1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Por que pode surgir uma aliança inesperada do Irã e do EUA no Iraque para conter o ISIS?

Gustavo Chacra

quinta-feira 12/06/14

Os Estados Unidos e o Irã devem se aliar indiretamente para defender o governo do Iraque contra os avanços do grupo ultra-extremista ISIS, considerado mais radical do que a Al Qaeda. Tanto o presidente americano, Barack Obama, quanto o do Irã, Hassan Rouhani, deram indicações de podem intervir para conter o avanço do grupo. Ao [...]

Os Estados Unidos e o Irã devem se aliar indiretamente para defender o governo do Iraque contra os avanços do grupo ultra-extremista ISIS, considerado mais radical do que a Al Qaeda. Tanto o presidente americano, Barack Obama, quanto o do Irã, Hassan Rouhani, deram indicações de podem intervir para conter o avanço do grupo.

Ao derrubar Saddam Hussein, no Iraque, e o Taleban, no Afeganistão, os EUA ajudaram o Irã, pois tanto o ditador iraquiano como a milícia afegã eram adversárias mortais do regime de Teerã.

Além da aliança indireta com o Irã, os americanos também podem ajudar sem querer o regime de Bashar al Assad, afinal o ISIS é hoje o principal grupo opositor na Síria – o outro é a Frente Nusrah, ligada à Al Qaeda.

Leia também - Al Qaeda explode inimigos; ISIS corta o pênis, estupra a mulher e crucifica seus rivais e Se fosse Obama, o que você faria nas guerras do Iraque e da Síria?

Não sei como faz para publicar comentários. Portanto pediria que comentem no meu Facebook (Guga Chacra)  e no Twitter (@gugachacra) , aberto para seguidores

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios