1. Usuário
Assine o Estadão
assine
sexta-feira 09/12/11

Elas, as aspas

aspas

Para fazer o caderno especial de fim de curso, no qual tínhamos pouco espaço para pôr muita informação, um dilema apareceu: como usar as aspas? Eram várias pessoas entrevistadas com histórias e análises interessantes, mas não seria possível colocar todas elas na matéria. Uma das principais dificuldades era, entre tanto material, identificar falas que merecessem

Ler post
quinta-feira 08/12/11

Só personagens não fazem notícia

personagens_ morguefile

Carla Miranda nos alertou durante a correção de nossas matérias logo nas primeiras semanas de curso: “Jornalistas costumam ‘provar’ qualquer tese quando encontram três personagens que digam ou façam aquilo”. Dando exemplos hilários, Carla disse que deveríamos ter muito cuidado para não apresentar exceções como se fossem regras, evitando mostrar falsas tendências, um problema somente

Ler post
quinta-feira 27/10/11

A alegria do feedback

O jornalista em início de carreira se acostuma rapidamente a ser avaliado, seja pelos professores, colegas ou pelos chefes. Porém, tantas avaliações não conseguem substituir àquela pela qual eles buscam desde que escolheram a profissão: a do leitor, ouvinte ou telespectador. A situação é angustiante. Sabemos que nossos textos provocam reações em quem os lê,

Ler post
quinta-feira 29/09/11

As perguntas são a resposta

Socrates_Louvre

Foto: Eric Gaba / Wikimedia . Qual a principal fonte de conhecimento para um ser humano? Livros, jornais e revistas são boas respostas. Aprender com um bom professor também é imprescindível. Convivência e experiência de vida, claro, não podem ficar de fora. Mas se há algo que descobrimos nas aulas com Luiz Felipe Pondé, é que

Ler post
quinta-feira 15/09/11

Pecados capitais

Uma das primeiras lições aprendidas logo no primeiro dia do curso foi da gravidade para um jornalista cometer dois pecados: preconceito e dedução. Apesar de não costumar muito fazer anotações durante a aula, fiz questão de escrever essas duas palavras em meu bloco e grifá-las. Por quê? Ao ouvir tanto “preconceito” quanto “dedução”, lembrei-me de um episódio

Ler post