ir para o conteúdo
 • 

Estadinho

ki.jpg

Kiara Terra vai contar histórias no Circuito Estadinho de amanhã (dia 26), às 15 horas, na Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos. Vai ter a de Obax, uma menina africana capaz de inventar casos incríveis, provando que o real pode ser magnífico. E também de um menino que virou amigo de um pinguim, cruzando os mares e vivendo aventuras preciosas. Ficou curioso para conhecer o final dessas aventuras?

Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos: Av. das Nações Unidas, 4.777, Alto de Pinheiros.

 

sem comentários | comente

  • A + A -

ETBM___final.jpg

 

Você mora em Amparo? Se a resposta for sim, você já tem compromisso marcado para o fim de semana: o Primeiro Encontro de Teatro de Bonecos Mamulengos de Amparo. O evento começou ontem (dia 23) e está recheado de coisas bacanas para os próximos dias. Dê uma olhada na programação abaixo e divirta-se!

25/05 – sexta-feira 

10h – Mestre Sáuba (Carpina-PE)

10h15 – Chico Simões – Taquatinga/DF
Mamulengo – Presepada
Brincadeira: “O Romance do Vaqueiro Benedito”

 15h – Mestre Sáuba (Carpina-PE)
Intervenção com a Boneca Lindolva

15h15 – Sebastian Marques (Campinas-SP)- CPTB-Centro de Pesquisa de Teatro de Bonecos
Associação Cultural Inventor de Sonhos
Brincadeira: “Bendito os Beneditos”

Local: Fundação São Pedro

20h – Mestre Sáuba (Carpina-PE)
Intervenção com a Boneca Lindolva

Local: Rodovia de Amparo

20h15 – Mestre Zé Lopes – Glória de Goitá/PE
Brincadeira: “A Fazenda do Coronel Mané Pacarú”

Local: Rodoviária Amparo (verificar o endreço e o nome da prefeitura.)


26.05 – Sábado

10h30 – Mestre Sáuba (Carpina-PE)
Intervenção com a Boneca Lindolva

11h00 – Cia. Carroça de Mamulengos

12h00 – Mestre Zé Divina (Glória de Goita/PE)
Brincadeira: “As Presepadas do Casamento de Praxedes”

Local: Praça Pádua Sales

Para maiores informações ligue para (19) 3808-5185.

 

sem comentários | comente

  • A + A -

(Por Natália Mazzoni)

O Grupo Passarinho, de Fábio Freire, Ademir Emboava e João Gabriel Manetti fez todo mundo que participou do último Circuito Estadinho sair da Livraria Cultura com o coração cheio de poesia.
Teve a história de um menino que fez um monte de amigos, de uma palavra nova que queria existir e de um português muito engraçado. E o mais gostoso foi ouvir as poesias lindas que o grupo declamava em forma de música e histórias. Foi uma hora que passou voando, bem rápido mesmo. Coisa boa é assim.
Veja fotos do evento na nossa galeria. E até o próximo.

sem comentários | comente

  • A + A -
19.maio.2012 07:00:19

Dieta animal

capa blog_2.jpg

Orangotango que toma iogurte,  tamanduá que come papinha e tigre que faz regime. Parece coisa de desenho animado, mas não é. O Estadinho invadiu a cozinha do Zoológico de São Paulo para descobrir o que os bichos comem. Não viu a reportagem ainda? Clique nas páginas abaixo. Depois, continue aqui para ler uma entrevista bem legal sobre o assunto.

Página 1

Página 2

Página 3

Página 4

A bióloga Patricia Alexandrini, do Setor de Alimentação Animal, do Zoológico de São Paulo conta mais curiosidades sobre a alimentação dos bichos.

Estadinho: Qual bicho come mais quilos de comida por dia?
Patricia Alexandini: O animal que recebe a maior quantidade de alimentos é o elefantes africano. Podem comer de 200 a 250 Kg diário de alimento. Porém, apenas cerca de 20 Kg compreende em ração, frutas e verduras. Grande parte de sua dieta é composta por volumosos, isto é, capim, alfafa e cana de açúcar.

Qual como mais vezes por dia?
O grupo que recebe mais vezes, isto é, a dieta fracionada em vários horários ao dia, são os primatas. Recebem comida, em média, três vezes ao dia.

Felinos fazem dieta de quinta e domingo, no Zoologico de São Paulo, certo?
O jejum dos felinos é uma alternativa para os aproximarmos (pelo menos um pouco) do comportamento alimentar em vida livre. Geralmente, os animais selvagens caçam e consomem grandes quantidades de alimento, permanecendo longo período em jejum.

O que eles fazem para manter a forma?
Todos os seres vivos podem ser acometidos por doenças metabólico – nutricionais (obesidade, desnutrição ou carência vitamínica-mineral). A dieta saudável é o ponto primordial para prevenção destas doenças. Uma dieta balanceada é a adequada para suprir as necessidades diárias e não aquela rica em pesos (quantidade). Mas, não podemos esquecer que a vida sedentária propicia principalmente a obesidade.

Algum outro está em regime?
Nós ficamos ”de olho” nas dietas de alguns animais e temos que colocá-los em protocolos de controle. Atualmente, temos um babuíno, uma gambá e um cachorro do mato vinagre. Além do regime de controle, temos alguns animais com apetite seletivo e temos que fazer um protocolo para ganho de peso, como um ouriço e um parauacu (primata).

Orangotango bebe iogurte por qual motivo?
Temos um exemplar de orangotango que recebe diariamente uma porção de iogurte com semente de linhaça. O principal objetivo é complementar a dieta com vitaminas e minerais necessários. A Shinta tem problemas dentários e, enquanto ela está em processo de reabilitação odontológica, oferecemos itens cozidos, pastosos e líquidos. No caso dela, a linhaça é o veículo rica em ômegas e que auxilia todo o processo de digestão.

Tem algum outro bicho que tem alguma dieta curiosa ou diferente?
Cada espécie apresenta alguns detalhes diferenciados em sua dieta. Por exemplo: pétalas de rosas na dieta de lagartos. Mirtilo (blueberry) na dieta de tucanos e araçaris. E temos iogurte como veículo de medicação. Mas, o principal é que os animais, como nós temos “gostos” isto é, paladares diferenciados.

Desde quando existe a fábrica de ração do zoo?
A fábrica foi inaugurada em maio de 2008  e produzimos até uma tonelada e meia por dia, variando de acordo com o consumo. Atualmente, nossa produção é apenas para consumo interno.

Há ração de rinoceronte no mercado?
O mercado comercializa alimentos para animais de produção, domésticos, pets ou silvestres legalizados. Como os mega vertebrados não são liberados para manutenção por particulares, como os pet, não há ração específica para eles. Já no caso do Zôo de São Paulo, temos rações próprias para nosso acervo de silvestres herbívoros, por exemplo, que são formuladas para suprir a necessidade de cada espécie.

Comida para gente e comida para bicho, qual a diferença no preparo?
Não deve ter diferença. O controle deve ser igual ao de humanos. Todas as normas são baseadas nas orientações da ANVISA e do Ministério da Agricultura. A aquisição dos itens segue o mesmo parâmetro que aquisição de alimentos para humanos, exigimos selos e todos os trâmites de fiscalização. As empresas fornecedoras são as mesmas de grandes supermercados e açougues. A única diferença é a forma de oferecimento, às vezes crus, cozidos, inteiros ou picados de acordo com a ecologia alimentar de cada grupo.

Gostou de aprender mais sobre a dieta dos bichos? Você pode testar seus conhecimentos sobre animais no Sua Vez dessa semana. Acertou tudo? Errou? Conta para a gente!

sem comentários | comente

  • A + A -

canon23_197.jpg
Fábio Freire, em uma de suas apresentações no Circuito Estadinho

O Circuito Estadinho deste sábado vai ser animado. O músico Fábio Freire, junto com o Grupo Passarinho, vai estar às 15 h na Livraria Cultura do Shopping Market Place contando muitas histórias cheias de músicas.
Se você aparecer por lá, no final da contação de histórias, vai poder conhecer de pertinho os instrumentos malucos que estarão por lá. É diversão na certa!

Livraria Cultura do Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902). É de graça!

1 Comentário | comente

  • A + A -
15.maio.2012 07:13:52

Contos do além

maluquinho.jpg

O Menino Maluquinho está assombrado! Ziraldo resolveu colocar o doidinho em 13 contos de terror e assombração. Tem Mula Sem Cabeça, Loira do Banheiro, Perna Cabeluda, vampiro, Lobisomem, casa mal-assombrada, fantasma, Bicho-papão, bruxa, gato preto e uma série de gritos nessas histórias em quadrinhos. Se tiver coragem, abra a primeira página de Maluquinho Assombrado (no fim, você vai ver que é mais para dar risada do que para sentir medo).

Maluquinho Assombrado. Autor: Ziraldo. Editora Globo Livros, R$ 32.

sem comentários | comente

  • A + A -

DSCF0410.JPG

Camila Andrade e Bebel Ribeiro da Conto em Cantos

(Por Natália Mazzoni)

O Circuito Estadinho do último sábado foi cheio de histórias de outros países. A que fez mais sucesso com as crianças foi a Varal de São Marmelo, um conto vindo do Peru, sobre uma mulher muito preguiçosa. Todos os dias quando acordava reclamava de dor nos cabelos, dor nos olhos, dor nos cotovelos… O marido, coitado, sofria para cuidar da casa, da horta, dos animais. Quer ver fotos das crianças ouvindo essa e outras histórias?

sem comentários | comente

  • A + A -
12.maio.2012 07:00:08

Piratas ao mar!

capa blog_1.jpg

Atenção marujos do barco Estadinho. Estamos sendo atacados por piratas e precisamos chegar antes deles na Ilhadotemastaescondido. A missão começa agora: você deve ler a reportagem da semana, descobrir qual animação de massinha sobre piratas estreou nos cinemas, o que é mito sobre pirataria no mar e aventurar-se no Jogo do Capitão. Boa sorte!

Página 1

Página 2

Página 3

Página 4

Especialista em piratas

pirata.jpg

 Dalton Maziero, historiador especialista em piratas

O Estadinho conversou com um marujo historiador especialista em piratas, Dalton Maziero, para que ele nos contasse alguns segredos dos piratas da vida real.

Estadinho: Como surgiram os piratas?
Dalton Maziero: Pirataria é uma das profissões mais antigas que existe. Sim! Antes mesmo dos gregos, homens lançavam-se ao mar em busca de presas. Muitos deles saqueavam com o intuito de investimento financeiro. Roubar era um ofício nos mares. E não eram apenas pessoas sem trabalho que faziam isso. Existiam homens com estabilidade financeira que roubavam no mar, com o intuito de ampliarem seus ganhos. Na América, os piratas surgiram com a exploração do continente e a criação das rotas navais de ouro e prata.

E as lendas sobre bichos marítimos?
A maior parte de lendas sobre bichos maritimos provém de acontecimentos reais que foram “apimentados” de boca em boca até transformarem-se em contos populares, normalmente retratados em pequenos livretos que eram vendidos nas ruas. Moby Dick foi um deles, baseado no fato real de um ataque de baleia cachalote. Muitos dos polvos e lulas gigantes existiam apenas nos mapas antigos para preenchimento de espaços geográficos, que eram pouco conhecidos. Mas também é verdade que alguns destes animais foram capturados e que apresentavam tamanhos bastante avantajados…

Mapas do tesouro existiam mesmo?
Bem, isso é criação de Stevenson em seu livro A Ilha do Tesouro. A esmagadora maioria dos piratas eram analfabetos. Não sabiam ler ou escrever, muito menos fazer um mapa. A maior parte também gastava o lucro de seus roubos de uma forma rápida. Fazer um mapa indicava que guardariam o saque por longo tempo, o que é pouco provável. Existem sim muitos mapas falsos no mercado, envelhecidos, com o famoso “X” marcando o tesouro. O que eles seguramente faziam eram memorizar referências do local, como rios, pedras, árvores, etc.

Ainda existem piratas?
A prática da pirataria nunca deixou de existir. Em nenhum momento da história. Os mares asiáticos (na China, Tailândia, Vietña, Coreia) sempre foram bastante ativos nesse sentido. Hoje ganha destaque na mídia um novo e poderoso foco de pirataria, como a muito não se via: a Somália. Localizada na África (acima de Madagascar, no leste africano), esses homens saqueiam todo e qualquer navio que frequenta o Oceano Índico. A Somália é um país sem governo, sem emprego, um dos mais miseráveis economicamente no mundo. Totalmente desestabilizado. Pirataria lá é uma forma de sobrevivência. Estas pessoas vivem em povoados e aldeias litorâneas com pouca ou nenhuma infraestrutura. Os piratas da Somália recebem financiamento de organizações muçulmanas, do tráfico de armas. Existem muitos e obscuros interesses internacionais nisso, inclusive de países europeus que, “teoricamente” combatem a pirataria. É uma guerra velada que movimenta muito dinheiro…

Para colorir

Se você já foi ao cinema assistir Piratas Pirados pode imprimir desenhos do filme para colorir. Tem a Polly, a ave rara mascote do barco, e o Capitão, o mais pirado da turma. Se você ainda não viu, pode fazer a sua versão dos personagens assistindo ao trailer do filme. Olha só.

comentários (2) | comente

  • A + A -

andi_gabriela.jpg

Quem gosta de ouvir histórias não pode perder o Circuito Estadinho deste sábado, na Livraria Cultura do Shopping Bourbon (Rua Turiassú, 2100, Pompéia). Camila Andrade e Bebel Ribeiro da Conto em Cantos buscaram inspirações em contos de países latinos para explicar porquê o cachorro é inimigo do gato, que é inimigo do rato.  E como a sacola de um caboclo brasileiro conseguia adivinhar muitas coisas. Enigmático, não é? Quem aparecer por lá vai ouvir essas e outras histórias.
O evento acontece às 15 h e é de graça!

 

sem comentários | comente

  • A + A -
11.maio.2012 07:00:44

Quem será?

quem1.jpg

(Por Aryane Cararo)

O livro Quem É Ela?, de Eliane Pimenta, e lindamente ilustrado por Ionit Zilberman, propõe uma espécie de adivinha. Quer tentar identificar? Vamos dar aqui algumas pistas:

- tem pernas de guepardo para correr rápido;
- braços de polvo para segurar as coisas;
- ouvidos de elefante;
- barriga de ursa;
- e boca de maritaca.

Faça suas apostas. A resposta a gente não pode contar. Mas garantimos que você conhece uma!

Quem É Ela? Texto: Eliane Pimenta. Ilustrações: Ionit Zilberman. Editora Brinque-Book, R$ 28.

 

 

sem comentários | comente

  • A + A -
  • Galeria Estadinho

Comentários recentes

  • olivio jekupe: hoje em dia os autores indígenas estão cada vez mais publicando seus trabalhos, aqui na nossa aldeia...
  • kellynha: adorei só algumas que é meio sem sentido !!!
  • loana de campos: Adorei a sua ideia, vou tentar fazer
  • Liane: Olha, isso da própria criança gerenciar sua leitura é bem interessante, assim como vários outros aspectos...
  • giovanna: nãão , gosteei muito ;[[

Enquete

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

Arquivo

Blogs do Estadão