ir para o conteúdo
 • 

Conversa de Bicho

07.junho.2013 17:00:22

Cidade espanhola adota medida drástica contra sujeira de cães

SÃO PAULO – Tempos de desespero pedem medidas desesperadas. O provérbio inspirou uma iniciativa original no município de Brunete, na Espanha, país duramente afetado pela crise que abala a economia da Europa.

ACOMPANHE O BLOG CONVERSA DE BICHO: FACEBOOK | TWITTER

cachorro_limpar_coco.jpg

A cidade de cerca de 10 mil habitantes na região de Madri luta de todas as formas para cortar os gastos administrativos e compensar a arrecadação cada vez menor em tempos de recessão.

Várias providências foram tomadas, mas uma delas, planejada pela agência de publicidade McCann a pedido da administração, está causando polêmica na Espanha e ganhou repercussão internacional.

Para economizar gastos com a limpeza na cidade, o prefeito convocou um grupo de 20 voluntários para reprimir os donos de cães que não recolhem a sujeira dos animais nas calçadas.

Os voluntários percorrem as principais ruas da cidadezinha e vigiam anonimamente com câmeras de vídeo os moradores que passeiam com seus cachorros. Quando algum deles deixa de recolher a sujeira, os voluntários se encarregam de fazê-lo. Antes, porém, aproximavam-se simpaticamente e agradam o câo e perguntam seu nome ao dono.

Como os cães estão cadastrados no banco de dados da Prefeitura, pelo nome do animal os voluntários identificavam o endereço. Poucas horas depois, um mensageiro devolve a sujeira ao dono cuidadosamente embalada. Junto vai um aviso de que da próxima vez o proprietário pode receber multa de 30 a 300 euros – ou de R$ 84 a R$ 840.

A campanha incomum durou pouco mais de uma semana e deu tanto resultado que a agência McCann venceu o “Sol de la Plata”, no Festival de publicidade ibero-americana. Em uma semana foram entregues 147 pacotes. O índice de sujeira deixado pelos cães caiu mais de 70% e a cidade ficou com as finanças um pouco melhores e com as ruas bem mais limpas.

Texto: Economia/Estadão

ACOMPANHE O BLOG CONVERSA DE BICHO: FACEBOOK | TWITTER

Saiba mais sobre Fábio Brito no Google

comentários (51) | comente

  • A + A -
51 Comentários Comente também
  • 07/06/2013 - 19:09
    Enviado por: Daniel

    Postura absurda do governo local, mas postura de caráter espanhol sem dúvida.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/06/2013 - 19:35
      Enviado por: Marcos

      Absurda? Absurdo mesmo è a atitude dos donos de cachorro…

      responder este comentário denunciar abuso
    • 07/06/2013 - 21:00
      Enviado por: yvanette

      Absurdo é vovê pisar na merda nas ruas aquí tem gente demas limpando as ruas o problema é que depois de limpar vem os senvergonhas e deixam a merda no chao o que vc quer que limpem a cidade a casa segundo que alguem pisa, fica esperto né…

      responder este comentário denunciar abuso
    • 07/06/2013 - 21:38
      Enviado por: Jonas Rimmer

      Por pior que seja o problema das fezes nas ruas, achei de uma grosseria inacreditável. Melhor e mais efetivo seria aplicar as multas. Tomara que os donos de cães humilhados pela Prefeitura a processem. Ganharão um bom dinheiro!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 07/06/2013 - 21:55
      Enviado por: Claudio

      Se você gosta de excremento de cachorro, porque não arruma um e deixa ele infestar sua casa ?

      responder este comentário denunciar abuso
    • 07/06/2013 - 22:30
      Enviado por: Naokiw

      Se você acha absurdo, poderia abrir a porta da sua casa para que os cães do mundo todo possam cagar a “vont´s” no seu tapete, na sua cozinha, na sua cama, na sua boca enquanto dorme (por que não), etc… assim você poderá mostrar ao mundo que não possui uma “postura de caráter espanhol”… francamente Batman!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 08/06/2013 - 06:48
      Enviado por: Luiz

      Esse Daniel deve ser um destes espalhadores de merda que emporcalham a cidade. Cães deveriam ser treinados para fazer suas obras de arte no local adequado, em casa, e se possível também adestrados para latir pouco e não atormentar vizinhos.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 08/06/2013 - 09:40
      Enviado por: Márcia Libardi

      Não sei não, mas acho que se essa lei se aplicasse onde mora o Daniel, ele seria uns dos primeiros a ser multado!!!!

      Muito feio isso Daniel !!!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 08/06/2013 - 12:35
      Enviado por: suely mourao

      absurdo é pisar na merda e leva-la para casa na sola de seu sapato. Eu tenho cachorro e cato cuidadosamente seu cocô. É a posse responsável e cidadania!!!!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/06/2013 - 19:16
    Enviado por: Eddie

    Ótima iniciativa…. sou dono de dois cães e me dá raiva quem não recolhe as fezes de seus animais…. parabéns, para Brunete.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 19:45
    Enviado por: Nelson

    Tenho e tive cães a vida toda e acho uma maneira correta de coibir os donos porcalhões que não recolhem as fezes de seus animais. É falta completa de cidadania e educação.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 20:26
    Enviado por: Celso

    Gostaria muito de saber o que o Tutty tem a dizer sobre isso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 20:43
    Enviado por: rOBERTOJORGE

    com as fezes do cachorro , o dono deveria receber no Brasil , as porcarias que o politico em que ele votou faz e continua defecando no congresso,

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 21:13
    Enviado por: Robert Schambach

    Outro dia sai na rua Karl Richter e nao acreditei como o povo de la e porco, parecia campo minado tinha coco de cachorro por todos os lados. Quanta gente sem educaçao.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 21:32
    Enviado por: Rotundo

    Muitos dizem que gostam de cães e gatos, no entanto grande maioria dos donos são mal educados. Na maioria das vezes o gato vai cagar no quintal do vizinho e já vi muitos donos de cães os levarem para cagar na outra rua. Exceto a própria rua. GOSTAR DE ANIMAIS ASSIM É FÁCIL. Muitos viajam e deixam a cachorra presa latindo e gemendo no apto, o vizinho que se lasca. Isso para mim não é gostar e sim escravizar judiar do animal e ainda com objetivo egoísta de suprir a própria carência. Como se o animal fosse uma extensão para puro capricho. Gosto de animais, mas no quintal e em contato com a natureza, isso sim é GOSTAR DE ANIMAIS. Pelo que sei, não vi ainda ninguém mandar seus bebes(Crianças) cagar na vizinha.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/06/2013 - 09:37
      Enviado por: Ana

      Os caes precisam do balanco da caminhada para realizarem suas necessidades,e so quem convive com eles sabem como sao sofisticados,eticos,anjos excepcionais.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/06/2013 - 23:08
    Enviado por: Ademir

    Ideal que seja feita uma cobrança via boleto bancário, correspondente taxa coleta e tratamento esgoto para todos que tem cães e aqueles que nao recolhem deveriam receber multa e obrigação freqüentar palestras educacionais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 23:08
    Enviado por: Nelson

    Já dei a minha opinião aprovando o fato, mas vamos e venhamos, existe muito mais sujeira nas ruas de São Paulo do tal bicho homem do que de animal. Vai desde urina nas paredes, sacos de lixo, embalagem pet e não contando com as pichações nojentas nas paredes. Em praças públicas, que além de mal cuidadas, sofrem com o despejos que vão desde sofás até entulhos. Então???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2013 - 23:31
    Enviado por: Tamie Nitta

    É dever de todo cidadão bem educado,manter a cidade limpa,mas se não orientamos as crianças desde a tenra idade a ser responsável pela limpeza,primeiro em seus lares começando pelo seu quarto, e também nas escolas dando orientação para não jogar lixos nas ruas, fica realmente muito difícil manter a cidade limpa. Bom exemplo começa em casa,vamos educar as crianças devidamente, assim no futuro não haverá mais lixos nas ruas !

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 05:45
    Enviado por: Rafael

    Em Sao Paulo, as calçadas vivem cheias de merda

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 06:57
    Enviado por: guilherme

    Para refletir “O cachorro deixa na calçada o que seu dono tem na cabeça” e assim é o mesmo caso com políticos, votou em porcaria, bem feito, agora se ferra brasil, ( falo isto pois nao moro nesta porcaria a 10 anos, graças a deus)

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/06/2013 - 10:58
      Enviado por: Maria Almeida

      Você tem razão Guilherme, se eu fosse mais moça iria embora daqui. O Brasil ficou impossível para quem quer viver honestamente. E nem querendo a gente consegue escolher políticos melhores, porque não há oferta de bons políticos. Os políticos são o espelho do povo. E este povinho precisa de uma reforma de caráter geral e irrestrita.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/06/2013 - 08:44
    Enviado por: Regina

    Tai, gostei. Aqui, se o dono recebesse, apenas uma vez,as fezes + o que ele joga de lixo na via pública nunca mais cogitaria de ser oporquinho que é.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 09:18
    Enviado por: Rafa

    Agora, tem o cidadao conciente em recolher os dejetos de seu pet, porém joga o recipiente na lixeira ou jardineira ou árvore da calçada dos outros, que~dá mesmo……falta de educaçao e respeito com os direitos dos outros. Apoio a iniciativa espanhola!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 10:19
    Enviado por: tito livio

    Essa atitude deveria ser posta em prática com a máxima urgência em Santos e São Vicente (SP). É assustador o número de cães, como também o material expelido por eles. Poucas são as pessoas dispostas a usar os saquinhos e recolher a sujeira. Em período chuvoso o número de coliformes fecais sobe exponencialmente nas praias e águas marítimas. O serviço de higiene do município fez muitas pesquisas e concluiu não haver despejo de esgoto nos canais. A conclusão, inevitável, é que os coliformes procedem dos cachorros. Como hoje os cães são mais importantes que as pessoas, está tudo em família.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 10:22
    Enviado por: tito livio

    Tamie,kirei……. difícil é encontrar pais educados.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 10:40
    Enviado por: Ademir

    Tem que emitir um boleto bancário, cobrando uma taxa para custear a coleta e tratamento esgoto, quanto aqueles que nao recolhem o correto e multar e fica o dono do animal com obrigação de freqüentar palestras educacional.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 10:46
    Enviado por: EBERT

    Caros Amigos: Recolher fezes é uma obrigação. Contudo, que paga a
    incrível quantidade de água potável gasta para limpar a fétida urina deixada em nossas calçadas, diariamente, pelos “”amigos”" mijões ???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 11:51
    Enviado por: marlene

    se todos tivessem essa punição não só com coco de dog mas com todo tipo de lixo jogado nas ruas o mundo seria uma beleza

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 13:17
    Enviado por: Alex

    Absurdo é a falta de pudor dos cães de não utilizar um lugar apropriado!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 14:03
    Enviado por: jesper

    Cidadania não são só “directhos”…..impõe obrigações tambem…..

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 14:42
    Enviado por: Noêmia

    Acho correto,pois não existe “lá fora” no planeta terra,tudo está aqui dentro mesmo e quem não sabe disso tem que pagar pela falta de educação ambiental!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 16:23
    Enviado por: luis k

    É isso mesmo.. ¨cagada¨ é não recolher a m….

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 16:27
    Enviado por: pedro

    LUGAR DE BICHO É NO ZOOLÓGICO OU NO MATO !!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 17:17
    Enviado por: Fernando

    Total apoio à prefeitura de Brunete (Espanha) e acho que modelo semelhante DEVERIA ser adotado em todas as cidades, especialmente em São Paulo. Não tem o mínimo sentido deixar cocô de cachorro nas vias públicas. Esse cocô tem um destino certo: são os já poluidíssimos rios, ribeirões e riachos, fatalmente o matéria acaba levado pelas chuvas até eles. Essa é apenas UMA das caudalosas formas de poluição dos nossos rios, além de despejo de esgoto, móveis, pneus e tudo que irresponsavelmente descartamos nas vias públicas. Portanto, sugiro a criação de um corpo de fiscalização (voluntário ou pago pelo poder público) para identificar infratores e PUNIR. Caso não haja multas, não funciona.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 17:38
    Enviado por: adelino

    Grande idéia! Perfeito. Deveriam estender a iniciativa aos mendigos da cidade que soltam suas cacas em qualquer lugar e a prefeitura não recolhe, e nesse caso deveriamos mandar para a casa do prefeito. Que tal a idéia?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2013 - 18:23
    Enviado por: valdeni

    casas com cachorro deveria pagar mais iptu

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/06/2013 - 21:44
      Enviado por: vr.

      interessante sua ideia de maior IPTU e, aos catadores de merda dos seus cachorros isso não é virtude, é obrigação, cidadania e mais, as fezes devem ser jogadas nos vasos sanitários que é o destino certo e higiênico e não nos pés de árvores das calçadas ou nos cestinhos de lixo dos seus condomínios. Falei !

      responder este comentário denunciar abuso
    • 09/06/2013 - 01:09
      Enviado por: Tania

      Discordo. Acho que casas com crianças deveriam pagar mais IPTU. O cachorro pelo menos toma conta da casa, criança chora e incomoda os vizinhos.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/06/2013 - 22:38
    Enviado por: Norio Yamakami

    Não seria interessante adotar essa medida em São Paulo? Mas, pensando bem,
    1. Limpar a sujeira dos cães é relativamente fácil; difícil mesmo é limpar a sujeira que nós, humanos, espalhamos por toda parte; e
    2. No Brasil, corremos o risco de exigirem licitação para escolha da agência de publicidade, contratação de catacaqueiros em vez de voluntários, utilização do serviço dos Correios (que têm monopólio) em vez de mensageiros, tudo isso a preços superfaturados…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 01:26
    Enviado por: Carlos

    Bem, se são donos dos animais com que tanto dinheiro gastam, donos são também dos dejetos que eles lançam, os animais fazem em qualquer lugar pela sua condição de vida, mal educados são os que não recolhem ou dão as fezes destino inedaquado, cidadania começa na sua casa, façam do município e país uma extensão de sua residência, como podemos esperar voto consciente de pessoas que não assumem seus mínimos compromissos de cidadão, antes de cobrarmos o que achamos ser nossos direitos, comecemos cumprindo nossos deveres, assim seremos primeiro mundo !!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 02:19
    Enviado por: vanderdepaula

    O pior é que fezes e urina de cachorro CONTAMINAM o ambiente com microrganismos patógenos, que pode causar graves doenças e até o óbito.Muitas dessas doenças ficam incubadas por muito tempo, até 15 anos, antes de se manifestarem!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 08:40
    Enviado por: Leonardo

    A mais ou menos quinze anos, uma grande empresa de alimentos de âmbito global iniciou uma campanha de marketing para incentivar a criação de pets. Frases de efeito, como “cachorro é tudo de bom” inundaram a mídia. O resultado foi o aumento espetacular no número de animais domésticos e, por consequência, lucros fabulosos com venda de rações e outros insumos para pets. Produtos dessa empresa e de suas subsidiária são quase uma necessidade premente. Nenhum dono de cão dá restos de comida nos dias de hoje, somente ração “balanceada” e “enriquecida” com vitaminas e sais minerais e dá-lhe todas as ladainhas de marqueteiros para vender mais. Agora que a população de pets explodiu, fatores outros começam a aparecer. Gente que não tem a menor condição de criar um ser vivo agora tem cachorro, gato, iguana, etc. Agora enfrentamos animais soltos na rua, maus trato, latição desenfreada madrugada a dentro, titica espalhada pelos parques e ruas e todo tipo de incomodo da super população desses animais e seus custos nas cidades. Essa conta ninguém manda para a tal empresa de alimentos que iniciou o trabalho de marketing e ainda hoje incentiva a criação desses bichos. Nem tão pouco o poder público se mobiliza para frear esse marketing e adotar políticas públicas para evitar um possível epidemia de alguma zoonose.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 09:42
    Enviado por: Maria Luiza

    Quem convive com animais rapidamente descobre que os sere humanos nao valem a pena,em sua grande maioria.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 09:57
    Enviado por: pedro

    É PATÉTICO !! QUANDO UM CACHORRO OU GATO , OU SEJA LÁ O QUE FOR PASSA A SER TRATADO COMO “MEMBRO DA FAMÍLIA ” E GASTAM FORTUNAS COM ESSES BICHOS POR ANO …. SEM DÚVIDA UMA DAS COISAS MAIS RIDÍCULAS DA NOSSA ERA !!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 10:53
    Enviado por: Arineli

    Cúmulo do absurdo!

    Ainda existe dono de cães que não se enxerga mesmo: sai de seu prédio, levando seu animal para fazer suas necessidades nas calçadas do prédio vizinho! Ninguém gosta de ver isso, concordam?

    Se você reclama, ah… não gosta. Muitos justificam que pegam os dejetos. E a urina? E os resíduos dos dejetos? Animais de rua que fazem na calçada são atraídos por causa disso! Os insetos e ratos tb! A Bahia- Brasil fede a merda em tudo que é canto! Isso é fato!

    Ora, se isso não representasse uma ameaça, o criador sem noção poderia deixar seu bichinho utilizar sua calçada para o mesmo fim, não é mesmo?

    Em muitos casos, penso que, quem deveria estar na coleira, é o dono! Fica a Dica para quem gosta de sacanear o território alheio!

    >> O CORRETO É DEIXÁ-LO FAZER EM SUA CASA! JOGAR OS DEJETOS NO VASO, DAR DESCARGA, DESINFETAR O VASO E LIMPAR O BICHINHO.

    >> O CORRETO É PASSEAR COM ELE DE FRALDAS! VEJO TANTA GENTE CHAMANDO ELES DE “MEUS BEBÊS”… ué, quem cria mateus que balance!! Assuma sua responsa!

    A responsabilidade é sua, criador! mas a vigilância, a saúde pública é para cidadãos, sim!
    Quem ama seu animal, que cuide dele e respeite o ambiente alheio! Pronto, falei!!!

    Espero que nosso novo Prefeito jogue duro nesse povo que acabam nossa linda Cidade.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/06/2013 - 16:50
    Enviado por: Felipe Queiroz

    Legal.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/06/2013 - 10:57
    Enviado por: Luiz

    Absurdo é a matança que ocorreu na cidade de Santa Cruz do Arari
    http://www.youtube.com/watch?v=NpPUCvmMSqY

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/09/2013 - 12:55
    Enviado por: Moradora de um condomínio obtém na Justiça direito de andar com cachorro no chão - Conversa de Bicho - Estadao.com.br

    [...] Cidade espanhola adota medida drástica contra sujeira de cães [...]

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/10/2013 - 11:09
    Enviado por: Aliete Miranda

    Não é fácil residir em casa, em um bairro com tantos prédios. 90% de quem cria cachorro e mora em apartamento, levam os cachorros para sujar as calçadas de quem mora em casa, já que na calçada de seu prédio, não pode sujar. O pior é saber que essas pessoas tem nível de escolaridade superior, e até uns trabalham na área de educação. Sujeira não é coisa de pessoas menos favorecida, aqui é Pompéia e Vila Anglo Brasileira. Gosto de animais e odeio os donos sem educação, higiene e respeito pelos pedestres que caminham pelas calçadas.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

  • Quem Faz

    Quem Faz

    Fábio Brito

    O paulistano Fábio Brito é jornalista e pós-graduado em Gestão Empresarial. É especialista em bichos de estimação e apaixonado por todos os animais desde criança. Há 10 anos, cria cachorros da raça retriever do labrador.


Comentários recentes

  • Romulo: O homem inventa um grande inimigo de todos: fogos de artifício! Só servem para fazer barulho, colocar a...
  • Soraia Carvalho: Bom dia! Moro em Belo Horizonte , sou apaixonada por animais, em especial os cães. Quero saber se...
  • Fabiana Ferreira: Oi Priscila também estou procurando este curso, aqui em Belo Horizonte (eu moro em Contagem)....
  • Marcia: Sr Ademar, curiosamente, enquanto humano, o senhor e toda humanidade, em especial no Brasil, dispõe de...
  • Solange: Pois é… esse diz que me diz não me diz nada. Meu cachorro Max, um boxer lindo, precisa de um...

Arquivos

Seções

Todos os Blogs

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo