1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

PABLO PEREIRA. Formado pela PUC-RS em 1986, é jornalista do Estadão desde 2007. Foi Editor Executivo de O Estado de S.Paulo, do Jornal da Tarde e do estadão.com.br. Master em Jornalismo Digital pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), é repórter especial.

terça-feira 18/09/12

Que falta faz uma enxurrada!

Marginal do Rio Podre 4

Uma seca castiga a cidade. Quem passa nas Marginais por estes dias de sol forte e pouco vento sofre com o cheiro de podre do rio. Lá, por trás das floreiras, uma água preta, um esgotão a céu aberto, parece se mover só quando passam as barcaças. O cheiro é forte. Uma nojeira. Que venha

Ler post
quarta-feira 16/02/11

Um dia muito duro em SP!

Acabo de ficar 2h45 dentro de um carro para percorrer um trecho que em dias normais é feito em 25 minutos. Ninguém merece!  Mas isso nem é nada perto do drama de muita gente que, mais uma vez, está há horas dentro d`água, vai perder tudo e passar a noite na lama. Ô São Paulo! Da

Ler post
sábado 13/03/10

Fotos de água passadas

Vale do Anhangabaú, 1967 . Reprodução

Os dias deste março têm sido abertos, quentes, e a temporada de chuvas fortes e enchentes parece ter amainado, dando uma trégua à cidade. Felizmente! Os últimos três meses foram bem preocupantes, com as águas provocando mortes e atrapalhando a vida em São Paulo. Guga Romano, leitor e comentador do blog, amante das fotos antigas da cidade, enviou

Ler post
sexta-feira 29/01/10

68 mortes na temporada de chuva: quem é responsável?

As enchentes e deslizamentos de terra provocados pelas águas já mataram 68 pessoas no Estado de São Paulo em dois meses de chuvas intensas na região. Tem chovido mais do que o normal nos últimos dez anos, dizem os especialistas. E pode ainda chover forte durante fevereiro e março. Basta sair às ruas para notar que as águas da

Ler post
quinta-feira 21/01/10

Anos e anos de água e fracassos

Enchente de 1958: Piscina do Adhemar, no Anhangabaú

Cidade incomodada com trânsito, assustada com os desabamentos matando mais gente, só desta vez pelo menos 5 pessoas mortas por soterramentos na região metropolitana, outro tanto desaparecido logo cedo da manhã após uma chuva fortíssima na madrugada, uma situação muito difícil. São Paulo sempre conviveu com as enchentes, desde os tempos de vila colonial, com

Ler post