1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Extinta série ‘Pushing Daisies’ pode virar musical da Broadway

Gabriel Perline

18 fevereiro 2014 | 10:42

Aclamada pela crítica, mas um pouco incompreendida pelo grande público, a extinta série Pushing Daisies pode ganhar os palcos da Broadway em breve. Quem conta a novidade é o site Broadway World.

A série foi exibida entre 2007 e 2009, indicada a 17 prêmios no Emmy e faturou 7, com Kristin Chenoweth na categoria melhor atriz coadjuvante de comédia e Barry Sonnenfeld como melhor diretor de série de comédia.

E os planos em ressuscitar a série existem desde 2012, quando Bryan Fuller, criador da trama, antecipou ao TV Line a possibilidade de trazê-la de volta em outra mídia, seja o cinema ou o teatro.

Mas em entrevista recente, Fuller revelou que a Broadway deve ser o destino da continuação da série. “Tenho conversado com Barry Sonnenfeld sobre o financiamento de um filme, e com Kristin Chenoweth e a Warner sobre o desenvolvimento de um musical para os palcos”, disse. Ainda não há previsão sobre a possível estreia.

E o elenco original – que está nos planos de Fuller para o projeto teatral – reforça a teoria da continuação na Broadway. A começar por Kristin Chenoweth, vencedora de três troféus Tony (o Oscar dos musicais), além de Lee Pace, Jim Dale, Raúl Esparza, Ellen Greene e Swoosie Kurtz, todos com experiência no gênero.

Pushing Daisies
O plot da série era bem maluco: o confeiteiro Ned (Lee Pace) tinha o dom de ressuscitar os mortos com apenas um toque, mas se as deixasse vivas por mais de um minuto outra pessoa morreria no lugar. E se tocasse novamente no ressuscitado, ele voltaria a morrer.

Por conta deste dom foi chamado para ajudar a polícia a investigar casos de assassinatos. Ele trazia as vítimas de volta à vida, perguntava rapidamente quem eram os culpados por seus assassinatos e, em seguida, os devolvia à morte. O problema é que Ned acaba se apaixonando por Chuck (Anna Friel), uma das garotas que ressuscitou.

A série foi cancelada na segunda temporada devido à baixa audiência, embora tenha se tornado uma das queridinhas da crítica americana.

Veja abaixo o trailer de Pushing Daisies: