21.fevereiro.2014 00:01:53

Passe livre

por Gabriel Perline

Nada de deixar seu melhor amigo em casa: há bares, restaurantes e padarias que também abrem as portas para os cachorros. E até oferecem agrados

Quem tem cão sabe: o animal é especialista em nos mirar com aquele olhar carente sempre que estamos de saída e ele percebe que não vai nos acompanhar no passeio. O argumento, recorrente, é de que não é permitida a entrada de bichos em bares, restaurantes ou mesmo padarias – que, muitas vezes, oferecem, no máximo, um ‘estacionamento’. Mas, para a sorte de quem tem um mascote, a cena na cidade está mudando e, cada vez mais, estabelecimentos estão se tornando amigáveis a animais – os chamados pet friendly.

Esses locais são simpatizantes à ideia de que os bichos façam parte da rotina e do lazer de seus donos. Para conhecê-los melhor, o Divirta-se escalou dois ‘cãovidados’ para testar o atendimento e verificar se eles realmente são bem-vindos, tanto pelas casas quanto por seus frequentadores. Se você tiver mais dicas de onde passear com seu amigão, publique foto nas redes sociais com a hashtag #divirtaseestadao. Gabriel Perline (com colaboração de Clarice Cardoso e Fábio Brito)

ANTES E DURANTE
Pedimos a Gilberto Miranda, especialista em comportamento animal, dicas de adestramento fundamentais para que o passeio com seu pet seja agradável:

  • Antes de entrar no estabelecimento, leve o pet para dar uma volta e usar o ‘banheiro’. Não se esqueça do saquinho para recolher os dejetos do animal.
  • Além de a castração ser importante para a saúde do pet, cães esterilizados não demarcam o território com xixi.
  • Lembre-se de que o seu melhor amigo precisa ir ao local já alimentado.
  • Não deixe o seu cão virar um pidão. Atitudes como dar comida de seu prato estimula o animal a sempre pedir mais.
  • Pets que gostam de brincar e que não são medrosos têm mais chances de se divertir durante o passeio.
  • Se o cão estranha pessoas, o ideal é que ele seja treinado antes para lidar com ambientes fechados e agitação.
  • É importante ensinar comandos básicos, como “senta”, “deita”, “junto” e “fica” antes de sair com o bicho.
  • Leve guia curta e coleira, mesmo que o animal fique no colo. Nunca o deixe solto, andando pelo ambiente.
AJUDINHA EXTRA
As duplas Gabriel Perline/Adam e Clarice Cardoso/Belardo Bernardo visitaram 12 estabelecimentos ‘pet friendly’ – e nem todos passaram pelo crivo dos quatro ‘repórteres’

 

RAÇÃO EXTRA
Além da ótima cozinha, o restaurante Josephine (R. Jacques Félix, 253, 3842-5891) abre as portas para os pets, que podem ocupar as mesas externas. Oferece água e ração à vontade. O Spadaccino (R. Mourato Coelho, 1.267, 3032-8605) e o Casa do Parmegiana (Av. Sabiá, 733, 5052- 6060) também permitem animais e disponibilizam potes com água, ração e biscoitos. No Felix Bistrot (R. José Felix de Oliveira, 555, 4702-3555), há uma mesa especial em que o cão pode se sentar. Para fazer a reserva, no entanto, o dono deve garantir que seu bichinho seja bem-comportado.

PROGRAMA COMPLETO
Dá para pegar um cinema, ver exposição e ainda participar de happy hour com os amigos na companhia de seu pet. No Matilha Cultural (R. Rego Freitas, 542, 3256-2636), todas as áreas estão abertas aos cães. A partir do dia 11/3, a casa retoma o Cine Matilha, com sessões diárias de filmes.

BOEMIA CANINA
Em vez de pote com água, o Tatu Bola Bar & Grelha (R. Clodomiro Amazonas, 202, 2539-9071) instalou na área externa um bebedouro para os pets que visitarem a casa. No Barteco (R. Pinheiros, 220, 2619-2880), os animais têm passe livre nas espaçosas mesas da calçada.

PÓS-ALMOÇO
No Coffee Lab (R. Fradique Coutinho, 1.340, 3375-7400), não tem erro: o adesivo na porta sinaliza a entrada permitida de cães. Enquanto você toma seu cafezinho na área externa, seu pet ganha potinho com água. A recém-inaugurada gelateria Dri Dri (R. Pe. João Manuel, 903, 3061-9646) também oferece água e a Brigadeiro Doceria & Café (R. Pe. Carvalho, 91, 3813- 6656) – um paraíso para os formigões – tem um lindo jardim para ficar com o mascote.

ÀS COMPRAS
Quando for comprar algum item para sua casa, seja para reforma ou decoração, seu melhor amigo pode participar do passeio. As redes de lojas da C&C – Casa e Construção  www.cec.com.br), Leroy Merlin  www.leroymerlin.com.br) e Telha Norte  www.telhanorte.com.br) permitem a entrada dos pets, desde que estejam presos à coleira e sejam sociáveis.

ANDAR COM FÉ EU VOU…
Se seu pet precisa de uma proteção especial, a Associação Espírita Amigos dos Animais (R. Manuel de Moura, 63, 3534-3643) faz encontros para orações e passes espirituais: 5ª, 16h30 e 18h; 6ª, 20h; dom., 9h, 10h, 11h, 12h e 13h. Já a Paróquia São Francisco de Assis (R. Borges Lagoa, 1.209, 5576-7960) realiza todos os anos, no dia 4 de outubro, missas para abençoar os bichinhos, com a presença deles.

PATAS NA ESTRADA
Que tal um rafting no Rio Juquiá? A aventura é organizada pela Turismo 4 Patas  www.turismo4patas.com.br; 98280-9562). É amanhã (22) e custa R$ 300 (cão e dono, com refeições). Já a Gang do Zeca  www.gangdozeca.com.br; 4999-6994) faz trilhas perto da capital. As inscrições para a próxima (23/3), em Taiaçupeba (R$ 120; cão e dono, com refeições), começam na 2ª (24).

#PARTIU, BALADA
Lugar de cão é na… balada! O educador de animais Gustavo Campelo faz festas com DJs e brinquedos para os pets. Vale seguir a página no Facebook para saber a data da próxima (bit.ly/balada_cao). Se quiser festejar o aniversário de seu amiguinho, a Pet Party (bit.ly/pet_party) se encarrega de todos os detalhes, desde a decoração até os quitutes para o anfitrião e seus ‘cãovidados’.

Agradecimentos: restaurante Sálvia – Cozinha de Afeto (Av. Jacutinga, 96, Moema, 2628-8958)

Tags: ,

Comentários (28) | comente

  • A + A -
28 Comentários Comente também
  • 21/02/2014 - 08:34
    Enviado por: Carlos Eduardo

    Interassante a matéria! Brasília poderia ter lugares assim tbm!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/02/2014 - 15:00
      Enviado por: SergioTulio Lindemberg

      Carlos, pena mesmo. Deveria ter mais lugares assim em Brasilia. Mas lá, pelo que ouço de amigas os BSBs não são muito amigos de bichos de estimação. Gostam mais de outros animai$.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/02/2014 - 09:27
    Enviado por: Mariana

    No Shop. Cidade Jardim pode levar cachorro de qlq tamanho tbm. Todos os restaurantes tem mesas externas onde vc pode almoçar/jantar com seu pet.
    Tem também um restaurante em Pinheiros que chama Brado onde os pets são bem vindos, ganham aguá e bifinhos =)

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/02/2014 - 17:54
      Enviado por: vania

      Que otima informacao!No Restaurante America do Shopping Jardim Sul, tivemos que comer em pe, ao lado da mesa ja servida do lado externo! Nao podiamos sentar para comer, mesmo que o caozinho ficasse a um metro de distancia da mesa – foi ridiculo!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 28/02/2014 - 10:40
      Enviado por: Lucienne Figueiredo

      Ola! Tenho uma Pousada em Campos do Jordão e recebemos e amamos todos os bichinhos!!! e há vários restaurantes aqui que também recebem pets..

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/02/2014 - 09:28
    Enviado por: Luiz

    Curitiba também, aqui praticamente não há lugares que aceitem nossos filhotes.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2014 - 11:45
    Enviado por: marcos dutra

    Excelente idéia, sugiro que se faça um LOGOTIPO PET FRIENDLY, para que se possa visualizar os locais afins sem que se tenha que parar para perguntar, e quase sempre é um não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2014 - 12:07
    Enviado por: Sergio

    Gosto muito dessas inovações, o que sinto muita falta é quando vai viajar e os hoteis e pousadas não tem algum tipo de canil e quando é admitido pode se ficar com o dono no quarto desde que seja de porte pequeno, fica ai uma ideia para os proprietários de hoteis e pousadas

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2014 - 12:23
    Enviado por: Nada de deixar seu melhor amigo em casa: há bares, restaurantes e padarias que também abrem as portas para os cachorros. E até oferecem agrados « :: Agito SP ::

    [...] íntegra da reportagem você lê no Divirta-se do Estadão: http://blogs.estadao.com.br/divirta-se/passe-livre/ Avalie isto:Compartilhe esta notíciaCompartilharEmailImprimirShare on TumblrCurtir isso:Curtir [...]

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2014 - 14:06
    Enviado por: Ana Luiza

    Cadê os gatos nessa história? Eles são pouco valorizados pelo brasileiros e ainda descriminados, mas são considerados os animais do século XXI, eles possuem várias qualidades e não deixam de ser carinhosos. Os cachorros são ótimos animais, mas também devemos dar espaço aos felinos.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/02/2014 - 22:12
      Enviado por: Vera

      Acho que é porque gatos preferem ficar em casa – eu amo gatos e tb sou totalmente caseira. Acho que não é implicância com os gatos – eles são mais introvertidos e preferem ficar sossegados no seu canto, e como são muito independentes, eles saem quando querem, se quiserem e puderem, eles é que escolhem!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/02/2014 - 14:48
    Enviado por: Ana Maria Straube

    Muito bacana a matéria. O número de lugares “pet friendly” está crescendo, felizmente. Espero que cada vez mais estabelecimentos reservem espaços ou dias especiais para os “pais” de cachorros e outros bichos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2014 - 15:22
    Enviado por: MariaLDário

    Adorei a reportagem. Parabéns.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2014 - 17:23
    Enviado por: Gabriela

    Fiquei abismada quando levei meu pet ao shopping Metrô Tucuruvi, na zona norte de São Paulo, e fui barrada. Os animais não podem entrar nem no colo! Nunca vi isso!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/02/2014 - 07:57
      Enviado por: Maria Laura

      Tambem fico abismada. Isso é terceiro mundismo. Faça uma reclamaçao e mostre a eles a realizade e a modernidade dos novos tempos.
      beju

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/02/2014 - 19:17
    Enviado por: Aglaê Rogano

    Não concordo com animais em locais que servem refeições. Acho anti higiênico. Já testemunhei cachorro fazendo cocô na porta de loja do shopping Higienópolis, xixi em salão de beleza e avançando latindo para idoso. Essas situações fogem do controle do dono. Acho que assim como o fumo o animal tb incomoda e traz doenças.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/03/2014 - 13:02
      Enviado por: Jú Bressan

      Minha distinta senhora, poderia por gentileza se auto-fecundar, sua filha de uma dama que por ventura realizou desejos extra-conjugais remunerados e por infelicidade pariu uma criatura desprezível como você.
      Onde já se viu comparar um animal ( criado por DEUS ) com FUMO??????
      Quem traz doenças a humanidade são atitudes e pensamentos retrógrados como o seu…arrrrgh q nojo de pessoas assim…

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/02/2014 - 07:56
    Enviado por: Maria Laura

    Acho corretissimo. Moro na Espanha e meu poodle já viajou por quase toda Espanha e ficamos em ótimos hoteis e ele SEMPRE JUNTO. Educadíssimo. Já fez 6 viagens ao Brasil e sem ele eu náo vou a lugar nenhum, por isso estou totalmente de acordo que restaurantes, e shopings abram as portas para nossos peludos

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/02/2014 - 11:33
    Enviado por: Fernanda

    Olha! Você já ouviu falar do aquipode.com? É justamente esse serviço, de informar os lugares onde pode bicho, e outros serviços afins! E tem o lance do adesivo!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/02/2014 - 11:58
      Enviado por: Gabriel Perline

      Fernanda, tudo bom? Soubemos da existência desse site na quinta-feira. E enviamos nossa edição para a gráfica sempre às quartas. Se a reportagem tivesse tomado conhecimento antes, certamente teríamos consultado a equipe para unir forças. Tks pela dica. Fica para a próxima ;)

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/02/2014 - 08:17
    Enviado por: Elaine

    O restaurante SPadaccino na vila madalena NÃO e petfriendly coisa nenhuma!!! Fomos no dia no dia 22 e depois de acomodados com nossos filhotes, solicitaram que os cachorros deveriam ficar na calçada, fora do restaurante! Detalhe que antes de entrar meu marido confirmou se poderíamos entrar com dois cachorros, e foi nos indicado a mesa!!! ridículos !!! A pessoa ainda ficou me perguntando quem tinha informado que era permitido e onde tinha visto na internet.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/02/2014 - 22:25
    Enviado por: Raquel

    O Brasil ainda tem muito o que evoluir nesse assunto, a gente nunca tem certeza se o estabelecimento é ou não é pet friendly pq os funcionários não estão treinados a esse tipo de serviço e infelizmente o brasileiro tb não. Ainda existe muito preconceito, como cheguei a ler aqui mesmo nos comentários. Cachorros podem sim se comportar mal da mesma forma que crianças. O comportamento só foge do controle para o dono que não sabe educar e impor limites ao animal. Moro fora do Brasil há alguns anos e sempre que vejo uma matéria assim me empolgo achando que vou conseguir manter a rotina da minha cachorra quando estiver aí mas infelizmente na prática é bem diferente. Precisamos abrir a nossa cabeça, deixar os preconceitos de lado e entender que compartilhar momentos com um animal significa qualidade de vida para muitas pessoas, assim como praticar esportes ou atividades do tipo, faz bem à saúde física e mental. Isso já foi comprovado cientificamente diversas vezes mas por enquanto ainda temos que conviver com pessoas que se apegam a detalhes que atrasam a evolução do ser humano.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/02/2014 - 01:30
    Enviado por: Anna Cassia Passarelli

    Engraçado… meu Totó tb parece moleque, mesmo com quase 13 anos… mas confesso que não dá muito para passear com ele assim… na verdade, eles são DOIS, Nina e Totó… muito raro não me darem uma canseira danada. Os dois se comportam muito bem sozinhos. mas, em dupla… vira “quadrilha”!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/04/2014 - 06:16
    Enviado por: Elio

    Levo o Bliss no Bucca da Tomas Morus, eles aceitam animais na varandinha. :)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/08/2014 - 12:32
    Enviado por: Gustavo Wendler

    Na C&C só é permitido entrar com cachorro dentro do carrinho de compras. Eles disponibilizar carrinhos de compra especiais, forrados com grama sintética.

    Cachorro no chão não é permitido.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

 

Arquivos

Todos os Blogs