ir para o conteúdo
 • 

Estadão Urgente

13.junho.2013 16:10:30

Quarto ato contra aumento da tarifa de ônibus em SP tem novos confrontos

1h02 -Veja fotos da passeata e do confronto entre a PM e os manifestantes:

00h21 – Veja Galeria de Fotos do protesto

23h38 – O Movimento Passe Livre (MPL) já marcou um outro protesto para a segunda-feira, 17, às 17h, no Largo da Batata, em Pinheiros.  Uma outra manifestação, sendo divulgada no Facebook por três pessoas,  foi agendada para esta sexta-feira, 14. O evento terá  concentração às 17h, em frente à Rede Globo, no Itaim Bibi.

23h36 – Veja vídeo da Tropa de Choque postado postado no Youtube:

 

23h10 – Apesar de alguns pequenos focos de hostilizada entre grupos reduzidos de manifestantes e a PM, a situação foi controlada pela polícia.

22h31 – Durante os confrontos, há cerca de  uma hora e meia, um morador de rua de 14 anos foi atingido por uma bala de borracha quando caminhava pela Avenida Angélica, esquina com a Rua Sergipe, sentido centro. “Vi os manifestantes correndo e quando eu vi tinha um bagulho na minha perna (marca de tiro)”, disse o adolescente, chorando.

Algumas pessoas carregaram o jovem por dois quarteirões até uma farmácia, onde uma enfermeira que passava pela rua e funcionários da drogaria fizeram um curativo. Em seguida, a psicóloga Ada Schermann e o seu marido levaram o adolescente para o Hospital das Clínicas. “Isso é uma das tantas barbáries que estão acontecendo nesse protesto. Isso  prova que qualquer pessoa que esteja passando é uma vítima em potencial”. O garoto disse que veio de São Vicente, na Baixada Santista, para São Paulo há cerca de um mês e que mora na Rua Sete de Abril.

21h45 – O trânsito na Avenida Paulista foi liberado há pouco. A Tropa de Choque continua contendo grupos menores. Acompanhe a situação do trânsito em tempo real.

21h07 – Também há confrontos entre a polícia e manifestantes no lado dos Jardins.  O comércio e está fechado.

20h52Avenida Paulista está interditada nos dois sentidos.  Policiais avançam em linha, fazendo um cordão de isolamento que ocupa todas as faixas dos dois lados. Confrontos se repetem  a todo momento no cruzamento com a Rua Augusta, onde  a PM dispersa os manifestantes com balas de borracha e bombas  de gás. A polícia tenta a todo custo evitar que os manifestantes se reagrupem.

20h47 – Uma repórter do jornal Folha de S. Paulo foi baleada no olho com uma bala de borracha. Segundo Giuliana Vallone, da TV Folha, ela estava em um estacionamento na Rua Augusta quando uma viatura da Rota se aproximou em baixa velocidade e um PM que estava no banco de trás atirou contra ela. Repórteres do Estado de S. Paulo também presenciaram ações questionáveis da Rota. Dois deles foram alvos de uma ação semelhante, na qual uma viatura se aproximou e disparou bombas de gás lacrimogêneo tentando acertá-los. Não havia conflito e nenhuma concentração de manifestantes na ocasião.

Repórter do jornal Folha de S. Paulo atingida no olho por uma bala de borracha. Disparos foram feitos por homens da Rota, em um ponto onde não havia conflito, segundo ela. Foto: Diego Zanchetta/Estadão

20h27 - Embora a Consolação esteja liberada, a Rua Augusta segue interditada. Os manifestantes tentam acessar a Avenida Paulista, por meio de ruas paralelas na Bela Cintra. A massa ora se reagrupa, ora se dispersa,  e a PM se desloca para conter o avanço dos blocos.

20h25 – A Secretário de Segurança Pública de SP, Fernando Grella, afirmou em nota que determinou que a Corregedoria da Polícia Militar apure episódios envolvendo fotógrafos e cinegrafistas durante manifestação realizada nesta quinta-feira  no centro de São Paulo.

20h23 - Anistia Internacional divulga nota sobre as manifestações contra o aumento da tarifa de ônibus em São Paulo e no Rio. Leia a íntegra do comunicado:

“A Anistia Internacional vê com preocupação o aumento da violência na repressão aos protestos contra o aumento das passagens de ônibus no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Também é preocupante o discurso das autoridades sinalizando uma radicalização da repressão e a prisão de jornalistas e manifestantes, em alguns casos enquadrados no crime de formação de quadrilha.

O transporte público acessível é de fundamental importância para que a população possa exercer seu direito de ir e vir, tão importante quanto os demais direitos como educação, saúde, moradia, de expressão etc.

A Anistia Internacional é contra a depredação do patrimônio púbico e atos violentos de ambos os lados e considera urgente o estabelecimento de um canal de diálogo entre governo e manifestantes para que se encontre uma solução pacífica para o impasse.

É fundamental que o direito à manifestação e a realização de protestos pacíficos seja assegurado.”

20h08 – Neste momento, os manifestantes estão separados em grupos menores e decidem que rumo tomar. Cerca 30 carros da polícia, bombeiros e dois regimento da Cavalaria subiram  a Consolação:

 

20h02 – A polícia segue contendo  os manifestantes e para evitar que cheguem à Avenida Paulista, como nas marchas anteriores.

Policiais fazem bloqueio na altura da Rua Maria Antônia. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

19h58 – Linha do tempo: veja como foram os três últimos protestos.

19h53 – Na Rua Frei Caneca, altura do 1058, a Tropa de Choque desceu a rua jogando bombas. Não tinha manifestantes no local.

19h50 – A CET recomenda aos motoristas evitarem a região da Rua Augusta e a Consolação. Acompanhe a situação do trânsito.

19h47 - A Tropa de Choque corta o caminho dos manifestantes na Rua Caio Prado e joga bombas entre os carros. As pessoas se dispersaram e alguns voltaram em direção à Roosevelt.

19h44 – Mais cedo, ainda no início do protesto, por volta das 17h30, um fotógrafo foi detido por policiais:

Fotógrafo é detido pela polícia perto do Viaduto do Chá, onde fica a sede da Prefeitura. Foto: Alex Silva/Estadão

19h42“Considero legítima toda e qualquer forma de manifestação e expressão. O que a cidade repudia é a violência”, disse o Prefeito Fernando Haddad. Ele reiterou que o valor da passagem não será mudado.

19h40 – RIO DE JANEIRO - Uma parte dos manifestantes que participam da passeata contra o aumento das passagens de ônibus deixou a avenida Rio Branco, no centro da cidade, e seguiu pela Almirante Barroso, onde passou a hostilizar uma equipe da TV Globo, que participa da cobertura da manifestação.  Apesar do clima tenso, não há registros de confrontos entre policiais e manifestantes até agora. (Heloisa Aruth Sturm)

19h31 – Grupo sobe a Augusta  entre os carros em direção à Avenida Paulista. Diversas pessoas estão sendo paradas para revista. Viaturas da GCM e um caminhão da Tropa de Choque dão cobertura.

19h29 – Manifestantes já chegaram à Rua Augusta. O major Lidio Costa Junior, do Policiamento de Trânsito da PM disse que a situação está fugindo do controle: “Não nos responsabilizamos mais pelo que vai acontecer”.

19h24 – Manifestantes montaram barricadas de fogo na Consolação e na Rua Rego Freitas. Eles jogam pedras e rojões contra a PM. O bloco está na rua Caio Prado e gritam em  coro: “Augusta, Augusta”, para onde devem se dirigir.

19h15 – Depois de cerca de dez minutos de incerteza os manifestantes resolveram seguir até a Assembleia Legislativa, no Ibirapuera, descendo a Consolação e pegando a Avenida Brasil.Enquanto estava tendo essa discussão parte dos manifestantes furou o bloqueio,  mas o Choque já estava na Rua Maria Antônia. Foi quando teve início um confronto. Motoristas ficaram no fogo cruzado.

19h00 – Os manifestantes já chegaram à Praça Roosevelt e as lideranças negociam com a PM se poderão ou não seguir até a Avenida Paulista. Eles não conseguiram autorização e  furaram o bloqueio, indo pela Consolação. A PM tenta fazer outros bloqueios.

18h49 – Os manifestantes estão agora na Rua da Consolação, já próximos à Praça Roosevelt, que, teoricamente, seria o ponto final da marcha.

18h39 – A Secretaria de Segurança Pública de SP informou que 68 pessoas já foram presas até o momento durante os protestos contra o aumento da  tarifa de ônibus. Elas estão sendo levados para um ônibus da PM parado perto do Teatro Municipal.

A pasta também informa que o jornalista da Carta Capital Piero Locatelli, detido pela PM, vai ser liberado do 78º DP (Jardins). Segundo a secretaria, ele foi preso porque estava com vinagre na bolsa – o produto seria usado para neutralizar o efeito de bombas de gás lacrimogêneo. A secretaria informou que um segundo jornalista também foi preso por ter “tentado evitar uma prisão”. No começo do ato, ainda durante a tarde, a PM chegou a usar gás de pimenta para dispersar repórteres que tentavam se aproximar durante uma prisão:

 

18h31 - Integrantes da Juventude do PT compareceram ao menos com 5 bandeiras ao ato e foram hostilizados pela multidão. Quando passaram a tremular as bandeiras, cerca de 2 mil pessoas presentes na frente do Teatro Municipal: “Fora PT! Vai tomar no c…” Erick Bouzano, presidente do Diretório Municipal da Juventude do PT, explicou que só a Executiva Estadual sinalizou apoio ao protesto. “Achamos importante participar”, disse.

18h29 – Integrantes da Juventude do PT compareceram ao menos com 5 bandeiras ao ato e foram hostilizados pela multidão. Quando passaram a tremular as bandeiras, cerca de 2 mil pessoas presentes na frente do Teatro Municipal: “Fora PT! Vai tomar no c…” Erick Bouzano, presidente do Diretório Municipal da Juventude do PT, explicou que só a Executiva Estadual sinalizou apoio ao protesto. “Achamos importante participar”, disse.

18h25 – Manifestantes seguem pela Praça da República. De acordo com a PM, o combinado com as lideranças é que eles sigam pela Avenida Ipiranga até chegar à Praça Roosevelt.

18h24 - RIO DE JANEIRO – Manifestantes contrários ao aumento das passagens de ônibus acabam de iniciar uma passeata pela Avenida Presidente Vargas e seguirão pela Avenida Rio Branco, no centro da cidade. A concentração aconteceu sem incidentes, em frente à igreja da Candelária.

Sindicalistas, integrantes de movimentos sociais e estudantes se revezaram em discursos no carro de som. Um grupo de indígenas assiste à mobilização. A manifestação reúne militantes que levam bandeiras de partidos como PSTU e PSOL, mas também muitas pessoas com bandeiras com a inscrição “nenhum partido me representa”.

Alguns manifestantes usam máscaras cirúrgicas, como proteção para gás lacrimogêneo, no caso de confronto com a polícia. Os policiais militares, por enquanto, apenas acompanham a manifestação. A passeata vai até a Cinelândia. (Heloisa Aruth Sturm e Fabio Grellet)

18h10 – O repórter Piero Locatelli, da revista Carta Capital, foi detido pela PM e levado ao 78º DP (Jardins).  O motivo da prisão não foi esclarecido.

18h05 – Primeira manifestação pela redução da tarifa de ônibus em São Paulo foi na quinta-feira passada, 6. Na ocasião, a Avenida Paulista chegou a ser fechada.

 

18h03- Trânsito está interditado na Rua Xavier de Toledo.  O trânsito segue lento nos acessos à região dos viadutos 9 de Julho e Jacareí,  nas ruas Maria Paula e da Consolação e também na Avenida Rebouças, sentido centro.

17h57 – Vias no entorno do Teatro Municipal  começam  a ficar interditadas. Veja situação do transito na região

17h43 – Ao menos uma bomba de gás foi usada pela PM para conter um princípio de  tumulto, quando PMs acompanhavam manifestantes detidos para averiguação. Veja como foi a terceira manifestação contra a tarifa:

17h19 – Diversas pessoas portando vinagre e mesmo  profissionais da imprensa estão sendo revistados. O repórter do Estado Renato Vieira também foi abordado por um PM para revista.

17h17 – O Movimento Passe Livre (MPL) divulgou nota em sua página no Facebook sobre as prisões realizadas na terça-feira, 11.

17h09 – O entorno do Teatro Municipal já está tomado por manifestantes. As lideranças do Movimento Passe Livre, no entanto, ainda não chegaram.

Veja a concentração para o protesto:

16h57Dezesseis  jovens foram detidos e passam por triagem em uma espécie de Q.G montado pela PM em um prédio próximo à Praça do Patriarca. Segundo a polícia, eles portavam facas e combustível. A reportagem também constatou que pessoas portando vinagre, usado para neutralizar o efeito de bombas de gás lacrimogêneo, também foram detidas. Um policial alegou  que os manifestantes foram revistados porque estariam “com um produto estranho”.

16h51 – O motorista que circula na região central de São Paulo deve ficar atento com a possibilidade de interdição de vias. A greve dos trens da CPTM, válida desde a manhã desta quinta-feira, 13, é outro motivo de alerta.  O excesso de carros nas ruas fez  com  que a cidade repetisse seu recorde de lentidão: 148 km registrados às 11h, o mesmo volume do recorde do ano no horário de pico matinal (que vai das 7h às 10h), ocorrido às 9h do dia 5 de abril. Acompanhe o Blog do Trânsito ao vivo e veja como escapar dos congestionamentos.

16h41 – O comércio no entorno do Teatro Municipal começou a fechar.  A maioria dos  bares e restaurantes já baixou as portas e até uma faculdade, a Uniesp,  suspendeu as provas por conta do ato.  A Tropa de Choque da PM já está posicionada próxima ao Teatro Municipal.

16h39 –  O governador Geraldo Alckmin (PSDB) descartou novamente nesta quinta-feira, 13, a possibilidade de reduzir as tarifas de ônibus, trens e metrô pelos próximos 45 dias no Estado, conforme sugestão feita pelo Ministério Público, por intermédio do promotor de Habitação e Urbanismo, Maurício Lopes.  “As manifestações são naturais e legítimas e fazem parte do processo democrático. O que não podemos concordar é com a baderna e a depredação do patrimônio público, deixando um rastro de destruição por onde passa, além de prejudicar o usuário do sistema”.

16h29 – Veja entrevista com Caio Martins na TV Estadão, representante do Movimento Passe Livre. Grupo  afirma que não irá parar com a manifestações enquanto  a tarifa não baixar. Prefeito Fernando Haddad (PT) tem condenado os excessos e refuta possibilidade de preço ser diminuído:

 

 

16h12 – Manifestantes já começaram a se reunir em frente ao Teatro Municipal para o quarto protesto pela redução da tarifa de ônibus. Depois de seguidos confrontos nas manifestações, grupos de cinco PMs circulam pelas ruas da região,  como a Xavier de Toledo e Líbero Badaró,  e revistam jovens com mochilas em busca de materiais que possam ser usados em atos de vandalismo. Mais de 100 pessoas se encontram no ponto de partida da passeata.

16h10 –  A polícia paulista está se preparando para o quarto protesto contra o aumento da tarifa do transporte urbano, marcado para as 17h desta quinta-feira, 13, com policiais extras e criando meios para prender mais manifestantes por eventuais atos de vandalismo. A concentração é em frente ao Teatro Municipal.

A série de atos é organizada pelo Movimento Passe Livre (MPL). O grupo pleiteia que o preço da passagem, em R$ 3,20 desde o dia 2, retorno para R$ 3,00 ou menos. A Prefeitura não tem aceitado negociar, por conta dos episódios de vandalismo que vem marcando as manifestações. A primeira da série ocorreu a exatamente uma semana, na quinta-feira passada, 6. As demais, na sexta-feira, 7, e na terça feira. Todas acabaram em conflito com a Polícia Militar, o fechamento de grandes vias da capital e depredação.

A Polícia Militar filmará a ação desta quinta por meio do sistema Olho de Águia, que inclui imagens de helicópteros e câmeras espalhadas pela cidade. Os PMs que estiverem pelas ruas do centro também contarão com câmeras. As imagens serão usadas como provas em eventuais processos judiciais e também serão encaminhadas para o Ministério Público.

Veja o trajeto e os incidentes da última marcha, na terça-feira, 11

 

A Polícia Civil pretende infiltrar agentes no meio do protesto, também com o objetivo de responsabilizar criminalmente quem fizer quebra-quebra. Nesta quinta-feira, 13 pessoas continuavam detidas pelos protestos. A estratégia da polícia para manter os manifestantes presos é enquadrar quem cometer vandalismo por formação de quadrilha, o que tem gerado discussões.

Também haverá a presença de policiais extras, retirados do trabalho administrativo para reforçar o policiamento do centro. De acordo com o major Marcel Soffner, porta-voz da PM, no último protesto quem fez o papel de dispersar os manifestantes foi a Força Tática do centro. A Tropa de Choque não foi utilizada. Se necessário, eles podem reforçar o efetivo do evento. O objetivo da PM é deixar faixas livres para a circulação de veículos e impedir que os manifestantes bloqueiem vias vitais para o tráfego da cidade, como as Marginais do Tietê e do Pinheiros.

Sem controle. Líderes do Movimento Passe Livre (MPL) reconheceram, em reunião de conciliação na sede do Ministério Público do Estado na quarta-feira, que não têm mais controle sobre a massa que participa dos protestos contra redução das tarifas de ônibus, trem e metrô. O Ministério Público se comprometeu a enviar ao governador Geraldo Alckmin e ao prefeito Fernando Haddad a proposta de suspensão do reajuste por 45 dias. Em entrevista à TV Estadão, Caio Martins, representante do Passe Livre, disse que manifestações só param quando a tarifa baixar.

 

Também na quarta, Alckmin e Haddad, que estavam em Paris, criticaram as depredações durante a manifestação. Para o governador, a destruição foi provocada por “vândalos e baderneiros”. “São pessoas inconformadas com o Estado democrático de Direito”, disse Haddad.

O protesto de terça-feira terminou com 85 ônibus depredados, segundo a SPTrans, e um prejuízo de R$ 36 mil causado pela destruição de vidros da Estações Trianon-Masp do Metrô.

Outros protestos. Na semana passada, houve protestos na sexta-feira, 7, e na quinta, 6.

Rio. Também está previsto para hoje protesto no Rio contra aumento da tarifa de ônibus. Na noite de segunda-feira, manifestação na cidade teve 34 detidos. (Artur Rodrigues)

 

Diego Zanchetta,  Bruno Paes Manso, Bruno Ribeiro e Renato Vieira, O Estado de S. Paulo

comentários (112) | comente

  • A + A -
112 Comentários Comente também
  • 13/06/2013 - 16:53
    Enviado por: Paulo Martins

    Jovens pobres coitados, são tão ignorantes que não sabem nem sequer revindicar algo melhor para eles, para a população, para a cidade. São levados como uma boiada por dois ou três baderneiros. Não adianta ter um transporte de péssima qualidade que, se gratuito, será obviamente ainda pior. Alguém duvida? Eles deveriam revindicar aos 3 governos transporte de excelente qualidade para todas as Capitais brasileiras e envolver a presidanta, o governador e o prefeito. O prefeito foi eleito para dar solução aos problemas. Até agora, em todas as frentes, está só na defensiva, procurando não melindrar o antecessor para ter apoio ao PT nas próximas eleições. É um incapaz. O picolé de xuxu Alkimin também não mostra nenhuma capacidade de governar um estado como o de São Paulo, não mostra trabalho e determinação. É outro incapaz. O Estado e o Brasil andam por inércia.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/06/2013 - 20:28
      Enviado por: BRUNO

      É no minimo lamentavel ver que hj em dia ainda tem pessoas que julgam os atos como sendo baderna ou como “jovens pobres coitados” , poucas vezes me senti tão orgulhoso de ser brasileiro infelizmente agora estou em horario de trabalho por isso não estou fazendo parte dessas manifestações que buscam mudanças para um país que não aguenta mais tanta patifaria…E para akeles que só reclamam qndo ve uma merda de nossos politicos e mesmo assim fica bravo por ficar algumas horas presos no transito dentro do conforto do seu automovel ACORDEM e saiam pras ruas pq vc fica preso no transito infernal de S.P todos os dias e não reclama , toma tapa na cara de policia direta ou indiretamente todos os dias e não reclamam , agora qndo existem pessoas querendo mudar o país vai fica ai de conversa…Vem Pra RUA VEM CONTRA O Aumento

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/06/2013 - 17:26
    Enviado por: Lucinéia

    As perguntas do entrevistador ao Caio Martins são extremamente partidárias, tendenciosas e de caráter duvidoso.
    Dizer que a intransigência é também dos manifestantes? É essa a posição do Estadão?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 17:28
    Enviado por: luiz antonio

    Pois é , não bastasse o congestionamento diário agora temos que aturar este bando de vândalos vagabundos e desocupados ferindo ainda mais nossa querida SÃO PAULO. Está na hora de desenterrar o BRUCUTU para colocar estes malfeitores para correr: está na hora das autoridades descruzarem os braços e agir em prol de nossa cidade hoje abandonada aos desocupados.
    Até Quando????

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/06/2013 - 17:51
      Enviado por: Mago Kraft

      Caro luiz antonio, graças a pessoas como vc que o Mundo está desse jeito…

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 18:03
      Enviado por: Bruno Martins

      É por isso que o pais continua esse circo que é, devido a indiferença das pessoas que veem seu dinheiro suado indo para mãos de bandidos disfarçados de políticos picaretas e ainda reclamam de alguns poucos que tentar fazer algo para mudar a sociedade, parabéns Luis Antonio é de pessoas como você que o pais não precisa.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 19:11
      Enviado por: Luciana Rodrigues

      BANDO DE VANDALOS? há é claro!!! Bem inteligente você! Acredito que você esteja irritadinho por ter que ficar 2 horas no transito dentro do seu carro, ouvindo as suas musicas… É bem complicada sua vida não?! Acredito que se você utilizasse o transporte publico, a SUA LINDA SÃO PAULO ficaria bem mais bela, afinal de contas É menos um carro liberando dioxido de carbono e outros poluentes, a mas é claro, quem destroi é os vandalos, você não faz nada! Se ser VANDALO é ser uma cidadã que está se saco cheio de pagar cada semestre uma tarifa mais cara, cansada de ficar 2 a 3 horas de pé dentro de um onibus, ou ser esmagada dentro de um metro,… a com toda a certeza eu sou um VANDALO, mas acredite, se um dia você utilizar de serviços publicos e concluir que está uma merda e caro, espero que você lembre que não abraçou a causa, e por culpa sua e de muita gente ignorante que pensa como você não conquistamos o nosso objetivo. Mas olha se conseguirmos eu faço questão de voltar aqui só para convida-lo a pagar mais barato no trasporte publico da sua LINDA SÃO PAULO!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 19:23
      Enviado por: yara xavier

      Está na hora das “autoridades” tirarem a mão do nosso bolso que agir em prol de cada cidadão,

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 19:55
      Enviado por: marcos

      quando seus filhos começa a estuda trabalha e deixa vc paga as contas dele ai vc vai ver quanto vale o seu dinheiro seu babaca vc no minimo de se um safado que rouba o povo tabem …..

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 19:59
      Enviado por: Karllen Louise

      Luiz Antonio, você chama de “vagabundos desocupados” pessoas que estão lutando por melhorias no nosso país. Imagine se todas as manifestações que ocorreram em décadas passadas e que trouxeram pra você melhorias das quais você hoje desfruta, não tivessem acontecido? Seriam todos esse manifestantes “vagabundos desocupados?”. São estudantes, trabalhadores, pessoas comuns como eu e você que usufruem do transporte público e que por serem pessoas ocupadas, não podem aceitar uma tarifa com esse preço para terem o direito de ir e vir. Preste bem atenção! Abra a sua mente e deixe de ser manipulado pela mídia. As guerras, manifestações, lutas que aconteceram na história do nosso mundo necessitaram de sacrifícios e essa não é diferente.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 20:01
      Enviado por: Guilherme Rocca

      Se tem transito todo dia qual a diferença?? Voce poderia ter um pouuco mais de humanidade e entender que tem pessoas que nao tem carro e que estao sofrendo em transportes publicos de 10a classe

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 20:37
      Enviado por: Simone

      Não é somente pela passagem de ônibus, mas sim, para os políticos saberem que o povo está cansado de ser trouxa!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 21:29
      Enviado por: Netun

      Sai da cadeira e vai lutar pela sua querida São Paulo.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 21:54
      Enviado por: Paulo

      Lixo de comentário seu luiz, entenda que estes ” vagabundos e desocupados” estão lutando pra pagar menos na passagem. Já não basta impostos agora o trabalhador tem de pagar pelo direito de vir e ir que a lei nos da.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:01
      Enviado por: adilson

      É fácil dizer isto quando não se usa transporte coletivo…

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:02
      Enviado por: Paulo Martins

      100% de acordo. Brucutu nos vagabundos!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:09
      Enviado por: maria belo

      provavelmente vc Luis antonio não precisa pegar onibus e metro lotado tdos os dias pra quem vai trabalhar de carro ou de helicóptero pouco importa o preço da tarifa e o problema não é só o preço mas a falta de qualidade no transporte

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:10
      Enviado por: Isaura

      querido Luiz, você deve viver de mesada e andar de helicóptero não é? sua querida são paulo, assim como outras cidade do nosso querido país impõe total desrespeito e condições sub humanas de vida nos espaços públicos… a ação da polícia e do seu querido governo é truculenta e abusiva, as reais condições do povo é de precariedade, quem está na rua não são manifestantes vândalos, é o povo, são as pessoas que constroem a cada dia sua ridícula cidade… seu discurso é absurdamente asqueroso.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:22
      Enviado por: João Antônio

      Você está de brincadeira, certo?

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:28
      Enviado por: Thiago

      Caro Luiz Antonio, se vc estivesse no lugar deles, não tivesse condições de pagar os 3,20 por passagem, vc enguliria esse aumento ou não??
      se esta insatisfeito com os protestos, pq não se muda de SP??
      os incomodados q se retirem!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:29
      Enviado por: tatiana magalhaes

      e falou quem provavelmente não anda de onibus =]

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:49
      Enviado por: Andri

      Todos tem direito de manifestar e lutar pelos seus direitos, aposto que a maioria dos “vagabundos” estavam agindo de forma correta. A polícia tem que “colocar pra correr” são os bandidos que estão assaltando, roubando as pessoas, ateando fogo por ai …mas não, quando cabe a esses bandidos os direitos humanos estão lá pra protegê-los.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 22:58
      Enviado por: Matheus Esteves

      Você deve ser um completo retardado mental para poder falar uma idiotice dessas !
      Como que um protesto que defende a população contra essa máfia dos transportes públicos pode ser uma coisa que prejudica o próprio povo ? Aposto que você é um burguês que acha que a maioria da população (os pobres) tem que desaparecer. Retardado, não conhece a história do país e fala merda.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 23:23
      Enviado por: jaad

      Sr Luis antonio fala isso porque não é o senhor que depende do transporte publico….se dependesse queria ver se pensaria assim….tem que protestar mesmo tem que parar de ficar calado…enquanto esses políticos não pensam nos menos favorecidos acorda brasil acorda brasil precisa de ir as ruas precisa parar esse pais…..pais de corruptos…..

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 23:46
      Enviado por: anônimo

      Olha não apoio a maneira que eles estão protestando mas serem chamados de “vagabundos” “desocupados”?
      Os verdadeiros Vagabundos e Baderneiros e Assassinos são aqueles que com seus ternos engajados destroem (Levam) diariamente milhões e milhões em verbas de patrimônios públicos super faturando obras, esses “marginais” matam diariamente inúmeras pessoas nas filas de hospitais sucateados, acabam com o futuro de milhões de crianças que esperam crescer com uma educação digna e de qualidade, vândalos disfarçados, vândalos de toda uma nação, querem apenas o poder para se auto satisfazer, mas se esquecem que quem os colocaram no poder fomos nós, e nós temos o verdadeiro poder.
      já vc luiz antonio deveria ter vergonha de descrever o perfil dos protestantes assim…já parou pra pensar sobre si mesmo? aposto que de nada FEZ para melhorar e tornar nosso país mais justo,melhorar sua qualidade de vida e de todos nós e consequentemente cuidar melhor da sua QUERIDA SÃO PAULO? seu INÚTIL!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 13/06/2013 - 23:48
      Enviado por: Franck

      O senhor, seu Luiz, é um completo alienado.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 00:02
      Enviado por: Francisco Aristides

      ou você é um burgues ou filho de um, ou filho de politico, nos não aturamos mas os mandos sem consultar a população antes de aumentar a tarifa ou fazer qualquer lei que seja e dizemos amem chega.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 00:04
      Enviado por: André Carneiro

      Engraçado chamar manifestantes de desocupados. São esses os mesmos que faltam contra tanto dinheiro público jogado fora no Brasil.

      Que destruam o status quo.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 00:20
      Enviado por: diego

      Você só pode estar de brincadeira né? Vagabundo é você que vive num país lixo desse e não faz nada. Um lugar onde todo mundo rouba o dinheiro público e ninguém é punido, onde o estado oferece um serviço porco em todos os níveis e extorque 40% da renda do cidadão. Você é um imbecil de carteirinha. Espero um dia que o estado retire um direito exclusivamente seu para você se sentir exclusivamente desamparado e ai o restante falará que vc é um vagabundo que quer tumultar para defender uma causa. E se você ainda acha que é por 20 centavos, meu amigo, faça uma favor a sua família e se mate. No Japão isso é comum, vermes se matam de vergonha, faça o mesmo.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 00:20
      Enviado por: Roberval Júnior

      Sério que você chama esses manifestantes de desocupados e vagabundos?
      São pessoas, cidadãos lutando pelo seu direito de protestar, no caso pelo aumento de um serviço mau prestado e que não vale se quer 1 real, e que estão sendo reprimidos com violência gratuita.
      Não sei se a sua realidade te permite ter um meio de transporte melhor, mas aposto que sim, já que você não parece estar incomodado com isso, não vendo o mundo muito além do próprio nariz
      Ainda tem pessoas conformadas com esses abusos.
      Até quando?

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 00:22
      Enviado por: Priiii

      Alienado.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 00:58
      Enviado por: Ana Luiza Pietramalle

      Cala a sua boca…! Vai estudar cara…!!!
      Se não fosse o povo ir as ruas o Collor teria fudido esse país inteiro.
      Se jogo da ponte.. se não tiver coragem eu te empurro.
      Mané

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 01:11
      Enviado por: vanessa

      é por isso q o Brasil não vai pra frente nunca , por existir pessoa igual a você que pensando desse jeito .. escrotidão

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 01:15
      Enviado por: Delk Smyle

      É brincadeira este seu comentário não é? Me diga que é sarcasmo pra eu ficar feliz… Só pode! Não creio que seja real, só comprova que o país realmente merece o seu povo, e não os que lutam por um Brasil melhor!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 02:32
      Enviado por: Liliandra Santos

      R$0,20 é um roubo por direitos não assegurados

      Os cidadãos possuem o direito à qualidade do transporte coletivo, não devendo se submeter às verdadeiras torturas diárias dentro dos ônibus, causadas pela falta de fiscalização do Executivo Municipal. Devem, sim, exigir do Poder Público o cumprimento do disposto na atual Constituição da República Federativa do Brasil e que tome as medidas necessárias para a efetiva defesa dos interesses dos administrados.

      A Constituição Brasileira garante o direito à:

      O Estado e as empresas que disponibilizam o serviço são responsáveis por garantir:
      Obrigatoriedade: este serviço é de responsabilidade do Estado que tem obrigação de garanti-lo, seja de forma direta ou indireta;
      Universalidade: estes serviços devem estar disponíveis a todos, sem qualquer discriminação e preconceito.
      Eficiência: o planejamento do sistema de transportes deve observar e atender as demandas e necessidades de deslocamento da população;
      Regularidade: os intervalos não podem ser excessivos e devem ser pré-definidos;
      Previsibilidade: as rotas devem ser respeitadas (quaisquer alterações devem ser devidamente comunicadas aos usuários) e os pontos de parada também;
      Continuidade: os serviços não podem sofrer interrupções;
      Segurança: a segurança dos usuários deve ser garantida, tanto por veículos em bom estado de conservação, quanto pela direção responsável do condutor;
      Conforto: os veículos devem oferecer condições de transportar os passageiros com comodidade;
      Acessibilidade: os veículos devem ser aptos a receber passageiros com necessidades especiais.
      Cortesia: bom tratamento aos usuários,
      Modicidade: tarifas justas;
      Atualidade tecnológica: os veículos mais novos oferecem maior conforto, exigem menos manutenção e poluem menos.
      Controle: formas de garantir que os princípios sejam cumpridos. A prestação adequada deste serviço envolve a premissa básica de um serviço público e social: a melhoria da vida em sociedade e a garantia de um cotidiano digno à população.

      Freqüentemente, aqueles que têm a necessidade de andar de ônibus para se locomover, deparam-se com problemas como superlotação, veículos sucateados, desconforto etc., e poucas vezes se perguntam se não têm o direito de exigir um transporte coletivo de qualidade.
      Poucos sabem que o transporte urbano que transita pelas ruas todos os dias é um Serviço Público delegado do Município ao particular, sendo que este possui a obrigação de o prestar de forma eficiente e adequada, cabendo ao Poder Público o dever de fiscalização e de intervenção para que este serviço seja prestado com qualidade.
      O inciso V do artigo 30 da atual Constituição da República Federativa do Brasil assim o prevê:
      ” Art. 30. Compete aos Municípios:
      (…)
      V – organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter essencial”
      Cabe, inicialmente, para facilitar o desenvolvimento do estudo proposto, conceituar Serviço Público.
      Nas palavras do eminente professor Helly Lopes Meireles, “Serviço Público é todo aquele prestado pela Administração ou por seus delegados, sob normas e controles estatais, para satisfazer necessidades essenciais ou secundárias da coletividade ou simples conveniência do Estado” (DIREITO ADMINISTRATIVO BRASILEIRO, Ed. Malheiros, 2002, p. 320).
      O transporte coletivo, dentro do conceito latu sensu de Serviço Público, expendido acima, pode ser definido com um serviço de utilidade pública, pois visa a facilitar a vida da coletividade, colocando à disposição veículos para lhe proporcionar maior conforto, velocidade e modicidade na locomoção.
      Em face disso, a natureza deste serviço é uti siniguli, ou seja, direcionado apenas aos usuários que o remuneram por meio de tarifas.
      Embora a remuneração principal do concessionário não provenha do Poder Executivo, é dele a incumbência de fiscalizar e interceder para que este serviço de transporte seja prestado de forma eficiente à coletividade.
      Textos relacionados

      Aprovado em concurso público não pode ser notificado por mera publicação em Diário Oficial
      Aprovação da PEC 37 prejudicará a economia
      Indenização por desapropriação com valor injusto: o que fazer?
      Homologação parcial do concurso e aproveitamento de excedentes
      Concessão de florestas públicas (Lei n.º 11.284/06)

      Helly Lopes Meireles, em sua Obra “Direito Administrativo Brasileiro”, traz, sinteticamente, as obrigações da entidade concessionária para com a coletividade, as quais devem ser objetos de controle pelo Poder Público:
      “Os requisitos do Serviço público ou de utilidade pública são sintetizados, modernamente, em cinco princípios que a Administração deve ter sempre presentes, para exigi-los de quem os preste: o princípio da permanência impõe a continuidade no serviço; o da generalidade impõe serviço igual para todos; o da eficiência exige a atualização do serviço; o da modicidade exige tarifas razoáveis; e o da cortesia traduz-se em bom tratamento para com o público. Faltando qualquer desses requisitos em um Serviço Público ou de utilidade pública, é dever da Administração intervir para restabelecer seu regular funcionamento ou retomar a sua prestação” – grifou-se (p. 321).
      O que verifica-se, atualmente, é uma Administração Pública displicente ao fiscalizar os concessionários e, ao mesmo tempo, acessível às suplicas das empresas no que diz respeito ao ajuste das tarifas.
      Assim, de um lado vê-se um concessionário preocupado apenas com o aumento de seus lucros e de outro um Executivo Municipal negligente, que acaba não se preocupando com os administrados, cedendo às pressões para o “restabelecimento do equilíbrio econômico”, freqüentemente postulado, e ignorando a modicidade da tarifa e a eficiência do serviço, que devem ser observados na prestação do serviço delegado, como bem acentuado pelo professor Helly L. Meireles.
      Ora, como o próprio nome já diz, os concessionários de Serviços Públicos ou de utilidade pública têm como fim precípuo servir o público, sendo, portanto, inadmissível que o serviços sejam prestados de forma dissiduosa, visando apenas o lucro gerado pela tarifa cobrada dos usuários.
      Dessa forma, inconcebível, no transporte coletivo, estarem até os corredores dos veículos lotados, fazendo com que, muitas vezes, trabalhadores se atrasem e coloquem em risco os empregos que os sustentam por não conseguir sequer entrar no ônibus.
      É de se exigir do Poder Público que use de suas prerrogativas típicas dos contratos administrativos, como o é o de concessão, e fazer com que os concessionários prestem um serviço de qualidade ou, então, revogar a delegação por interesse público, inclusive encampando o serviço, se necessário.
      Nesse sentido, Helly Lopes Meireles ensina que “é dever do concedente exigir sua prestação em caráter geral, permanente, regular, eficiente e com tarifas módicas”, salientando que “no poder de fiscalização está implícito o de intervenção para regular o serviço quando estiver sendo prestado deficientemente aos usuários” (Direito Administrativo Brasileiro, 2002, p. 373).
      A Lei [1] dá, ainda, a possibilidade para os próprios cidadãos exercerem este direito de fiscalização, pois “aquele a quem for negado o serviço adequado (art. 7º, I) ou que sofrer-lhe a interrupção pode, judicialmente, exigir em seu favor o cumprimento da obrigação do concessionário inadimplente, exercitando um direito subjetivo próprio” (MELLO, Celso A. B., in CURSO DE DIRETO ADMINISTRATIVO, Ed. Malheiros, 2000, p. 638).
      Contudo, há de se ter em vista que os usuários do transporte coletivo urbano são, em sua maioria, pessoas sem recursos financeiros e, em geral, de baixa escolaridade, que sequer imaginam estar fazendo uso de um Serviço Público delegado e que podem recorrer ao Poder Jurisdicional para vê-lo prestado de forma eficiente.
      Com efeito, não é crível que tais cidadãos vão, efetivamente, exercer tal direito trazido pela lei, não podendo, em face deste dispositivo legal, a Administração deixar o ônus da fiscalização ao administrado.
      Sublinhe-se, por derradeiro, que a necessidade de o Poder Executivo agir de forma responsável na fiscalização das concessões de transporte coletivo, bem como verificar se as condições estabelecidas no contrato estão sendo cumpridas pelo concessionário, decorre de lei, fazendo-se imperioso, portanto, que este tome as medidas cabíveis para a efetiva defesa dos interesses da coletividade, consoante determinam os Princípios da Legalidade e da Supremacia do Interesse Público, que regem a Administração Pública de um modo geral.
      Destarte, os cidadãos possuem o direito à qualidade do transporte coletivo, não devendo se submeter às verdadeiras torturas diárias dentro dos ônibus, causadas pela falta de fiscalização do Executivo Municipal. Devem, sim, exigir do Poder Público o cumprimento do disposto na atual Constituição da República Federativa do Brasil e que tome as medidas necessárias para a efetiva defesa dos interesses dos administrados.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 02:55
      Enviado por: Sérgio Augusto

      Vandalos? Voce estava presente nas manifestacoes pra afirmar que eles sao vandalos? A grande maioria dos manifestantes age de forma pacifica. Por favor, saia da sua bolha e pare pra pensar o quanto a populacao sofre em razao da má administracao publica. Quando finalmente a povo se levanta, ainda que por causa de 0,20 centavos, eu tenho que ler comentarios como esses desse infeliz.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 08:36
      Enviado por: Naza Tedesco

      não acredito que li essas sandices, eles estão lutando por uma coisa pro povo enquanto vc fica aí com seu rabicó sentado na cadeirinha giratória.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 09:45
      Enviado por: JOÃO ESTEVES

      Não bastasse a violência policial, ainda temos que ler sobre diarréia cerebral que alguns leitores desocupados e ignorantes à situação geral da nação.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 11:37
      Enviado por: Márcio

      Vandalo é pagar bilhões pela copa do mundo da elite, vandalo é ter q acordar as 4:30 pra chegar no trabalho as 8:00 se não quiser ir pra rua, vandalo é ganhar um salário de menos de 700 reias e pagar 3,20 por cada passagem de ônibus, vandalo é ter um transporte público ineficiente e caro, vandalo é ter 3 carros levando somados (capacidade máxima) 15 ocupantes em detrimento de um transporte eficiente que leva no mínimo 50 (pra ser bonzinho pq só andamos em latas de sardinha), vandalo é ver toda a corrupção do Brasil e se achar a quem de tudo isso, vandalo é ter seu pensamento o qual é digno de pena.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 11:45
      Enviado por: Sergio

      Vc é louco? Em que mundo está vivendo?

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 17:02
      Enviado por: Rebeca

      Vivemos num país democrático, portanto, temos e podemos nos manifestar. Manifestar é um direito legítimo do cidadão. Se não quer que isso aconteça então vá viver em CUBA, COREIA DO NORTE ou até mesmo na VENEZUELA, nesses países o povo não pode nada.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 17:03
      Enviado por: Miho

      Com certeza Luis Antônio você nunca precisou acordar horas antes do inicio do seu trabalho, para pegar um ônibus superlotado, correndo o risco de perdê-lo e chegar atrasado a seu trabalho. Ônibus esses sendo somente o seu único recurso para transitar pela cidade, tornando-o dependente do mesmo, por que não possui renda suficiente para comprar um veículo próprio. Esses manifestantes estão cansados de alem de trabalhar para garantir seu sustento, moradia, educação, que muitas vezes não são de qualidades, e ainda por cima, disponibilizar 20 por cento da sua total, para poder se locomover, privando aqueles que não possuem recursos suficientes, do direito de ir e vir, garantido em constituição. Essa diferença para você pode ser considerado mínimo, mas para muitos estão tirando um café da manhã dos seus filhos, um pagamento de uma conta de energia, enfim, muitas outras coisas. Eu não considero isso vandalismo, e sim protestantes na procura de uma democracia que está demonstrando inexistente. Durante muitos anos as pessoas aguentaram calado a baderna que o governo anda promovendo com a corrupção, a super tarifação, a redução no investimento com a saúde, causando a morte de milhares de pessoas, a precarização do ensino, que vai aumentado em cada ano. Essas pessoas cansaram de migalhas, o Brasil não é um circo onde as pessoas devam assistir caladas essa palhaçada que andam promovendo em nossas costas. Se você ama realmente a sua cidade, se levante e vá lutar pelas melhorias em sua cidade, na redução da criminalidade, no provimento da educação e qualidade de vida da sua população. Isso sim é ser cidadão.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 17:20
      Enviado por: Luciano

      “está na hora das autoridades descruzarem os braços e agir…” Pode falar mais sobre isso?

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 18:54
      Enviado por: Diego Silva

      Está na hora de você voltar a assistir a Rede Bobo, ficar quieto enquanto de roubam, apoiar policiais truculentos e políticos corruptos, pagar altos impostos e ter serviços de terceiro mundo. Aceitar que condenados em processos no STF assumam comissões e ministérios.

      Ou você já faz tudo isso, ficar no sofá apoiando o governo, falando um monte de besteiras e fazendo seu papel de eleitor adestrado já é o suficiente…Opinião de ameba de nada serve, teria sido melhor você ter ficado calado!!!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/06/2013 - 21:58
      Enviado por: SONIA CORREIA

      estes “vagabundos”, os quais o sr. tão entusiasticamente brada, são brasileiros, trabalhadores, pagadores de impostos como o senhor. o senhor ainda não percebeu que não se trata apenas de protesto por aumento de tarifa? leia mais, pense mais e ofenda menos…

      responder este comentário denunciar abuso
    • 15/06/2013 - 22:46
      Enviado por: Gregorio de Matos

      Calma gente, o Luiz Antonio tá de brincadeira! Ele é moça, namora um cara que se machucou na passeata e por isto esta triste. Melhoras pro seu namorado Luiz Antonio, porem estamos lutando pelos nossos direitos e não relacionamentos amorosos.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/06/2013 - 17:35
    Enviado por: MB011

    Pega esse panaca esquerdodóide e joga ele numa cela da ROTA, quero ver ele falar grosso com essa cara de revolucionário do Toddynho e do tênis Nike que ele tem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 17:35
    Enviado por: Renan

    Eis algo que não se vê todos os dias nesse país de acomodados, e me incluo entre os acomodados, infelizmente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 17:37
    Enviado por: Leonardo

    aceitar o aumento da tarifa dos impostos e de todos os tributos é ser um cidadão passivo
    e conformado , devemos sim lutar pelas mudanças necessarias , olhando para a europa
    vemos as pessoas lutando para garantir seus direitos !
    ser ignorante ao ponto de aceitar que a agressão vai resolver é pura indiotice .
    porem ser passivo e conformado com a situação não resolve nada !
    vamos lutar sim pelos direitos e pelas mudanças
    o transporte em são paulo é tão caro quanto na holanda
    mas veja que na holanda tudo é bem diferente !!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 18:25
    Enviado por: Pedro

    Aí, Luiz Antonio, esses “vândalos” estão lá para mudar as coisas que pessoas como você não se importam ou não tem a MÍNIMA coragem de ir contra a sociedade.

    Seu fraco.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 18:41
    Enviado por: Luiz Antonio o desocupado é voce que nao precisa pagar os 3,20 para transitar chegar ao trabalho né? Continue pagando impostos e sendo um fantoche dos corruptos otario!

    Quem não precisa pegar ônibus. E é fantoche do sistema corrupto é coerente junto ao acéfalo Luiz Antonio.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 18:43
    Enviado por: Flávio Alessandro

    Feio hein Luiz Antônio, muito feio isso! Se tu está acostumado a andar em teu carrinho com ar condicionado e direção hidráulica, muitos ai fora NECESSITAM usar a merda do transporte público que já é ruim e o valor cobrado é extremamente abuzivo, seja R$3,20, R$3,00, R$2,70… enfim… Com certeza tu não levanta às 5 da manhã pra pegar um ônibus abarrotado de pessoas e fazer um trajeto de 2 a 3 horas por dia pra poder chegar no emprego.
    Tu, Luiz Antônio, é mais um aqui dentro e acomodado! Presta atenção em quem está abandonando a tal querida São Paulo, são pessoas como o senhor que fazem essa merda despencar todos os dias.
    Abra os teus olhos e toma vergonha nessa cara imunda, seu lixo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 18:49
    Enviado por: Alessandro

    tem gente que prefere ficar do lado dos políticos, esses são os reais trouxas…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 18:51
    Enviado por: Gil

    Quem está organizando e mobilizando as manifestações são o MPL, que é o pessoal da FFLCH/USP simpatizantes dos movimentos de esquerda (PT principalmente), a Juventude Marxista, a Juventude do PSOL, do PCO e do PSTU entre outros grupos que são/ se dizem de esquerda. Um pessoal que diz defender o trabalhador, que quer condições dignas de tudo pra todo mundo e que defende que quem deve prover isso é o Estado.

    Pois bem, armaram essa manifestação, que á princípio é legítima sim, todos tem o direito de protestar. O que eles não tem direito é de ser um movimento criminoso que destrói estações do metrô, que destrói lixeiras, que destroem estabelecimentos de comerciantes que não fazem parte nem do estado e nem da manifestação e terão que arcar com os prejuízos causados do próprio bolso e que quase lincharam um PM que poderia ter sacado sua arma, mas não o fez, apanhou e foi apedrejado até que tirassem os animais de cima dele.

    Aí eu te pergunto, tudo isso por conta de um aumento de R$ 0,20 que ficou abaixo da inflação? Para quem paga duas conduções por dia são R$ 12,00 por mês. Podem argumentar que o valor é alto, mas seria essa a melhor forma de baixar? No grito? Não seria melhor pensar em como baixar? Tentar propor uma solução? Todo o Diesel consumido no Brasil, por exemplo, é vendido pela Petrobrás. Não se pode pleitear descontos e impostos diferenciados para as empresas de transporte público, por exemplo? Não se pode pleitear uma redução na carga tributária sobre a folha de pagamento dos funcionários dessas empresas? Entre outras tantas medidas que podem ser estudadas.

    Agora uma outra coisa que poderia ajudar baixar as tarifas e além disso, poderia ajudar a melhorar outros serviços públicos é combater a corrupção. Eu não vi nenhum desses grupos que está destruindo a cidade fazer movimento semelhante contra o mensalão, por exemplo. Ninguém foi às ruas contra o que foi um dos maiores esquemas de roubo de dinheiro público do País, não bastasse isso, depois que o Duda Mendonça AFIRMOU ter recebido R$ 10 Mi de caixa 2 do PT em contas no exterior, depois que um assessor do PT foi pego com US$ 100 mil na cueca (que ele entrou na justiça recentemente para pedir de volta), depois de assinaturas do Genoíno em contrato com o Banco Rural de empréstimos que nunca foram pagos, depois do Palocci ter quintuplicado seu patrimônio com consultorias e depois até de um discurso do Lula em rede nacional pedindo desculpas pela falha, esses grupos ainda insistem que foi um julgamento político e que o pessoal do PT são heróis da “Revolução”.

    E sabe porque nenhum desses movimentos foi brigar contra isso? Porque são movimentos ligados a partidos da base aliada do governo. E se eles forem brigar contra os grande e poderosos, esses partidos aliados podem perder ministérios, secretarias, cargos de segundo-escalão, diretorias de estatais, podem perder repasses a seus movimentos, organizações e ONGs e aí meu amigo, quero ver fazer socialismo sem o dinheiro do capitalista.

    De novo, manifestação é bem-vinda e deveria ser mais realizada pois somente assim o povo conseguirá mudanças. Mas também acho que deva ser uma questão de prioridade, acho que temos assuntos mais urgentes a serem resolvidos. Por que nunca se manifestaram contra as pessoas que morrem em fila de hospital? Contra quem ainda, no século XXI, na 6º economia do mundo ainda morre de sede e de fome? Contra mensaleiros que roubam dinheiro de remédio de idosos e de merenda de crianças? Será que tudo isso, que envolve a vida humana, não é mais urgente? Não merece mais atenção?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 18:59
    Enviado por: Wallace

    Olha só, temos mais uma ovelinha do sistema aqui… por causa desses “desocupados”, desses “vagabundos” que hoje temos direitos as férias, por causa dessa “vagabundagem” que as mulheres hoje podem votar, por causa desses “desocupados” que hoje não vivemos em uma ditadura. Faça um favor pra você mesmo e para a humanidade, desligue a sua televisão e passe a pensar por conta própria pra não vomitar mais suas “verdades” aqui!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 19:02
    Enviado por: Luciana Rodrigues

    EU Acho Maravilhosa todas as manifestações que estão ocorrendo. DEve SIM ser visto que as tarifas estão abusivas!!! Onde vamos parar… ate quando?…. Eu queria lembrar que pessoas que fazem manifestações pegam transito todos os dias, transportes coletivos Lotadissimos, essa manifestação não é epenas pela tarifa e sim pela revolta e para desabafar a palhaçada que somos submetidos todos os dias!!!

    CONTINUEM!!! POR FAVOR!!! VAMOS MUDAR ESSA INVERSÃO DE VALOR!! POIS QUEM DECIDE AS TARIFAS SÃO OS MESMO QUE ANDAM DE HELICÓPTERO E NÃO PAGAM CONDUÇÃO!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 19:05
    Enviado por: Jean

    Coitado. Mais um alienado. A briga é muito maior que isso. O Povo graças a Deus ta acordando e indo para as ruas mostrar que não estamos felizes com tanta corrupção e com tantos preços injustos nesse país. É imposto em cima de td e nos nao temos condições nenhuma pra uma vida boa. Saude, Educação, saneamento basico, tudo ferrado. Enquanto que os politicos estão de bolso cheio. TEM QUE PARAR TUDO! ABAIXO A CORRUPÇÃO!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 19:51
    Enviado por: marcos

    esse governo ipócrita so fás aquilo que eles quer isso alguem la dentro ta levando agum por traz disso que adianta todo ano aumenta o salario se aumenta tudo junto isso e um pais que já noa tem mais respeito pelo povo pagamos nossos imposto pra isso .ser roubado que e isso que acontece no final das contas pagamos facudades se formamos trabalhamos estudamos tentamos melhora o pais mais e assim que o pais nos recebe mandando a policia de a porrada nas pessoas…. covardes governo sujo ajudamos a coloca vc ai e e assim que vc retribui no seu primeiro mandato vamos tire vc da i

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 19:58
    Enviado por: Guilherme

    Luiz Antonio, discordo totalmente de você! O Brasil está acordando! Impostos e mais impostos cobrados em cima de cada centavo que nós trabalhadores ganhamos, e ainda mais essa… aumento nas tarifas do transporte público, é realmente revoltante! Se o cidadão quiser comprar um automóvel para trabalhar, paga impostos sobre o automóvel quando compra, e mais impostos anualmente, sem contar os impostos do combustível e das eventuais manutenções, sem condições de comprar um automóvel, o que resta para os paulistanos é recorrer ao transporte público, onde a qualidade, apesar de ter melhorado um pouco, continua precária devido ao volume de pessoas que o utiliza diariamente. Quer aumentar as tarifas, tudo bem! Melhorem a qualidade do transporte público, resolvam os problemas de lotação, e depois pensem num reajuste de tarifa. O que pra você é só um bando de desocupados e vândalos, na verdade para mim são brasileiros, que assim como eu estão acordando para nossa atual situação. Chega de palhaçada, devemos nos unir sim e lutar mais por nossos direitos, e não apenas criticar a atitude alheia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 20:03
    Enviado por: Renan Mataragia

    Caro Luiz Antonio, por um acaso você anda de ônibus e metro todos os dias? Por um acaso você ganha um salario mínimo por mês e tem de gastar quase metade ou mais com transporte público?
    Pelo seu comentário creio que não, você deve andar de carro, bonitinho, e por causa de um congestionamentinho vem falando Desculpe o termo “Merda”…
    Se não fosse esses tipos de estudantes você ainda estaria numa ditadura militar…. Vamos ver se aumentarem o preço de seu combustível, se ira apoiar uma greve como esta…
    A destruição do patrimônio público, não é preciso, mas se não houvesse essa destruição, o GOVERNO, PREFEITO, nunca iria dar atenção aos protestos!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 20:35
    Enviado por: Simone

    Manifestantes, procurem responsáveis pelo aumento, o Geraldo Alckmin estará amanhã em evento da Copa às 15h, no Pacaembu. Ideal para o próximo protesto!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 20:36
    Enviado por: Peraldiano

    Posso até estar enganado,mas não se vê um trabalhador no meio desse vandalismo.Apenas grupos de malandrinhos bem nascidos que combinam pelo facebook e orkut fazer quebra-quebra para pagar de rebeldes e revolucionários. Gente medíocre que se mascara e sai para quebrar o patrimônio público em em nome de um devaneio sem sentido e sem noção. É o protesto pelo protesto,nada mais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 20:55
    Enviado por: Marcela Prado

    Vandalos, baderneiros , terroristas, comunistas perversos, esquerdistas marginais

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 21:01
    Enviado por: Fernando

    Essa manifestação é importantíssima para sabermos quais são os ditadores entre a população ignara. Parabens Luiz Antonio, voce merece toda a truculencia policial.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 21:03
    Enviado por: Fernando

    O Haddad disse que não aceita baderna…. é verdade.
    A PM deveria contida por todas as medidas necessárias!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 21:32
    Enviado por: Geraldo Valério Tinoco Garcia

    Vamos torcer para que o poder público tenha o mínimo de serenidade para lidar com este movimento. Sabemos todos que a presença da tropa de choque é essencial. O que não se pode admitir é o espancamento covarde, a agressão fácil. Não se admite que a jornalista receba um tiro no olho, por estar trabalhando, por um policial. Denota total despreparo. A continuar assim a qualquer momento as mortes vão surgir. Este negócio de dar demonstração de força, de insuflar a reação policial desproporcional, não vai dar bons resultados. A Presidente não merece levar esta marca para seu governo. Vai colar e nunca será esquecido. Vamos chamar o bom senso. No jornal nacional assisti a entrevista de uma menina, membro do movimento. Faz parte da juventude. Nosso povo por natureza é pacífico. Torço para que não se agrave.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 21:48
    Enviado por: michele

    a população está certa em se manifestar, afinal quem terá que pagar a mais pelo transporte público somos nós. A repressão que está sendo feita é um pouco exagerada, violência é o que nao se deve utilizar não se resolverá essa questão. Cabe aos manifestantes serem menos hostis e o governo abrir para a discussão. Onde já se viu, um país que sediará jogos internacionais lidar com a população como se ainda estivéssemos em uma ditadura..

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 21:53
    Enviado por: Katia Reis

    São só 0,20 centavos ?? Vamos ver.

    Metrô – 4,5 milhões de usuários por dia.
    4,5 milhões x 0,20 centavos

    Dia = 900.000,00 MIL
    Mês = 19.503.000,00 MILHÕES – 21,67 dias úteis
    Ano = 234.036.000,00 MILHÕES – 260 dias úteis

    Ônibus – 6 milhões de usuários por dia.
    6 milhões x 0,20 centavos

    Dia = 1.200.00,00 MIL
    Mês = 26.004.000,00 MILHÕES – 21,67 dias úteis
    Ano = 312.048.000,00 MILHÕES – 260 dias úteis

    CPTM – 2,3 milhões de usuários por dia.
    2,3 milhões x 0,20 centavos

    Dia = 460.000,00 MIL
    Mês = 9.968.200,00 MILHÕES – 21,67 dias úteis
    Ano = 119.618.400,00 MILHÕES – 260 dias úteis

    UM TOTAL DE
    665.702.400,00

    São só 0,20 centavos né?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 21:58
    Enviado por: ANTONIO ROBERTO GONÇALVES

    Interessante, como pode-se ver, a polícia não tolera exageros, agora, menores cometendo todo o tipo de barbárie e claro armados, onde está a polícia.
    Sr. Secretário de SEgurança Publica, mostra a sua cara!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:04
    Enviado por: Matheus

    É errado haver depredações.

    Mas é absolutamente válido o protesto.

    Dizer que tem que ser brucutu é fim da picada!

    Querem a Ditadura de volta?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:04
    Enviado por: WHK

    Cadeia para esses criminosos!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:19
    Enviado por: Maria do Carmo

    Muito preocupante essa atitude da polícia diante dos protestos de aumento do ônibus.Que democracia é essa que não é permitido manifestação pública. Pior ainda é a atitude inflexível do prefeito de São Paulo. A tarifa de 3,00 reais já estava muito cara para quem usa o transporte público em São Paulo, acrescido de toda a inflação acumulada no ano. Só se fala dos direitos dos que tem carro ou tem dinheiro para pagar o aumento. Quem ganha pouco não tem direito de ir e vir e muito menos de se manifestar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:20
    Enviado por: Thiago Portugal

    É uma vergonha o tratamento dado a imprensa no nosso País. Eu como profissional de imprensa me envergonho do tratamento recebido de muitas autoridades. E em alguns momentos temo em me apresentar como tal, pois já sabemos o tratamento recebido. Punição a esses marginais transvestidos de “homens da lei”, cadeia para esses marginais fardados de policiais que envergonham e sujam o nome da corporação. É preciso uma resposta rápida e urgente por parte do comando da PM e do secretario de segurança publica do estado de São Paulo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:26
    Enviado por: Thiago

    tenho certeza q o protesto não eh apenas pelo valor do do passe, mas sim por outros motivos tbm como os valores absurdos q serão gastos com essa porcaria da copa no brasil, se tivessemos eleitores dignos nese pais, conserteza nada disso estaria acontecendo, um país onde precisa melhorar a educação e saúde, preferem gastar com futebol, por isso eu sou afavor dos protestos sim, pq por culpa de um bando de imbecis q colocam governantes gananciosos tem mais q se ferrar tbm!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:30
    Enviado por: Fernando

    A policia é que esta certa !!! Bando de vagabundos que votaram no PT e a corrupção gigante e os impostos que pagamos e não vemos melhoria de nada !!!! Bando de filhinhos de papai metido a rebelde !!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 22:41
    Enviado por: Bárbara Oliveira

    Que comentário rídiculo o seu Luiz Antonio, perdeu a oportunidade de se calar, e esconder essa sua opinião de merda. Isso que a mídia quer, e é o que ela está conseguindo, colocar os manifestantes como vagabundos! Mas para mim, eles são admiráveis, pela coragem de enfrentar essa merda de civilização onde vivemos, enfrentar os políticos que já estão ricos e só querem fuder cada vez mais!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 23:06
    Enviado por: Dourado, A. Rodrigues

    Agora “eles” são janelas de vidro e prendem jornalistas, batem em estudantes, reprimem qualquer manifestação e lançam sorte sobre as melhores intenções daqueles que estão nas ruas lutando por direitos, que antes eram “sagrados”, mas hoje são desaforos à campanha antecipada da Presidente à re-eleição.
    Estive lá com carteirinha, coragem e greve, em 86, contra Sarney, depois Collor, Itamar e F. Henrique. Hoje, depois de assenhorar do PODER através da troca de favores com PMDB e uma dezena de nanicos e se estruturar polìticamente na máquina estatal, os petistas não adimitem mais que os trabalhadores avancem nas suas reinvindicações ou tentem, pelo menos, manter as conquistas, muitas delas retroagem àqueles tempos de lutas. Êste é o maior desafio que a tremebunda democracia brasileira vai ter que encarar no próximo ano eleitoral. O que está em jogo é o govêrno de Partido Único que os atuais detentores do PODER, encimesmados, insensatos, e estúpidos estão certos que ainda vão manter – sob o apio de um povo ludibriado por “bolsas” e calado covardemente – ainda por muito tempo. Ninguém aquí defende a volta da ERA FHC e seus mantenedores; mas está na hora de uma reflexão mais profunda para sabermos exatamente o que queremos para o nosso país. O povo deveria tomar nota disso!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 23:33
    Enviado por: nivaldo

    Tem que protestar mesmo chega de cobranças e taxações sem critério e desculpa deslavada não tem sentido esta má prestação de serviço dos transportes nas cidades e cobranças abusivas não concordo com anarquia mas é direito do cidadão protestar!!!!!!!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2013 - 23:54
    Enviado por: João Arruda

    Luiz Antônio, vai se foder seu filho da puta. Vc não consegue compreender o problema? Se a porra do transporte público fosse melhor, não haveria tanto trânsito na cidade. É fácil criticar de dentro do seu carrinho de lixo. O que não é fácil é entender como que alguém pode ser roubado, ser ludibriado dessa forma e ainda achar bonito. Os contratos firmados entre o estado/prefeitura e as concessionárias de serviços públicos são vergonhosos, dá vergonha de uma coisa dessas. mas é claro, eles sempre podem contar com o apoio de uma massa de acéfalos, também conhecida como classe média paulista, que é fodida no rabo todos os dias e ainda bate palminha.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:06
    Enviado por: JFernandes

    Explicando o porque a grande mídia é contra o protestos.

    1 Quem paga espaço na mídia? Bancos + corporações + políticos.

    2 O que o protesto dá ao povo? Atividade política.

    3 O que a atividade política pode resultar? Preços mais baixos, inclusive de tarifas bancarias e melhor qualidade de vida.

    4 E a longo prazo? O povo vai ter mais qualidade de vida, preços mais baixos vindo do governo, mais igualdade em relação as corporações (que inclusive a mídia faz parte) e até quem sabe menos tempo pra ficar vendo TV.

    Resultado = A mídia o governo e as grandes empresas querem o povo passivo para meter neles. Se o povo protesta vai ser taxado de anarquistas maldosos. Nós somos a “casta” reprimida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:07
    Enviado por: Luis.ss

    Prefiro soltar gargalhadas a lhe inferir insultos caro luiz antonio, por mais que seja esta minha vontade. Congestionamento diário? Sim um efeito colateral da manifestação, mas o que você prefere caro ser aparentemente desprovido de raciocínio. A manifestação é a luta pelos direitos, no caso agora, de passagem de ônibus a valor justo o que considero um motivo ínfimo comparado a tantos outras comédias feitas com o povo brasileiro. Comédias, sim digo comédias pois é o que o clássico corrupto, o político, os mandantes fazem com a nossa cara. Fico triste e revoltado ao ver tanta violência no combate aos manifestantes e ver pessoas como você caro luiz antonio enxergando apenas de uma forma medíocre a situação atual. Espero que leiam e reflitam sobre este assunto, e façam mais protestos, eu estarei lá para ajudar na manifestação, contem comigo, mais um estudante revoltado e não alienado em prol do sonho antigo de um Brasil melhor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:15
    Enviado por: Rafael

    Luiz Antonio, então os manifestantes é que são desocupados? Um país onde a população toda está acomodada, sabendo, tendo a plena ciência de que a saúde, a educação e a segurança está um caos, um desastre, mas que fica de braços cruzados em frente a uma televisão e que não toma nenhuma atitude para mudar a situação? E quando falo de segurança, me refiro aos verdadeiros bandidos! E não aos manifestantes desarmados, mas que mesmo assim levam tiro de bala de borracha na cara e são espancados! Existem sim os vândalos, mas são minoria e a mídia sensacionalista foca justamente neles para tentar desviar o foco do protesto! Se você não está fazendo nada para questionar as decisões intransigentes destes nossos políticos, tem gente que está fazendo, e são estudantes que dependem do transporte público. São 20 centavos de diferença, mas, multiplicado pelos milhões que usam o transporte público todos os dias, é dinheiro demais no final de um ano, que não vai para a melhoria das condições de transporte, mas, sim, pro bolso de político safado!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:23
    Enviado por: pernelle

    Os trabalhadores não tem condições de pagar a alta tarifa dos transportes públicos.
    Eles ganham salário mínimo.
    E os ônibos são sujos e de péssima qualidade, são ônibus de lata.
    E vcs. acham que alguém vai se preocupar com o povo, com pessoas humildes eque ganham salário mínimo?
    Experimentem, andem de ônibus em SP, são péssimos sujos e inadequados. para uso público.
    Sugiro que a Veja experimente andar de ônibus.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:30
    Enviado por: Jefferson Reis

    Quando esses manifestantes são chamados de vândalos, todos os filhos do Brasil também são chamados assim.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:35
    Enviado por: Lígia de Souza

    O governo deve ter chamado de vandalismo também quando foi feita a Queda da Bastilha em Paris, durante a revolução. Infelizmente existem pessoas como o Luiz Antonio que só veem o que a MÍDIA promove. Vai pra rua e leia o que se passa na internet com os manifestantes, abra a cabeça, a revolução NÃO SERÁ TELEVISIONADA!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 00:38
    Enviado por: Márcia

    Realmente e predominantemente havia um monte de bandeira do PSOL e do PSTU em todas as passeatas dos manifestantes na cidade de São Paulo!! Será que estes partidos conseguirão acabar com a atual ditadura disfarçada de democracia?? Será que as mentes dos brasileiros deixarão de ser manipuladas? Sairão do estado de hipnose?? Será que a letargia está realmente acabando? Ou será que ainda é um estado de histeria coletiva causada por choques ao ver tanta corrupção… Tanta impunidade… Tanta carência… E tanto pouco caso?? Tomara!! O segundo estado será a próxima eleição… Ou eleição nenhuma? Acorda Brasil!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 01:11
    Enviado por: Claudio

    É impressão minha ou finalmente o povo brasileiro está acordando?! Lutando pelos seus direitos?! poucos ainda mas acordando.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 01:12
    Enviado por: vanessa

    que anda pensando *

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 01:21
    Enviado por: Nath

    Não sou de SP, mas sei o quanto as pessoas que necessitam do transporte público sofrem. E já não basta o sofrimento do pouco salário, aumento na alimentação, impostos caríssimos, agora o único meio de transportes das pessoas que não é tem a possibilidade de comprar um carro, pode usar, se torna mais caro. Boa parte cometeram crimes sem necessidades, mas tenho certeza que mais da metade dos manifestantes, queriam apenas um reacordo… Pessoas que estavam brigando por seus direitos. Porque se pessoas, como esse cidadão a cima não se movem, nós, a classe que NECESSITA desse meio de transporte, brigamos e lutamos por isso. O abuso policial foi absurdo, e não me deixa indignada, porque não há como não esperar esse tipo de atitude dessas pessoas que se dizem profissionais, formados para a nossa segurança.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 01:23
    Enviado por: Augusto

    Tem que trancar tudo! Acorda Brasil!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 02:11
    Enviado por: José Silva Sobrinho

    Parabéns aos manifestantes, que lutam por uma causa justa, embora não seja digno de aplausos depredar patrimônio público. Abaixo a polícia truculenta de São Paulo, muito violenta contra manifestantes, ineficiente contra bandidos de toda a espécie. Abaixo a polícia que retroage no quesito liberdade de expressão, agredindo covardemente jornalistas e fotógrafos. Os veículos de imprensa precisam ser mais incisivos na divulgação da violência sofrida por seus profissionais; precisam se unir nesses momentos e esquecerem a concorrência. Não se pode aceitar que em pleno século 21 policiais prendam jornalistas por posse de vinagre.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 05:55
    Enviado por: Alexandre Labatut

    Não bastasse a violência policial, ainda temos que ler sobre diarréia cerebral que alguns leitores desocupados e ignorantes à situação geral da nação, usam como meio para esconder a sua própria falta de caráter e de bom senso.
    Um mequetrefe que não solidariza-se com ninguém.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 07:37
    Enviado por: anderson

    Esse é o Brasil, onde tudo que os governos aprova o povo apoia , chega de ser submisso a pessoas que não saibam governar e que os colarinhos brancos não sente na pele a leis que eles proprios criaram , como o aumento da tarifas de onibus , o governador e sua familia pega condução pra ir ao trabalho ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 08:00
    Enviado por: Rafael

    luiz antonio (primeiro comentário) é uma piada da sua parte, você realmente pensa dessa maneira, você realmente pensa? Como pode em um país onde a alienação política é geral, iniciativas como essas não sejam apoiadas. Se Deus permitir, existirá mais manifestações como essas, o povo se unirá aos poucos, as Internet está contribuindo muito para isso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 08:30
    Enviado por: ricardo

    Isso tudo é muito bom. As pessoas procurando os seus direitos através da manifestação, pois as leis e a politica neste pais estão todas corrompidas e somente favorecem os politicos, que se aproveitam da situação e tiram proveito disso. Nada fazem para a população. Veja vcs estes tarados da politica em Paris quando aqui esta tudo pegando fogo…..se essa manifestação mudar para um protesto politico para diminuir a carga tributaria e tb mudança da lei de voto, com certeza tera meu apoio e vou para as ruas tb para destruir tudo que não presta neste pais maravilhoso.
    Abaixo a passagem de onibus, a maioridade penal, as leis trabalhistas, a carga tributaria, os direitos do politicos e salarios e tudo q prejudica o desenvolvimento deste pais…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 12:47
    Enviado por: Danilo Marostegan

    Que triste! Exatamente por existirem tantas pessoas como vc Luiz Antonio, que O Brasil esta como esta… Eu moro em londres ha 8 anos, li hj no facebook de um amigo que tambem mora aqui que o preco do onibus aqui eh £1,40, oque representa 0.14% do salario minimo, enquanto que em Sao Paulo por R$3,40 representa 0,54% do salario minimo do pobre brasileiro. Nunca vimos nenhum assalto dentro dos onibus aqui, segundo meu amigo, no rio de janeiro as cameram registram ate estupros! Se as pessoas saem a rua para manifestar seu direito enquanto cidadao de um pais democratico, a policia nunca ira impedir e muito menos ainda usar de violencia e abuso de poder.

    Nao sou nenhum pouco a favor de guerras mas acho que isso esta acontecendo pq o povo esta cansado!!!! Muita palhacada rolando ha muito tempo!!!!!!! E vc meu caro Luiz Antonio, ao inves de se irritar pelo transito que vc enfrenta no conforto do seu carro e dentro de sua plena ignorancia, deveria tbm sair e manifestar para que tenhamos um Brasil melhor!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 13:52
    Enviado por: Alex

    O fotografo cabeludo ali, eu vi, ele pregou um capacete de um policial jogou no chão e chutou ainda, ai a galalera foi pra cima mesmo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 15:00
    Enviado por: Itamar Fernandes de Oliveira

    Cresci ouvindo o “slogan” SÃO PAULO. A CIDADE DE QUE NÃO PARA.
    Se a cidade não para, por que os três setores da economia, ou seja, INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS têm que trabalhar das 8,00 as 18,00h e provocar o imbecil encontrão dessa enorme quantidade de veículos tentando levar os trabalhadores(as) para ganharem o seu quinhão?
    Escalonando o início de horário de trabalho desses setores, com intervalos de 3,00h, entre eles, tiraríamos em cada IDA e VINDA dois terços desse enorme contingente de trabalhadores desse sufoco que precisam diariamente enfrentar, só pra ir trabalhar.
    Essa media, a meu ver, além de agilizar o IR e VIR dos(as) trabalhadores(as), talvez possa até diminuir o custo da passagem de ônibus porque a fluidez no trânsito vai acabar com o desgaste de veículos parados, queimando combustível, mas longe do seu objetivo.
    Quando bem atendida, mesmo pagando relativamente caro pelo atendimento, a pessoa dá até gorjeta. Mas quando o atendimento é mal feito, em regra geral, as pessoas não querem pagar. E se falar em aumentar o preço desse atendimento ruim, o “bicho” certamente vai pegar.
    A atitude diante do fato é muito mais importante que o fato, por melhor ou pior que ele seja. Mas se a gente não tomar atitude, certamente vamos permitir que a mediocridade continue a imperar, permitindo que o caos consiga se instalar.

    Itamar Fernandes de Oliveira.
    http://www.encontroconsigomesmo.spaceblog.com.br
    14//06/2013.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/06/2013 - 17:59
    Enviado por: cristovam carvalho silva

    o responsavel por toda a violencia é a policia de sao paulo,truculencia e o governador de SP com a maior cara de pau diz que o responsavel sao os manifestantes.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/06/2013 - 00:15
    Enviado por: Ana Paula Machado

    Triste ver que tem pessoas que chamam de vândalos e vagabundos quem luta por justiça, digo a maioria desses vândalos que estão ali tenho certeza que não precisam questionar a passagem, eu iria pra esse luta em meu estado sim, estamos vendo a injustiça descarada nesse país, roubam milhões sem necessidade, vivem de luxo a custa da população carente. ônibus que mais parecem latas de sardinhas, fedidos e caros. Devido a certa minoria estamos vivendo um caos na saúde, educação e transporte, verdadeira vergonha este país e cheio de pessoas orgulhosas e que só conseguem olhar para seu umbigo. Deixo aqui uma mensagem se não passares pela justiça do homem com certeza irá passar pela de Deus ou do Diabo, ou vocês acham que morre e vai para um castelo!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/06/2013 - 08:02
    Enviado por: Francisco ivo araújo

    Nós deveríamos protestar contra a violência.contra as irregularidade na saúde. a má distribuição de renda, falta de segurança.Seria mais importante do que por aumento de passagem.u8c7

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/06/2013 - 08:05
    Enviado por: Francisco ivo araújo

    Nós deveríamos protestar contra a violência.contra as irregularidade na saúde. a má distribuição de renda, falta de segurança.Seria mais importante do que por aumento de passagem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/06/2013 - 23:47
    Enviado por: izaias.t.s.

    esse prefeito sem vergonha. esta e querendo paga os novos e
    ”inutius” painel de propagande que ele diz ser pontos de onibus que esta mandando intalar em são paulo por isso esta roubando o puco que resta do nossos salarios.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/06/2013 - 23:56
    Enviado por: izaias.t.s.

    damos mas 0,20 centavos ao prefeito e temos como troco cactetes na cabeça, balas no olho, esplay de pomenta no rosto,socos, pontapés e o governador ainda vai com essa cara de pau para a tv falar que les e que tem rasão . (que poca vergonha).

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/06/2013 - 00:09
    Enviado por: izaias.t.s.

    os manifestantes são tratados como vandalus.
    e ous policias que estão deramando nosos sangue como devemos associalus?
    (vampiros,abruts,não tenho uma colocação oa certo dé a sua.!)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/06/2013 - 01:36
    Enviado por: namir minardi

    Será que apenas o aumento da tarifa de ônibus merece esta mobilização? Será que, ao ensejo, não vale a pena que essa população já mobilizada e organizada também seja contra a violência sem limites, a impunidade, os altos salários dos nossos indignos representantes – de vereador a senador , a corrupção endêmica? ACORDA GIGANTE! O nosso problema não se resume a R$0,20.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/06/2013 - 16:54
    Enviado por: afonso

    sou favor da manifestação povos vamos unir contra o governo por que sois temos direito .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/06/2013 - 17:05
    Enviado por: afonso

    podem morrer as pessoas mas nunca suas ideias .povos unidos jamais sera vencido

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/06/2013 - 17:08
    Enviado por: afonso

    “Não há fronteiras nesta luta de morte, nem vamos permanecer indiferentes perante o que aconteça em qualquer parte do mundo. A vitória nossa ou a derrota de qualquer nação do mundo, é a derrota de todos.”

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

  • Quem Faz

    Quem Faz

    Redação do jornal O Estado de S. Paulo

Comentários recentes

  • Luca: Tente tomar spray de pimenta no olho que vai descobrir para que serve o lenço no rosto… ou voces acham...
  • Paulo: Excelente pergunta do Carlos: Por que tem que esconder o rosto? Por que colocar fogo em objetos?
  • Carlos frederico Souza: Por que tem que esconder o rosto? Movimento manipulado pelo PT e demais dinossauros vermelhos...
  • Alzira: Esperamos que da próxima vez os manifestantes portem um cartaz com “Fora Dilma”. Dona Dilma já...
  • crbm: Cade a imprensa desse país que se esconde e nao tem coragem de denunciar esses medicos mercantilistas, sangue...

Arquivo

Blogs do Estadão