1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Garoupas e badejos ameaçados

Herton Escobar

30 abril 2013 | 20:49

FOTO: Agregação reprodutiva da garoupa Epinephelus polyphekadion. Crédito: Yvonne Sadovy/IUCN

Pelo menos 12% das espécies de garoupas e badejos estão em risco de extinção, segundo um relatório divulgado no dia 28 por um grupo de especialistas da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), organização científica que elabora as famosas “listas vermelhas” de espécies ameaçadas.

As principais ameaças, segundo o relatório, são a pesca excessiva e o aumento no comércio internacional de pescados “de luxo”, principalmente na Ásia. As garoupas e badejos são muito valorizadas por causa da qualidade de sua carne e também pela dificuldade de pescá-las. São peixes recifais, que normalmente precisam ser pescados “um a um” com linha ou arpão. A não ser, talvez, em episódios como este mostrado na foto acima, de grandes agregações reprodutivas, em que milhares de garoupas se reúnem para desovar simultaneamente. Conhecer a época e o local dessas agregações é essencial para a conservação dessas espécies (para evitar que elas sejam pescadas nestes eventos).

Imagine só!