Iniciada em 2010, a cinessérie ‘Os Mercenários’ chega ao seu terceiro capítulo. A aposta na estreia que ocorreu ontem (21) é alta. Oitocentas cópias estão em exibição no Brasil, o maior lançamento da história da Califórnia Filmes, que faz sua distribuição nacional.

Além de Sylvester Stallone, Jason Statham, Arnold Schwarzenegger e outros atores dos dois primeiros longas, a sequência dirigida por Patrick Hughes tem novos nomes no elenco. Mel Gibson, Antonio Banderas e Harrison Ford são alguns deles. A seguir, o Divirta-se mostra curiosidades sobre a franquia – relembra personagens que estão nela desde o início; apresenta novatos que entram em ação agora; e até revela histórias de atores cogitados para o enredo. Tem também nossa análise sobre o que poderia ser melhor no novo filme. Mas nada que estrague a diversão.

Crítica

‘Os Mercenários 3’ continua com a premissa estabelecida pelo roteirista e ator Sylvester Stallone: reunir icônicos astros de ação. Nessa nova empreitada, ele obteve sucesso. Conseguiu trazer para a franquia Antonio ‘Zorro’ Banderas, Harrison ‘Indiana Jones’ Ford, Wesley ‘Blade’ Snipes e Mel ‘Mad Max’ Gibson. Mas o que fica ao fim das duas horas de filme é uma sensação de déjà vu em relação ao anterior. Se ‘Os Mercenários’ (2010) era ao menos eficiente, ‘Os Mercenários 2’ (2012) trazia em sua autoironia um frescor para os brucutus – e para a plateia, que se divertiu especialmente com a presença de Chuck Norris.

Na nova sequência, Stallone tenta repetir a dose de humor e obtém sucesso em apenas uma ou duas tiradas (a de Wesley Snipes, em relação à sua prisão na vida real, é a melhor). O enredo estilo ‘missão / baixa na equipe / vingança’ de ‘Mercenários 2’ é repetida. Quem assistiu ao anterior pode até imaginar que o elenco irá rir de si mesmo mais uma vez. Ledo engano. O time de jovens atores não tem um fator fundamental para o cinema de ação: carisma. ‘Os Mercenários 4’ já foi anunciado. Resta esperar pelos novos jogadores. E torcer pelo resultado da batalha.

Além de antigos personagens, ‘Os Mercenários 3’ recruta novos soldados. E há os que foram chamados ou cotados para a ‘missão’ e não compareceram

Veteranos

Barney Ross (Stallone) é o líder dos Mercenários e o soldado mais experiente do grupo. É leal aos subordinados e busca vingança por eles.

Lee Christmas (Jason Statham), braço direito de Ross desde o primeiro filme, já salvou a vida do comandante. É experiente no manejo de facas.

Yang (Jet Li), expert em luta, apareceu pouco no segundo longa. Na nova continuação, trabalhando para Trench (Schwarzenegger), não é diferente.

Gunnar Jensen (Dolph Lundgren) é impulsivo e teve destaque no filme de estreia, em que traiu os Mercenários. Foi perdoado pela equipe.

Toll Road, papel de Randy Couture, surge como especialista em demolições. Ele revelou sofrer de Transtorno da Personalidade Esquiva.

Com sua metralhadora giratória, Hale Ceasar (Terry Crews), um dos personagens engraçados da série, vira uma figura central nessa nova trama.

O irônico Trench, papel de Arnold Schwarzenegger, apareceu no primeiro filme como um ‘concorrente’ de Ross. Mas ajuda o rival nas produções seguintes.

Novatos

Antonio Banderas interpreta o falastrão Galgo. O espanhol junta-se ao time de Stallone e irrita os companheiros com sua verborragia.

Stonebanks é encarnado por Mel Gibson e considerado criminoso de guerra.O vilão era amigo de Ross e ex-integrante dos Mercenários.

Contato dos Mercenários na CIA, Max Drummer é o personagem de Harrison Ford. O burocrata acaba indo para a ação com os soldados.

Com Ross, Bonaparte (Kelsey Grammer) ajuda a escolher os jovens que integram o novo grupo de Mercenários – tudo para capturar Stonebanks.

Hacker do grupo, Thorn (Glen Powell) esteve preso por causar um blecaute em Seattle. Sua experiência com computadores salva o grupo.

John Smilee (Kellan Lutz) tem problemas em acatar ordens de seu chefe. Ele questiona Ross quanto ao real objetivo de deter Stonebanks.

Funcionário de um departamento de pesquisas de armamentos, Mars (Victor Ortiz) é visto como um nerd por Ross. Até o primeiro tiro.

‘A recepcionista?’, diz Ross quando Bonaparte vai com ele à casa noturna na qual Luna (Ronda Rousey) trabalha e põe arruaceiros no chão.

Médico e ex-Mercenário, Doc (Wesley Snipes) ficou anos preso e é resgatado pelo time. Rivaliza com Christmas na experiência com facas.

Desertores

Bruce Willis é Church nos dois filmes anteriores. Ele acertou participação no terceiro, mas pediu cachê maior e Harrison Ford entrou em seu lugar.

Presente no segundo filme, Chuck Norris também não retornou. Para participar daquele longa, exigiu que a violência fosse menor.

Mickey Rourke esteve no primeiro como o tatuador Tool. Ele foi cotado para retornar nas continuações, mas a volta não se concretizou.

Stallone também ofereceu a Jackie Chan uma participação em ‘Os Mercenários 3’. O ator chinês recusou por querer um dos papéis principais.

Milla Jovovich chegou a negociar com Stallone sua participação em ‘Os Mercenários 3’. Mas a Alice de ‘Resident Evil’ não fechou acordo.

O papel de Bonaparte acabou com Kelsey Grammer. Mas quem esteve cotado inicialmente para representar o personagem foi Nicolas Cage.

Vivendo de produções feitas para TV ou que vão direto para DVD, Steven Seagal também foi chamado para o novo longa. Não aceitou o convite.

Sylvester Stallone é a figura central de ‘Os Mercenários’. Vários atores da série já cruzaram -ou quase – seus caminhos com os dele no cinema

‘Assassinos’ (1995) trouxe Stallone e Antonio Banderas juntos na tela pela primeira vez. Stallone leva a melhor no duelo.

Dolph Lundgren foi rival de Stallone em ‘Rocky IV’ (1985), no papel de Ivan Drago. Os boxeadores se enfrentam e Rocky vence.

Mel Gibson quis dirigir ‘Assassinos’. Mas foi rodar ‘Coração Valente’ (1995), ganhador do Oscar de melhor filme e direção.

Além de estar em todos ‘Os Mercenários’, Arnold Schwarzenegger e Stallone dividiram a tela em ‘Rota de Fuga’ (2013).

O recente ‘Linha de Frente’ (2013) foi escrito para ser usado na série ‘Rambo’. A história foi adaptada e Jason Statham protagonizou.

Wesley Snipes foi o vilão de ‘O Demolidor’ (1993), com Stallone como o policial que o caça. Adivinha quem leva a melhor?

Sem Comentários | comente

  • A + A -

Deixe um comentário:

 

Arquivos

Todos os Blogs