ir para o conteúdo
 • 

Blog da Garoa

O governo federal divulgou nesta terça-feira, 18, que o custo das obras da Copa subiu de R$ 25,5 bilhões (previstos em abril) para R$ 28 bilhões. E isso bem nomeio de ambiente de questionamento de gasto com transportes públicos. O custo do financiamento da passagem em São Paulo, debate que há dias está no olho do furacão na cidade, é de R$ 6 bilhões. Só o reajuste do total previsto para a Copa (R$ 2,5 bi) daria para cortar o preço da passagem quase pela metade em São Paulo, aliviando o bolso do contribuinte, esvaziando as ruas – e até bombando a administração Fernando Haddad. É uma questão de gestão, e de prioridades.

 

sem comentários | comente

  • A + A -

Acabou a Copa do Mundo para o Brasil, Dunga é o mais novo Judas brasileiro, as vuvuzelas se calaram na vizinhança e o Anhangabaú vai ficar um tempo sem o verde-amarelo. A cidade volta à normalidade. Não há mais trânsito zero às 10h. A sorte foi que no dia seguinte à derrota da Seleção veio o bálsamo: a Argentina fez um fiasco diante da Alemanha: 4 x 0. Alma lavada para muita gente.

É a velha rivalidade entre os dois povos. Em outros tempo, essa animosidade já foi bem acentuada. Chegou mesmo a haver uma certa desconfiança dos vizinhos de que o Brasil os olhava com interesses colonialistas, coisa que os anos terminaram por sepultar. Nos tempos da consolidação das fronteiras, virada dos séculos 19/20, essa arenga chegou a ganhar contornos diplomáticos severos na disputa por terras travada entre os chanceleres Estanislau Zeballos (1854-1923) e o Barão do Rio Branco (1845-1912) na famosa Questão de Palmas.

Os brasileiros venceram a queda-de-braço, com apoio do governo dos EUA. E o Brasil ficou com as terras que a Argentina dizia serem dela. Mas hoje essas divergências são bem mais brandas. Ficam no terreno da bola, entre Pelé e Maradona. Entre os dois? Fico com os dois. E Buenos Aires é uma bela cidade. São Paulo poderia aprender muito com a qualidade de vida dos portenhos.

comentários (21) | comente

  • A + A -

O domingo ensolarado em São Paulo lotou, mais uma vez, o Vale do Anhangabaú. Paulistanos foram ver, no telão, o Brasil avançar na Copa da África (Brasil 3 x 1 Costa do Marfim). E, após o apito final, as cornetas ecoaram pelas ruas e edifícios ainda por um bom tempo. Foi um belo final de tarde na cidade. Na próxima sexta, 25, será a vez de enfrentar Portugal. Aposto um pão na chapa que muita gente por aí não sabe bem para quem torcer.

Post atualizado às 10h54:

Ainda mais agora, depois do placar dos portugueses contra a Coreia do Norte: 7 x 0.

1 Comentário | comente

  • A + A -

O verde e o amarelo se espalharam pela cidade hoje, estreia do Brasil na Copa da África. As cores da Seleção vão enfeitar São Paulo por muitos dias, como ocorreu no Anhangabaú, lotado de torcedores durante a tarde. E como ocorre agora à noite no velho casarão da esquina da Ministro Rocha Azevedo – que no Natal atrai atenção para a decoração de Papai Noel.

O time de Dunga venceu os vermelhos coreanos por 2 x 1, placar magrinho, na primeira empreitada. Agora, para passar à próxima fase, faltam os amigos do Drogba, da Costa do Marfim, e a galera portuguesa do Cristiano Ronaldo. Eu aposto um pão na chapa que haverá muita gente com o coração na mão nos próximos dias nas padarias paulistanas.

 

Casarão na Paulista 1

comentários (3) | comente

  • A + A -

Terminado mais um final de semana de festanças nas ruas, com milhares de pessoas se divertindo na região da Avenida Paulista, num belo domingo de sol em São Paulo - e com a última rodada do Campeonato Brasileiro de futebol encerrada -, o alvo das multidões passa a ser a Copa do Mundo.

 Então, vamos lá: você acha que está mesmo preparado para torcer pela Seleção? Já pendurou a velha bandeira brasileira na janela? É?

 Pois saiba que é pouco! Tem gente bem mais ligada no clima! Gente que realmente está vivendo com as cores da Seleção. Apoiando o Dunga!

 

Morando com a Seleção, na Vila Mariana

Morando com a Seleção, na Vila Mariana

.

 

Sacada decorada com as famosas vuvuzelas

Arranjo com vuvuzelas: otimismo na sacada

.

comentários (4) | comente

  • A + A -

Arquivo

TODOS OS BLOGS