ir para o conteúdo
 • 

Estadinho

14.maio.2011 06:55:58

Brincando de cientista

O Estadinho convida você agora para uma viagem pelo espaço. Nós vamos decolar de um lugar chamado Catavento Cultural e Educacional, que ocupa um prédio histórico muito bonito no centro de São Paulo, chamado Palácio das Indústrias. Depois, voltamos para o ponto de partida, para falar de todas as coisas interessantes que existem no Catavento. São 250 instalações, que falam de astronomia, química, física e uma série de assuntos que despertam o cientista curioso em cada um. São 12 roteiros para percorrer quatro seções: engenho, vida, universo e sociedade. O bacana é que a maioria das atrações é interativa: você pode tocar, escutar, participar e até jogar. Está pronto?

lua.jpg

Acabamos de pousar na lua. Está vendo aquela bola azul e branca? É o planeta Terra. Olhando para cima, você enxerga milhares de estrelas. E para baixo vê uma pegada que pode ser de Neil Armstrong ou Edwin “Buzz” Aldrin, os primeiros homens a pisar na lua, em 1969. Ali, um educador vai explicar que as roupas protegem os astronautas contra a falta de gravidade (sem ela, os corpos explodiriam). Quer dizer que, se tirar o capacete fora da nave, a cabeça explode? Explode, sim. E se faltar oxigênio durante um passeio? Ah, eles planejam tudo direitinho para nunca faltar ar.

“É legal identificar o lugar que a gente vive. Moramos na casquinha do planeta e não no interior, como pensam algumas crianças”, conta a educadora Livia Aceto, responsável pela área de astronomia do Catavento. Da lua, comece a explorar outras estrelas, meteoros e astros. Olhando para cima, há várias constelações. Será que você reconhece alguma? Consegue imaginar outro desenho e inventar sua própria constelação? Ah, pelo menos a Cruzeiro do Sul você  identifica (tem um espaço só para ela na exposição). Mais alguns passos e você dá de cara com um meteorito de verdade!

meteorito.jpg

“Os meteoritos se formaram junto com os planetas, no início do sistema solar. Eles têm 4 bilhões de anos, no mínimo”, conta Livia. Este ficou vagando pelo espaço até cair, há 6 mil anos, num lugar chamado Campos del Cielo, que fica na província de Chaco, Argentina. Foi descoberto em 1576 e pesa 8,37 quilos. Quer tocar? Pode passar a mão, é permitido! Ao lado, há também uma réplica de meteoro. E, um pouco mais para frente, um painel bem legal com vários buraquinhos. Neles, há fotos de Marte, de supernovas, de estrelas, tudo como se você estivesse observando pelo telescópio Hubble. Agora, siga para a luz laranja.

sol.jpg

Já identificou o que é? É o sol. Ali, você vê direitinho como é formada essa bola de fogo, as labaredas que saem da superfície e seu interior incandescente. E descobre que ele não é um círculo liso, como parece daqui da Terra. Então, vá à parede em que você consegue escutar os mais diferentes barulhos do espaço: tempestade solar, supernova de vela, vento solar, pulsares…

Terminado isso, garanta seu lugar no passeio interplanetário, em que um vídeo simula uma voltinha pelo universo. Até parece que você está vendo tudo da janela da espaçonave. E finalize a viagem vendo mais curiosidades sobre supernovas, buraco negro, Via-Láctea e estrelas nos painéis espalhados pela sala. A aventura espacial acaba aqui, mas no Catavento tem coisa de montão para ver. Vamos continuar o passeio por lá? Siga-nos:

cabelo.jpg

É de ficar com os cabelos em pé, de tanta experiência interessante. A que as meninas estão experimentando na foto chama-se Gerador de Van de Graaff. ”Os elétrons (partículas minúsculas) saem pelas extremidades do corpo, cabelo ou pelo”, explica a monitora aos alunos. Mas dá choque? “Fiquei com medo de morrer, mas não senti choque”, conta Thamires Sandrielli, de 12 anos. “Fez só coceguinha”, emendou a amiga Rayane Honorato, 12.

meninas.jpg

As irmãs Melissa e Beatriz Carboniell Domingues da Silva, de 9 e 5 anos, de Jandira, fizeram várias experiências por ali. Numa delas, sentaram em uma cadeira, que era girada por um educador. Ele pedia para elas abrirem braços e pernas, depois ficarem bem encolhidas. O que elas descobriram? “Se abrir a perna e o braço, gira fraco. Se fechar, gira forte”, conta Beatriz. Essa é uma experiência que você pode fazer em casa. Mas é só no Catavento que você conhece uma casa maluca, o lugar que as irmãs mais gostaram do passeio.

A casa maluca é realmente maluca, a intenção é confundir todo mundo: você joga água numa canaleta e parece que ela sobe em vez de ir para baixo, a bolinha vai para cima da mesa em vez de descer, o relógio parece bem torto, mas ele está alinhado, levantar da cadeira é uma dificuldade…

circulo.jpg

Saindo dali, você encontra mistérios como o ilusão de espiral. É assim: a educadora gira o painel, você se concentra no ponto preto e, quando tira o olho dali, continua enxergando tudo girando. Maluco, não? E será que você consegue resolver os enigmas abaixo?

pontos.jpg

bola.jpg

Pertinho dali, você encontra um estúdio de TV e pode participar de um programa (é preciso ter 10 pessoas, no mínimo), e também entende como o cinema faz para os personagens se moverem. Depois, entra em outra sala e mergulha no mundo da biologia. Ali, há esqueletos, reprodução de algumas partes do corpo e crânios para mostrar como foi a evolução do homem. Aí embaixo você vê o primeiro crânio e o último.

caveira1.jpgcaveira2.jpg

Então, chega a ala dos bichos. Você pode parar para escutar cantos dos mais diferentes pássaros e tentar identificar se algum deles canta pelo seu bairro. Ou segue para ver os artrópodes, como a aranha aí embaixo.

aranha.jpg

Se der alguns passos para o lado, vê como é a estrutura por dentro de vertebrados como o peixe-galo e a rã.

peixe.jpgra.jpg

E mais à frente, depara-se com o viveiro do bicho-pau, com uma réplica de formiga gigante e mais centenas de borboletas em um painel. Partindo para outra sala, a interatividade é ainda maior: começam os jogos (e tem até painel para escalada).

Num deles, você participa de grandes decisões da História. Numa hora é um soldado romano ajudando Júlio César a decidir se devem invadir Roma ou não, na outra, pode fazer parte do senado. Já na sala de nanotecnologia, os jogos simulam um laboratório virtual e você joga, por exemplo, para curar as células. E como o assunto é saúde, passe depois na ala de gastronomia. Lá, você faz uma consulta nutricional para saber se o que anda comendo está correto (tudo pelo computador).

aviao.jpg

Do lado de fora do Catavento, a diversão continua. É que peças do Museu de Tecnologia de São Paulo estão expostas lá. Mas não são quaisquer pecinhas: tem um avião DC-3 do ano de 1936, três locomotivas do século 19 e 20, antigas máquinas de limpeza da cidade, carroças, charretes… É tanta diversão que, no fim do dia, você ainda vai querer (e precisar) voltar.

Catavento Cultural e Educacional
Palácio das Indústrias: Parque Dom Pedro II, Centro, São Paulo. Aberto de terça a domingo, das 9 h às 17 h (bilheteria fecha às 16 h). Ingressos: R$ 6 (meia-entrada para estudantes e idosos). Recomendação: a partir de 6 anos.
www.cataventocultural.org.br

 

comentários (2) | comente

  • A + A -
2 Comentários Comente também
  • 15/05/2011 - 11:14
    Enviado por: Ericson

    Legal.. Só mesmo em São Paulo para encontrarmos lugares interessantes para visitação como este.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/08/2011 - 01:49
    Enviado por: Irma Maria Lustro Moraes

    Estou ansiosa para conhecer junto com os meus alunos da EE. Gregorio Bezerra (Diadema). O passeio está programado para 25/08/2011. Após esta data, prometo fazer meu comentário.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

  • Galeria Estadinho

Comentários recentes

  • olivio jekupe: hoje em dia os autores indígenas estão cada vez mais publicando seus trabalhos, aqui na nossa aldeia...
  • kellynha: adorei só algumas que é meio sem sentido !!!
  • loana de campos: Adorei a sua ideia, vou tentar fazer
  • Liane: Olha, isso da própria criança gerenciar sua leitura é bem interessante, assim como vários outros aspectos...
  • giovanna: nãão , gosteei muito ;[[

Enquete

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

Arquivo

Blogs do Estadão