ir para o conteúdo
 • 

Blog do Boulevard

20.julho.2012 22:30:59

Cadeado certo, mala mais segura

 

 

 

 

Até o ano passado, o estilista Rodrigo Rosner, de 38 anos, achava que o cadeado era o item menos importante na hora de organizar a bagagem. Deixava para comprar o modelo mais barato que encontrava no aeroporto. Até que teve a mala arrombada quando fazia uma escala em Zurique, na Suíça. Hoje, Rosner não viaja sem um cadeado robusto e de segredo.

Há vários modelos no mercado. É possível até escolher de acordo com o estilo e a idade do viajante. A Pado lançou modelos que seguem a tendência da moda. Há cadeados com estampa de onça e de zebra (R$ 20, em média). Também lançaram modelos com os times brasileiros de futebol (foto acima).

 

Para as crianças, a parceria com a Disney rendeu modelos com cabo de aço com a cara do Mickey e da Minnie, entre outras (cerca de R$ 30).

A Papaiz também desenvolveu uma série com os distintivos dos times brasileiros e da seleção nacional de futebol, mas diferentemente dos modelos da Pado, seus cadeados tem  o formato parecido com a de uma bola. A Papaiz ainda fechou uma parceria com a estilista Adriana Barra, que desenhou estampas florais exclusivas para a linha fashion (R$ 25).

 

Além de procurar por um cadeado resistente e robusto, uma dica é escolher um com a certificação Transportation Security Administration (TSA), facilmente identificada por um logo vermelho em forma de losango. A TSA é uma agência do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, criada depois dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Mala vistoriada. Muitas pessoas não sabem, mas todas as malas e mochilas são vistoriadas eletronicamente nos aeroportos. Quando o sistema tem dificuldade de identificar o conteúdo, a mala pode ser aberta pelos funcionários da alfândega. Em todos os aeroportos do mundo, há chaves-mestras que abrem os cadeados com a certificação TSA. Caso seja de outro tipo, será arrombado. Muitas vezes, até o zíper da mala é danificado. Para que o viajante não pense que foi vítima de algum golpe ou furto, as alfândegas costumam deixar uma carta em papel timbrado explicando a situação. Nos EUA, um cadeado com TSA sai por volta de US$ 9. No Brasil, custa cerca de R$ 30 – sites de compras online têm preços melhores.

Há cadeados com a certificação TSA, que também são decorados. É o caso do modelo abaixo, da Papaiz, com estampa da Burberry.


Uma outra opção é comprar uma mala que já venha com esse tipo de cadeado. A Samsonite tem vários modelos com essa facilidade. A Winfield Spinner 25, por exemplo, que é pequena, sai por R$ 659 na baggagio.com.br. A maior custa cerca de R$ 1 mil.

Aplicativos. Algumas companhias aéreas desenvolveram aplicativos para que os passageiros monitorem suas bagagens. A Delta Airlines, por exemplo, lançou um aplicativo compatível com os sistemas da Apple e do Google. Ele procura as malas a partir do bilhete de embarque.

Basta apontar a câmara do smartphone ou tablet para o tíquete. Na tela aparece em que lugar do aeroporto ela está. É possível até descobrir o número da esteira, caso já tenha desembarcado. A facilidade economiza tempo do viajante, porém, não dispensa o cadeado.

E se a opção for por um modelo de cadeado de código, vale seguir a dica de Rosner: “Use um número fácil de memorizar, para não ter de arrombar a própria mala.”

O estilista Rosner

 

 

ONDE: PAPAIZ : 0800-701-4443.

PADOARMARINHOS FERNANDO:SAC (11) 2799-8000

WALMART: ; SAMSONITE OU WWW.BAGAGGIO.COM.BR 

Comentários (11)| Comente!

  • A + A -
11 Comentários Comente também
  • 21/07/2012 - 02:14
    Enviado por: Gio

    Estranho essa reportagem. So’ se for no Brasil, pq nos USA nao se pode ter cadeado nas malas, se tiver eles quebram. Eu sempre coloco aquelas tiras de plastico que pedreiro usa, e dessa vez que viajei de LA para Milano mesmo assim eles a tiraram.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/07/2012 - 08:21
    Enviado por: Salvador Masetto

    Excelente matéria abordando o uso de cadeados adequados. O uso dos convencionais geralmente provocam certos prejuizos…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/07/2012 - 08:31
    Enviado por: maria

    muito bom!!!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/07/2012 - 09:44
    Enviado por: Carlos Souza

    Uma sugestão importante: se for viajar, use um cadeado com segredo, e guarde o código em um lugar seguro como sua carteira ou seu e-mail. Perder a chave em uma viagem pode ser uma grande dor de cabeça. E, sim, há cadeados com segredo que podem ser abertos com a chave-mestra da TSA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/07/2012 - 20:16
    Enviado por: A. M

    Cadeado só se for para ter “paz de espirito” porque segurança…

    A matéria é interessante para os fabricantes venderem cadeados, mas mala de zíper, que são a maioria, não estão protegidas nem com os melhores cadeados.

    O pessoal tem que desenvolver algo mais eficiente para impedir arrombamento de malas de viagens. .Ou o viajante optar por mala sem fechamento por zíper

    O melhor é não colocar nada de valor, e coisas que você possa substituir caso venha a perder, o resto é sorte. veja este video:

    http://www.youtube.com/watch?v=atKdc0bYWl8

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/07/2012 - 01:16
    Enviado por: Claudio

    Estou nos EUA neste momento, viajei pela COPA AIRLINES, qdo desembarquei no aeroporto de Orlando, uma mala minha, apesar do cadeado, estava com o ziper totalmente ESTOURADO, e a outra, a alça de puxar a mala, totalmente quebrada, pior foi a situação de um passageiro do mesmo voo, teve um buraco feito na tampa da mala, a impressão é de que um carro havia passado por cima. O que eu quero dizer é que, nesses casos, não tem cadeado que ajude. EVITEM VOAR PELA COPA AIRLINES.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/07/2012 - 02:45
    Enviado por: Arnaldo

    Esses cadeados são uma bobagem. Um alicate simples corta o puxador de zipper, que é de latão. Aprendi por experiência própria.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/07/2012 - 12:31
    Enviado por: Ana Maria Novaes

    Realmente, toda cautele é pouca com nossos pertences, quem deixa a vontade corre o risco de perder o que tem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/07/2012 - 13:52
    Enviado por: A Salgado

    Bem colocadas as informações, considerando minha experiências. Nos Estados Unidos a abertura das malas é feita antes de as colocar no avião. Para evitar roubos, aconselho “envelopar” com plastico as malas no serviço que os aeroportos oferecem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/07/2012 - 12:12
    Enviado por: swissblue

    Grande Rodrigo. Parabens.!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/07/2012 - 12:13
    Enviado por: Cris M

    Sucesso!

    responder este comentário denunciar abuso

  • Quem Faz

    Quem Faz

    Valéria França

    Valéria França é a autora do blog do Boulevard e da seção homônima do jornal que sai aos sábados

Arquivos

Seções

Todos os Blogs