1. Usuário
Assine o Estadão
assine
segunda-feira 16/12/13 18:18

‘Partido Jovem’, o caderno especial da 24ª Turma

Danilo Cruz, Kéuri Gyelli e Clariane Santos dão rosto à geração que tomou as ruas neste ano

[caption id="attachment_2567" align="alignnone" width="630"] Danilo Cruz, Kéuri Gyelli e Clariane Santos dão rosto à geração que tomou as ruas neste ano[/caption] Seis meses depois das manifestações que tomaram o País, os alunos do 24º Curso Estado de Jornalismo foram às ruas para tentar entender a participação política dos jovens. Os Focas entrevistaram 420 pessoas entre 15 e 29 anos, em 60 pontos da capital paulista, em um trabalho que contou com consultoria metodológica do ...

Ler post
segunda-feira 16/12/13 17:36

Semana Estado 2013 – entrevistas exclusivas e palestras

Com tema Grandes Reportagens, a Semana Estado de Jornalismo ocorreu de 22 a 25 de outubro. Mais de 200 estudantes do Brasil todo estiveram no auditório do Grupo Estado, participando de palestra e debatendo com alguns dos principais nomes do jornalismo. Confira os melhores momentos das palestras e entrevistas exclusivas com os convidados, em uma cobertura feita pela 24º turma do Curso Estado de Jornalismo. Clique nos blocos para informações gerais e galerias e fotos, e nos nomes dos palestrantes para saber ...

Ler post
sexta-feira 25/10/13 18:38

Como lidar com as fontes no jornalismo esportivo

Por Felipe Resk

Repórter esportivo do jornal O Estado de S. Paulo Almir Leite defende que todo jornalista precisa estar atento à origem da informação para fazer uma boa matéria. Mesmo quando ela aparenta ser pouco complexa. “Há interesses envolvidos até numa contratação do Rio Claro (time do interior de São Paulo)”, afirmou, na Semana Estado de Jornalismo.

O preceito é básico: toda notícia apresenta diversos lados. No caso do futebol, são várias fontes possíveis, cada uma com interesses distintos. Dirigentes, assessores, empresários, atletas, torcedores… Até político entra na onda, em especial, às vésperas da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no Brasil.

E o papel do jornalista nisso tudo? Almir Leite adverte que o compromisso deve ser exclusivamente com o leitor. “Nós precisamos entender esse jogo que envolve a notícia, para não vender a versão que interessa a uma das partes”, diz.

O trabalho é complicado, admite, porque não há uma receita para descobrir as intenções de cada fonte em todos os contextos. “Temos de observar o comportamento delas e verificar a veracidade de cada história que elas nos passam. Com o tempo e com a experiência adquirida, conseguimos criar um ciclo de fontes confiáveis”, afirma.

No ritmo do jornalismo diário, nem sempre essa tarefa é simples. “Às vezes não temos certeza sobre todas as informações que nos passaram durante a apuração. Ainda assim, é melhor contar a história até onde você sabe a escrever uma notícia que pode estar errada”, conclui.

Ler post
sexta-feira 25/10/13 18:26

A cobertura jornalística dos esportes olímpicos

Por Celso Filho

 Os grandes eventos esportivos que serão sediados no Brasil vão requerer um preparo a mais dos jornalistas. A repórter do Estadão Amanda Romanelli disse em entrevista antes da palestra para a Semana Estado que o diferencial da cobertura estará nos profissionais que acrescentarão à notícia informações que não são de conhecimento do público geral, como comparações históricas de resultados e a trajetória de atletas.  

Segundo Amanda o jornalista, especialmente na cobertura do esporte olímpico, deve estar preparado ...

Ler post
sexta-feira 25/10/13 17:50

Jornalismo esportivo requer boa preparação e agilidade

IMG_7906

Por Teresa Dias Esporte foi o assunto que fechou a Semana Estado de Jornalismo. A repórter do Estadão Amanda Romanelli ressaltou a importância da cobertura especializada no tema. "Você tem que estar preparado antes de cobrir eventos esportivos. Numa Olímpiada, por exemplo,é necessário ter uma boa bagagem cultural e rapidez para tomar decisões em um ambiente em que várias coisas acontecem ao mesmo tempo", afirmou. Ela citou como exemplo a cobertura que ...

Ler post
sexta-feira 25/10/13 17:05

Conseguir uma boa história, a recompensa de um jornalista

ma

Por Fernando Arbex Paulo Favero, da editoria de esportes de O Estado de S. Paulo, foi um dos palestrantes da Semana Estado de Jornalismo, nesta sexta-feira. O repórter disse que o trabalho pode ser muito físico, de a pessoa ter que carregar uma mochila pesada nas costas e buscar a reportagem. “A recompensa vem quando você consegue uma boa história”, afirmou Favero. Ele disse que os jovens repórteres devem gostar de ir atrás da notícia e não se contentar a pesquisar apenas ...

Ler post
sexta-feira 25/10/13 16:31

Repórteres defendem jornalismo mais humano

Por Pedro Sibahi

“Se alguém não me contar uma história extraordinária, não é porque esta pessoa não tem uma história extraordinária, mas eu é que não fui capaz de buscá-la”. Essa frase de Eliane Brum, citada pela jornalista Daniela Arbex, deu o tom para o primeiro bloco do último dia de palestras na Semana Estado de Jornalismo. A sessão se dedicou a debater Reportagens Ganham Vida na Cidade, mostrando a importância de buscar histórias diretamente na vida das pessoas comuns.

A ...

Ler post
sexta-feira 25/10/13 16:07

É preciso ser humilde diante dos fatos, afirma Bruno Paes Manso

IMG_4355

Foto: Vanessa Vieira Por Cláudia Assencio O repórter  especial do Caderno Metrópole do jornal O Estado de S. Paulo, Bruno Paes Manso, participou do primeiro bloco de palestras desta sexta-feira, com o tema “Reportagens ganham vida na cidade”. Bruno Paes Manso conseguiu aliar a carreira jornalística à pesquisa acadêmica. Experiente na editoria de Cidades,  iniciou a carreira no jornalismo diário em 1996, no Estadão, mas já passou por publicações como Veja e Pequenas Empresas & ...

Ler post