1
Homem Objeto

Android puro sangue

O que é exatamente um smartphone do Google? Como se bem sabe, o sistema operacional de celular mais bem-sucedido do mundo, o Android, é cria da empresa. O que então um modelo Google com Android tem que outros Androids não têm?

Sua maior vantagem é que ele traz o sistema em sua versão “pura”. Outras fabricantes de aparelhos Android fazem adaptações (pense na Samsung e seu TouchWiz e na Motorola com o Blur) e deixam o sistema customizado com a “cara” delas. As empresas adicionam apps e até mesmo restrições ao sistema operacional.

O Nexus 4 é fabricado pela LG, mas leva a marca do Google e roda o Android puro. Sem bloqueios, ele não corre risco de ter seu desempenho prejudicado pelos extras. Outro benefício é que ele pode ser atualizado assim que sair uma nova versão. Aparelhos não-puros precisam muitas vezes esperar que o fabricante libere a atualização.

A versão do Android no Nexus 4 é, claro, a última (Jelly Bean, 4.2.2). Por enquanto, é o único telefone no Brasil a vir com essa versão (assim com foi nos EUA e Europa quando saiu por lá). Outros aparelhos Android poderão ser atualizados em breve e modelos novos também virão com a versão 4.2, mas por enquanto o Nexus 4 é único na categoria.

Ele também oferece integração total com os produtos Google. Já na tela inicial do Nexus 4 há um ícone para uma área onde estão concentrados os aplicativos da empresa, como Google +, Google Maps, Gmail, YouTube e Play Store.

O Android 4.2 tem alguns novos recursos interessantes, embora não sejam essenciais. A câmera, que tem oito megapixels, traz o Photo Sphere, que permite retratar todo o ambiente em sua volta, “colando” uma sequência de imagens que você faz, incluindo partes do chão e do que está acima de sua cabeça.

A nova edição da plataforma traz também opções de descanso de tela que exibem informações. É possível, por exemplo, escolher atalhos de aplicativos para fixar na tela bloqueada, permitindo acesso rápido quando o telefone está momentaneamente bloqueado.

O Android 4.2 traz uma boa melhoria no teclado. Ele agora interpreta os movimentos do dedo quando ele desliza sobre as letras, formando e propondo palavras. O índice de acerto é bem alto e a ferramenta é muito útil na hora de compor um texto.

Mas a maior novidade do novo Android é mesmo o Now, resposta do Android à Siri, a assistente pessoal do iPhone. Ele aprende seus caminhos e ações mais comuns e fornece informações com base nisso – antes de você solicitar. Também traz resultados de esportes, mas por enquanto só os americanos. Conteúdo nacional virá em breve.

Uma graça interessante pode ser vista na versão mais nova do Google Maps que vem no aparelho. São os prédios em 3D, já disponíveis em mais de 100 cidades, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro. Outra boa nova para o usuário local é que o sistema de digitação por voz entende português do Brasil.

Hardware. Seu processador, com quatro núcleos e 1,5 GHz, faz do Nexus 4 um smartphone muito rápido. É uma pena que sua bateria não aguente o tranco. Em menos de um dia de uso, já se esvaiu.

O Nexus 4 é leve e agradável de segurar. Ele traz frente e verso com Gorilla Glass, espécie de vidro mais resistente. Mesmo assim, agora são duas faces com risco de trincar numa queda – e esta é uma das principais reclamações dos usuários no exterior.

Só a versão de 16 gigabytes estará disponível por aqui. Nos EUA e Europa, existe também um modelo de oito gigabytes.
O Nexus 4 foi um sucesso nos EUA e países europeus e repetiu seu êxito por aqui. Lançado no dia 27 de março, estava esgotado nas três lojas parceiras da LG já na manhã do dia seguinte.

LG GOOGLE NEXUS 4
Processador 1,5 GHz
Armazenamento 16 GB (não expansível com cartão)
Sistema operacional Android 4.2.2 (Jelly Bean)
Câmera oito megapixels (traseira); 1,2 megapixels (frontal) e 1080p (vídeo)
Tela 4,7 polegadas
Resolução de tela 316 ppi (pixels por polegada)
Peso 139 gramas
Preço sugerido R$ 1.699

Tópicos relacionados