ir para o conteúdo
 • 

Estadinho

04.junho.2012 00:34:20

Presente de fada

Fadas minúsculas encantaram as crianças de uma floresta. E também encantaram as crianças que passaram pela Livraria Cultura do Shopping Market Place no último sábado (dia 2). A  diversão foi por causa da atividade do Circuito Estadinho, com a atriz Andi Rubinstein. Além da história da fadinha, Andi contou a aventura de um jovem na tentativa de se casar com uma princesa rebelde. A tarde também teve mágica e brincadeiras. Foi uma festa só.

Para atraiar as crianças, Andi começou com o som de um apito. Depois, convidou a garotada a repetir frases de travar a língua. A turminha desta semana estava com a corda toda.

A primeira história foi sobre as fadas minúsculas que viviam no topo das árvores. Três meninas sabiam da existência delas, pois conheciam o barulhinho que faziam. Mas, como as fadinhas dormiam durante o dia, e as meninas de noite, elas nunca se encontravam. Mesmo assim, as garotas deixavam presentes para elas, como doces, colares, joaninhas e cartas. Um dia, as fadinhas retribuíram os presentes deixando uma borboleta brilhante e mágica.

Uma princesa rebelde foi o mote da segunda história. Ela disse para o pai que só se casaria se o noivo conseguisse se esconder dela durante a noite inteira. Acontece que a danada tinha um espelho mágico, que apontava o paradeiro do pretendente onde quer que ele estivesse.  Até que apareceu João, um jovem esperto que contou com a ajuda de vários bichos para conquistar a mão da princesa.  E, acredite, foi mais esperto até que a princesa.

Na última história, uma panelinha mágica fez tanta sopa que transbordou pela cidade inteira!
Confira abaixo como foi a brincadeira:

 

Gostou? Então, prepare-se, pois semana que vem tem mais diversão, no mesmo local. Vai ser dia 9 de junho, também às 15 h, com os cientistas malucos do Mad Science. É grátis!

 

 

1 Comentário | comente

  • A + A -
14.novembro.2011 19:38:47

Varal de histórias

andi2.jpg

(Por Aryane Cararo)

Livraria é um lugar onde ficam “pendurados” livros, histórias e revistas nas prateleiras. Mas não é que a Andi Rubenstein resolveu pendurar roupas? Juro, juradinho! Aconteceu no Circuito Estadinho do último sábado (dia 12), na Livraria Cultura do Shopping Market Place.

andi4.jpg

Ela levou um varal e colocou lá um lenço, um macaquinho, uma echarpe e um véu. As crianças tinham que escolher o que tirar dos prendedores de roupa. E para cada peça recolhida, Andi começava uma história, acompanhada do músico Gustavo Finkler.

- Alguém aí lava roupa? – perguntou a Andi.

E não é que os irmãos Lorena e Felipe Delgado, de 4 e 6 anos, disseram que sim?! Andi duvidou e perguntou como se fazia.

andi_lorena.jpg

- Esfregando! – respondeu Felipe. Andi esperava que ele dissesse: “Colocando na máquina.”

andi_lorena2.jpg

Por causa dessa desinibição toda, os irmãos foram os primeiros a escolher uma peça. Mas na hora de tirar uma roupa do varal, foi difícil chegar a um consenso: Felipe queria uma, Lorena outra. No fim, eles concordaram em retirar o lenço. E lá foi a Andi começar a contar a história daquele lenço, que ela ganhou de uma amiga chamada Maria.

Maria era casada com João e eles tinham uma vaquinha. A mulher pediu ao marido para ir à cidade e trocar a vaca por alguma coisa mais útil para eles. Na primeira vez, ele trocou a vaca pelo cavalo. Na segunda, trocou o cavalo pela ovelha. Depois, a ovelha por um ganso, o ganso pela galinha e, por fim, ficou só com um saquinho com titica de galinha nas mãos. É com isso que João chega em casa, depois de um dia de trocas. O que será que Maria vai dizer? Que ele foi sabido ou ingênuo?

Sabe que tinha um João no Circuito? Ele era muito esperto!

andi_joao.jpg

- Eu sou mais sabido de todo mundo! – afirmou o João Pedro Silva Rodrigues, de 5 anos. Ele adora histórias, principalmente as que envolvem animais (melhor ainda se for do fundo do mar, com tubarão). E costuma ser bem participativo e desinibido. A gente achou ele modesto também!

Se você perdeu a contação de histórias no Circuito, pode ler esse conto no livro João Boboca ou João Sabido?, de Rosane Pamplona, pela editora Brinque-Book. A gente não vai contar aqui o final. Em vez disso, perguntamos às crianças que estavam lá pelo que elas trocariam a vaca. Foi cada resposta…

 

andi_felipe.jpg

“Eu trocaria por um lobo! O bicho que eu mais gosto é o lobo!”, contou Felipe Franco Jordano, de 6 anos. Felipe adora as histórias do Barba Ruiva, mas ele ainda está terminando de ler o livro. E disse que gosta dos quadrinhos da Mônica que têm no Estadinho. Durante as histórias, Felipe lembrou que ter uma galinha na casa do João seria bom, porque dava para fazer coxinha, que é uma delícia. 

 

andi_felipe2.jpg

E olhe só como ele ficou tenso quando a Andi estava contando a segunda história, de suspense. Felipe mergulha mesmo nas histórias!

 

andi_bruna.jpg

Mesmo quem não sabe falar ficou ali quietinha ouvindo. A Manuela Giopato Meneghin tem só seis meses, mas parecia estar entendendo tudo no colo da irmã, a Bruna G. Meneghin, de 3 anos, que adora histórias de princesas.

 

andi_enzo2.jpg

Já o Enzo Maya Littério, de 4 anos, disse que não trocava a vaca “por um nada, nadinha”. Ele gostou mesmo foi da segunda história: ” Porque era um pouquinho engraçadinha”, explicou ele, muito exigente. Fã do Lanterna Verde, Enzo foi o mais participativo no Circuito. Ele queria ajudar a Andi a contar as histórias e estava tão compenetrado nesta tarefa que levantava o tempo todo para que fosse ouvido. Foi um assistente e tanto!

 

andi_gabriela.jpg

Tanto que acabou escolhendo outra peça do varal, junto com a Gabriela Rocha Della Rosa, de 6 anos, que já participou antes do Circuito Estadinho! Olha ela lá na ponta à esquerda, de vestido preto, branco e rosa. Gabriela ficou o tempo todo ali, bem na frente, assim como a Heloísa Conti Belo, de 6 anos, na ponta à direita (de trancinha).

 

andi_heloisa.jpg 

Heloísa também é veterana de Circuito: já fez até um foguete numa das oficinas. Vejam que concentração! Ela morreu de rir com a interpretação da Andi.

andi_marina.jpg

E por falar em gente que sempre aparece para ouvir uma história, vejam só a fofa da Marina Suppo (acima), de 3 anos, que foi lá com uma saia rodada linda e uma tiara de princesa. Quando viu o véu pendurado no varal, jurava que era vestido (de noiva). Mas era um mosquiteiro, aqueles véus que se colocam em volta da cama ou do berço para se proteger dos mosquitos.

andi_leonardo.jpg

O Leonardo Costa, de 2 anos, e a Mariana Khoury, de 4, adoraram a contação e ficaram muito tristes quando ela acabou. Leonardo quis até dar um abraço em Andi. Ele gostou da história do saquinho, mas, no saquinho dele não tinha titica, só a galinha mesmo. A Mariana curtiu a do patinho. Acompanhe quanta troca eles fariam:

Leonardo disse: 

- Eu troquei por um cavalo, daí troquei por um burro. Eu ia trocar o burro por uma ovelha, mas escolhi um panda. Depois eu escolhi um pato.

E a Mariana:

- Troquei a vaca por um porco e levei para a lama. Depois, troquei por um patinho, que vai na água.

Legal, vocês gostam de que tipo de história?

- Eu gosto de história de caveira, gosto de cachorro e de bexiga e gosto de camiseta de futebol. Ah, e gosto de história de príncipe, aquele que salva a princesa! – disse o Leonardo. Já a Mariana contou que gosta mesmo de história de pato e da Chapeuzinho Vermelho, mas também adora assistir ao DVD da Bela e a Fera.

Se você perdeu esse Circuito, não perca o próximo, que vai ser bem diferente. Fábio Freire vai improvisar uma orquestra lá na Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos. E você vai tirar sons batendo no seu corpo e em objetos que não são instrumentos musicais! Vai ser no sábado, dia 19, às 15 horas.

 

 

 

 

sem comentários | comente

  • A + A -
11.novembro.2011 17:48:02

Circuito Estadinho

 

 ANDY.jpg

A contadora de história Andi Rubenstein

No Circuito Estadinho de amanhã (dia 12), Andi Rubenstein e o músico Gustavo Finkler vão pendurar panos e roupas em um varal na Livraria Cultura do Shopping Market Place. Cada peça pendurada tem a ver com uma historinha diferente. E são as crianças que vão escolher que roupas tirar do varal! Venha você também ajudar a recolher uma peça de história, a partir das 15 h.

sem comentários | comente

  • A + A -

circuito7.JPG

As meninas da Cia Conto em Cantos trouxeram histórias populares do Norte do País para contar às crianças que foram ao Circuito Estadinho no último sábado (dia 29), na Livraria Cultura do Shopping Market Place, em São Paulo. Teve história engraçada, teve outras de tomar susto, mas não teve ninguém que não tenha gostado dessas lendas do folclore popular brasileiro.

circuito3.JPG

Da amazônia, Juliana Offenbecker e Priscila Harder levaram não só histórias como a da Noiva do Cai-cai: elas vieram cheias de instrumentos para fazer os efeitos sonoros e também os efeitos de cena.

priscila_1.JPG

Pois não é que até a cobra Boiúna elas trouxeram? Calma, não era uma cobra de verdade, mas um utensílio de palha usado pelos índios (esse que está nas mãos da Priscila).

marina2.JPG

Marina Suppo, de 3 anos, nunca tinha visto instrumentos assim e ficou encantada muito antes de as histórias começarem. Ela queria tocar aqueles objetos todos, para saber que tipo de som cada um produzia. Ficou interessada em um tambor, mas teve de esperar a contação acabar para experimentar todos eles. No fim, ficou deslumbrada mesmo foi com o coco: ela nunca tinha visto som assim! Justiça seja feita: apesar de estar de olho nos objetos, ela prestou atenção em todos os contos e até sugeriu que a sobremesa de Pedro Malasartes fosse brigadeiro. E foi uma das voluntárias quando Priscila e Juliana pediram a ajuda para duas crianças corajosas.

circuito2.JPG

 O outro corajoso foi o Pedro Brito, de 6 anos, que participou da brincadeira. Bem no comecinho, ele estava meio tímido, olhando tudo lá do fundo da livraria. Aos poucos, foi chegando ao tapete lilás e, por pouco, quase levou uma patada da onça da história assim que arranjou um lugarzinho no meio.

pedro.JPG

Depois, ele ficou bem à vontade e não desviou a atenção nem um minuto, porque sabe que para ouvir os contos atenção é fundamental. Ah, sabe o que ele disse que era preciso ter no jantar do Pedro Malasartes? Brócolis! Você diria isso também?

mariana.JPG

A irmã de Pedro, Mariana Brito, de 4 anos, sugeriu um bifinho. Assim como Pedro, ela adora histórias e não perdeu um detalhe da contação.

arthur.JPG

Ao lado dela, estava o participativo Arthur Taciano Fracalossi, de 3 anos. Ele sabe que para uma contação de histórias ocorrer é preciso ter livros e não dar atenção para ninguém. Foi por isso que ele só respondeu rapidinho que estava gostando de tudo, entre o intervalo de um conto e outro, e disse que precisava ouvir a música da história seguinte, que já estava tocando.

carolina.JPG

Foi justamente a música que fez a festa de Carolina Santos Costa, de 2 anos. De pé quase o tempo todo, Carolina ia para lá e para cá toda vez que ouvia um som tocar. Gostou também de imitar os gestos das contadoras. Sua mãe contou que ela adora música e que faz balé. “E vai ser humorista também”, disse a mãe assim que Carolina fez essa carinha para a foto. Não ficou uma graça?

beatriz.JPG

Do lado dela, Beatriz Lopes, de 2 anos, também pediu para a mãe tirar os sapatos para ficar mais à vontade no tapete lilás. Ela ouvia com atenção, levantava na hora das músicas, imitava os gestos de terror e suspense das contadoras e queria participar de tudo. Adora histórias e pede sempre para a mãe ler muitos livros. E não se assustou com o véu da noiva assombrada: ela tinha visto algo parecido na comemoração de Halloween.

rafaela.JPG

Só tinha criança corajosa no Circuito. Rafaela Orrico Offenbecker, de 3 anos, prima da Juliana, era uma delas. De braços cruzados, boquinha apertada e queixo para cima, ela jurava que não tinha medo de nada, nadinha: nem da cobra Boiúna nem da noiva assombrada nem de nada. Mas sua irmã, a Laura Orrico Offenbecker, de 7 anos, disse que era mais corajosa que Rafaela. As duas moram na Bahia, estavam passeando por São Paulo e adoraram a tarde de histórias com a prima contadora. “Foi interessante e engraçado!”, disse Laura, que gostou mais da história da noiva. Ah, e até Maia Harder, de 6 meses, parece ter gostado de tudo: ficou atenta à contação da mãe Priscila.

Ficou com vontade de participar? Pois no próximo sábado (dia 5), Juliana Offenbecker está de volta no Circuito Estadinho, com histórias diferentes. Vai ser na Livraria Cultura do Bourbon Shopping, às 15 h. Até lá!

1 Comentário | comente

  • A + A -
28.outubro.2011 07:27:23

Lendas amazônicas

 

conto1.JPG 

O Circuito Estadinho de amanhã (dia 29) vai trazer lendas diretamente do folclore amazônico. É que Priscila Harder e Juliana Offenbecker, as meninas da Cia. Conto em Cantos, foram coletar histórias no Amazonas e no Pará e agora as apresentam com objetos e instrumentos que vieram de lá. Entre os contos estão Como Surgiu a Noite, A Lenda da Vitória-régia e A Noiva do Cai-cai. Venha ouvir na Livraria Cultura do Shopping Market Place, às 15 horas.

 Circuito Estadinho: Contação de histórias com a Cia. Conto em Cantos na Livraria Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Sábado (dia 29), às 15 horas. Grátis.

sem comentários | comente

  • A + A -
11.setembro.2011 09:00:16

Fantoche de palito

 

Sass___EStadinho_005.jpg

 Sábado (dia 10) foi dia de colocar a mão na massa no Circuito Estadinho, na Livraria Cultura do Shopping Market Place.

Sabe aquele pote de iogurte vazio? O palito de sorvete? E as canetinhas que você usa para colorir? O Professor Sassá foi lá ensinar a juntar isso tudo e fazer um fantoche de cachorro super bacana. Foi bem fácil de fazer e a criançada não pensou duas vezes antes de sentar no chão e soltar a criatividade. Teve quem fez o focinho cheio de pintinhas, quem fez as orelhinhas bem dobradas e quem desenhou um sorrisão. Resumindo: todo mundo se divertiu!

Sass___2___materiais___pronta.JPG

Os materiais para fazer o fantoche eram bem simples: pote de iogurte, palito de sorvete, durex, cartolina, canetinhas e tesoura. Como o Circuito Estadinho dessa vez estava cheio de meninas, as tesouras rosas fizeram o maior sucesso!  

Sass___1___juntos___pronta.jpg

E olha lá a criançada começando a atividade. Era hora de pegar os materiais.

Sassá 3 - família - pronta_1.JPG

A Maria Luiza Monteiro tem só 3 anos e já foi curtir a oficina. Levou o papai Fábio e a mamãe Eliane. Um pouco tímida no começo, preferiu ficar só observando o movimento enquanto o pai fazia o fantoche e ainda carregava a mochilinha rosa que ela levou…

Sass___5___irm__os___pronta.JPG

Esse é o Matheus Luige Osherode 6 anos, mostrando seu fantoche quase pronto. Ele foi com a sua irmã mais nova, a Rebeca, que tem só 1 ano. Matheus contou que adora construir coisas e garantiu que o avião que ele fez em casa usando pecinhas coloridas ficou o máximo! 

Sass___4___japinhas___pronta.JPG

E o prêmio de criança mais animada da oficina vai paraaaaaa….a Giovana Emi Deguchi Capeletti! A Gi, de 7 anos, chegou cedinho lá na Livraria Cultura e não via a hora de brincar. Foi só anunciar que a atividade iria começar que ela saiu correndo e fez questão de pegar o melhor lugar para sentar. Esse com ela na foto é o Rafael Emi Deguchi Capeletti, seu irmão de 3 anos que também entrou na festa.

Sass___6___Maria_Luiza_sozinha___pronta.JPG

E olha lá quem se animou. A Maria Luiza foi até pedir ajuda para o Professor Sassá.

Sass___7___Stella___pronta.JPG

Não falei que tinha focinho cheio de pintinhas? Olha o fantoche da Stella Silveira Joaquim. Ela tem só 4 anos e fez toda a atividade sozinha. A mãe dela contou que a Stella “parece que já nasceu com papel e tesoura na mão”, de tanto que ela gosta de fazer atividades manuais.

 E foi assim a oficina do Professor Sassá, cheia de diversão e criatividade. E você? Quer fazer o seu fantoche de cachorro? É só colar o pote de iogurte vazio no palito de sorvete e daí… Hm, pensando bem, acompanhe o próximo Estadinho impresso. Nós vamos explicar lá.

Gostou? Sábado que vem (dia 17) tem mais Circuito Estadinho. A  ilustradora Laura Teixeira, autora do livro Número de Circo, vai estar na Livraria Cultura do Bourbon Shopping às 15h. O que será que ela está preparando de bom?

sem comentários | comente

  • A + A -
09.setembro.2011 16:52:33

Oficina de fantoche

sa4.jpg

Como transformar um pote de iogurte, um palito de sorvete e materiais de papelaria em um cachorrinho amigo? Participando da oficina de artes que o Professor Sassá dá amanhã (dia 10) no Circuito Estadinho, claro! A atividade tem como objetivo ensinar todo mundo a construir um fantoche de cachorro. Mas você vai se divertir um bocado enquanto ela estiver acontecendo. Venha fazer seu próprio cãozinho na Livraria Cultura do Shopping Market Place. E já vá treinando os uivos e latidos.

Circuito Estadinho. Oficina de artes com o Professor Sassá. Livraria Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Sábado, dia 10, às 15 horas. Grátis.

 

sem comentários | comente

  • A + A -

andi1.jpg

Isso mesmo: você leu direitinho. Neste sábado (dia 6), Andi Rubenstein vai contar no Circuito Estadinho histórias que envolvem comida. Ela não cozinhará nada na Livraria Cultura do Shopping Market Place, mas vai lembrar de causos que sua avó contava enquanto preparava os alimentos. Você sabe, por exemplo, qual é a história da farinha?

 Depois, Andi apresenta um conto judaico chamado Os Três Pães, sobre uma mulher muito pobre que acabou dando todos os seus pães para pessoas que tinham mais fome.

 E tem também O Pote de Leite e a Mosca, sobre um cozinheiro que estava fazendo uma comida maravilhosa quando, de repente, cai uma mosca no leite. O que ele faz agora? Venha descobrir no Circuito. Garanta seu lugar à mesa, ops, na roda de histórias!

E já pode se preparar para semana que vem, que terá mais histórias de cozinha com a Andi (será na Livraria Cultura do Bourbon Shopping, às 15 horas).

 

Circuito Estadinho: Contação Histórias de Cozinha. Livraria Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Sábado (dia 6), às 15 horas. Grátis.

 

sem comentários | comente

  • A + A -

 DSCN7296.JPG

(Fotos: Aryane Cararo/AE)

 

O Circuito Estadinho do último sábado (dia 23/7) foi cheio de histórias e de surpresas. Enquanto esperavam as crianças se acomodarem à sua frente, na Livraria Cultura do Shopping Market Place, Fernanda Ribeiro e Henrique ficaram cantando baixinho para recepcionar todo mundo.

 

DSCN7306.JPG

 Mas foi só Henrique sair um pouquinho da cadeira para Maria Fernanda Rodrigues de Freitas assumir seu lugar e começar a contar uma história. Tudo bem que Maria Fernanda não sabe ler ainda. Mas, no alto de seus 4 anos, isso nem fez diferença, pois ela tem uma imaginação incrível para inventar. E foi isso que fez: com o livro no colo, virou página por página contando a historinha que criou do pinguim. Contou duas vezes, para quem não a escutou. E sem esquecer de terminar tudo com um sonoro “fim”. Sua mãe disse que ela faz isso direto e que adora Toy Story e contos de fadas. Pode voltar mais vezes, Maria Fernanda. Vamos adorar ouvir suas historinhas!

 

DSCN7318.JPG

Então, Fernanda começou a contar as histórias dela. Henrique ficou ali com o violão e com uma série de instrumentos que imitavam o som de alguns personagens nos contos. A primeira história foi Jesuína e a Cabaça, sobre uma menina que desobedeceu a mãe e foi atrás da cabaça encantada, no alto do morro. Cada vez que Jesuína ia, escrevia um pouquinho na cabaça, que crescia e crescia. Cresceu tanto que se soltou e foi atrás da menina. Foi um corre-corre até a mãe de Jesuína quebrar o encanto e a cabaça espatifar. E de uma cabaça, cortada ao meio, surgiu o berimbau, instrumento usado para tocar em roda de capoeira.  

 

 DSCN7322.JPG

Estava todo mundo muito concentrado, vejam só pela foto. A segunda história foi sobre a moça que ganhou da mãe um pente mágico. Toda vez que penteava os cabelos, caiam pérolas! O rei ouviu a história e disse que, se fosse verdade, se casava com a tal garota. Só que uma vizinha invejosa elaborou um plano para a baleia comer a moça e, assim, ficar com o pente dela. Ela queria que o rei se casasse com sua filha. Mas acontece que, na hora da filha da vizinha se pentear e provar ao rei, não foram pérolas que caíram e sim piolhos. Isso mesmo! A vizinha se deu mal e a moça foi salva da barriga da baleia.

 

 DSCN7342.JPG

Então, Fernanda engatou a terceira história, sobre um homem muito mal-educado. Ele nunca cumprimentava ninguém e estava sempre de mau humor. Um dia, ele viajou e os vizinhos decidiram se livrar dele: pintaram sua casa de verde, trocaram sua plantação de batatas por cenouras e mudaram seus móveis de lugar. Quando o homem mal-comportado voltou, os vizinhos fizeram-no acreditar que ele não morava ali e que ninguém o conhecia. Afinal, estava tudo diferente! Ele ficou tão triste com isso que um menino resolveu contar a verdade. Mas com uma condição: que ele melhorasse seus modos. E assim foi.

No fim, todo mundo pode tocar um pouco os instrumentos do Henrique e fazer a festa na livraria. E foi nesse clima de descontração e alegria que mais um Circuito Estadinho terminou. Veja um pouquinho mais pelas fotos abaixo.

 

 DSCN7336.JPG

Olha só a concentração dessas gatinhas! Gabriela Rocha Della Rosa (à esquerda) e Ana Sofia Napias Tavares, as duas com 6 anos, decidiram ficar de bruços no tapete para ouvir melhor. Gabriela entrou tanto nas histórias que sabia até o que ia saltar do pente da filha da vizinha: “Eu adivinhei que ia cair piolho”. Essa foi a história de que ela mais gostou. Já Ana Sofia preferiu a da Jesuína. Mas sabe de uma coisa que as duas têm em comum? Adoram as aventuras do Peter Pan! Ana Sofia explica que é porque ele voa. E se você pudesse voar como ele? “Eu ia lááá para os Estados Unidos ver minha tia”, contou ela.

DSCN7332.JPG

 Isabela de Oliveira Vilardo, de 4 anos, também achou uma posição bem confortável para ver a apresentação: o colinho da mãe. Gostou muito do pente mágico e disse que, se tivesse um, ele também soltaria pérolas. Ela adora passear na livraria, ainda mais quando tem histórias. Só é difícil convencê-la a ir embora. No sábado, Isabela já tinha escolhido quem a acompanharia até sua casa: vários livrinhos da Barbie. Mas a mãe revela sua preferida, que é a do livro Os lobos dentro das paredes. Volte sempre, Isabela!

DSCN7358.JPG 

 Reparem no rosto desse loirinho fofo… Ele está até de boca aberta! Ricardo Bouza, de 5 anos, adora histórias e, se está muito envolvido por elas, fica assim de boca aberta. Ele também gosta muito de Peter Pan e de outros contos de fadas. Já sua irmã, Isadora Bouza, de 2 anos (a gatinha que está de blusa rosa atrás), não tem muita paciência para histórias. Ela gosta de agito…

DSCN7392.JPG

E foi só o Henrique começar a tocar umas músicas animadas que Isadora levantou e começou a dançar!

 

DSCN7346.JPG

Esse menino meigo é o Ian Marcondes Rocha Mendes Guerreiro, de 4 anos. Ele adora contos de fadas e, junto com seus irmãos Theo, de 6, e Lorena, de 1, pede para os pais contarem histórias todos os dias. Mas esse sorrisinho tímido esconde muita coragem! Durante a história de Jesuína, Ian foi o primeiro a dizer que sabia o que a garota tinha de fazer para acabar com a cabaça: “Eu ia pegar uma espada e bater!” Boa ideia, Ian!

 

DSCN7396.JPG

Mas então a Julia Policarpo Tibério, de 6 anos, lembrou que isso podia não dar muito certo: “Aí você se corta, porque vai espalhar pedaço de madeira”. É, acho que a ideia da espada fica para outra ocasião… Julia parece que entende um pouco do assunto. Ela adora histórias de monstros e de terror, mais do que as de princesas. Ah, e gosta muito de Toy Story também.

 

DSCN7394.JPG

 Durante a apresentação, Ana Guilhermina Moreno de Lima, de 6 anos, sua mãe e o irmão Francisco, de 3, até mudaram de lugar para ficar mais perto das histórias. Ela adora contos como o de João e Maria, João e o Pé de Feijão e A Bela e a Ferra. Ele prefere Ben 10. “Ele queria ter um relógio do Ben 10″, conta Ana sobre o irmão.

 

DSCN7328.JPG

 E até mesmo quem já está gostando de livros para pré-adolescentes, como a Ana Laura Moraes Lopes, de 10 anos, curtiu ouvir a história de Jesuína. Ela viu a apresentação ao lado do irmão João Victor Moraes Lopes, de 8 anos, que estava interessado no livro O Diário de um Banana.

 

Obrigada pela presença de todos e nos vemos no próximo Circuito Estadinho, no dia 30/7, com histórias do grupo Contantes Contentes. Até lá!

sem comentários | comente

  • A + A -

fernanda.jpg

Era uma vez  uma garota que ganhou um pente mágico de  sua mãe. Imagine que, sempre que ela penteava o cabelo, saltavam pérolas. Verdade! O rei ficou tão curioso que disse que se casava com a moça. Mas acontece que uma vizinha ficou com inveja e bolou um plano para ficar com o rei. Sabe o que ela fez?

Você vai ter de ouvir o resto da história no Circuito Estadinho de amanhã (dia 23), na Livraria Cultura do  Shopping Market Place, às 15 horas. Se escrevermos mais uma linha, a contadora Fernanda Ribeiro é que vai precisar bolar outro plano de histórias.

Lá, ela também vai falar sobre um homem sem educação. O vizinho dava bom dia e ele respondia bla bla bla. O outro desejava boa tarde e ele devolvia um ble ble ble. Ninguém suportava tanto mau humor. Até que os vizinhos elaboraram um plano para afastá-lo dali e… Puxa, você vai ter de ir mesmo ao Circuito para saber o final dessa e ouvir outra história surpresa.

Circuito Estadinho: Livraria Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Sábado, dia 23/7, às 15 horas. Grátis.

 

sem comentários | comente

  • A + A -
  • Galeria Estadinho

Comentários recentes

  • olivio jekupe: hoje em dia os autores indígenas estão cada vez mais publicando seus trabalhos, aqui na nossa aldeia...
  • kellynha: adorei só algumas que é meio sem sentido !!!
  • loana de campos: Adorei a sua ideia, vou tentar fazer
  • Liane: Olha, isso da própria criança gerenciar sua leitura é bem interessante, assim como vários outros aspectos...
  • giovanna: nãão , gosteei muito ;[[

Enquete

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

Arquivo

Blogs do Estadão