14.março.2014 00:35:04

De volta à Terra

por Gabriel Perline

Os espetáculos Jesus Cristo Superstar e Elis – A Musical estreiam hoje (14) na cidade, levando ao palco personagens emblemáticos 

Por Gabriel Perline e Renato Vieira

Está aberta oficialmente a temporada 2014 de musicais em São Paulo. Dois espetáculos, com status de super produções, entram em cartaz a partir de hoje (14) na cidade: a inédita versão de Jesus Cristo Superstar, um dos marcos da Broadway nos anos 1970 e que ganhou ares modernos nas mãos do diretor Jorge Takla; e Elis – A Musical, que arrebatou o público carioca – cerca de 80 mil pessoas assistiram à temporada no Rio – e que aterrissa agora em um dos maiores teatros da cidade.

Jesus Cristo Superstar.
Complexo Ohtake Cultural (627 lug.). R. dos Coropés, 88, Pinheiros, 4003-5588. 5ª e 6ª, 21h; sáb., 17h e 21h; dom., 18h. R$ 50/R$ 230. Até 8/6.

Elis – A Musical.
Teatro Alfa (1.422 lug.). R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, 5693-4000. 5ª, 21h; 6ª, 21h30; sáb., 16h e 20h; dom., 17h. R$ 40/R$ 180. Até 13/7.

 

NOS BASTIDORES
Horas antes de ecoar o terceiro sinal, o espetáculo já começou. Pelo menos, para as equipes de Jesus Cristo Superstar e Elis – A Musical, que, somadas, listam mais de 340 profissionais trabalhando intensamente atrás (ou embaixo) dos palcos. No backstage, estão figurinistas, camareiras, maquiadores, técnicos de som e de iluminação, músicos, entre vários outros responsáveis pela concepção da magia de cada show.

O Divirta-se acompanhou os musicais justamente por trás das cortinas e conheceu os protagonistas que não aparecem em cena. Desvendamos também curiosidades que estão longe do campo de visão da plateia – e que compartilhamos nesta matéria.

Veja na galeria abaixo quem faz o show acontecer:

A escolha dos atores ideais para determinados papéis já é meio caminho andado para o sucesso de um musical. Alguns passam por baterias de testes. Outros estão no lugar certo, na hora certa.

INTERVENÇÃO DIVINA
“Foi a vontade de Deus”, diz Negra Li, referindo-se a uma intervenção divina para sua conquista do papel de Maria Madalena. “Fui aprovada em três testes e convocada para os workshops do musical O Rei Leão. Eu seria a Nala, mas desisti por conta de uma viagem. Hoje, vejo que meu caminho já estava traçado.” Para as audições de ‘Jesus Cristo’, a cantora fez aulas para adaptar seu tom contralto ao mezzo soprano. “Tive de sair da minha zona de conforto.”

AMBIÇÃO
“É o papel que sempre quis”, afirma Igor Rickli, intérprete de Jesus. Ele soube do musical no início de 2013, quando atuava em Flor do Caribe, novela da Globo. “Comecei a me preparar para as audições muito antes de serem marcadas”, confessa o ator, que considera este seu maior papel. “Foram muitas noites de sono perdidas para dar o tom certo ao personagem.”

MUDANÇA DE HÁBITO
Antes de ser Judas Iscariotes, Alírio Netto teve seus dias de Jesus na versão mexicana do musical, em 2001. No Brasil, ele se inscreveu para o papel de Igor Rickli, mas os diretores o apontaram outros caminhos. “Hoje, vejo que me identifico mais com Judas. Sou humano ao extremo, contestador e cometi meus erros. Essa bagagem pessoal me ajudou a compor meu personagem.”

CAI DENTRO
Tuca Andrada planejava passar um tempo fora do Brasil quando ligou para Dennis Carvalho após ver ‘Elis’ no Rio de Janeiro. “Queria dar os parabéns e ele já veio me convidando para substituir Felipe Camargo em São Paulo”, diz. O ator interpreta Ronaldo Bôscoli, primeiro marido da cantora. “Ele era uma pessoa ácida, mas foi muito importante para Elis.”

O QUE TINHA DE SER
César Camargo Mariano é conhecido por sua personalidade introspectiva. Para viver o músico, Claudio Lins optou por uma outra leitura. “O César da peça é mais ficcional, mas sem trair a essência da personalidade dele. Busquei um contraponto com o Bôscoli”. O pai de Claudio, Ivan Lins, compôs para Elis Regina ‘Madalena’ e ‘Aos Nossos Filhos’, que Laila interpreta no musical – um dos pontos de maior dramaticidade de ‘Elis’.

NADA SERÁ COMO ANTES
Laila Garin já fez musicais como Grease e Gonzagão – A Lenda. A atriz queria desbravar outros formatos quando fez o teste para ‘Elis’ e derrotou 200 candidatas. Desde novembro, ela arrebatou a plateia e a crítica com sua interpretação. “Eu tinha medo da reação das pessoas que admiram Elis”, confessa. “Só que hoje são essas pessoas que mais me tratam com carinho. O espetáculo conseguiu tocá-las.”

Um espetáculo vai muito além da dança e cantoria. Para a fórmula dar certo, é preciso um trabalho de equipe, que envolve desde a criação dos figurinos a horas de ensaio

FORÇA NA PERUCA
Duda Molinos, visagista responsável pela maquiagem e penteados (dos atores e das perucas), prevê a utilização de 14,5 litros de spray fixador de cabelo – o equivalente a 36 tubos – ao longo da temporada de ‘Jesus’.

LOOK RETRÔ
Com a supervisão do diretor Jorge Takla, a atriz Mira Haar criou as 160 peças dos figurinos usados pelos 28 atores. Inspirada pelo rock – ritmo presente em todo o musical – e no estilo hippie dos anos 1960, ela investiu em viscolycra, paetê, gabardine e brim na confecção das roupas.

TRANSFORMAÇÃO
Embora o processo de caracterização não seja muito complexo, os protagonistas Igor Rickli, Negra Li e Alírio Netto levam cerca de 1h, cada um, para fazerem suas próprias maquiagens e ficarem completamente prontos para subir ao palco. Nos próximos três meses de apresentações, juntos, eles gastarão aproximadamente 30 tubos de base.

420 HORAS
Esse foi o tempo que o elenco teve para ensaiar antes da estreia do musical.

VOCÊ AGUENTA?
Lembra daquele velho ditado “cada um sabe o peso da cruz que carrega”?. A de Igor Rickli, o Jesus cristo, é feita de madeira e ferro. O peso? ‘Só’ 80 kg.

18 MIL KG
É o peso total de cenário, figurinos, refletores e todos os itens que compõem o espetáculo.

CALENDÁRIO
Bianca Tadini e Luciano Andrey precisaram de oito meses para traduzir e adaptar todas as músicas do espetáculo. O clássico ‘Superstar’, que precede a crucificação de Jesus, tem uma leve dose de ironia.

CONCORRÊNCIA
Cerca de 3 mil atores se inscreveram para atuar no musical. Andrew Lloyd e Tim Rice, criadores da versão original, participaram da escolha do elenco. “As audições foram complexas, mas conseguimos montar um elenco perfeito”, diz a diretora musical Vânia Pajares.

ENSAIO GERAL
A estrutura cênica do musical demora 40 dias para ser construída e montada no teatro. Enquanto ‘Elis’ ainda estava em cartaz no Rio de Janeiro, uma equipe fazia a preparação técnica em São Paulo, avaliando as dimensões do palco do Teatro Alfa.

ARRASTÃO
Nas três horas de musical, os cenários – que vão do Beco das Garrafas, no Rio, a estúdios de gravação – são trocados 45 vezes. Essa contagem inclui as modificações simultâneas, quando só parte da estrutura é removida.

FASCINAÇÃO
Sete caminhões medindo cerca de dez metros de altura transportam os itens imprescindíveis para o funcionamento do espetáculo. Ocupam maior espaço os elementos de palco, como torres cenográficas.

TEMPO
Laila chega ao teatro cerca de duas horas antes do espetáculo. Sua caracrerização demora 40 minutos.

TRAVESSIA
Em cartaz no Rio entre novembro e fevereiro, o espetáculo realizou 101 apresentações, incluindo as que foram feitas como contrapartida para patrocinadores.

NOVES FORA
O custo de produção de ‘Elis’ chegou a R$ 10 milhões, de acordo com a produção.

GENTE
Cerca de 80 mil pessoas assistiram ao musical em sua temporada no Rio de Janeiro.

ESSA MULHER
Ruth Guimarães fez a grinalda que Laila usa durante a cena do casamento com Ronaldo Bôscoli. Curiosamente, ela também fez a grinalda da cerimônia – real – da união de Elis com o compositor carioca.

BONITA
Laila Garin aparece em cena com 19 visuais diferentes. Parte deles retratam momentos especiais da carreira de Elis. Ao cantar ‘Como Nossos Pais’, a atriz usa um vestido semelhante ao que a cantora trajava no histórico clipe da música, gravado para o ‘Fantástico’ em 1976, ano do álbum ‘Falso Brilhante’.

Tags: ,

Comentários (4) | comente

  • A + A -
4 Comentários Comente também
  • 14/03/2014 - 10:50
    Enviado por: Sarhan

    Muito bom,gostei muito isso

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/03/2014 - 14:36
    Enviado por: Marcelo Perna

    Parabéns Alírio, muito sucesso nesta caminhada!!!! Abraço!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/03/2014 - 10:54
    Enviado por: José Moreira

    Você quer saber quem foi Jesus Cristo? Leia no Novo Testamento… “qualquer pessoa bem intencionada entenderá quem é JC e o que Ele propõe aos homens”. O resto é ou propaganda tendenciosa ou oportunismo na exploração do seu nome.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/04/2014 - 12:53
    Enviado por: Clovis Carrero

    Sucesso nessa nova montagem de” Jesus Cristo Superstar”.Fiz parte do elenco na década de 70 da primeira montagem no Brasil dessa fantástica ópera-rock,inicialmente como um dos apóstolos e posteriormente vivendo Herodes. Permanecemos em cartaz por um ano no teatro Aquarius (não sei se ainda existe) e depois pelo país afora. Desejo à todos um caminhão “daquilo” e breve estarei aí para aplaudi-los.
    Clovis Carrero – Belo Horizonte

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

 

Arquivos

Todos os Blogs