ir para o conteúdo
 • 

Carlos Orsi

07.dezembro.2010 20:49:31

E por hoje é só, pessoal!

Nos 13 meses — mais ou menos — em que mantenho este blog, vim me esforçando em deixar o teor de autobiografia o mais baixo possível. Essa é uma regra que vou suspender agora. Por um bom motivo, já que está é uma postagem especial. A última.

Depois de 14 anos e alguns meses, o Grupo Estado e eu finalmente estamos nos separando. É possível — meramente possível — que, nestes 14 anos, eu tenha me tornado o jornalista da imprensa brasileira com mais tempo de atuação contínua na internet.

Comecei nas Olimpíadas de 1996, passei pelo pouso do Sojourner em Marte e pela derrota do campeão mundial de xadrez por um computador em 1997, e não parei desde então. Ou melhor, não tinha parado até agora.

Mas, como diz Colin Farrell em Miami Vice: ”The odds catch up. Probability is like gravity”. “As probabilidades nos alcançam. Probabilidade é como gravidade”. Numa indústria como a jornalística, 14 anos no mesmo grupo, na mesma mídia, é uma anomalia estatística. E a gravidade é a gravidade.

Outro dia, olhei em volta e vi que todos os outros veteranos do serviço online tinham pelo menos quatro anos de casa a menos que eu. Ainda me lembro de uma reunião, em 1998, da qual participaram diretores — nenhum deles está mais no grupo — e onde a então redação online foi informada de que a internet tinha mesmo vindo para ficar.

(Até  então, havia a dúvida de se a rede aberta não seria apenas fogo de palha, uma coisa só para iniciados e sem viabilidade comercial, um novo videotexto.)

Os 13 meses de duração deste blog estiveram entre os mais agitados de minha vida: nesse meio tempo fui ao sul do Chile e à Antártida, voltei da Antátida (e do sul do Chile), publiquei dois romances, entrevistei três ganhadores do Prêmio Nobel e cobri — da Terra, infelizmente — o voo final de um ônibus espacial, o Endeavour.

A quem acompanhou o blog até aqui, meu muito obrigado. É possível que eu comece um novo blog em algum outro lugar; se acontecer, aviso no Twitter: @carlosom71.

comentários (41) | comente

  • A + A -
41 Comentários Comente também
  • 07/12/2010 - 21:21
    Enviado por: Fernando Lacerda

    Interrompe-se aqui o meu blog predileto.
    Torço para que o “teaser” da última frase se materialize logo.

    Obrigado por esses 13 meses de excelente conteúdo. Tudo de bom! Aquele abraço.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/12/2010 - 01:19
      Enviado por: Mauricio Silva

      Meu blog preferido também.

      O outro blog sobre ciência que gosto esta em ferias (Herton Escobar).
      Alguém poderia sugerir outro blog interessante?
      Carlos, alguma sugestão?

      Um abraco e muito obrigado pelos ótimos posts, Carlos.

      PS: A proposito, muito bom o post sobre os números Potemkin, infelizmente vivemos cercados por essa ciência distorcida. patrocinada pelo marketing imediatista. Perdem-se muito recursos como tempo, dinheiro e cérebros na busca pelo engano cientificamente falseado.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 09/12/2010 - 10:11
      Enviado por: Fabio

      Mauricio, o blog do Herton já está de volta.

      O blog do Orsi vai fazer falta…

      Boa sorte, Orsi!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/12/2010 - 21:31
    Enviado por: Glúon

    .
    ______________
    .
    Papo de leitores
    .
    ______________
    .
    - Soube da novidade? O Orsi e o Grupo Estado estão se separando.
    - E como ocorreu isso?
    - Ele fez aquela clássica pergunta: “devo sair do emprego?”
    - Já sei, usou o tal do pêndulo, né?
    .
    ________________________________
    .
    Desejamos felicidades e sucesso, Orsi.
    .
    ________________________________
    .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/12/2010 - 22:28
    Enviado por: Gabriel

    Muito Obrigado,
    pelos meses de informação, pelos debates, pelas idéias e insights

    Muito nobre é o trabalho de divulgação da Ciência. Como é muito árduo o trabalho de traduzir o hermetismo científico para o debate popular, todos os louros merece.

    Volte logo ao convívio com seus leitores.

    Forte Abraço;
    GRV

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 06:33
    Enviado por: Carlos

    Po xará, por essa nao esperava…

    Assim como para o Fernando, meu blog favorito.
    Espero que consiga ainda melhores oportunidades nessa nova etapa da sua vida profissional.

    Nao tenho twitter, mas esperarei ansiosamente por um novo blog.

    Obrigado e abraco.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 07:36
    Enviado por: Alonso

    Orsi,

    Para nós é realmente uma pena! Assim como muitos manifestaram acima, este é meu blog preferido e praticamente o único que acompanho diariamente. Não tinha até agora um twitter, vou começar agora apenas para me certificar que haverá outro blog!

    Boa sorte!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 07:57
    Enviado por: Arnaldo

    Você é um caso raro na imprensa brasileira, não pela sua longevidade no emprego, mas por ser um dos poucos jornalistas que entendem Ciência – e sabem divulgá-la. Nesses blogs do Estadao tem mais dois, mas no que trata do assunto o seu é o que mais divertiu e explicou.

    Tudo de bom no que vem pela frente!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 08:14
    Enviado por: Giseli

    Puxa, era um dos meus blogs prediletos! (tá, eu não comentava rs, mas sempre lia). Tô na torcida para que você resolva criar outro blog :) Tudo de bom para você e se cuida!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 08:32
    Enviado por: Alexandre

    Lá se vai meu blog favorito… É uma pena, mas boa sorte na sua nova empreitada Carlos!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 09:48
    Enviado por: Jules

    Carlos, pedir para vc ficar não vai adiantar ne?
    É uma pena, mas que seja o melhor para você!
    Vou acompanhar o Twitter.

    Abs.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 09:57
    Enviado por: Breno

    Notícia triste.. Pois não tem nem 4 meses que conheço o blog. Era o meu preferido. Vou te seguir no twitter para saber de alguma novidade.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 10:26
    Enviado por: Carlos Alberto

    Poxa, recém descubro seu interessantíssimo blog e passo a ser um leitor constante e ele termina!… Triste. Espero muito sucesso onde você for. Tentarei encontrá-lo. Até lá, felicidades e um melhor 2011.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 11:05
    Enviado por: Paulo

    Também estava na turma dos que liam todo dia, mas não comentavam. Enfim, lamento demais o fim do blog, que sempre foi muito interessante.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 11:28
    Enviado por: Daniel Bezerra

    Carlos, eu estendo o convite para você escrever para O Telhado com convidado sempre que quiser! Boa sorte nas futuras empreitadas!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 11:29
    Enviado por: Livre Pensador

    Orsi, você vai fazer muita falta por aqui. Desejo sucesso adiante e que possamos ler seu blog novamente em breve, seja onde for.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 11:44
    Enviado por: Sergio

    Po…essa foi sacanagem!!!! Acho que eh o sentimento de todos que gostam de algo inteligente e raro na midia.abc

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 12:27
    Enviado por: Mauricio Correia

    Hoje é realmente um dia MUITO triste. Como muitos aqui, conheci o blog apenas há poucos meses, mas, rapidamente, se tornou meu favorito (apesar de nunca ter postado nada). Tenho certeza de que todos aqui torcemos para que você rapidamente comece outro projeto similar a esse.

    Parabéns pelo excelente trabalho e por ter contribuído tanto para a popularização da ciência no Brasil. Certamente esse país precisa de mais gente como você.

    Boa sorte!

    Mauricio

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 12:30
    Enviado por: Felipe

    Carlos, o teu blog foi uma das mais felizes descobertas no garimpo nosso de cada dia. Desde então sempre acompanhei seus posts.
    Parabéns pelo excelente trabalho. Você vai fazer falta, certeza!
    Espero conhecer os seus novos “paradeiros” internet afora, eu sou mais um entre os que estão no aguardo, pode crer!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 12:43
    Enviado por: Marcelo Augusto Galvão

    Não sei se comentei com você, mas eu já lia teus artigos na net lá pelos idos de 1997/98, sem me dar conta que era o mesmo Carlos Martinho dos textos de ficção :)
    Espero ler um novo blog teu em breve!
    Sucesso!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 13:04
    Enviado por: WinXP

    Muito triste, mais importante que aprender a gostar é aprender a confiar, e você ensinou a todos nós a confiar em você. Do alto da minha solidão científica, te desejo sorte. Agradeço os bons momentos que tive lendo e comentando seus artigos.

    Um abraço.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 16:28
    Enviado por: Gabriel

    Carlos,
    parabens pelo excelente blog, sentirei falta de ler seus posts.
    nao sou muito de acompanhar blogs e nem me lembro quando comecei a ler este aqui(seria capaz de jurar que faz mais de 13 meses), mas posso dizer que foi muito divertido e instrutivo, muito obrigado!
    espero que um novo blog nao demore muito a surgir
    abraco.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 16:33
    Enviado por: A. Israfel

    Vou mostrar um pouquinho da diferença que ler o seu blog fez para mim, tentando apresentar uma ínfima parcela das ideias interessantes que li por aqui e como me ajudaram.

    - Pareidolia: sabe aquela sensação agradabilíssima de finalmente ter um vocabulário para resumir/se referir a algo que você sempre observou/percebeu, mas se sentia impotente por não poder designá-lo? [“Do bolo de Madre Teresa à torrada de Jesus”]”

    - A visão do ser humano como um conjunto de algoritmos (claro que muito mais complexo, mas ao menos não nesse sentido essencialmente diferente de um robô) [Com os avanços da robótica]

    - Sobre a ética de viagens tripuladas sem retorno à Terra: “tudo bem que o seu avô foi voluntário para passar a vida trancado numa lata de sardinha rumo às estrelas, mas ninguém perguntou se você topava. Mas essa última questão me prece meio falsa: ninguém nunca me perguntou também se eu concordava com a decisão de Giuseppe Orsi de vir para o Brasil, e eis-me aqui” [Espaço: audaciosamente indo para nunca mais voltar?]

    - Importantes distinções de classes, necessárias para fugir de falsos paradoxos, como você mostrou com o texto “A luz que partiu de lá, da galáxia M100, há 50 milhões de anos, registra as características de um evento cósmico com três décadas de existência. É como receber uma foto do seu bisavô, ainda bebê, pelo correio: a imagem pode ter anos e anos, mas retrata uma criança” [Buraco negro de 30 anos]

    - Desfazendo premissas que se apresentam como truísmos, mas que são falsas: “A premissa subjacente, enfim, é a mesma: mentir é mais estressante que dizer a verdade; logo, detectar estresse equivale a detectar mentira. É uma bela premissa. O único problema é que é estupendamente falsa. Um mentiroso contumaz pode mentir e se manter relaxado, e uma pessoa inocente pode ficar nervosa ao se ver alvo de suspeita e ficar estressadíssima, mesmo enquanto conta a verdade” [O que o detector de mentiras detecta?]

    - Explicação sobre o efeito ideomotor, que permite melhor embasamento sempre que me vejo em uma situação de identificar esse tipo de golpe/charlatanismo [O poço e o pêndulo]

    - Explicação para uma questão interessantíssima quanto aos preços dos ingressos dos shows, fugindo do óbvio e indo para o outro lado, após uso da lógica: “A explicação proposta por Landsburg é de que o, digamos, “complexo musical-industrial” se abstém de tirar tudo o que pode do público no preço do ingresso porque precisa deixar algum dinheiro para as pessoas gastarem em outros produtos relacionados ao ídolo — álbuns, camisetas, bonecos, DVDs, etc, etc.” [

    - Defesa do método científico também por meio de citações de obras literárias “Mas, como disse Sherlock Holmes em Um Escândalo na Boêmia, ‘É um erro capital teorizar antes de se obter os dados. Inconscientemente, começa-se a torcer os fatos para que caibam nas teorias, e não as teorias para que caibam nos fatos’” [DNA de arsênico, mídia e o Horta por Carlos Orsi]

    - Até mesmo explicação de bebidas e nossas expectativas infundadas quanto a alterações no sabor: “Clara de ovo, afinal, é albumina, uma substância química que basicamente se presta a dar liga às misturas das quais faz parte e a ajudar a formar espuma. Logo, não afeta o sabor de nada, apenas a textura. Logo, o pisco sour tem gosto de pisco, bitters e limão, e só” [A verdade sobre o pisco sour por Carlos Orsi]

    - Passando ideias que sintetizam muito bem situações pelas quais já passei: “Seguindo o sábio conselho do imortal Cary Grant — ‘melhor sair do palco sob aplausos um minuto mais cedo do que sob bocejos um minuto tarde demais” — recolhemo-nos logo em seguida, antes que o público tivesse tempo de recobrar o senso crítico’[Karaokê e Copenhague]

    - Explicação muito bem feita sobre o Carnaval e seu calendário flutuante [Por que o carnaval é no carnaval?]

    - Até mesmo em questões de relacionamento, apresentando algo que realmente é o que mais ocorre na prática (e muitos dos amadores ingênuos se equivocam), quando à necessidade de se gerar pequenos conflitos para ganhar a atenção de alguém [O melhor é concordar em detestar]

    - Inversões de raciocínio, que sempre nos levam a refletir sobre os tão perigosos lugares-comuns que habitam a cabeça dos acomodados: “De uns tempos para cá, venho me perguntando se a verdadeira ‘arrogância’ não estaria em considerar que ‘teoremas e sinfonias’ são algo de ‘magnífico’. Digo, é meio suspeito alguém achar que, só porque se faz uma coisa bem, essa coisa é a mais importante do mundo. Aves voam, peixes respiram debaixo d’água, bactérias reproduzem-se sem sexo. Do ponto de vista de cada um desses seres, esses talvez sejam, também, ‘privilégios magníficos’.” [Cadê todo mundo?]

    - Reflexão interessantíssima sobre os estudos de DNA desfazendo a divisão aristotélica entre essência e acidente: “É como se, na escala do DNA, a velha distinção aristotélica entre ‘essência’ e ‘acidente’ perdesse toda a razão de ser. Ou como se, na história da vida na Terra, as essências não passassem de vários acúmulos de acidentes”. [Computação é o novo desafio da genética]

    - Defesa do verdadeiro intuito da Ciência e sua diferença sobre outros métodos de explicação: “Ciência, alguém já disse, não é a atividade de encontrar ordem no mundo, e sim a de buscar, em meio a todas as possíveis “ordens” que a mente humana acredita perceber, as que realmente estão lá”. [Qual a chance de…?]

    - Mais um caso de defesa da Ciência: “Mais do que uma instituição acadêmica ou de um conjunto de princípios, leis e teorias a assimilar, ciência é um método, uma disciplina, uma postura. De forma bem resumida, é o hábito de não aceitar afirmações como verdadeiras sem prova, e de avaliar criticamente toda prova apresentada. Ciência, enfim, é uma ferramenta de detecção de falsidades e de busca da verdade”. [Analfabetismo científico]

    - Identificação de saltos lógicos e falácias linguísticas: “No caso de ‘energia’, porém, parece haver uma tentação constante de tirar a palavra de seu contexto técnico-científico — tomá-la como metáfora, portanto — enquanto se finge ou se imagina que a autoridade e as propriedades derivadas desse contexto se transferem, intactas, para o uso figurado”. [Vai uma energia positiva aí?]

    - Explicação simples e que pode ser passada de maneira convincente até mesmo para pessoas sem maior preparo matemático na comparação de conjuntos infinitos: “Um número par é nada mais, nada menos que o dobro de um número natural — 2 é o dobro de 1; 6 é o dobro de 3; 4 é o dobro de 2, e assim por diante. Mas todo número natural, sem exceção, tem seu dobro, da mesma forma que cada pessoa tem sua cabeça. Portanto: da mesma forma que o número de cabeças é igual ao de pessoas, o de pares é igual ao de naturais” [Sabores de infinito]

    - Considerações éticas, distinguindo problemas superficiais dos reais problemas envolvidos: “Antes que achem que estou brandindo o velho argumento obscurantista do “complexo de Frankenstein”, ou “há coisas que a humanidade não foi feita para descobrir”, etc, digo que sou do partido dos que acham que o erro de Victor Frankenstein não foi criar vida, e sim traumatizar o pobre do monstro recém-nascido. Hoje em dia, o cientista teria sido preso por abandono de incapaz.Enfim, criar não é um problema; fugir da responsabilidade, é” [Célula sintética e Frankenstein]

    Isso é muito pouco perto do que aprendi com você, Carlos Orsi. Cada consideração dessas foi um modo que você contribuiu para que eu estruturasse melhor o meu pensamento, minhas ideias, meu raciocínio e minha argumentação. Esse papal de divulgar a Ciência – e muito mais do que isso – de embasar o conhecimento, mostrar o lado crítico, a parte filosófica, as implicações envolvidas, mas principalmente, divulgando o método científico de ver o mundo, é extremamente salutar e nobre.

    Sua inteligência, paciência e carinho ao responder os comentários são dignos de nota e admiração. Tenho certeza de que não falo só por mim: vai fazer muita falta ler as atualizações do seu blog – que era uma das primeiras coisas que eu fazia ao navegar pela internet. Não sei os motivos envolvidos na sua saída, mas espero que você não pare de escrever, mesmo que em outro Blog, de outro domínio.

    Um grande abraço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 16:57
    Enviado por: João Luís

    Puxa, Carlos, que tristeza essa notícia! A área de blogs do Estadão ficou mais pobre. Sou daqueles leitores que nunca comentam nada mas seu blog era um dos primeiros que lia no dia. E sempre havia alguma coisa legal de se conhecer. Um grande abraço e muita sorte na sua próxima empreitada.

    Espero que um novo blog apareça rapidamente

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 17:52
    Enviado por: Isaac N. da Silva

    Carlos, sentiremos a sua falta entre os blogueiros que a cada vez tentava e conseguía, fazer com que divertissemos com seus inteligentes temas. Que sua vida continue “BOA” e você numa boa pois, aquelas fotos que tirastes do sol, deve ser de uma cobertura em uma região muito “BOA” ( grana.x²)³ = Przr.e+Bm[xtar] Lvad N.ésim pot. …. tendendo ao infinito muitíssimo grato e que os óbices sejam superados, Grato Isaac.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 19:16
    Enviado por: Denise

    Nem acreditei quando eu li! Não faz nem um MÊS que eu estou a ler assiduamente todos os posts do seu blog (até feed do blog eu tenho!) e eu sempre gostava de ver as curiosidades, as inter-relações que você fazia como ninguém entre a ciência e o nosso cotidiano, nossa cultura pessoal (que muitos devem ter se identificado, assim como eu!) tão difíceis de achar com essa alta qualidade jornalística! Além de saber das novidades no mundo da ciência e sobre a sua opinião e humor! Enfim, foi um ótimo aprendizado para mim e sei que você ainda tem muito o que fazer e muito a mudar na vida dos outros, assim como a minha – pelo menos no meu interesse pela ciência. Como não tenho twitter, vê se pede pro pessoal do estadão avisar quando você tiver um novo blog (será que eles fazem isso). Ou dar um jeito de pessoas não tão atualizadas assim no meio virtual também descubram qual é o seu novo blog! Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 19:53
    Enviado por: Direto da internet… « Edmundo Leite

    [...] coberturas, textos  e histórias, mas não é preciso tudo isso quando basta  dizer que Carlos Orsi é um dos profissionais mais brilhantes com quem já trabalhei. Vai fazer falta por aqui, mas  seu [...]

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/12/2010 - 10:49
    Enviado por: João

    Espero que não se trate de uma despedida e sim de um até breve. Boa sorte e sucesso na sua nova aventura.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/12/2010 - 15:47
    Enviado por: Cesar de Lima e Silva

    O seu blog era o melhor do Estadão e, de ciência, o melhor do Brasil. Presto serviço de assessoria de comunicação para o Observatório Nacional há mais de 5 anos, acompanho tudo o que é produzido pela imprensa de ciência por aqui e não conheço nada com tanta qualidade. O fato de o Estadão não ter feito uma proposta irrecusável para te segurar só demonstra realmente a pouca importância que o jornalismo tem no nosso país. Vou ficar aguardando o que você vai aprontar agora, porque tenho certeza que será algo de qualidade como tudo o que você faz. Um abração e conte comigo para o que for preciso, inclusive para tentar viabilizar algo em parceria com o Observatório Nacional, ok?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/12/2010 - 21:53
    Enviado por: Mariano Vale

    Eu espero, e muito, que vc faça mesmo um novo blog… todos esperamos por isso!

    um grande abraço!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/12/2010 - 10:33
    Enviado por: Jeane RAbelo

    Concordo com a maioria, o seu blog é o melhor , mais inteligente, interessante.
    Você vai nos fazer muita falta.
    Sucesso eum sua nova jornada e obrigada pelo tanto que nos informou, ensinou!
    Abração.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/12/2010 - 14:03
    Enviado por: Ivan

    Carlos. Você já está fazendo falta, faz três dias que o Estadão não atualiza a parte de Ciência do site…já não aguento mais ler que a base de Alcântara fez lançamento de um foguete. Acho que só você cobria a parte de ciência deste jornal.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/12/2010 - 17:21
    Enviado por: Alessandra Barros

    Poxa vida… vc tem uma mente brilhante, tá fazendo falta já… Espero MUITO que faça um blog particular pois muita gente precisa ler vc !!! Fico no aguardo !!! Td de bom!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/12/2010 - 22:15
    Enviado por: J Roberto

    Na contra-mão do futuro, o estadão consegue caminhar sem perceber que um de seus melhores blogueiros deixa aqui seu ultimo brilho. Com tantos assuntos polêmicos e acalorados, fiquei sem entender o porque. Sou assinante da folha, meu filho é universitário e precisa estar atualizado. Sempre disse a ele que o “ESTADAO É MUITO MAIS JORNAL”. A coluna EX-LIBRIS e tantas outras, isto porque já fui assinante. Acredito que um jornal como este aqui, não precisa dar brindes, CDs, DVDs e tantas outras coisas que o seu concorrente dá. O maior prêmio de quem lê o estadao é simplismente ter algo em mãos com qualidade indiscutivel e confiavel. MAs diante do que vi aqui, seus diretores estão deixando que estes valores se percam. O fim do blog do Orsi, é o fim de muitos interessados no assunto que daqui, vão levantar suas velas e navegar para outros mares de informação sobre o assunto. E sem querer ofender a ninguem ou denigrir o trabalho honesto de pessoas de bem ou levantar polemica; apenas com o objetivo de ressaltar a importancia deste blog; até o corinthians que ao meu ver é um time como outro qualquer tem um blog, mas o assunto tecnologia não!
    É a contra-mão da informação o retrocesso de alguma coisa que apontava pro futuro e que agora, fica em segundo plano e sem espaço de debate.
    Parabéns ao ESTADÃO, parabéns aos DIRETORES GORDOS E PARRUDOS que tiveram esta atitude! Pra 2011, quem sabe podemos cortar mais alguma coisa “inutil”, quem sabe aquele espaço no site que conta a quantos dias este jornal está censurado.
    Ao bloqueiro ORSI desejo tudo de bom, um natal de paz e um 2011 de muita ciencia em nossas vidas, mas não aqui não no reduto da liberdade e da verdade.
    Força, sucesso, saude. E seja sempre este Orsi que a gente conhece e respeita, sempre se reciclando, sempre junto com os acontecimentos e novidades.
    Abraço forte e se um dia voce voltar, passe um e-mail, pois esta é a ultima vez que acesso este jornal. FIM DA MENSAGEM…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/12/2010 - 03:58
    Enviado por: Riccardo(California,USA)

    Carlos,

    Boa sorte no seu futuro, nem sempre concordei com voce,mais SEMPRE adorei ler o seu blog,

    Voce fez a gente pensar.

    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/12/2010 - 17:42
    Enviado por: Junior Tada

    O melhor blog sobre ciência. Vai fazer muita falta para o estadão.
    Boa sorte, vou estar acompanhando pelo twitter e espero um novo blog em breve.
    Muito obrigado pelos seus textos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2010 - 22:15
    Enviado por: NILVO RETKA

    Orsi, vou te acompanhar onde vc for… o Estadao ficou um bocado menos util a sociedade sem vc…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/01/2011 - 02:57
    Enviado por: Jairo

    Olá Carlos, estudamos juntos no colégio e sempre acompanho seu blog.
    Conheço-o há muito tempo, o bastante para saber que não preciso desejar-lhe boa sorte em outro emprego porque acredito que uma boa colocação depende de competência, e isso você tem de sobra.
    Sentirei falta do seu blog, com certeza.
    Só acessava este jornal devido aos seus artigos, não o acessarei mais.
    Por favor me envie um email quando publicar seu blog ou estiver em outro meio de comunicação em que possamos segui-lo.
    Jairo Barcellos Filho ( Colégio LdV 1986-1988)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/01/2011 - 23:02
    Enviado por: Luis Antonio

    Pessoal,

    Visitem este blog do Carlos:

    http://carlosorsi.blogspot.com/

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/01/2011 - 14:51
    Enviado por: J ROBERTO

    E vamos todos para o blog do Orsi. Espero que por lá tenha aquele contador de acessos ao site. Assim que sabe um desses gordões do estadão vejam o erro que cometeram! Imaginem só; na era da tecnologia da informação, e os caras cortando o que é fundamental para num jornal que tentar caminhar alinhado com as tendencias futuristas e inovações tecnologicas. Este sim é o famoso TIRO NO PÉ!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/01/2011 - 19:08
    Enviado por: dorival

    O que me ocorre dizer, apesar de não ser consolo talvez explique, vivemos na sociedade de recompensas imediatas, tudo que nos atrapalha damos um jeito. O pai a mãe estão velhos coloque no asilo o filho não vai bem na escola busca um psicólogo que ele da um jeito, passamos um sinal vermelho sem multas ótimo levanta a auto-estima, corrupção desenfreada, tudo resultado da sociedade de recompensa imediata. Talvez fritaram você pelo mesmo motivo, A Suécia aderiu a slow society a sociedade marcha lenta e eles estão se dando muito bem a geração fast food & every thing else só gerou problemas, ataque do coração, obesidade, cabelos branco etc you get the picture?
    Sinto muito vê-lo partir embora não o conheça já eras como um amigo que sempre estava lá. Por ultimo mais uma vez desculpe pelas confusões geradas por meus comentários mais desavisados é a minha natureza,
    Um forte abraço e você sempre ira se dar bem seja lá onde for.
    See ya.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

Arquivos

Blogs do Estadão