ir para o conteúdo
 • 

Estadinho

09.janeiro.2013 07:00:34

É só o começo

hocus.jpg

(Por Aryane Cararo)

“O começo é sempre o lugar onde a gente está quando encontra uma coisa importante. O começo é naquele instante.”

Esta é uma frase do livro Hocus Pocus – Um Pai de Presente, em que Kiara Terra conta uma história baseada na vida da ilustradora Ionit Zilberman, e dela própria. Há começos na maternidade, quando os pais recebem o bebê com fotos e lembrancinhas. Mas há outros começos, como o da menina da história, que conheceu seu pai quando já era menina um pouco crescida. Na verdade, o pai escolheu a mãe e ela veio junto.

Eles foram aprendendo a ser pai e filha um pouquinho a cada dia, como quem aprende a andar de bicicleta. Um dia, o pai mostrou uma máquina mágica, de foto instantânea. Disse que servia para guardar coisas especiais. A primeira coisa especial que a menina guardou foi o próprio pai, num lindo retrato com cores que apareciam devagarzinho até tomar forma. O pai dizia que era preciso falar as palavras mágicas para a imagem aparecer: Hocus Pocus! E com essas palavras mágicas ela aprendeu não só a fotografar, como desenhar as coisas importantes que ela via ou que estavam na sua cabeça.

Linda história, não é? E a Kiara, que é contadora de histórias das boas, conta tudo de um jeito tão gostoso que não dá para parar de ler. Ainda mais que a Ionit, que faz sempre desenhos tão lindos, ilustrou. Um livro sensível, para apertar contra o peito, e depois sair correndo dar um abraço naqueles que fazem parte do seu começo. Qualquer que seja o seu começo ou quantos começos você tenha.

Hocus Pocus – Um Pai de Presente. Autoras: Kiara Terra e Ionit Zilberman. Companhia das Letrinhas, R$ 31,50.

sem comentários | comente

  • A + A -

andi_gabriela.jpg

Quem gosta de ouvir histórias não pode perder o Circuito Estadinho deste sábado, na Livraria Cultura do Shopping Bourbon (Rua Turiassú, 2100, Pompéia). Camila Andrade e Bebel Ribeiro da Conto em Cantos buscaram inspirações em contos de países latinos para explicar porquê o cachorro é inimigo do gato, que é inimigo do rato.  E como a sacola de um caboclo brasileiro conseguia adivinhar muitas coisas. Enigmático, não é? Quem aparecer por lá vai ouvir essas e outras histórias.
O evento acontece às 15 h e é de graça!

 

sem comentários | comente

  • A + A -

abre.JPG

(Por Aryane Cararo)

Nós falamos que a bicharada estaria solta no Circuito Estadinho do último sábado e foi isso mesmo que aconteceu: tinha até a Koa e o Zeus, uma cachorrinha pug e um cão golden retriever, escutando as histórias. E os contos trouxeram ainda gato, rato, gavião, fênix, sapo, leão, arara e despertaram muitas risadas de quem foi ouvir a Priscila Harder e o músico Beto Bellinati, da Cia. Conto em Cantos, contar histórias e cantar na Livraria Cultura do Shopping Market Place. Foi demais! Vejam só as fotos:

 

 

Até o próximo Circuito Estadinho no dia 21!

1 Comentário | comente

  • A + A -

abre.JPG

(Por Aryane Cararo)

De bobo, o pessoal que apareceu no Circuito Estadinho de ontem (dia 24) não tinha nada. Eles foram lá, escutaram a Renata Truffa e a Kika, do grupo Contantes Contentes, riram, participaram de adivinhas e se divertiram para valer. Do que eles riram? Das histórias que as duas contaram sobre bobos e bocós. Não teve príncipe, nem princesa, só herói atrapalhado, até meio burro, que arrancou gargalhadas e fez com que todo mundo ficasse com os olhos grudados nas contadoras. A atividade aconteceu na Livraria Cultura do Shopping Market Place e foi só a segunda deste ano.

Vem muito mais Circuito Estadinho por aí. O próximo, por exemplo, vai estar demais! Os cientistas malucos do Mad Science vão explicar como acontece a explosão de um vulcão. Vai ser um estouro! Não perca: dia 31/3, na Livraria Cultura do Bourbon  Shopping.

 

 

comentários (2) | comente

  • A + A -

ci0.jpg

Tudo começou com “era uma vez”. Era uma vez a vontade de que o Estadinho não ficasse só dentro das páginas do jornal. Era uma vez a ideia de levar histórias e outras atividades para os nossos leitores. Era uma vez um sábado, 5 de junho de 2010. E foi com histórias de “Era uma vez um santo chamado São João…” que o Circuito Estadinho começou, em parceria com a Livraria Cultura.

ce.jpg

Ana Luísa Lacombe cantou músicas de quadrilha

Naquele dia, a contadora de histórias Ana Luísa Lacombe cantou músicas caipiras, falou de lendas sobre festa junina e ensinou a fazer simpatias na unidade do Shopping Bourbon. Hoje, o Circuito completa 70 apresentações nestes quase dois anos, com histórias, oficinas artísticas, experiências científicas malucas, música…

 

 

ci1.jpg

Andi Rubenstein já contou histórias de princesas, maçãs, sal, brinco, pulga, cozinha…

E tudo só começou porque em 20 de março o Estadinho mudou sua forma e seu conteúdo, tentando se aproximar cada vez mais dos nossos leitores e dando mais espaço para as crianças falarem e brincarem.

 

 

ci2.jpg

José Carlos Lollo e Blandina Franco, autores do livro Quem Soltou o Pum?, já ensinaram a fazer passarinho, fantasia de romano e de Cleópatra, jacaré, elefante, pinguim, sapo…

 

Faltava só marcar um encontro para que essa interação fosse ainda maior. Esse encontro surgiu com o Circuito, que acontece todos os sábados, às 15 horas, numa das lojas da Livraria Cultura (shoppings Market Place, Bourbon e Villa-Lobos).

Hoje (dia 24), por exemplo, quem se apresenta é o pessoal do grupo Contantes Contentes. Eles vão contar histórias de bobos e bocós na Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Será às 15 horas, de graça. Estamos esperando todos lá!

 

 

sem comentários | comente

  • A + A -

FERNANDA.jpg

Amanhã (dia 1°) tem Circuito Estadinho com  a contadora de histórias Fernanda Ribeiro. Quem aparecer por lá vai ouvir três contos: João Filó, que achou um pássaro encantado, A Bolsa com Dois Tostões, sobre um galo que encontrou algo valioso, e a Festança na Beira do Rio, a respeito de uma festa que a onça deu para a bicharada. Curioso?
Passa lá na Livraria Cultura do Bourbon Shopping, às 15 horas.

Circuito Estadinho: Contação de histórias com Fernanda Ribeiro, na Livraria Cultura do Bourbon Shopping (Rua Turiassú, 2.100, Pompeia). Sábado (dia 1), às 15 horas. Grátis.

 

sem comentários | comente

  • A + A -

 DSCN7296.JPG

(Fotos: Aryane Cararo/AE)

 

O Circuito Estadinho do último sábado (dia 23/7) foi cheio de histórias e de surpresas. Enquanto esperavam as crianças se acomodarem à sua frente, na Livraria Cultura do Shopping Market Place, Fernanda Ribeiro e Henrique ficaram cantando baixinho para recepcionar todo mundo.

 

DSCN7306.JPG

 Mas foi só Henrique sair um pouquinho da cadeira para Maria Fernanda Rodrigues de Freitas assumir seu lugar e começar a contar uma história. Tudo bem que Maria Fernanda não sabe ler ainda. Mas, no alto de seus 4 anos, isso nem fez diferença, pois ela tem uma imaginação incrível para inventar. E foi isso que fez: com o livro no colo, virou página por página contando a historinha que criou do pinguim. Contou duas vezes, para quem não a escutou. E sem esquecer de terminar tudo com um sonoro “fim”. Sua mãe disse que ela faz isso direto e que adora Toy Story e contos de fadas. Pode voltar mais vezes, Maria Fernanda. Vamos adorar ouvir suas historinhas!

 

DSCN7318.JPG

Então, Fernanda começou a contar as histórias dela. Henrique ficou ali com o violão e com uma série de instrumentos que imitavam o som de alguns personagens nos contos. A primeira história foi Jesuína e a Cabaça, sobre uma menina que desobedeceu a mãe e foi atrás da cabaça encantada, no alto do morro. Cada vez que Jesuína ia, escrevia um pouquinho na cabaça, que crescia e crescia. Cresceu tanto que se soltou e foi atrás da menina. Foi um corre-corre até a mãe de Jesuína quebrar o encanto e a cabaça espatifar. E de uma cabaça, cortada ao meio, surgiu o berimbau, instrumento usado para tocar em roda de capoeira.  

 

 DSCN7322.JPG

Estava todo mundo muito concentrado, vejam só pela foto. A segunda história foi sobre a moça que ganhou da mãe um pente mágico. Toda vez que penteava os cabelos, caiam pérolas! O rei ouviu a história e disse que, se fosse verdade, se casava com a tal garota. Só que uma vizinha invejosa elaborou um plano para a baleia comer a moça e, assim, ficar com o pente dela. Ela queria que o rei se casasse com sua filha. Mas acontece que, na hora da filha da vizinha se pentear e provar ao rei, não foram pérolas que caíram e sim piolhos. Isso mesmo! A vizinha se deu mal e a moça foi salva da barriga da baleia.

 

 DSCN7342.JPG

Então, Fernanda engatou a terceira história, sobre um homem muito mal-educado. Ele nunca cumprimentava ninguém e estava sempre de mau humor. Um dia, ele viajou e os vizinhos decidiram se livrar dele: pintaram sua casa de verde, trocaram sua plantação de batatas por cenouras e mudaram seus móveis de lugar. Quando o homem mal-comportado voltou, os vizinhos fizeram-no acreditar que ele não morava ali e que ninguém o conhecia. Afinal, estava tudo diferente! Ele ficou tão triste com isso que um menino resolveu contar a verdade. Mas com uma condição: que ele melhorasse seus modos. E assim foi.

No fim, todo mundo pode tocar um pouco os instrumentos do Henrique e fazer a festa na livraria. E foi nesse clima de descontração e alegria que mais um Circuito Estadinho terminou. Veja um pouquinho mais pelas fotos abaixo.

 

 DSCN7336.JPG

Olha só a concentração dessas gatinhas! Gabriela Rocha Della Rosa (à esquerda) e Ana Sofia Napias Tavares, as duas com 6 anos, decidiram ficar de bruços no tapete para ouvir melhor. Gabriela entrou tanto nas histórias que sabia até o que ia saltar do pente da filha da vizinha: “Eu adivinhei que ia cair piolho”. Essa foi a história de que ela mais gostou. Já Ana Sofia preferiu a da Jesuína. Mas sabe de uma coisa que as duas têm em comum? Adoram as aventuras do Peter Pan! Ana Sofia explica que é porque ele voa. E se você pudesse voar como ele? “Eu ia lááá para os Estados Unidos ver minha tia”, contou ela.

DSCN7332.JPG

 Isabela de Oliveira Vilardo, de 4 anos, também achou uma posição bem confortável para ver a apresentação: o colinho da mãe. Gostou muito do pente mágico e disse que, se tivesse um, ele também soltaria pérolas. Ela adora passear na livraria, ainda mais quando tem histórias. Só é difícil convencê-la a ir embora. No sábado, Isabela já tinha escolhido quem a acompanharia até sua casa: vários livrinhos da Barbie. Mas a mãe revela sua preferida, que é a do livro Os lobos dentro das paredes. Volte sempre, Isabela!

DSCN7358.JPG 

 Reparem no rosto desse loirinho fofo… Ele está até de boca aberta! Ricardo Bouza, de 5 anos, adora histórias e, se está muito envolvido por elas, fica assim de boca aberta. Ele também gosta muito de Peter Pan e de outros contos de fadas. Já sua irmã, Isadora Bouza, de 2 anos (a gatinha que está de blusa rosa atrás), não tem muita paciência para histórias. Ela gosta de agito…

DSCN7392.JPG

E foi só o Henrique começar a tocar umas músicas animadas que Isadora levantou e começou a dançar!

 

DSCN7346.JPG

Esse menino meigo é o Ian Marcondes Rocha Mendes Guerreiro, de 4 anos. Ele adora contos de fadas e, junto com seus irmãos Theo, de 6, e Lorena, de 1, pede para os pais contarem histórias todos os dias. Mas esse sorrisinho tímido esconde muita coragem! Durante a história de Jesuína, Ian foi o primeiro a dizer que sabia o que a garota tinha de fazer para acabar com a cabaça: “Eu ia pegar uma espada e bater!” Boa ideia, Ian!

 

DSCN7396.JPG

Mas então a Julia Policarpo Tibério, de 6 anos, lembrou que isso podia não dar muito certo: “Aí você se corta, porque vai espalhar pedaço de madeira”. É, acho que a ideia da espada fica para outra ocasião… Julia parece que entende um pouco do assunto. Ela adora histórias de monstros e de terror, mais do que as de princesas. Ah, e gosta muito de Toy Story também.

 

DSCN7394.JPG

 Durante a apresentação, Ana Guilhermina Moreno de Lima, de 6 anos, sua mãe e o irmão Francisco, de 3, até mudaram de lugar para ficar mais perto das histórias. Ela adora contos como o de João e Maria, João e o Pé de Feijão e A Bela e a Ferra. Ele prefere Ben 10. “Ele queria ter um relógio do Ben 10″, conta Ana sobre o irmão.

 

DSCN7328.JPG

 E até mesmo quem já está gostando de livros para pré-adolescentes, como a Ana Laura Moraes Lopes, de 10 anos, curtiu ouvir a história de Jesuína. Ela viu a apresentação ao lado do irmão João Victor Moraes Lopes, de 8 anos, que estava interessado no livro O Diário de um Banana.

 

Obrigada pela presença de todos e nos vemos no próximo Circuito Estadinho, no dia 30/7, com histórias do grupo Contantes Contentes. Até lá!

sem comentários | comente

  • A + A -

circuito.jpg

(Na foto, Andi Rubinstein conta histórias para as crianças do evento – Epitassio Pessoa/AE)

Quer ouvir uma história de ídolos e heróis? E se forem três histórias sobre esse tema? Hoje (dia 9), às 15 horas, no Circuito Estadinho, o grupo Contantes Contentes vai fazer uma roda para falar de três grandes pequenos.
O primeiro é Pequetito, personagem de um conto japonês bastante interessante. Trata-se da história de um menino que nasce forte e bonito, porém nunca cresce. “Por fora, mas por dentro ele amadurece”, diz a contadora Kika Antunes, que vai se apresentar junto com Renata Truffa, Roberta Havan e André Iasi.
Mesmo sendo do tamanho de um polegar, esse herói se mete em cada aventura… Quando chega a hora de conhecer o mundo, ele encontra uma mocinha por quem se apaixona. E então aparece um martelo mágico…
Bem, não vamos revelar o que acontece com ele. Para saber o final da história e ouvir O Pequeno Herói da Holanda, uma adaptação do grupo para narrar a coragem de um menino que salva seu povo, e algumas peripécias do anti-herói Pedro Malasartes, você terá de ir ao Circuito!

Circuito Estadinho: Livraria Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902, Morumbi). Grátis, às 15 horas.

VOCÊ É O ARTISTA:
Desenhe o seu ídolo e mande para o e-mail  estadinho at grupoestado.com.br ou para o endereço que está na página 2.

Prepare-se: No dia 16 de abril, a artista plástica Guga Szabon vai ajudar você a criar um cartaz do seu ídolo. Vai ser no Shopping Villa-Lobos, às 15 h. É grátis!

sem comentários | comente

  • A + A -
12.fevereiro.2011 07:55:04

Turma na Emília na internet

imagemgrande.jpg

(Imagem: Editora Globo S/A e TV Globo/Monteiro Lobato)

O site ainda está em construção, mas você já pode se preparar! Em março, Emília e sua turma estarão na internet, numa nova rede social cheia de histórias e 30 joguinhos relacionados ao escritor Monteiro Lobato, criador do fantástico Sítio do Picapau amarelo.
No Mundo do Sítio, como será chamado, você vai poder ler as aventuras da turma, entrar nesse universo encantado, e ainda rever todos os personagens dos livros. Vai também conseguir encontrar pessoas reais, amigos da escola e do clube, e enviar mensagens através de um bate-papo virtual.
Um cantinho muito especial é a Biblioteca do Visconde, uma estante virtual em que você pode ouvir as histórias de Lobato na voz da atriz Denise Fraga. É só dar o play!

Enquanto não fica pronto, você pode acompanhar a turma pelo blog, twitter e até facebook. Mas fique tranquilo, pois aqui no blog do Estadinho você também vai saber de tudo que está rolando com essa turma.

comentários (4) | comente

  • A + A -
12.janeiro.2011 23:54:55

Jogo do improviso

lena1.jpg

 Vamos fazer um teste?
* Você já acordou algum dia e usou o lençol como capa de super-herói?
* Já usou o controle remoto como microfone?
* De vez em quando, desfila pela cozinha com o sapato de salto alto de sua mãe (se for menina, é claro)?
* Gosta de inventar histórias?

lena.jpg

Bem, se você respondeu sim aos itens acima, parabéns! Você está apto a participar do curso  Histórias Fantásticas, com a professora Lena Whitaker, que começa na segunda-feira, dia 17.

Especializada em teatro, Lena brinca com a molecada em jogos de improviso e exercícios de canto e ritmo (sonoro e corporal). Criar histórias, personagens, cenários e figurinos também faz parte do programa.  Ou seja, aqui, você inventa. E ainda é incentivado pela professora! 

Espaço Piks. Mezanino do Shopping Iguatemi. Av. Faria Lima, 2.232, São Paulo, (11) 3816-3957. Recomendação da produção: crianças de 3 a 9 anos. De 2ª (dia 17) até o dia 28/1, das 15 h às  16h30. Valor: R$ 350 (R$ 100, aulas avulsas).

sem comentários | comente

  • A + A -
  • Galeria Estadinho

Comentários recentes

  • olivio jekupe: hoje em dia os autores indígenas estão cada vez mais publicando seus trabalhos, aqui na nossa aldeia...
  • kellynha: adorei só algumas que é meio sem sentido !!!
  • loana de campos: Adorei a sua ideia, vou tentar fazer
  • Liane: Olha, isso da própria criança gerenciar sua leitura é bem interessante, assim como vários outros aspectos...
  • giovanna: nãão , gosteei muito ;[[

Enquete

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

Arquivo

Blogs do Estadão