ir para o conteúdo
 • 

Estadinho

30.novembro.2010 16:18:26

Ria um pouco mais

capa.jpg 

O Estadinho do dia 20 de novembro falou sobre piadas. No final, pedimos para os leitores mandarem uma piada bem engraçada para a gente. Ainda tem gente enviando suas anedotas. Veja só algumas:

Como um elefante passa por baixo da porta?
- É só colocar ele num envelope.

E como faz para ele não passar embaixo da porta?
- É só dar um nó no rabo dele.

Piadas enviadas por João Bachiega Kolokathis, 5 anos, Campinas, SP

 

O que os índios canibais vegetarianos comem?
- A batata da perna!

Piada enviada por Alexia Costa Polloni, 10 anos, São Paulo, SP 

Era uma vez uma menina que tinha um cachorrinho minúsculo e pôs no portão de sua casa uma placa dizendo: “Cuidado com o cachorro”. Quando a mãe da menina viu, ela perguntou:
- Filha, por que você pôs esta placa, hein?
E ela respondeu:
- Para não pisarem nele, ué!

Piada enviada por Cecilia Pereira

 

O que é  um pontinho prata, no meio de uma árvore?
- Uma formiga de aparelho!!

O que são dois pontinhos, um verde e um amarelo, no meio de uma floresta?
- A Ana Maria e Loro José entrevistando animais.

O que a letra N falou para a letra Z?
- Quer uma ajuda para deitar?

O que a ilha falou para a letra A?
- Nós estamos no meio do mAr.

O que o número 1 disse para o número 4?
- Você tem pernas cruzadas

Qual é o cúmulo do arrepio?
- Descer em um tobogã de estilete, e mergulhar em uma piscina de vinagre.

O que quando usa não consegue ver, e quem vê não quer usar?
- Caixão. 

Piadas enviadas por Gabrielle Martins, 12 anos 

O que é um pontinho azul dentro da boca?
- É um bluetooth Sds

 Piada enviada por Alexandre Chatziefstratiou

sem comentários | comente

  • A + A -

Na Fabriqueta de Ideias de sábado (dia 27), a escritora Katia Canton falou sobre como o artista italiano Giuseppe Arcimboldo criou sua própria forma de fazer arte, compondo retratos com alimentos. Veja um exemplo aí abaixo, que leva o título Outono:

arcimboldo.jpg

No final, ela propos que cada um pegasse folhas, flores e frutas em casa e montasse uma obra. O João Bachiega Kolokathis, de 5 anos, que mora em Campinas (SP), aceitou o convite e fez um lindo retrato. “Minha obra representa o outono, porque o esquilo está juntando castanhas”, explicou ele. Nós adoramos!!! Veja que legal que ficou:

esquilo.jpg

Parabéns, João! Seu esquilo ficou muito bacana!

 

Achou interessante? Quer saber mais sobre quem foi esse tal de Arcimboldo? Veja o que a Katia contou:

Giuseppe Arcimboldo (1527- 1593) foi um artista italiano da Renascença. Ele começou a pintar com seu pai, na cidade de Milão. Logo seu talento foi reconhecido e ele virou aluno de Leonardo da Vinci. Arcimboldo também foi convidado a se tornar um artista da corte do rei Fernando I, em Praga, atual capital da República Tcheca.

Nas horas vagas do seu trabalho, que era o de fazer retratos das pessoas importantes da corte, Arcimboldo criou um estilo que o distinguiria de outros pintores para sempre: passou a retratar pessoas, mas não como elas são vistas, e sim com figuras de animais, vegetais e outros materiais naturais, como em uma colagem.

Uma de suas obras mais famosas é a série Quatro Estações (pinturas realizadas em 1573, que pertencem ao Museu do Louvre, em Paris). A tradição de pintar pessoas de acordo com as estações do verão, outono, inverno e primavera já existia desde o Império Romano. Mas nunca ninguém tinha usado os elementos da natureza para compor esses retratos!

 

 

comentários (2) | comente

  • A + A -
29.novembro.2010 18:00:54

Meu desenho

d14.jpg

Isabella Aziani Bertolli, 5 anos
Avaré, SP

sem comentários | comente

  • A + A -
29.novembro.2010 17:37:14

Procura-se um leão

adamastor_300.jpg

Atenção, senhoras e senhores: o Gran Circo Irmãos Molina está na cidade! E com tudo o que um grande circo que se preze tem: palhaço, bailarina, mágico, trapezista, mulher barbada e até um leão. Ele mesmo, O Leão Adamastor.

Todo mundo queria ver o imenso leão, o rei dos animais, o grande e terrível bichano. Adamastor morria de orgulho de ser um leão.

Um dia, o engolidor de fogo começou a se sentir mal. De tão doente, passou a cuspir imensas labaredas por todos os lados. Sem querer, fez o circo inteiro pegar fogo.

Todos saíram correndo do circo, morrendo de medo. Quando finalmente conseguiram dar um jeito nas chamas, perceberam que o leão tinha sumido!

Adamastor aproveitou a confusão para dar o fora da jaula. Ele foi parar na floresta, onde já foi reivindicando sua condição de rei. Mas os animais nunca tinha visto um leão na vida, e morreram de rir dele. Parecia mais um gato grande com peruca descabelada!

Sem as mordomias do circo, e também sem se lembrar como caçar, Adamastor morria de saudades da sua terra natal, a África. Como ele não conseguia se virar na floresta, teve uma brilhante ideia: se disfarçar de cachorro para viver na cidade, como cão de guarda de alguém.

Só que o pobre Adamastor mal sabia que na cidade existem as carrocinhas…

Neste livro, Ricardo Azevedo conta as 1.001 aventuras desse leão que só se mete em enrascadas depois de fugir do circo. E dá uma gostosa lição sobre tentar ser quem você não é, no lugar que não serve para você.

Será que O Leão Adamastor vai virar para sempre O Cachorro Adamastor?

O Leão Adamastor
(13ª edição)
Texto e ilustrações: Ricardo Azevedo
Editora Formato
Páginas: 48
Preço: R$ 25,50

sem comentários | comente

  • A + A -
29.novembro.2010 07:00:39

Meu desenho

d13.jpg

Ana Thais Rangel Tonarque, 6 anos
São José dos Campos, SP

sem comentários | comente

  • A + A -
28.novembro.2010 17:00:30

Meu desenho

d12.jpg

Milena Fernandes Libório, 9 anos
São Paulo, SP

sem comentários | comente

  • A + A -
28.novembro.2010 07:00:52

Meu desenho

d11_1.jpg

Lívia Mateus Silva, 7 anos,
Dracena, SP

sem comentários | comente

  • A + A -
27.novembro.2010 17:00:50

Meu desenho

d10.jpg

Lara Barone Martineli, 7 anos
São Paulo, SP

sem comentários | comente

  • A + A -

6.jpg

Para fazer essa borboleta de garrafa pet, que o Professor Sassá ensinou hoje no Estadinho de papel, você vai precisar de:

- Garrafa pet
- Vinil adesivo (pedaço de 30 cm x 20 cm)
- Espiral de caderno
- Cordão (quatro tiras, cada uma com 15 cm)
- Contas de bijuteria
- Tesoura de ponta redonda
- E.V.A.
- Cola de E.V.A.
- Tachinha

1_1.JPG

1 – Encape a garrafa pet com vinil adesivo, na cor que preferir. Corte um pedaço que seja suficiente para dar a volta na embalagem.

2_1.JPG

2 – Imprima aqui o molde da asa da borboleta. Depois, recorte-o e passe-o para o E.V.A. Cole-o na garrafa.

3_1.JPG

3 – Recorte as outras partes que estão no molde: olhos, boca e nariz. Passe tudo para o vinil adesivo, mas preste atenção nas cores. Para fazer o nariz, que é a tampa da garrafa, faça outra bolinha do mesmo tamanho. Por último, cole tudo na embalagem.

4_1.JPG

4 – Pegue o cordão, dê um nó em uma das pontas e coloque algumas contas ou miçangas. Agora, dê outro nó para elas não escaparem.

5.jpg

5 – Faça uma bolinha de vinil adesivo e use-a para fixar o cordão no corpo da borboleta. São quatro cordões, hein!

1_2.JPG

6 – Corte outra bolinha de vinil adesivo e cole na tampa da garrafa (para fazer o nariz da borboleta). Então, pegue uma tachinha e faça um furo onde começa a asinha. E pronto! Agora, encaixe a espiral dentro do furo e gire. Brinque com ela como se fosse uma mola. E bom voo!

comentários (3) | comente

  • A + A -
27.novembro.2010 08:10:30

Você é curioso?

Se a resposta é sim, você certamente vai gostar da reportagem de capa de hoje (dia 27) do Estadinho (de papel) e dessas duas dicas de livros logo aí embaixo.

3.JPG

O primeiro, Brevíssima História de Quase Tudo, reúne capítulos completamente malucos de tão interessantes para falar sobre as coisas do mundo. Concha alpinista, evolução da vida no planeta e sal assassino são apenas alguns dos assuntos que ele aborda. E tudo isso, feito a partir de pesquisas, foi ideia do jornalista e escritor americano Bill Bryson, que quis reunir num só livro as coisas relacionadas à Ciência que ele mesmo vivia se perguntando. “Alguma vez você fechou os olhos e tentou imaginar o tamanho do infinito? Ou o que existia antes de surgir o universo? Ou como seria viajar na velocidade da luz ou espiar o interior de um buraco negro?” Viaje no livro e tente descobrir com o autor.

Brevíssima História de Quase Tudo
Autor: Bill Bryson
Editora: Cia. das Letrinhas
Preço: R$ 48

4.JPG

Com duas mil curiosidades, o superguia Saiba Tudo! traz textinhos curtos com fatos que você nem imagina. Ou será que imagina? De tão curioso, ele é dividido em temas e tem sempre uma seção nomeada como “Você não vai acreditar, mas…”. Isso aparece em todas as páginas, de todos os assuntos. Então, por exemplo: “Você não vai acreditar, mas… Em 1900, havia cerca de 8 mil carros nos Estados Unidos. Cem anos depois, já havia 600 milhões de carros no mundo. Outra coisa inacreditável é que embora muitos astronautas tenham tocado instrumentos musicais enquanto estavam no espaço, fora da espaçonave tais instrumentos não emitiram som algum porque não há atmosfera na qual o som possa se propagar”. E só para terminar, “você não vai acreditar, mas… Pode -se levar uma década para fazer um único game, mas em média demora entre um e três anos, e o processo de desenvolvimento pode custar dezenas de milhões de dólares. O jogo mais caro já feito foi Shenmue, que teria custado 70 milhões de dólares”.

Saiba tudo!
Editora: V&R
Preço: R$ 68,90

sem comentários | comente

  • A + A -
  • Galeria Estadinho

Comentários recentes

  • olivio jekupe: hoje em dia os autores indígenas estão cada vez mais publicando seus trabalhos, aqui na nossa aldeia...
  • kellynha: adorei só algumas que é meio sem sentido !!!
  • loana de campos: Adorei a sua ideia, vou tentar fazer
  • Liane: Olha, isso da própria criança gerenciar sua leitura é bem interessante, assim como vários outros aspectos...
  • giovanna: nãão , gosteei muito ;[[

Enquete

Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

Arquivo

Blogs do Estadão