

casagrande

Casagrande, primeiro beneficiário da implosão de Ciro Gomes. Foto: Sérgio Dutti/AE.

Daqui a pouco, o vice-governador do Espírito Santo, Ricardo Ferraço (PMDB) deve anunciar sua renúncia à candidatura para o governo do Estado.

A decisão foi tomada ontem, em Brasília, após reunião do governador Paulo Hartung  (PMDB) e do próprio Ferraço na sede provisória da Presidência, no Centro Cultural Banco do Brasil.

O governo impôs a troca de Ferraço pelo senador Renato Casagrande, do PSB, na primeira fatura explícita paga pela implosão da candidatura Ciro Gomes.

Casagrande terá uma vice do PT e um suplente também. Ferraço disputará o Senado.

Ler post
quarta-feira 28/04/10

Governo usa cargos do PSB como se fossem de Ciro

ciro

ciro

Ciro: instabilidade desorienta governo. Foto: Celso Junior/AE

As manifestações do quase ex-futuro  pré-candidato Ciro Gomes não produziriam mais danos eleitorais a Dilma Rousseff  se o governo e a coordenação de campanha se entendessem. Ciro desmoraliza a contundência e seu passionalismo é o principal fator de descrédito no que diz. Gira a metralhadora verbal contra o desafeto da hora e se isola a cada dia mais. Porém, as reações à sua fala dificilmente medem a ...

Ler post
terça-feira 27/04/10

A estética de Niemeyer e a vida humana

Há poucas horas um casal foi atropelado no eixão norte, em Brasília. Cena cotidiana. A diferença é que não foi uma pessoa, mas duas - e ao mesmo tempo. A cena nos remete a velha e , até aqui, infrutífera discussão sobre qual o limite entre a estética - marca obsessiva do genial arquiteto Oscar Niemeyer -, e a vida humana. O comentário está vinculado à intocabilidade do projeto original de Brasília, que estabeleceu uma espécie de  ditadura arquitetônica - ou uma ...

Ler post
domingo 25/04/10

Pesquisa sustenta crítica de Dilma ao MST

Por trás da crítica da candidata Dilma Rousseff ao MST,  há pesquisas mostrando que parcela expressiva da população rejeita as invasões de terras. Uma dessas pesquisas, encomendada ao Ibope pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), indica que mais de 70% defendem a reforma agrária; 78% são contra as invasões; e 56% consideram que as invasões inviabilizam a reforma agrária. “Não é, portanto, uma profissão de fé na Lei, mas uma declaração técnica”,  diz a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu (TO). “De qualquer ...

Ler post
domingo 25/04/10

Dilma na defensiva e ainda refém de Lula

dilma_lula_petro_fabiomottaAE19012010

dilma_lula_petro_fabiomottaAE19012010

Dilma: PT espera ter o seu voo solo.

Passados 15 dias do início efetivo da campanha (com todos os candidatos em campo), a avaliação consensual é a de que o PSDB conseguiu, até aqui, manter a candidata Dilma Rousseff em permanente atitude defensiva, explicando seus próprios erros e exibindo uma dependência quase física do presidente Lula. O rompimento de Ciro Gomes com Lula, acrescida de uma declaração de superioridade de José Serra, ...

Ler post
sábado 24/04/10

Ministério Público representa contra Roriz

 De Vannildo Mendes, no Estadão de amanhã: A justiça de Brasília recebeu denúncia do Ministério Público contra o ex-governador Joaquim Roriz (PSC), desta vez por violação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), fraude contábil e crimes fiscais na área de saúde no final do seu mandato, em 2002. Candidato à reeleição, Roriz , conforme a denúncia, teria passado por cima das normas para efetuar gastos ilegais, muitas vezes mediante emissão de vales e declarações improvisadas.  “A balbúrdia contábil lembra a forma adotada nos tempos ...

Ler post