ir para o conteúdo
 • 

Estadinho

28.fevereiro.2013 14:45:31

Últimos dias!

APROVEITE!

ÚLTIMOS DIAS!!!

est.jpg

A exposição Estadinho – 25 anos está quase acabando. Sábado, dia 2 de março, é o último dia da mostra no Museu Belas Artes de São Paulo (muBA). Há muitas razões para você não perder essa oportunidade:
- Se você gosta do Estadinho ou tem curiosidade para saber como ele é feito e qual sua história
- Se você acha legal ver a história das crianças nos últimos 25 anos, estampada em capas marcantes do suplemento
- Se adora ver desenhos de grandes autores e ilustradores de livros infantis, como Mauricio de Sousa, Ziraldo, Angela Lago…
- Se você é curioso sobre jornalismo infantil.

Vá ver!

Museu Belas Artes de São Paulo (muBA): Rua José Antonio Coelho, 879, Vila Mariana, São Paulo.
Sábado, das 10 h às 16 h. Grátis.
Informações: (11) 55765771 

sem comentários | comente

  • A + A -
27.fevereiro.2013 07:00:48

Donas do nosso tempo

depressa2_1.jpg

(Por Aryane Cararo)

“Depressa. O ônibus já está chegando”. “Mais devagar… aqui não se pode correr”. Que criança nunca escutou frases como essas?

- Depressa, estamos atrasados para ir para a escola.

- Depressa, o filme já vai começar”.

- Depressa com esse banho!”

- Devagar, assim você vai se machucar!”

- Devagar com essa comida! Mastigue bem”

- Devagar com sua irmãzinha”.

São sempre essas duas palavrinhas mandando no tempo da gente. Uma hora, apressando tudo. Na outra, fazendo tudo ficar tãããão lento… Isabel Minhós Martins, a autora do livro Depressa, Devagar, diz que é assim mesmo, “aqui dentro, os relógios não se preocupam em contar” e ora andam distraídos, ora apressados. E, sem percebermos, passamos o dia inteiro obedecendo as duas. Com esta obra, você para para pensar um pouco em nosso dia a dia.

Falando nisso, o que você mais odeia fazer depressa? E o que mais ama fazer devagar? E o contrário?

Depressa, Devagar. Texto: Isabel Minhós Martins. Ilustrações: Bernardo Carvalho. Tordesilhinhas, R$ 25,20

sem comentários | comente

  • A + A -
26.fevereiro.2013 07:00:13

Comidinhas da vovó

socorro.jpg

 

Vovó, Socorro! Agora Quero as Suas Comidinhas é um livro para seu irmãozinho ou irmãzinha. Mas a gente tem certeza de que você vai querer compartilhar. É que ele tem tanta receita gostosa para variar o cardápio que você vai pedir para sua mãe fazer para você também. Ou melhor: vai querer ajudar a fazer!

Tem receita de pastel de forno, pudim da Nonna, bolo da fera, biscoito integral de maçã, panqueca americana, gelatina de manga, massa caseira, espetinhos de carne, ensopados, carne maluca e um montão de jeitos diferentes para preparar arroz, carnes e outros pratos do dia a dia. Também tem dicas para a mamãe congelar tudo depois.

É claro que, em boa parte do preparo das receitas, você terá de ficar só olhando, já que a maioria mexe com fogo ou faca. Deixe essa parte para a mamãe e peça para fazer as que são bem legais: misturar a massa, amassar as coisas e, claro, provar tudo no final. A de Bolo de Bananas, que vamos copiar aí embaixo para você fazer em casa, parece uma delícia de fazer e comer.

Se a sua mãe quiser descobrir outros segredinhos da vovó Rita de Cássia Ventura Gargioni, ou sua avó quiser trocar dicas de vovó com ela, vocês podem acessar o site Socorro Vovó (clique aqui), que tem outras receitas e reúne outras vovós para falar, entre outras coisas, dos netos. O livro vai ser lançado no dia 27 de fevereiro, às 19 horas, na Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos, em São Paulo.

 

RECEITA DE BOLO DE BANANAS

Você vai precisar de:

4 bananas
150 gramas de trigo (metade pode ser integral, que fica mais saudável)
1 xícara de açúcar (120 gramas)
1 colher de fermento
2 ovos
50 gramas de açúcar e um pouco de canela misturada para polvilhar

Como fazer:

1. Peça para sua mãe ligar o forno, para ir aquecendo.

2. Unte a forma e polvilhe com trigo.

3. Amasse as bananas e misture o açúcar e a farinha de trigo.

4. Acrescente os ovos e misture bem.

5. Adicione o fermento e misture de novo.

6. Coloque na forma untada. Se quiser, pode colocar frutas secas na massa.

7. Polvilhe com a mistura de canela com açúcar.

8. Peça para sua mãe colocar no forno com temperatura de 180 graus até ficar dourado.

 

Vovó Socorro! Agora quero as suas comidinhas. Autora: Rita de Cássia Ventura Gargioni. Editora Drops, R$ 49.

 

sem comentários | comente

  • A + A -
25.fevereiro.2013 07:00:24

Elefanssarinho

adonis_vale.jpg

 

(Por Aryane Cararo)

Elefante é elefante. Grande, pesado e, geralmente, sujo de lama. Passarinho é passarinho. Pequeno, leve e de plumas geralmente impecáveis e muito limpas. Mas eis que um elefante, um dia, achou que era um passarinho. Ou quase isso. Adonis não entendia muito bem por que cresceram asas nas suas costas se ele mal conseguia ficar em cima de uma árvore para tentar voar. E eram tão pequenas que pareciam quase um lacinho.

Tudo bem que Adonis era filhote. Mas asas daquele tamanho não lhe adiantavam de nada, a não ser plantar uma grande dúvida em sua cabeça: se não era elefante nem passarinho, o que era, então? Sua mãe vai dar um jeito de resolver fácil, fácil esse problema. Ah, se não fossem as mães, não é?

Este livro fofo foi escrito pela Blandina Franco, que é autora de um monte de livros legais, como o Quem Soltou o Pum?, Os Seres Falados, Tem Uma Janela na Minha Boca, Grande, Pequeno… Mas, desta vez, é um livro diferente, porque ela não faz dupla com o Lollo, que é seu marido e ilustrador da maioria das histórias que ela escreve (eles inventam muito juntos, na verdade). Quem faz os desenhos é a Isabel Nadal, que mora na Espanha.

Adonis. Texto: Blandina Franco. Ilustrações: Isabel Nadal. Companhia das Letrinhas, R$ 34,50.

 

sem comentários | comente

  • A + A -
23.fevereiro.2013 07:00:50

O que vem do céu

Capa_blog.jpg

(Por Natália Mazzoni)

Lixo espacial, meteoros, asteroides, satélites, sondas espaciais. O que é isso tudo que está no espaço? O Estadinho desta semana mostra para você que o céu é muito maior do que aquilo que a gente vê.

Página 1

Página 2

Página 3

Página 4

 Livros

Quer descobrir mais coisas sobre o espaço?

omais.jpg

Você sabia…

Que, de mais de 215 mil asteroides identificados, só 15 mil ganharam nome?
Que os asteroides levam de quatro a cinco anos para orbitar o Sol?
Que existem na Terra mais de 170 crateras formadas por asteroides que se chocaram com o nosso planeta?
Que só oito asteroides têm mais de 300 km de diâmetro e todos eles são esféricos?
Que astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional vivem a cerca de 390 km da Terra?

Essas curiosidades e muitas (muitas mesmo!) outras estão no livro O Mais Sensacional Guia Intergaláctico do Espaço (Lisa Swerling, Ralph Lazar e Carole Stott, Companhia das Letrinhas, R$ 42).

Imagens_Livros_Normal_LV253504_N.jpg

Planetas, constelações, Sol, Lua, os avanços das estações espaciais, a paisagem lunar, as luas de Júpiter. O livro Espaço… Uma Viagem pelo Universo de Tirar o Fôlego (Carole Stott, Caramelo, R$ 81)  é interessante até no formato, redondinho. A cada página virada, uma viagem ao céu. Tem aglomerado de estrelas, imagens do telescópio Hubble, missões em Marte. Tudo com muita informações e imagens bem legais. Vale a pena a leitura. E a viagem.

Sites

Alguns sites mostram onde estão os satélites, quais objetos celestes podem ser observados no Brasil e até quando vai cair o próximo lixo espacial do céu. Eles não são para crianças, alguns estão em inglês, mas podem garantir algumas horas de diversão com seus pais em frente ao computador. As indicações são do astrônomo Marcos Calil, coordenador científico do planetário Johannes Kleper.

Satview – Site de monitoramento de satélites artificiais, que informa reentradas de satélites artificiais (lixo espacial)

Heavens-Above- É o mais usado para quem quer ver satélites artificiais a olho nu. É possível até encontrar os satélites visíveis no país onde você está.

Momento Astronômico – O astrônomo Marcos Calil atualiza informações mensais dos objetos celestes que podem ser observados no Brasil.

 

 

1 Comentário | comente

  • A + A -
20.fevereiro.2013 07:00:00

Um amor do tamanho de…

adivinha.jpg

(Por Aryane Cararo)

Quem você mais ama na vida? São seus pais? E quanto você ama eles? Já parou para pensar como é difícil medir isso?

De que forma você conseguiria colocar em números ou qualquer quantidade o amor que você sente por eles? O coelhinho de Adivinha Quanto Eu Te Amo sentiu exatamente o quanto essa tarefa era complicada.Primeiro, ele esticou bem os braços para dizer o quanto gostava de seu pai. Mas o coelhão tinha braços maiores e, assim, parecia que o amor do pai para o filho era maior. Então, o coelhinho esticou toda sua altura, até ficar na ponta das patinhas, e mostrou outra medida. Mas seu pai era mais alto. Uma hora, achou o que parecia uma boa medida: “Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio”. Porém, o pai tinha uma resposta ainda maior: “Eu te amo até depois do rio, até as colinas”.

Como mostrar que amor grande era esse? O que pode ser a maior coisa que existe?

Te amo do tamanho de uma baleia? Te amo do tamanho de um transatlântico? Te amo da altura da Serra do Mar? Te amo até a pontinha do Everest? Te amo daqui até Marte? Te amo o universo inteirinho? Puxa, quanta forma bonita de dizer que gosta de alguém, não é? Por que não experimentamos fazer isso em casa e com quem mais a gente gosta? Muita gente vai ficar feliz um tantão assim, ó! (E, agora, cada um imagina o que seria esse tantão)

Este livro fofo já existia nas livrarias em capa dura, grandão, com pop-up. Mas, agora, ele vem do tamanho do amor que cabe num bolso! Até o jeito de ler o livro, com páginas que se desdobram como uma sanfona, faz a gente amar ainda mais essa obra de Sam McBratney e Anita Jeram.

Adivinha Quanto Eu Te Amo. Texto: Sam McBratney. Ilustrações: Anita Jeram. WMF Martins Fontes, R$ 24,80.

comentários (2) | comente

  • A + A -
18.fevereiro.2013 07:00:35

Guardiões dos sonhos

lua.jpg

(Por Aryane Cararo)

Você sabe como surgiram os Guardiões da Infância?

Papai Noel, Coelho da Páscoa, Fada do Dente foram convocados pelo Homem DaLua para protegeram as crianças da Terra de Breu, o Rei dos Pesadelos. Muitos anos antes, quando DaLua ainda era um bebê, Breu tentou raptá-lo para transformar o menino em Príncipe dos Pesadelos. Uma batalha feroz acabou com a ameaça, mas deixou DaLua sem seus pais e sem seu protetor, o Noiteluz. Quando ele cresceu, e passou a ouvir os sonhos e esperanças das crianças através dos balões perdidos que chegavam até a Lua, decidiu fazer alguma coisa para protegê-las.

Para ler este livro, você terá de descobrir palavras e criaturas novas, como Lunobôs, Veleiro Lunar, Lunondongos e Mariposas Lunares. E, principalmente, não deverá ter medo de mergulhar num universo fantástico, cheio de imaginação.

 

O Homem da Lua. Autor: William Joyce. Rocco Pequenos Leitores, R$ 34,50.

sem comentários | comente

  • A + A -
16.fevereiro.2013 07:00:54

Bonecos de cera

capa_estadinho.jpg

(Por Natália Mazzoni)

Johnny Depp, Albert Einstein, Justin Bieber, Chapolin, todos reunidos para tirar fotos com você. Calma, o Estadinho não ficou maluco! A exposição Dreamland – Museu de Cera veio de Gramado, no Rio Grande do Sul, para São Paulo para trazer bonecos de cera iguais aos seus ídolos. E já que o assunto é esse, a gente aproveita para contar a história do museu de cera mais famoso do mundo, o Madame Tussauds, e mostrar outros exemplos pelo mundo. A reportagem está nas páginas abaixo.

Página 1

Página 2

Os bonecos de cera do museu Madame Tussauds são bem reais. Na nossa galeria de fotos, você vê alguns logo depois das estátuas da exposição Dreamland, que acontece em São Paulo.

No vídeo abaixo você descobre, em mais detalhes, como são feitos os bonecos do museu Madame Tussauds. A explicação está em inglês, mas, mesmo que você não entenda a língua, vale a pena ver as imagens do processo.

comentários (5) | comente

  • A + A -

mad1.jpg

Com este cata-vento feito pelos cientistas malucos da Mad Science, você descobre sempre qual é a direção do vento. Clique aqui para ampliar e descobrir como se faz.

sem comentários | comente

  • A + A -
15.fevereiro.2013 07:00:45

Na boca do jacaré

patinhos.jpg

(Por Aryane Cararo)

O que acontece quando se encontram sete patinhos na lagoa e um jacaré faminto? Eles fogem, claro! Mas o jacaré não desiste e trama planos engenhosos, que incluem disfarces de Batman e de celebridade para ir dando conta de cada um. E eles caem como patinhos, claro! Até que um deles tem uma ideia simples e genial: com um instrumento bem bobo consegue aprontar uma para o Jacaré Barnabé.

A história é engenhosa, afinal, onde já se viu jacaré vestido de Batman? Mas poderia ser uma história simples de comilança e fuga se não fosse pela habilidade de Caio Riter com as rimas. Ele transforma o fato em risada e torcida pelos patinhos. E Laurent Cardon completa o bom trabalho com ilustrações bem bacanas. Vale ler e torcer (mesmo que seja pelo jacaré).

Sete Patinhos na Lagoa. Texto: Caio Riter. Ilustrações: Laurent Cardon. Editora Biruta, R$ 28 (brochura) e R$ 32 (capa dura)

sem comentários | comente

  • A + A -
  • Galeria Estadinho

Comentários recentes

  • olivio jekupe: hoje em dia os autores indígenas estão cada vez mais publicando seus trabalhos, aqui na nossa aldeia...
  • kellynha: adorei só algumas que é meio sem sentido !!!
  • loana de campos: Adorei a sua ideia, vou tentar fazer
  • Liane: Olha, isso da própria criança gerenciar sua leitura é bem interessante, assim como vários outros aspectos...
  • giovanna: nãão , gosteei muito ;[[

Enquete

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

Arquivo

Blogs do Estadão