ir para o conteúdo
 • 

Jamil Chade

30.dezembro.2013 08:18:42

Vida de Schumacher “corre sério risco”

GRENOBLE, FRANÇA – O alemão Michael Schumacher sofreu várias lesões cerebrais, sua vida corre risco e os médicos se recusam a fazer um prognóstico sobre seu futuro. As informações foram dadas hoje pelos médicos do Hospital Universitário de Grenoble, onde o ex-campeão está internado em estado grave desde ontem.

Schumacher sofreu um acidente em uma pista de esqui em Meribel, nos alpes franceses no domingo. Apesar de estar usando capacete, o ex-campeão acabou se chocando contra uma pedra ao cair e sofre um “traumatismo craniano grave”.

Em um primeiro momento, ele foi enviado para um hospital na cidade de Moutiers. Mas, diante da gravidade do acidente, o maior campeão da história da F1 foi transferido para Grenoble, 123 quilômetros do acidente.

Emmanuel Gay, chefe do serviço de Neurologia do Hospital de Grenoble, confirmou que o alemão está em coma, que necessitou operação. “Ele continua em situção critica”, disse. Ao chegar ao hospital, ele estava agitado e não respondia às perguntas.

Um exame mostrou lesões internas, contusão cerebral e hemorragia. “Não podemos nos pronunicar sobre o seu futuro”, declarou o médico Jean François Payen. “Sua situação é crítica e trabalhamos horas à hora”, disse. “Sua vida corre risco e é uma condição muito séria. Estamos trabalhando noite e dia”, insistiu.

Segundo ele, sem capacete, Schumacher não teria sequer chegado ao hospital. Payen confirmou que o piloto foi colocado em um coma artificial. “Vamos tentar ganhar tempo”.

Durante a noite, alguns dos principais chefes do esporte chegaram ao hospital em Grenoble, entre eles o chefe da FIA, Jean Todt, que também foi o diretor da Ferrari nos anos de maior conquista do alemão. Quem também viajou até Grenoble foi Ross Brown, chefe da Mercedes, além de Nico Rosberg e Olivier Panis.

Enquanto isso, esportistas e celebridades proliferaram mensagens de apoio ao alemão. No hospital, jornalistas de todo o mundo se acumulavam nos corredores e no pátio do local, à espera de notícias.

Nas últimas 48 horas, pelo menos dois esquiadores perderam a vida nos alpes franceses, numa das semanas mais frequentadas nas estações de inverno na Europa. No dia 3 de janeiro, Schumacher completa 45 anos de idade.

sem comentários | comente

  • A + A -

Deixe um comentário:

Arquivo

Blogs do Estadão

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo