ir para o conteúdo
 • 

Felipe Machado

Champagne

Ano novo, vida velha. Mais um réveillon, mais um amigo sem assunto dizendo ‘nossa, como este ano passou rápido…’ e, como não poderia deixar de ser, mais um monte de resoluções de ano novo que serão cumpridas com rigidez militar – pena que somente até o dia 2 de janeiro.

Réveillon não é sempre assim? Comigo é. Sempre me prometo as mesmas coisas, mesmo sabendo que não vou cumpri-las. Fazer esporte, comer alimentos saudáveis, trabalhar menos e passar mais tempo com a família e os amigos… e por aí vai. Mas este ano nem vou prometer nada. Me conheço muito bem para acreditar em mim.

E você, cumpre o que promete na noite de Réveillon? Parabéns. Qual vai ser a resolução hoje à noite? Parar de fumar? Emagrecer? Mudar de emprego? Namorar sério? Trocar de carro? Cuidar da saúde? Todas as anteriores?

Não precisa ficar envergonhado por eu ter acertado suas promessas. Não é culpa sua, todo mundo promete as mesmas coisas. A não ser aqueles meus amigos bem específicos. Uns garantem que vão tomar jeito e se casar em 2007 – só falta conhecer a namorada. Outros prometem que vão parar de beber durante seis meses… e depois explicam: vão beber o ano inteiro, dia sim, dia não.

Tem gente ainda que promete o impossível, como lutar pela paz no Oriente Médio ou o fim da fome na África. Gente, essas coisas não são para nós, humanos. Deixe isso para presidentes, super-heróis ou o Bono, do U2.
Se você não é da turma das promessas, deve ser da turma dos pedidos e simpatias. Cuidado, nem sempre dá certo: ouvi a história de um cara que pulou as sete ondinhas com tanta convicção que quebrou a perna na oitava. E a simpatia que manda a gente guardar sementes de romã o ano inteiro? Pode até dar sorte, mas a carteira fica com um cheiro super esquisito.
Sempre peço a mesma coisa: saúde e dinheiro, que o resto a gente compra. Eu sei, amor não se compra. Mas está assim de gente pedindo emprestado agora para devolver no ano que vem.

Como já ganhei um presente de Natal inesquecível, só tenho um desejo de ano novo: continuar a ter leitores como você. Feliz 2007!

comentários (22) | comente

  • A + A -

Suzana e Marcelo

Andaram me perguntando o que eu achei do caso ‘Suzana Vieira’. O que eu posso ter achado? Ridículo, apenas isso. Como todo mundo deve ter achado, aliás. Para quem não viu a história na mídia (ou para quem mora no exterior, sei lá, ou em Marte), o caso foi o seguinte: o marido da atriz, o policial Marcelo da Silva, foi preso por quebrar um quarto de motel no Rio e agredir a acompanhante. Detalhe: a acompanhante NÃO era a Susana Vieira.

Bom, só posso dizer que esses casos são uma vergonha para nós, homens. Não apenas porque o cara teve um caso com outra mulher (embora isso já seja suficiente para condená-lo), mas porque agredir amante, mulher ou porteiro de motel é coisa de moleque. Sem contar que ele estava com o carro da mulher…

Suzana Vieira casou com o cara depois de um namoro de apenas 81 dias. Tudo bem, amor é amor, mas deveria ter esperado mais, pelo jeito. Suzana não merecia isso. Se eu conhecesse o Marcelo, convidaria ele para um papo de bar e falaria: ‘você pegou pesado, amigo… baixa a bola e pede desculpas’.

comentários (80) | comente

  • A + A -

Isabel

Realizei o sonho de qualquer criança: ganhei exatamente o presente que eu queria – e uma semana antes do Natal. Quem me trouxe o presente não foi o Papai Noel, foi a cegonha: pesa três quilos, tem 49 centímetros e emite sons incríveis que eu nunca ouvi antes. Meu presente se chama Isabel e é minha primeira filha.

Nunca vou esquecer meu nervosismo antes de entrar na sala de cirurgia. Quando a enfermeira me entregou aquele uniforme azul e começou a explicar “o senhor pode se vestir ali no vestiário…”, nem esperei ela acabar de falar: tirei a roupa ali mesmo. “Sei que o senhor está ansioso, mas pode esperar eu sair”, ela disse. Eu, de calças na mão, me senti ridículo. Ainda bem que ela não pediu para eu me jogar da janela.

Durante a operação, até fiquei orgulhoso de mim mesmo: consegui assistir ao parto sem desmaiar. Talvez eu tenha sido protegido pela enxurrada de lágrimas que insistia em cair dos meus olhos.

O que me deixou mais impressionado durante o parto, no entanto, não foi ver a operação ou o sangue, mas ver que de dentro da pessoa que eu mais amo no mundo os médicos arrancaram outra, que eu passei imediatamente a amar ainda mais. Não apenas mais amor em quantidade, mas um tipo de amor diferente, totalmente novo, inexplicável. E o mais intenso que alguém pode sentir.

Quando minha filha abriu os olhos, compreendi o que é ser pai: ao mesmo tempo em que ela é a coisa mais ‘minha’ que já existiu até hoje, é a menos ‘minha’ também. Deu para entender? Desde o momento em que ela nasceu, a única razão da minha existência é prepará-la para me abandonar. Isso não faz o menor sentido. Mas quem disse que a vida faz sentido?

Se meu avô estivesse vivo, brincaria: “Dizem que todo bebê nasce com cara de joelho… então ela é o joelhinho mais lindo do mundo”. Pena que meus avós não estão mais por aqui.

Meus pais estão por aqui, graças a Deus. Mas no dia em que a Isabel nasceu, deixei de ser filho. Agora eu sou pai. E apesar de ser um pai bastante recente, já aprendi que a vida se divide em duas partes: a vida que se aprende e a vida que se ensina.

comentários (57) | comente

  • A + A -
23.dezembro.2006 13:02:40

As Top 10 Mulheres do Ano

Shakira

Aproveitando o clima de retrospectiva, aqui vai a lista das melhores mulheres do ano. Antes que as feministas de plantão comecem a arrancar os cabelos curtos, esta não é uma lista de mulheres influentes, importantes ou poderosas (embora toda mulher bonita saiba o poder que a beleza lhe confere). Esta é apenas uma humilde lista das mulheres que mais apareceram no ano, pelo menos no que diz respeito a sensualidade e personalidade. Porque todo mundo sabe que mulher bonita sem personalidade só serve para uma coisa: olhar.

1. Shakira
A cantora colombiana não é a mulher mais bonita do mundo, mas ela está aqui em primeiro graças a sua atitude. Foi o ano dela. Mesmo latina, conquistou os EUA e virou milionária. Shakira (foto acima) canta música pop, mas tem atitude de roqueira. E dança de um jeito que não dá para tirar os olhos. Quem viu o clipe de ‘Hips Don’t Lie’ vai concordar.

2. Scarlett Johansson
Esta é unanimidade. Tem um corpo maravilhoso e uma cara de garotinha… e ainda é uma ótima atriz. ‘Matchpoint’ e ‘Dália Negra’ estão aí para confirmar isso. Scarlett trabalhou tanto este ano que precisa de umas férias. Eu sugiro o Brasil, se o empresário dela estiver lendo isso.

3. Fergie
Adoro mulher que dança com os bracinhos para cima, como já disse antes. E Fergie é a campeã de bracinhos para cima. Ela não é linda, linda, mas tem um ar sexy-vulgar que atrai qualquer homem como mágica. Quem viu o show do Black Eyed Peas no Anhembi (eu vi de pertinho, agradeço aos céus pelo meu trabalho) ficou impressionado. Eu, pelo menos, fiquei. Outra que ganha a gente com o movimento do corpo.

4. Karina Bacchi
Olha ela aí de novo! A atriz (atriz? onde ela atua?) protagonizou a melhor Playboy do ano (a da Angelita Feijó foi a segunda melhor) e ela está aqui apesar da ridícula campanha com o baixinho. Eu não podia esquecer de Karina: a Playboy dela está aqui no meu escritório, do lado do computador (estou lendo as entrevistas com os James Bonds, claro).

5. Paola Oliveira
Ela era a Giovanna da novela ‘Belíssima’, lembra? Adoro esta atriz, que deu sua primeira entrevista ao caderno Variedades, do JT. Sou suspeito para comentar, já que edito o caderno. Mas desde aquela vez, tinha certeza que ela ia estourar. É muito linda, simpática, maravilhosa. E tem aquilo que a gente chama de ‘star quality’ (algo como ‘qualidade de estrela, um carisma especial que atrai o público). Paola, boa sorte e um beijo.

6. Daniella Cicarelli
Cicarelli é chatinha e se acha, mas temos que concordar que ela… é. É incrível como sua beleza exercer uma fascínio nos homens. Além disso, ela não participou de nenhum filme pornô, mas foi a estrela da ‘cena de sexo do ano’. Lembra da praia?

7. Carolina Dieckmann
Outra chatinha (pelo menos é o que a gente vê nas entrevistas) maravilhosa. A beleza da Carolina Dieckmann é um negócio absurdo, hipnotizante. Não dá para tirar os olhos. Tenho que confessar: gostei daquele visual do cabelo loiro-vulgar. Tira um pouco o ar de certinha e de ex-mulher do Marcos Frota.

8. Taís Araújo
Outra atriz de ‘Cobras & Lagartos’, minha novela favorita do ano (até hoje não sei sobre o que era a história, só lembro que tinha uma loja que imitava a Daslu). Tais e Carolina Dieckmann deveriam protagonizar outra novela juntas, mas um pouco mais à noite. O horário das sete é meio pudico, se é que vocês me entendem.

9. Nelly Furtado
Lembra daquela cantorazinha portuguesa que cantava ‘I’m Like a Bird’? Pois é, ela cresceu e virou uma mulher maravilhosa. Alguém já viu o clipe de ‘Promiscuous’? É um dos melhores do ano. Quando ele está passando, eu não consigo mudar de canal. E o melhor: Nelly fala português! Ou seja, ela pode ler este blog e me mandar um e-mail.

10. Flávia Alessandra
Acho que é uma das mulheres mais bonitas do Brasil atualmente. Ela exala sensualidade e beleza. Tem jeito de ser gente fina, também. Ouvi dizer que ela lê minha coluna de domingo na Revista JT, então também tenho que parabenizá-la pelo excelente gosto. Flávia, um beijão. Você é uma excelente atriz e sua Playboy estava muito linda (com todo o respeito).

Ficaram faltando outras favoritas da casa (do blog, no caso), como Juliana Paes, Daniela Sarahyba e muitas outras. Quem quiser acrescentar a própria lista, fique à vontade.

comentários (203) | comente

  • A + A -

Miss Usa

A Miss Estados Unidos 2006, Tara Conner, tem sido criticada pelos organizadores do concurso Miss Universo. Motivo? Ela é muito ‘baladeira’ (bem, não existe desperdício maior do que morar em Nova York e não sair na balada todos os dias).

Os organizadores do Miss Universo deveriam calar a boca e agradecer a Tara Conner por desfilar sua beleza e seus 21 aninhos pelo maior número possível de locais. Ela é muito, muito gata, e merece se divertir o quanto quiser. Não é meio óbvio? Às vezes o puritanismo americano atinge níveis absurdamente ridículos.

Sabe quem resolveu ajudar a garota, que podia até perder o título? Donald Trump. Que bonzinho, não é? Ainda bem que ele não tem segundas intenções com a moçoila do interior. O ‘homem das oportunidades’ não é apenas dono do melhor(pior) penteado do mundo: ele é dono do concurso Miss Universo. E justificou a ‘má conduta’ da garota pelos bares de Nova York assim: “Tara deixou uma cidade pequena em Kentucky e me disse que se deixou influenciar pelos ‘ares’ de Nova York. É uma história que já se passou diversas vezes com outras mulheres e homens que vêm à cidade”. Resumindo: ele não disse ‘você está demitida’ para a Miss USA e ela vai poder continuar saindo na balada em Nova York.

Alguém pode me informar se os aeroportos voltaram a funcionar?

Trump e Tara

comentários (56) | comente

  • A + A -

dragao

Cientistas da Inglaterra descobriram que as fêmeas do dragão de Komodo são capazes de se reproduzir sozinhas, sem serem fecundadas por um macho. A pergunta é: e quem disse que algum macho em sã consciência ia querer se reproduzir com um bicho feio desses aí?

Brincadeiras à parte, esta é a prova definitiva de que a mulher é um animal superior ao homem na escala evolutiva. É isso, falei: elas são superiores. Já vi vários estudos provando que o futuro será assim: sem homens.

Nunca contei aqui, mas sou apaixonado pelo processo de evolução humana. Adoro estudar os grandes primatas (Gorila, Chimpanzé, Bonobo e Orangotango), acho que aprendemos muito sobre os seres humano observando o comportamento desses macacos. Sou fascinado por Darwin, acho que ele é até mais importante do que Einstein e Newton (pensei em incluir Jesus Cristo na lista, mas acho que seria muito polêmico). Até porque a teoria evolucionista de Charles Darwin nos ensina que, lá no fundo, somos apenas isso: animais.

PS. Pretendo voltar ao assunto em breve, se não houver ninguém contra.

comentários (29) | comente

  • A + A -

Alguma vez você já quis tanto uma coisa, mas tanto, que não sossegou
enquanto não conseguiu? E aí, quando você finalmente chegou lá, percebeu que não era exatamente aquilo que você tanto queria?

A idéia veio de um trecho da letra de ‘True Happiness This Way Lies’, da banda inglesa The The. Você se reconheceu? Pois é. Aposto que muita gente também. Outro trecho da música diz: “Um dia você ainda vai ser minha. Mas assim que eu te abraçar forte, vou olhar por cima dos seus ombros e procurar alguém novo”.

Eu sei, é cruel… mas é verdadeiro para muita gente. E não é uma coisa só de homens, como você pode estar pensando. Isso vale para gente que nunca está satisfeita com o que tem, seja homem, mulher ou gay. Para ambos do casal ficarem felizes, é preciso haver um equilíbrio das forças, uma bela equação não escrita em que o X e o Y são determinados pela influência que um exerce sobre o outro.

E aí nasce a relação ‘controlador-controlado’: alguém do casal controla o
relacionamento, e o outro aceita a condição de controlado. Um sempre acha que poderia encontrar alguém ‘melhor’ na vida; o outro abre mão de tudo para manter o relacionamento. Mas esta distorção não é o pior: o
que acaba com o romance é o controlador que nunca se satisfaz, ou o
controlado que cede tanto que acaba perdendo sua individualidade e passa a viver apenas para o outro.

O conceito de ‘cara-metade’ é muito bonito no papel, a idéia de “duas
pessoas que se completam na mesma proporção”. Pena que uma das caras sempre ocupa mais do que a metade do espaço. E daí aparece a ‘cara-1/3′,
‘cara-1/4′… depende de quanto cada um exige, depende de quanto cada um
oferece.

O ideal – se é que existe a palavra ideal no amor – é o equilíbrio. Se você é controlador, tente tomar menos decisões. Se você é do tipo mais
controlado, fale um pouco mais alto na hora de dizer o que você quer. Como dizem na política (quer coisa mais política que relacionamento?), a virtude está no centro.

Se no seu caso você não consegue dizer quem é o controlador e quem é o
controlado do casal, tenho uma sugestão: é só ver quem fica com o controle remoto da TV.

comentários (43) | comente

  • A + A -

Cassino Royale

Estão reclamando que eu só coloco fotos para os homens, então aqui vai uma lista só para as mulheres. A empresa de preservativos Durex Play realizou na Inglaterra uma pesquisa com 4 mil mulheres para saber quem são os homens mais sexy do mundo. Os top 10 estão aqui e a discussão está aberta.

1. Daniel Craig
Aposto que quem votou nele são as fãs adolescentes que acabaram de descobrir que o James Bond é um cara interessante. O sucesso e o dinheiro transformam qualquer homem em mito sexual, como podemos ver (foto acima: Craig com as Bondgirls Eva Green e Caterina Murino)

2. Clive Owen
O ator faz o mesmo tipo que o Russell Crowe fez no ano passado: fortão e metido a machão. E daí ele arranja uns papéis em filmes tipo ‘Closer’, para dar uma de sensível.

3. Jude Law
Reconheço que o cara é bonitão, mas ele parece uma mulher, não?

4. Steve Jones
Nem sei quem é, portanto não mereceria estar aqui. Deve ser algum cantorzinho inglês de quinta.

5. George Clooney
Tudo bem, dá para entender a presença de Clooney neste tipo de lista. Até minha mulher acha ele lindo, não dá para discutir muito.

6. Johnny Depp
Sei que as mulheres acham ele bonito, mas vocês já viram esse cara de perto? Vi umas fotos recentes dele em close, nunca vi um cara tão sujo e uns dentes tão podres.

7. David Beckham
De boca fechada ele pode ser um jogador de futebol diferente, bem vestido, apresentável. Mas já ouviu ele falando? É uma voz fininha, um sotaque ‘cockney’ super brega…

8. Robbie Williams
Um proletário inglês que deu a sorte de conseguir compor um punhado de músicas legais e cair na graça das inglesas. Ele não faz muito sucesso no resto do mundo, o que deu para ver no seu show super vazio no Rio, há poucos meses.

9. Orlando Bloom
Ele não deveria estar na lista dos homens mais sexy. No máximo, na dos garotos.

10. Pierce Brosnan
Tudo bem, ex-007 a gente entende.

comentários (86) | comente

  • A + A -

All Things Must Pass

Existe gente cleptomaníaca, existe mulhers ninfomaníaca… a única coisa que eu admito ser é… Beatlemaníaco. Acho que eles foram e vão ser para sempre a melhor banda do mundo, etc. Acho, sim, que Lennon & McCartney são tão talentosos e tão importantes para a música quanto Mozart e Beethoven. Aliás, não tenho a menor dúvida disso. Pena que só vamos ter a prova definitiva daqui a alguns séculos, quando o distanciamento da nossa época permitir. Mas confie em mim.

Meu irmão, Nando Machado, que também é outro Beatlemaníaco (‘culpa’ de nossos pais, jornalistas de cultura), sugeriu esta lista para o Top 10 e eu aceitei. Quem tiver outras, pode mandar. Mas só publico se eu concordar!

Os Top 10 Discos Solo dos Beatles

1. All Things Must Pass – George Harrison
2. Plastic Ono Band – John Lennon
3. Imagine – John Lennon
4. McCartney – Paul McCartney
5. Band on the Run – Paul McCartney
6. Mind Games – John Lennon
7. Double Fantasy – John Lennon
8. Walls and Bridges – John Lennon
9. Flowers in the Dirt – Paul McCartney
10. Tug of War – Paul McCartney

comentários (51) | comente

  • A + A -

Todo mundo já passou por isso. Às vezes ficam marcas no coração, às vezes a marca fica no rosto mesmo, depois de um tapa bem dado. A verdade é que fim de relacionamento é sempre um assunto traumático, não importa se você está do lado do pé ou do lado da bunda.

Estou escrevendo sobre isso porque um amigo me perguntou qual seria o melhor jeito de terminar com uma garota sem magoá-la. Não sou o cara ideal para dar dicas sobre o assunto. Uma vez eu terminei um namoro de seis meses por carta. Quando a garota me ligou para saber o que estava realmente acontecendo, eu atendi o telefone com outra voz e fingi que não era eu. “Felipe? Não, não… ele viajou”, resmunguei, tapando o nariz com a mão para soar como um fanho.

Não precisa me censurar porque tenho pesadelos com essa história até hoje. Sonho que a garota está do lado de fora da minha janela, gritando “Felipe, Felipe… eu sei que era você no telefone…”
Brincadeira, eu não sonho com isso. Seria impossível: eu nem lembro a cara dela.

Em outra ocasião, fui buscar a garota determinado a terminar o namoro assim que ela entrasse no carro. Mas aí ela estava tão linda, mas tão linda… que deixei para terminar no dia seguinte.

Justamente por não ser um bom exemplo, me pergunto: será que há um modo digno de terminar um namoro? Se esta coluna fosse lida em voz alta numa sala de aula, uma garota ingênua levantaria a mão e diria “seja sincero”.

A verdade, porém, é que a realidade é diferente da vida na escola, onde as coisas fazem sentido e as respostas são (quase) sempre baseadas em fatos incontestáveis. Na vida real, ser sincero e dizer o que seu coração manda nem sempre é uma boa idéia. Por mais que você escolha as palavras certas… elas sempre soarão erradas.

O que fazer, então? Saia com sua namorada para jantar. Compre um presente e escreva um cartão com a frase “você será eternamente uma das mulheres mais importantes que passaram pela minha vida”. Se ainda assim ela não entender, diga que você vai fazer intercâmbio… no Iraque. Agora, se a sua namorada estiver muito, mas muito linda, talvez seja melhor deixar para terminar outro dia. Na manhã seguinte, por exemplo.

comentários (274) | comente

  • A + A -

Arquivos

Blogs do Estadão