ir para o conteúdo
 • 

Curiocidade

31.maio.2012 23:56:00

Veterinária promove a alimentação natural para cães e gatos

Por que seu bicho de estimação se alimenta de ração e não de carne, legumes e grãos, como você?  A empresa Cachorro Verde, criada pela paulistana Sylvia Angélico, está completando 4 anos. O trabalho de Sylvia é divulgar os benefícios da alimentação natural  para cães e gatos. Os resultados provam que uma alimentação balanceada ajuda a combater doenças, previne o mau hálito, diminui a queda de pelo, reduz o volume das fezes e melhora a qualidade de vida do animal, já que torna o momento da refeição mais prazeroso.

Sylvia Angélico

A ideia do Cachorro Verde surgiu em 2007, quando Sylvia, formada em jornalismo e recém-ingressa na faculdade de Medicina Veterinária, ouvia falar dos benefícios da BARF (sigla em inglês da expressão “dieta à base de ossos e comida crua”) para cães e gatos. Em 2008, quadros alérgicos apresentados por seus cães, que se alimentavam da ração de mais alta qualidade no mercado, motivaram-na a testar a dieta natural. “Em cerca de duas semanas, todos os quadros alérgicos haviam cessado”, conta a veterinária que, naquele momento, abria os olhos para uma novidade no campo.

Sylvia Angélico mantém hoje um serviço de consultas personalizadas. Ela atende em domicílio – na grande São Paulo e, se for o caso, em algumas cidades do interior. Sylvia prefere esse tipo de atendimento ao de clínicas convencionais, pois permite a observação do ambiente do animal: “Eu fico de olho em tudo: se a casa tem crianças, se a família tem outros animais, onde o cachorro dorme, como ele se comporta”.  A consulta pode durar até 2 horas e meia, e custa 120 reais. A veterinária então traça um perfil do paciente e formula uma apostila com uma dieta detalhada específica para o caso e um plano de manejo para o animal: “Não adianta um cão obeso comer uma dieta balanceada, se ele não tiver uma rotina de exercícios”, exemplifica.

Prato balanceado indicado pelo Cachorro Verde

A trajetória da veterinária jornalista não foi fácil. Sylvia Angélico teve que driblar uma comunidade de profissionais da área veterinária totalmente fechados a inovações no setor alimentício. Ela lamenta o preconceito – “é difícil trabalhar quando todos estão contra você” –,  mas tem esperanças de que as coisas melhorem: “Metade dos proprietários já mistura comida à ração de seus bichos”, conta. “Não vai demorar muito até que eles percebam que há veterinários dispostos a ajudá-los a fazer isso”, completa. Márcio Brunetto, professor de nutrição animal da Faculdade de Medicina Veterinária da USP, reconhece os benefícios da dieta caseira, mas orienta precauções: “Trata-se de uma opção interessante, desde que a recomendação dos ingredientes e quantidades prescritos na receita sejam levados a sério”. Segundo ele, pelo menos 40% dos proprietários que arriscam a alimentação natural acabam, geralmente por falta de tempo, substituindo itens da dieta por conta própria. O professor também alerta quanto aos possíveis riscos da ingestão de alimentos crus: “Recomendamos dietas cozidas, pois há relatos de contaminação bacteriana e intoxicações consequentes do consumo de comida crua”.

Os números do Cachorro Verde, no entanto, não mentem: “100% dos casos de vômito crônico que eu tratei com alimentação natural apresentaram melhora”, conta Sylvia. Segundo ela, as outras afecções vêm mostrando uma média de 70% de sucesso. “Consegui livrar um beagle de dois anos de idade com quadro de gastrite crônica de uma maleta diária de medicamentos usando apenas a dieta natural”, lembra a veterinária, satisfeita com os resultados. “A ração, por ter muita farinha, não é um alimento fisiológico, o que faz com que muitos cães e gatos – animais carnívoros – não se adaptem a ela”, justifica. O professor Brunetto discorda: “A farinha da ração é derivada de subprodutos de origem animal, sendo altamente aproveitada por ambas as espécies”.

Sushi, paciente de Sylvia Angélico, aguarda sua refeição natural

Com seu espaço no mercado veterinário praticamente consolidado, Sylvia Angélico já tem propostas para lançar um livro sobre o Cachorro Verde. Todo o contato dela com o público – inclusive o angendamento de consultas – é feito por meio do site. Há uma lista de espera, o que faz com que a veterinária demore cerca de uma semana para responder cada mensagem. Portanto, ela mesma recomenda: “se for urgente, procure uma clínica”. E, como santo de casa não faz milagre, Sylvia assume que ainda não conseguiu eliminar a ração de suas compras do mês: “Meus quatro cachorros se alimentam de comida natural, mas tenho um gato teimoso, que só quer comer ração”.

(com colaboração de Júlia Bezerra e fotos de FotoPets e Nara Strappa)

comentários (53) | comente

  • A + A -
53 Comentários Comente também
  • 01/06/2012 - 10:27
    Enviado por: Vanessa Fermino

    Legal a matéria, mas, Dr. Brunetto precisa ler um rótulo de ração. Ou será que ele acredita mesmo que farinha de milho, de trigo, de soja, de arroz, são farinhas de origem animal? Muito estranho um professor de nutrição falar uma coisa dessas…

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/06/2012 - 14:22
      Enviado por: Mariana

      Todas as rações possuem em sua formulação farinhas de origem animal: Farinha de sangue, farinha de ossos, entre outras. Estas farinhas são componentes básicos das rações, são produzidas por abatedouros para reaproveitar estes subprodutos que não são utilizados na alimentação humana. Por isto este veterinário disse isto.
      Melhor vc ler melhor os rótulos e pesquisar melhor antes de criticar um veterinário renomado como ele.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 01/06/2012 - 15:12
      Enviado por: Rodrigo

      Prezada Vanessa, acredito que vc também não tenha lido os rótulo, pois provavelmente o que o prof. disse foi em relação as farinhas de carne, vísceras e peixe, que ao meu leigo entender são de origem animal!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 01/06/2012 - 15:54
      Enviado por: Nara Strappa

      A (GRANDE) maioria das rações contém em sua formulação farinhas de milho, soja, arroz, como disse Vanessa…

      responder este comentário denunciar abuso
    • 02/06/2012 - 03:01
      Enviado por: Arissa

      Mesmo que existam FARINHA de origem animal, quem é tão tonto a ponto de acreditar que esse tipo de alimento é altamente aproveitado pelo organismo de cães e gatos? Quando que penas e bicos vão ser mais nutritivos que carne e ossos naturais e crus?

      Sugiro a vocês que, além de ler o rótulo da ração, leiam também o que é usado nessas farinhas e pensem bem. Farinha de carne pode ser QUALQUER carne, inclusive animais mortos com excesso de medicação, atropelados em rodovias e até cães e gatos mortos em clínicas de eutanásia. E também podem ser de qualquer parte de um animal. Ou vocês acham mesmo que existe uma criação especial para produção de ração? O que se usa pra fabricar uma ração é o que não é próprio para o consumo humano (e isso inclui carne estragada).

      https://sites.google.com/site/racoescomposicao/desvendando-os-rtulos

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/06/2012 - 11:51
    Enviado por: Camélia Lins Souza

    Muito interessante, muito legal, mas a realidade das pessoas de hoje não dá pra levar uma dieta dessas pros cães. Tem que ser mais balanceada do que conseguimos fazer para os nossos filhos e haja tempo e dinheiro para montar um menu diferente nas refeições, com todos os nutrientes e vitaminas que eles necessitam. Boa idéia, mas ainda acredito na ração de boa qualidade.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/06/2012 - 22:18
      Enviado por: Davi

      Camélia, se ração fosse boa, já deveria ter uma pra humanos!!! além do mais, não temos fiscalização eficiente em venda de alimentos em super mercados, imagina em fábricas de ração?! além do mais, como pode algo que é feito de carne de diversos tipos, ossos, vegetais durar mais de 3 meses?! aja produtos químicos para conservar esse alimento, falo com propriedade porque vi a diferença no animal que antes se alimentava de ração premium e hoje só se alimenta com AN. Ração, nunca mais! são vários benefícios, até as necessidades fisiológicas ficam diferentes, o volume das fezes reduzem bastante e o odor também, enfim, cães são carnívoros e antigamente sobreviviam muito bem sem ração!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 02/06/2012 - 21:48
      Enviado por: Mariana

      Oi Carmélia!
      Pensava exatamente como você! E mais, a primeira vez que entrei no site do cachorro verde pensei: “esse povo não tem mesmo o que inventar”. Depois de ler os depoimentos decidi mudar a alimentação das minhas pets e juro que na minha casa não entra mais nenhuma “bolinha” de ração!
      Fazer a comidinha delas não dá trabalho! É um tempo que vale a pena! Você alimentaria seu filho só com papinhas prontas??

      responder este comentário denunciar abuso
    • 03/06/2012 - 10:21
      Enviado por: Ana Corina

      Oi Camélia, não dá trabalho, não! Basta estudar e ler um pouco para ter noção e começar. Quem vai começando tira dúvidas com quem já pratica há tempos e logo pega a prática. Eu não monto os pratos dos meus cães com uma variedade diária e sim semanal. Por exemplo, descongelei um pacote de pé de galinha, eles vão comer pé de galinha aquela semana inteira, só vou variando mais com os legumes e verduras, boto um ovo aqui, outro ali, faço uma janta só de iogurte natural. Se você estudar legal o tema, fica tranquila para ajustar a necessidade do cardápio deles à própria rotina e realidade. Faço muito uso de sardinhas inteiras, que são um bichinho completo, com vísceras e tudo o mais que eles necessitam. Se mudares, terás muita gente pra te ajudar. E se você tem filhos, provavelmente cozinha em casa e tudo fica MAIS FÁCIL AINDA, pois muito do que hoje jogas fora irá para a alimentação dos cães, como cascas de legumes etc. Abraço.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 14/07/2012 - 20:11
      Enviado por: Danielle

      Camelia, veja bem! Aqui em casa, quem teve a comida melhorada fomos nós, nos adaptando a ter variações de legumes e carnes para a Nina, nos obrigamos a comer melhor ;) Reveja seus conceitos. Gasta-se um tempo preparando, mas depois é mais facil que colocar ração no pote, é só tirar da geladeira.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/06/2012 - 11:58
    Enviado por: Arissa

    “Farinha de sub-produtos de animais: tecido animal reciclado sem adição de pêlos, cascos, chifres, couro, esterco e conteúdo estomacal, exceto em quantidades que as boas práticas de processamento não conseguiram evitar.

    Farinha de carne e de ossos: tecido reciclado de mamíferos (sem gordura e água), incluindo ossos, sem pêlos, cascos, chifres, couro, esterco e conteúdo estomacal. Trata-se de um sub-produto com quantidades variáveis de carne e ossos (que difere dependendo do lote) e qualidade protéica variável. Assim como na “farinha de carne”, pode conter carne oriunda de animais mortos antes do abate, animais que chegaram moribundos ao abatedouro, animais doentes ou defeituosos; ou seja, impróprios para consumo humano.”

    Quando isso for adequado para o consumo, volto com a ração.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/06/2012 - 10:29
      Enviado por: Ana Corina

      Arissa, isso que ainda temos que lembrar do uso das carcaças de cavalos, cães e gatos mortos em abrigos nos EUA e Canadá e que são compradas pelas indústrias de ração para cães e gatos para serem usadas como proteína! Farinha de cachorro pra cachorro comer, ótimo! Farinha de coleiras, farinha de vacinas e doenças que eles tinham! É, realmente isso é muiiiito melhor do que oferecer alimentação natural. Sabe o que acontece, na boa? Cães e gatos alimentados com dieta específica e saudável não adoecem ou adoecem raramente. Com isso, veterinário lucra COMO? Não lucra, né? Ah, lembrei, lucra entupindo os bichos de vacinas desnecessárias ou aplicadas em excesso e pelas muitas doenças que isso tudo provoca. Lucra com a venda de venenos anti-pulgas e outras químicas e as doenças por elas geradas. Nossa, gente, ó, tem dinheiro sobrando! Saúde não gera lucro, doença sim! Vamos falar aqui bem francamente e avaliar quantos profissionais conhecemos que realmente estão preocupados com a saúde de seus pacientes mais do que com a saúde dos seus bolsos. Quem realmente quer o melhor para os cães e gatos que cuida e que diz amar tanto, senta, estuda e depois fica impossível não defender práticas mais naturais e verdadeiramente saudáveis. Se a saúde humana é um joguete nas mãos de laboratórios e médicos, passa da ingenuidade achar que a saúde animal é uma meta para a maioria dos profissionais envolvidos.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/06/2012 - 13:41
    Enviado por: Adriella

    Um dia lendo uma revista que tinha uma reportagem parecida com esta sobre a alimentação natural e o site Cachorro Verde, da Sylvia Angélico, e me deparando com meu golden retriever doente, com baixa imunidade, tomando antibióticos apesar da alimentação exclusiva com ração super premium, me fez procurar mais informações a respeito desta dieta que nunca havia ouvido falar até então. Um mês após esta nova descoberta e maravilhada com tantos depoimentos positivos, pesquisei bastante no site cachorro verde e resolvi testar a AN.
    Hoje, após quase 1 ano exclusivamente com a Alimentação Natural, me pergunto como ninguém havia me falado sobre ela antes, como fui tão ingênua em pensar que a ração, cheia de conservantes e corantes, seria a melhor opção de alimentação para meus animais domésticos. Sou eternamente grata pelo site Cachorro Verde e pela Sylvia e sua equipe que sempre responde nossas dúvidas de maneira tão atenciosa. Recomendaria a todos, apesar do tempo que leva na preparação dos alimentos, acho que é um investimento a longo prazo que você faz. E claro, se temos animais, que amamos como nossos filhos e temos a possibilidade de dar o melhor para eles, por que não tentar oferecer o que há de melhor? Pesquisem mais a respeito e garanto que não se arrependerão.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 13:44
    Enviado por: Louise

    Graças ao site do Cachorro Verde, consegui mudar a alimentação dos meus dois gatos. Antes, comiam ração super premium; hoje, têm uma alimentação balanceada que melhorou a saúde deles, com dentes mais limpos, as fezes são menores e sem *nenhum* cheiro. E o melhor: com tudo isso, gasto o mesmo que gastava com rações de “qualidade”. Só diz que é caro quem nunca colocou na ponta do lápis…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 15:06
    Enviado por: Aline

    Eu voto a favor de um estudo sobre o assunto, em que haja um número de animais alimentados com a dieta ‘natural’ e um grupo controle alimentado com ração. Só assim pra constatar de fato as diferenças e os benefícios/danos. Fácil inventar uma moda nova sem base científica e dizer por conta própria que houve sucesso, mas autopromoção não costuma ser muito confiável…

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/06/2012 - 16:06
      Enviado por: Nara Strappa

      Nova moda? Cães e lobos se alimentam de carnes e vegetais há milênios, ao passo que (se não me engano) as rações foram criadas para alimentar cães do exército durante a segunda guerra (cerca de 70 anos) ;)

      responder este comentário denunciar abuso
    • 01/06/2012 - 16:09
      Enviado por: Nara Strappa

      E uma observação: Sylvia é médica veterinária, com pós graduação em alimentação de cães e gatos pela Universidade Federal de Lavras. Então, não podemos dizer que o que ela fala é sem base científica. Além disso, há inúmeras referências (livros, artigos em revistas científicas) sobre a alimentação natural e seus benefícios.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 02/06/2012 - 02:58
      Enviado por: Arissa

      Surigo então que você dê uma pesquisada sobre os veterinários australianos Tom Lonsdale e Ian Billighurst. Esse tipo de alimentação só é novidade ainda para alguns brasileiros. Ela é mais do que consolidada no exterior sendo inclusive vendida em pet shops mais renomados do Cadaná e Estados Unidos.

      Como a Nara disse, a novidade é a ração. Antes da ração, como sobreviviam gatos e cães?

      responder este comentário denunciar abuso
    • 02/06/2012 - 11:41
      Enviado por: Ivan Mario Braun

      Aline, você está certíssima. Será que tais pesquisas já não existem? Seria mais interessante consultá-las do que ficar discutindo opiniões.
      Achei um resumo de uma pesquisa mas, não tendo acesso ao artigo inteiro, não sei dos detalhes. Mas pode ser interessante.
      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22005432

      responder este comentário denunciar abuso
    • 02/06/2012 - 11:45
      Enviado por: Ivan Mario Braun

      Este link é de um artigo falando sobre a necssidade de mais evidências científicas para decidir a favor ou contra dietas “naturais”.

      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3003575/?tool=pubmed

      responder este comentário denunciar abuso
    • 02/06/2012 - 21:54
      Enviado por: Mariana

      Aline, você tem bicho em casa?
      Faça o teste e te garanto que você vai ver que a “nova” moda é otima!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 03/06/2012 - 16:39
      Enviado por: Cristina

      O manual de alimentação natural está disponível há muito tempo para as pessoas que se interessam em investir na qualidade de vida dos seu animais de estimação. Na realidade o que se promove nesta matéria é informação e reflexão acerca deste tema. É uma pena realmente que no Brasil, MUITO DIFERENTE de outros países como USA, Austrália, Canadá, o assunto não seja discutido e difundido da maneira adequada. No próprio site do Cachorro Verde tem a tradução disponibilizada gratuitamente em pdf do livro de um veterinário Australiano sobre alimentação natural.
      Ração não tem autopromoção, ração é produzida por empresas filantrópicas preocupadas apenas com a saúde dos amados animais.

      Além do mais:

      Se alguém chegasse e dissesse que a melhor alimentação para você seria a base de comidas enlatadas, alimentos embutidos, fast food, proibindo você de comer qualquer tipo de alimento fresco, ou no máximo, de vez em quando como petisco, o que você pensaria? Você faria este tipo de dieta a base de produtos industrializados?

      E se um médico lhe dissesse isso? E ainda complementasse dizendo que os livros de medicina recomendam essa alimentação, inclusive alguns indicando quais marcas seriam as mais adequadas?

      Certamente você buscaria uma outra opinião médica, certo?

      E se esse outro médico lhe dissesse exatamente a mesma coisa? E se praticamente todos os outros pensassem a mesma coisa? Afinal eles passaram anos na faculdade aprendendo que essa é a melhor maneira de se alimentar… Provavelmente todas as suas certezas sobre os benefícios de uma alimentação natural cairiam por terra e você adotaria a comida enlatada como a melhor coisa que você poderia fazer pela sua saúde.

      Esse é um caso que faz jus ao seguinte ditado: Uma mentira repetida mil vezes se transforma em uma verdade.

      Com o tempo começam a aparecer doenças como o diabetes, hipertensão, problemas renais e cardíacos, câncer e por aí vai.

      Agora levemos essa situação para a alimentação nos nossos amados pets. O que nós estamos fazendo com a alimentação deles? O que é afinal essa tal de ração que nós ofertamos todo santo dia como o melhor alimento que poderíamos dar a eles? Será que o fast food/ enlatados não está para os humanos assim como a ração está para os animais?

      A ração para animais de estimação foi criada em uma época em que eles sofriam de doenças relacionadas ao déficit nutricional, porque os alimentos que eram oferecidos a eles não contemplavam todas as necessidades, sendo muitas vezes baseados em restos de comida humana, o que não é o adequado para os animais.

      A “base científica” tem produzido muito lucro para empresas de alimentação e laboratórios farmacêuticos. Fonte: QUALQUER levantamento acerca da saúde humana e doenças contemporâneas.

      Basta você mudar seus animais de ração para alimentação natural por 6 meses (na verdade por 1 mês!!) para comprovar a diferença.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 03/06/2012 - 16:42
      Enviado por: Cristina

      Essa resposta eu sei dar, Arissa: ANTES da ração cães e gatos sobreviviam muito bem, obrigada! ;)

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/06/2012 - 15:59
    Enviado por: Nara Strappa

    A cadelinha da última foto é minha e ela também foi curada de crises de vômitos APENAS com a mudança de alimentação. Sushi comeu de todas as rações super premium disponíveis aqui no Brasil e sempre vomitava: 2 ou 3 vezes por semana, no mínimo. Até eu ser apresentada ao cachorro verde e mudar a alimentação dela ;)
    Muito obrigada, Syl, pela melhoria na saúde e qualidade de vida de meus dois filhotes ^.^

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 17:20
    Enviado por: FERNANDA

    APROVADÍSSIMO!!!!!! AN é tudo de mais perfeito…… Não adianta vc achar deixa de achar…. tenho que concordar com a disponibilidade de tempo, mais com o tempo (2 meses ou menos) vc pega a prática, garanto que e bem mais fácil que cozinhas para humanos rsrs.
    Minha linda Bruna Nogueira uma Bulldog frânces desde pequenina apresentava um quadro alergico, testei TODAS as rações super premium e foi em vão…… a alergia vinha de algum componente que tinha nas rações, mais como não conseguiamos descobrir qual era, resolvi testar a AN.
    Quem me apresentou foi a dona de um bulldog tb, ele era a prova viva de que AN estava fazendo mais que bem pra ele….. Então fiquei 5 meses estudando o glorioso site cachorro verde da querida Sylvia…
    Bruna é adapta a AN já faz um ano, alergia de pele acabou, gastrite crônica nunca mais, queda de pelô terminaram, fezes mais firme e com menos odor, dentes limpos e sem mal cheiro na boca…..
    Como uma pessoa pode ter a coragem de dizer que isso é uma NOVA MODA, que pessoa sem informação meu DEUS. Vc acha mesmo que a Sylvia inventou essa ‘moda’ da noite para o dia,?!? e quem disse que ela está dizendo por conta própria….. aff pra essa gente viu.
    Sylvia vc vai longe com essa linda dedicação pelos animais…… ADORAMOS VC!!!! BJOS

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 17:34
    Enviado por: Maria Aparecida Pinto

    Tenho 02 gatinhas uma da raça Persa exótica (9 anos)e outra sem raça definida(6 anos).Gostam só de ração,premium e da wiskas tentaction, só queria saber como proceder para dar a elas uma Alimentação natural,se não aceitam outro alimento. Deixo passar fome por uns dias ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 21:43
    Enviado por: Fernanda

    Acho que a ração já mostrou suas qualidades e defeitos à todos. Agora é hora de experimentarem AN balanceada por um tempo… somente depois se pode tirar alguma conclusão com propriedade.
    Sinceramente, na minha clínica diária, quem muda para AN não volta mais para ração!
    Parabéns aos experimentadores!!! Somente uma pessoa livre de pré conceitos pode fazer uma boa escolha.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 22:05
    Enviado por: Patricia Santos

    Nada melhor que comida natural.Na natureza que eu saiba sacos de rações não nascem em árvores. Para quem é acomodado sinto informar que não se perde menos que uma ou duas horas para preparar a alimentação para semana, nas quais seriam picar os legumes, separar e pesar carnes e vísceras,etc… e com a prática leva bem menos tempo.Sei que lendo na íntegra o site do cachorro verde, você cria a ilusão na cabeça que é muito difícil e que você não conseguirá dar conta do recado, como eu disse pura ilusão é tudo muito fácil e se precisar a Dra. Sylvia está sempre disposta a ajudar. Minhas cachorrinhas abandonaram de vez a ração, de tantas idas e vindas à veterinários sempre com algum problema estomacal, vômitos ou diarreias. Hoje com a comida natural elas estão melhores, mais felizes e dispostas. Gente isso não é modismo é pura realidade, Dra. Sylvia é uma excelente profissional!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2012 - 22:09
    Enviado por: Davi

    Sem sombra de dúvidas a AN é a melhor coisa que aprendi nos últimos tempos, tenho uma golden retriever, e sim , ela odeia ração, comia quando era filhote, depois dos 6 meses, demorava mais de 25 horas para colocar um grão de ração na boca, a alergia que é comum nessa raça, diminui consideravelmente em relação a fase de quando ela se alimentava de ração e hoje, não sobra nada de alimento na sua vasilha. Super indico AN.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/06/2012 - 11:49
    Enviado por: Ivan Mario Braun

    O problema dessas discussões é que não levam em conta que hoje, em medicina, há necessidade de evidências científicas para que se defenda algo. Não bastam opiniões, bom senso ou mesmo experiência profissional.

    Este link é de um artigo falando sobre a necessidade de mais evidências científicas para decidir a favor ou contra dietas “naturais”.

    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3003575/?tool=pubmed

    Dr. Ivan Mario Braun
    CREMESP 57449

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/06/2012 - 14:47
      Enviado por: Arissa

      Dr, com todo respeito, depois que a gente estuda um pouco sobre a fisiologia de animais como cães e gatos e percebe que eles estão muito mais próximos de seus primos canideos e felinos selvagens do que pensávamos, a gente percebe o quão lógico é oferecer uma alimentação a base de carne e ossos crus.

      Os dentes deles e a capacidade de digestão nos mostra que é disso que eles precisam se alimentar.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 19/11/2012 - 09:34
      Enviado por: David

      Engraçado que os melhores criadores da Europa e do brasil já usa comida natural a muito tempo, agora fala para todos aqui quanto um veterinario ganha para vender ração?? e que se não vender ração quanto ele perde ?tem gente que gosta de ser enganado, faça o seguinte já que gosta tanto de ração porque não se alimenta dela todos os dias, Dê para seus entes queridos, e depois veja como todos vão ficar felizes e saudaveis !!!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 02/06/2012 - 12:13
    Enviado por: Lia

    a AN pode ser muito boa, concordo, mas para quem tem uma vida agitada e cachorros de raça grande a AN vai ser boa somente para o cachorro … mal tenho tempo de cozinhar para mim, imagine para cães de grande porte … teria que ter um freeze só para este fim, ou uma empregada só para preparar as refeições, além do que, a quantidade de comida seria enorme ….
    a ração ganha pela sua praticidade e, meus cães apesar de tudo, mesmo idosos, tem ótima saúde. Não posso reclamar da ração.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/06/2012 - 16:48
      Enviado por: Fabio

      Lia, tenho dois cães de 50kg e te digo: é mais fácil alimentá-los do que aos pequenos. Não preciso ficar cortando nada, triturando nada. E cães de porte grande/gigante vivem muito bem numa dieta essencialmente carnívora. Leia o livro do Tom Lonsdale (tradução neste link: http://www.rawmeatybones.com/translations/portugal/intro.html) e confira. Meus cães comem cabeças de salmão (ganho em restaurante de sushi), dorsos inteiros de frango e muito mais, tudo barato (muitas vezes de graça), saudável, cru e nutritivo! Os dois vendem saúde e são a prova viva do sucesso da dieta de verdade.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 02/06/2012 - 22:08
    Enviado por: Mariana

    Eu sou super suspeita para falar da Sylvia!

    Quando entrei no site pela primeira vez, confesso que achei nojento a foto de um cachorrinho branquinho roendo um osso! E achei que quem fazia essas comidas tinha muito tempo para se preocupar com bobagens! Só não desisti do site porque sempre achei meio sem graça ter que comer aquelas bolinhas secas…

    Depois de ler os depoimentos resolvi marcar uma consulta coma Sylvia e tentar. Foi a MELHOR coisa que fiz pelas minhas pequenas! A Kimi nunca mais teve alergia!!! Alem disso perderam a gordurinha extra sem nenhum esforço!

    Preparar a refeição com elas chorando no meu pé e pedindo pela comida NÃO TEM PREÇO! Elas nunca ficaram tão animadas com a ração! Sem contar que eu nunca conheci alguem que falasse: “tentei a AN e não gostei”.

    Sylvia, da nossa parte (eu, kimi e yumi) fica o nosso MUITO OBRIGADA!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/06/2012 - 10:07
    Enviado por: Ana Corina

    Como sempre, os argumentos dos que defendem o indefensável são pobres e demonstram total falta de conhecimento e estudo. Basta um mínimo de interesse, leitura e capacidade de interpretação de textos para estudar o óbvio: ração é algo prático. E ponto. Alimentar cães e gatos com uma dieta específica, fresca e naturalmente aproveitada por seus organismos é algo que qualquer pessoa que argumenta querer o melhor para a saúde de seus pets faz. O resto é desculpa para justificar o lucro com a venda de rações e os medicamentos que as doenças geradas por elas proporciona e a preguiça de não se dispor a mudar para alimentação natural. Digo isto por que estudo sobre alimentação natural desde 2003 e ainda assim só comecei a praticá-la (vergonha!) em 2009, cansada de tanto me incomodar com doenças renais e urinárias de meus cães, até então alimentados com “a melhor ração do mercado, específica para a raça x”. Quem muda, não volta atrás. Não importa o trabalho – que NÃO é tanto assim – maior do que simplesmente abrir um pacote de ração, não importam os argumentos de veterinários desatualizados. Até por que tenho a felicidade de contar com uma veterinária em minha cidade que estuda e apoia a alimentação natural. Para os que usam o argumento do “isso é muito caro”, a resposta é simples: façam as contas. Fica tudo muiiiito mais barato, com muiiiito mais qualidade de alimentação. Meus cães exalam saúde, rejuvenesceram visivelmente e só precisam ir ao veterinário para satisfazer meus cuidados preventivos, pois gosto de fazer checkups anuais já que os dois têm idade avançada e, ao contrário de quem fala bem de ração ou de dietas descabidas para carnívoros, como a dieta vegetariana/vegana para cães e gatos, posso comprovar com exames a saúde proporcionada pela alimentação natural e crua.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/06/2012 - 08:57
      Enviado por: Lia

      Oi Ana, ninguém aqui está utilizando “desculpas”. Cada um é livre para fazer suas escolhas de acordo com as necessidades e praticidade, dependendo do seu estilo de vida, é fundamental. E, essa AN já era usada no tempo da minha avó … não é coisa nova … antigamente tudo quanto era cabeças, pés, viceras, etc se transformava na refeição dos pets.
      Tudo é modismo … vai e volta … não só em relação aos pets mas quanto à nossa alimentação também, como por exemplo, tempos atrás café e ovo erão vilões, agora são bons!
      Enfim, nada se cria, tudo se copia.
      E vamos que vamos.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/06/2012 - 10:11
    Enviado por: Ana Corina

    Quanto às “farinhas”, bom, a pergunta que fica no ar é “Você alimentaria seus filhos com farinhas de carnes, farinhas de ovos, farinhas de vegetais mesmo tendo à disposição estes alimentos em seu estado original?”. Tem cada argumento que beira o cômico…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/06/2012 - 14:59
    Enviado por: Claudia Garcia

    De uns tempos para cá tenho observado, alarmada, a quantidade de doenças graves, como o câncer têm acometido os cães e gatos… Inclusive, perdi a minha linda Lady, com câncer no fígado e foi umas das piores experiências da minha vida. Isso depois de lutar a vida toda contra alergias e doenças de pele… Minha prima também perdeu, em pouco tempo, duas gatas, uma com câncer e outra com insuficiência renal… Tenho pensado, se essas rações estão matando nossos animais precocemente…
    Lembro-me da minha avó que criou muitos e muitos animais com comida caseira e eles viviam melhor. Lembro-me deles morrerem de velhinhos e naturalmente…
    Assim, estou decidida a, quando eu tiver coragem de adotar outro cão (isso vai acontecer, mas ainda não estou conformada o suficiente, depois da morte da minha Lady), irei adotar alimentação natural. Ficarei grata se aumentarem as informações sobre isso…!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/06/2012 - 17:31
    Enviado por: Tetsuo Shimura

    No passado, quando eu fornecia ao cão partes de ossos, fossem bovinos ou aves, sempre havia uma pessoa a me criticar baseando-se em informações de que veterinários condenam o fornecimento de ossos de aves pelo eventual risco de lesar o trato intestinal e aí eu ficava a pensar como os cães teriam chegado até aos dias atuais? Voltando um pouco mais ao passado dos cães, teriam os primitivos cães super ácidos em seus estômagos ou ainda, o tubo intestinal seria de materiais mais resistentes?

    Finalizando, faço a mesma analogia aos vegetarianos ou vegam: se o homem deveria comer apenas vegetais, certamente não teríamos nascidos com os dentes “caninos’. Deveríamos possuir dentição como de ruminantes, equinos

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/04/2013 - 22:13
      Enviado por: Luiza

      Olá Tetsuo,
      Permita-me discordar. O consumo de carne foi, de fato, essencial a nossos antepassados em um contexto de incerteza alimentar; não creio, porém, que o fato de termos uma estrutura onívora indique que “devemos” comer carne. Em momentos de abundância, como o que vivemos, podemos nos dar ao luxo de escolher, e, do modo como a produção de alimentos tem se dado, devemos ter muito cuidado não só com o consumo de carne em si, mas com o de transgênicos e não orgânicos em geral. Recomendo a todos que se interessam por nutrição a assistirem os documentários “A carne é fraca”, do Instituto Nina Rosa, e “O veneno está na mesa”, do qual não me recordo o autor.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/06/2012 - 12:36
    Enviado por: João Victor Macedo

    O Dr. Brunetto na verdade está correto, pois o termo farinha, se aplica somente a produtos de origem animal, quando se trata de produtos de origem vegetal, o termo correto seria Farelos. Não estou sendo contra alimentação natural, mas alimento industrializado também não é vilão, é só outra maneira.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/06/2012 - 17:03
    Enviado por: Marcia Venturini

    Eu uso com meus boxers e spitz há 3 anos, os resultados são muito bons!!
    Acompanho o trabalho da Sylvia, e sei de sua seriedade. Quem tem animais e se preocupa com eles, vale dar uma olhada no cachorro verde.

    Parabéns Sylvia!! Seu trabalho está cada vez mais bacana.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/07/2012 - 20:35
    Enviado por: Sonia

    tenho 46 anos e a minha vida toda tive cães. Todos eles alimentados com ração de boa qualidade. Há cerca de 1 ano conheci o site da Cachorro Verde e me interessei pelo assunto. Depois de ler bastante, inclusive em sites estrangeiros, decidi abolir a ração. Só me arrependo de uma coisa.. de não ter começado antes.
    Abraços

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/11/2012 - 01:29
    Enviado por: Marcelo Orige de Souza

    Se você puder repassar seria muito bom,inclusive para as autoridades, desde já agradeço .

    VAMOS COMPARTILHAR!
    ALERTA!!!!
    RAÇÃO FABRICADA NA CHINA E REVENDIDA NO BRASIL ESTÁ MATANDO ANIMAIS.

    RAÇÃO FABRICADA NA CHINA ESTÁ MATANDO ANIMAIS

    Este é Josué Ortiz, cantando para seu filho antes de ele falecer. Seu cachorro morreu por comer ração Waggin’ Train contaminada, produzida pela Nestlé Purina Co., fabricada na China. Ele pediu para fotografar para que todos vissem essa foto e conhecer a história por trás dela para que ninguém mais perca um animal de estimação como aconteceu com ele.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2012 - 11:25
    Enviado por: ialexia vascomcelos de freitas

    Amei tudo isso, só não tenta quem não tem fé nem capcidade de fazer seu animal mas feliz.
    Tudo de bom meu labrador comeu para se livra de uma infexção intestinal , mais sabe o q. rezovel???cvarvão e iogurte passado por mim depioz de pesquizar um bouco sobre alimentos naturais.ee muitos dizer talvez não sobreviva.
    Então o meu cachorro nem levantava mais nem piscava os olhinhos, mesmo apóz ter ido a muitos vetérinarios.
    minha ultima tentativa foi o carvão agua de cóco e iorgut. em uma seriga e agora com 6 anos muito forte e robusto come tudo q. comenos não sofre de nada nem cai pelos nem muito menos dor de barriga diarreias etc.
    faço no almoço famosa polenta com frago au carne,a noite diminu a quantidade e dependendo do jantar come com nosco do q. pode para ser faliz.kakakka..em quando vivemos vamos fazer diferença não só aproveitar migalhas dos outros mais uzando as nossas. E enovando a cada dia melhor q, tudo e saber q. somos felizes em fazer por merecer.Eq. oque fazemos tentamos vale apena .Emuito bom pega feitoo brato mais digo sempre melhor e sber o q.estamos comendo, enos devertingo em fazer algumacoiza ..bjs..amei as dicas.sinal de amor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/12/2012 - 00:00
    Enviado por: Deco

    Acho que ração é uma coisa mto boa. APENAS para determinados tipos de donos de pets por ser prática. Fora isto é uma bela de uma porcaria para o pet. Pergunto aos defensores da ração: vc comeria um alimento que pode ficar armazenado por meses, mantido num saco que abre e fecha toda hora? Obviamente que não. Para os seus cães vcs dão sem problermas. Azar o deles, infelizmente. Os meus 4 já sairam deste estagio. Aderimos à dieta crua do Cachorro Verde faz quase 3 anos e tudo mudou.Ficaram para trás vômitos e gastrite de um deles. Cropofagia de outro. Alergia severa em outro e convulsões antes controladas por Gardenal no meu alfa. Agora são saudáveis e felizes. Um deles, o maior, é doador de sangue do Hosp. Vet. da Univ. Anhembi-Morumbi com exames trimestrais absolutamente normais. Um cão forte com muitos músculos e saudábilíssimo.Os outros só não são doadores por não terem o peso mínimo exigido. Agradeço à Sylvia Angélico por esta mudança. Para sorte deles, irreverssível.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/03/2013 - 13:44
    Enviado por: Virginia Abreu de Paula

    “Por que seu bicho de estimação se alimenta de ração e não de carne, legumes e grãos, como você?” Como eu? Sou vegana, com muito gosto. Nâo me alimento de carne. Muito errado escreverem um artigo dando a entender que todos ainda tem o péssimo hábito de se alimentar de animais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/06/2013 - 23:36
    Enviado por: Gisele

    A questão é o seguinte. Cada proprietário sabe muito bem o que é uma alimentação natural de boa qualidade e uma ração de boa qualidade. O que devemos aprender é abrir a mente para o conhecimento de ambos os lados. Confesso que estou do lado da alimentação saudável pois tenho disponibilidade de tempo de preparar uma alimentação para meus cães. E principalmente boa vontade e sei de verdade o que eles estão comendo. Ao contrário de muitas rações que dizem em seus rótulos ter grandes fontes de nutrientes que na verdade não trazem. É só realizar um teste simples alimente um tempo com sua ração de melhor escolha e depois realize a preparação de alimentação natural caseira sem a “desculpa de que não tenho tempo” e terá a sua resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/06/2013 - 21:27
    Enviado por: silvia

    Olá! gostaria de saber qual a quantidade de proteína e a de carboidrato para a preparação do alimento caseiro do meu cãozinho?
    Obrigada, fico no aguardo da sua resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/06/2013 - 02:27
    Enviado por: Josi

    Tenho um lhasa apso, 3 anos, desde que nasceu só come ração super premium (royal canin e há 2 anos está com a premier).
    Ele castrado e há dois meses mais ou menos troquei a ração dele pela PREMIER-CÃES CASTRADOS pq está pesando quase 12 quilos. Ele passeia de 2 a 3 vezes por dia, cerca de 30-40 minutos é ativo, brincalhão e feliz. O problema é que todas as vezes que reduzo a ração para ele emagrecer o danado come o próprio coco (cropofagia), fico desesperada ao perceber que ele está fazendo isso e parece que é por fome mesmo. Será que a dieta do cachorro verde resolveria este problema? Por favor me ajudem, vivo desesperada com essa situação, já consultei vários veterinários, mas todos dizem a mesma coisa…..a ração que dou é excelente e ele come coco pq é muito mimado. Mas o que fazer????????????

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

Comentários recentes

  • Jailton Alves da Mota: ATUALIZAÇÃO: outubro de 2013. …e não é que a produtora realmente teve que encontrar...
  • Marcelo Neves: Olá Ataide e Nelcy… como vocês só viram a esta confusão em junho deixa só esclarecer um...
  • marcelo b: meu, kd vc que ñ escreve ha um tempo? ñ tá preso na bolivia, né? rs
  • Ataíde Marques: É isso aí, Nelcy. Fã que é fã não vai perder.
  • VANILDE PEREIRA COSTA: Gostaria de colocar uma franquia na cidade com 40.000 habitantes; Qual capital que devo ter?E...

Arquivo