03.abril.2014 19:19:12

De novo e diferente

por Taís Toti

O Lollapalooza mudou de endereço, mas continua reunindo ótimas bandas. Confira as melhores atrações da 3ª edição paulistana do festival

A cidade já estava se acostumando a receber o Lollapalooza no Jockey Club. Mas, em sua 3ª edição paulistana, o festival se mudou para o Autódromo de Interlagos. Provavelmente você vai levar mais tempo para chegar ao evento, neste sábado (5) e domingo (6).  Mas a mudança traz boas vantagens.
No novo local – com espaço cinco vezes maior, numa área de 600 mil m2 – o Lolla vai poder receber mais gente e também evitar que o som de um palco invada o outro. Além disso, tem uma novidade gostosa: o Chef Stage, parceria com o projeto Chefs na Rua, vai servir ali comidas rápidas e de qualidade.
A seguir, você confere as melhores atrações do evento, separadas em grupos temáticos, além de dicas sobre como chegar lá. Agora, é só separar um sapato confortável, não se esquecer do filtro solar – e se divertir.

ONDE: Autódromo de Interlagos. Av. Sen. Teotônio Vilela, 261. QUANDO: Sáb. (5) e dom. (6), 11h. QUANTO: R$ 145/R$ 290 (por dia); R$ 270/R$ 540 (dois dias).

 

Tantos meios

Já sabia de cor o caminho para o Jockey Club e, agora, está em dúvida quanto ao melhor jeito de chegar a Interlagos? Confira nossas dicas para uma ida (e uma volta) sem estresse

TREM

Você já sabe, mas não custa repetir: o melhor jeito de se chegar ao Lollapalooza é usar o transporte público. A estação Autódromo da Linha-9 Esmeralda da CPTM é a mais próxima do evento, a 800 metros do setor K-9. No sábado, os trens
funcionam até 1h, e, no domingo, até meia-noite.

Conexão livre: Para chegar à Linha-9 Esmeralda, você pode fazer transferência na estação de metrô Pinheiros (Linha Amarela) ou na Santo Amaro (Linha Lilás).

Aperte o passo: Saindo da estação Autódromo, na R. Plínio Schmidt, siga pela esquerda até a Justino Nigrorá, e suba a rua até o fim para chegar ao setor K-9.

Viagem estendida: Se quiser evitar o tumulto da estação Autódromo, também dá para descer na estação Jurubatuba e, de lá, pegar qualquer ônibus sinalizado Lollapalooza.

CARRO

Os automóveis que chegarem ao estacionamento do Autódromo com quatro ou mais passageiros ganham um voucher para a Praça de Alimentação. Só que as vagas são vendidas com antecedência pela internet, e já estão esgotadas. Não se desespere! Existem outras opções de estacionamento:

WTC: Dá para estacionar no World Trade Center por R$ 30. De lá, você pode pegar o trem na estação Berrini rumo ao Autódromo. Ou usar o LollaTransfer, no Hotel Sheraton, que custa R$ 40 (individual) e é vendido apenas em ticketsforfun.com.br.

Transamérica: Perto do Hotel Transamérica há dois estacionamentos credenciados: na R. Bento Branco de Andrade Filho, 947; e na Av. Dr. Villas Boas Rodrigues, 387 – ambos por R$ 30 a diária. De lá, você deve pegar a estação Santo Amaro para chegar ao Autódromo.

ÔNIBUS

A melhor novidade deste ano é uma linha especial que sai de um ponto próximo ao portão 8 do Lollapalooza em direção ao Terminal Santo Amaro, das 20h à 1h. De lá, você checa a linha que deixa você o mais próximo de casa (confira em sptrans.com.br).

TÁXI

Se você decidiu voltar de táxi, não dê bobeira. Eles vão atender ao público em 3 pontos específicos: portão K9, na Av. Jacinto Julio; portão 8, na Av. Sen. Teotônio Vilela; e no portão T-L, na Av. Interlagos. Confira as credenciais do taxista
afixadas no para-brisa.

CARONA

Deu sorte de convencer alguém a deixar ou buscar você no Lolla? O entorno do Autódromo vai estar interditado (na Av. Sen. Teotônio Vilela, na R. Jaquirana e na R. do Autódromo). Então, marque um ponto de encontro fora dessas áreas.
Os (mais) imperdíveis

Na hora de organizar sua tabelinha de horários do Lollapalooza, nem pense em deixar essas bandas de fora. Elas são a prioridade do fim de semana

ARCADE FIRE

O grupo canadense é o motivo de muita gente ter comprado ingresso para o festival. Desde quando estouraram em 2004, com ‘Funeral’, eles vêm lançando ótimos discos e provando por que são uma das bandas mais respeitadas do indie. De volta ao Brasil, trazem a turnê de ‘Reflektor’, de 2013. Aproveite e vá logo treinando a dancinha esquisita de Greta Gerwig no clipe de ‘Afterlife’ e mostre todo o seu potencial na hora do show. Palco Skol. Dom. (6), 20h30.

PHOENIX

Quem viu a apresentação apoteótica do Phoenix no Planeta Terra de 2010 (com direito a ‘stage dive’ do vocalista Thomas Mars) não perderia revê-lo no Lolla. Além da performance impactante, a banda dá outro motivo para estar entre as imperdíveis. Eles trazem o ótimo disco ‘Bankrupt!’, lançado em 2013. E, claro, o hit ‘Lisztomania’. Palco Skol. Sáb, (5), 18h35.

VAMPIRE WEEKEND

Das bandas que se inspiram nas batidas africanas para fazer um indie dançante, a Vampire Weekend foi a que deu mais certo. Eles mostram faixas do novo álbum, ‘Modern Vampires of the City’, e sucessos anteriores, como ‘Cousins’ e ‘A-Punk’. Palco Onix. Dom. (6), 16h30.

JULIAN CASABLANCAS

Já faz cinco anos que o vocalista do The Strokes lançou um disco solo. No Lolla, ele vem acompanhado de The Voidz, banda com quem lançará o próximo trabalho. Ainda há certo mistério sobre como será esse novo álbum, mas são grandes as chances de que Julian mostre um pouco dele no show do Brasil. Palco Skol. Sáb. (5), 16h10.

 

Novinhos/grandiosos

Alguns têm pouca idade, pouco tempo de carreira e muito talento. Os outros levantam multidões com seu rock que é meio de arena, meio alternativo

LORDE

A neozelandesa de 17 anos (foto) é a queridinha do momento. Sua ‘Royals’ foi uma das músicas mais importantes de 2013 e tocou em todos os lugares – e, mesmo assim, ainda não deu para enjoar do hit. ‘Pure Heroine’ foi lançado no fim do ano passado e tem outras boas músicas como ‘Tennis Court’. Uma rara oportunidade de ver uma artista em seu auge. Palco Interlagos. Sáb. (5), 18h30.

JAKE BUGG

O britânico tem apenas 20 anos, mas faz um folk rock bem maduro nos álbuns ‘Jake Bugg’ (2012) e ‘Shangri La’ (2013). Palco Interlagos. Dom. (6), 19h.

DISCLOSURE

Os irmãos Lawrence formam esse duo de música eletrônica que conquistou fãs com apenas um álbum –
‘Settle’ (2013). Palco Interlagos. Sáb. (5), 21h30.

MUSE

O trio britânico é das bandas mais grandiosas do circuito alternativo. Eles não poupam elementos da música eletrônica e sinfônica em suas canções, potencializadas pela voz de Matthew Bellamy. O grupo encerra o primeiro dia de Lollapalooza com a turnê do álbum ‘The 2nd Law’ (2012), mas não se esquece dos efeitos no palco e das faixas antigas, como o grande sucesso ‘Supermassive Black Hole’. Palco Skol. Sáb. (5), 21h30.

IMAGINE DRAGONS

Não é à toa que eles citam o Muse como inspiração. Vinda de Las Vegas, a banda sabe bem como fazer um rock radiofônico sem precisar de refrões grudentos. Eles mostram a música vencedora do Grammy de Melhor Performance de Rock, ‘Radioactive’, e outras faixas do bem-sucedido álbum de estreia, ‘Night Visions’ (2012). Palco Onix. Sáb. (5), 17h15.

 

Nostalgia pura

Talvez hoje você nem ligue mais tanto assim para eles – que já estão na estrada há 10, 20, 30 anos… Mesmo assim, vale a pena relembrar seus clássicos

SOUNDGARDEN

Sim, eles tocam músicas de ‘King Animal’, disco de inéditas que saiu no fim de 2012. Mas também sabem que os fãs querem relembrar o grunge dos anos 1990 – então, o repertório inclui sucessos como ‘Black Hole Sun’, ‘Outshined’, ‘Blow Up The Outside World’ e ‘Fell On Black Days’. O melhor é que Chris Cornell e banda mantiveram a forma no palco. Palco Onix. Dom. (6), 18h55.

NINE INCH NAILS

Trent Reznor, com seu projeto de rock industrial, não é daqueles artistas que voltaram depois de décadas sem tocar. Mas é nos álbuns antigos, como ‘The Downward Spiral’ (1994) e ‘With Teeth’ (2005), que estão as músicas mais esperadas do repertório. Palco Onix. Sáb. (5), 19h55.<MC>

PIXIES

A banda vem sem a baixista Kim Deal e com ‘Indie Cindy’, primeiro álbum em 23 anos. Mas, além das faixas novas, vai dar para ouvir as canções que marcaram o fim dos anos 1980: ‘Where Is My Mind?’, ‘Here Comes Your Man’ e outras. Palco Skol. Dom. (6), 17h35.

JOHNNY MARR

Ele até lançou um álbum solo em 2013. Mas a gente está interessado mesmo é nas músicas da ex-banda dele, The Smiths. Palco Onix. Dom. (6), 14h20.

NEW ORDER

‘Bizarre Love Triangle’, ‘Ceremony’, ‘Blue Monday’… Quem viu o New Order nas outras apresentações que eles fizeram no Brasil sabe que a banda não deixa os clássicos faltarem. Na formação atual, ela se apresenta sem Peter Hook. E, para agradar aos fãs, eles apresentam também sucessos de seu grupo anterior, o Joy Division. Prepare seu coração, pois pode rolar ‘Atmosphere’ e ‘Love Will Tear Us Apart’.  Palco Interlagos. Dom. (6), 20h30.

 

Preste atenção

A empolgação com os destaques é tanta que, às vezes, esquecemos outras atrações também muito boas. Por isso, não deixe de dar ouvidos a estas aqui

PORTUGAL THE MAN

Essa banda do Alasca tem muitos integrantes e muitas músicas legais que entram naquela mistura de indie, pop, eletrônico e rock. Só do álbum mais recente, ‘Evil Friends’ (2013), produzido por Danger Mouse, dá para citar ‘Modern Jesus’, ‘Purple Yellow Red and Blue’, ‘Atomic Man’ e ‘Evil Friends’. Palco Interlagos. Sáb. (5), 17h.

CAGE THE ELEPHANT

Talvez você não tenha dado atenção à presença do Cage the Elephant, já que eles vieram na primeira edição do Lollapalooza, em 2012. Mas lembre-se de que o show foi um dos mais elogiados do festival, com os americanos enlouquecendo no palco, em especial o vocalista Matt Shultz. E mais: agora, eles voltam com mais um álbum na bagagem, ‘Melophobia’, de 2013. Ou seja, além da performance enérgica, tem ainda músicas novas, como ‘Come a Little Closer’. Palco Onix. Sáb. (5), 15h05.

BAAUER

Só de ouvir “then do the Harlem shake”, você começa a mexer seu corpo da forma mais bizarra possível? Então, preste
atenção no show de Baauer, o DJ responsável pelo hit. Nem sempre ele toca a música – mas o repertório todo é bom. Palco Perry. Dom. (6), 16h15.

ELLIE GOULDING

Você, com certeza, já ouviu ‘Burn’, cativante single da cantora inglesa de synthpop. Ela tem dois álbuns na discografia (‘Lights’, de 2010, e ‘Halcyon’, de 2012) e ainda canta ‘I Need Your Love’, de Calvin Harris. Com tantas músicas dançantes, é provável que o Lolla se transforme em uma grande pista de dança. Mais um motivo para você calçar sapatos bem confortáveis. Palco Skol. Dom. (6), 15h25.

 

Para as crianças

O Lollapalooza também tem programação para os pequenos amantes de música. Veja a programação do palco Kidzapalooza aqui.

 

Comentários (2) | comente

  • A + A -
2 Comentários Comente também

Deixe um comentário:

 

Arquivos

Todos os Blogs