1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

PABLO PEREIRA. Formado pela PUC-RS em 1986, é jornalista do Estadão desde 2007. Foi Editor Executivo de O Estado de S.Paulo, do Jornal da Tarde e do estadão.com.br. Master em Jornalismo Digital pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), é repórter especial.

sábado 29/01/11 19:37

Raios e trovões nas noites de SP

Foto da obra do francês Ernest Meissonier, que retrata Napoleão na batalha de Friedland. 1875

Com essa interminável temporada de chuvas, raios e trovões em São Paulo, documentada nos jornais com números, fotografias de céus carregados, ameaçadores, e com explicações de relampólogos sobre os muitos clarões, lembrei de fragmento do livro de Laurentino Gomes, 1822.
 Ele conta como D. Pedro I e sua amante Domitila dormiram juntos pela primeira vez no que foi um rumoroso caso de amor, com conseqüências trágicas para a família do imperador.
 A primeira noite do casal aconteceu ...

Ler post
sexta-feira 28/01/11 17:43

Um espetáculo paulistano

A cidade começa a viver por estes dias uma rica e bela algaravia. O milionário mundo da moda, dos negócios da costura e seus acessórios, entra em ebulição por uma semana em um evento que já colocou São Paulo no circuito internacional  dos investimentos, das grifes, das celebridades - e de maravilhosas modelos. É o SPFW. As tops vão encher as passarelas paulistanas de cores e formas. Há bastantes especialistas criteriosos cuidando da informação precisa sobre os acontecimentos, os detalhes, ...

Ler post
terça-feira 25/01/11 15:56

São Paulo em números

Alguns números, muitos deles impressionantes, da vida na cidade de São Paulo, que faz 457 anos. -11.244.365  habitantes -12.500 restaurantes -15 mil bares -1 milhão de pizzas por dia -17 mil sushis por hora -1.950 agências bancárias -148 universidades -3 milhões de passageiros/dia no Metrô -169 mil telefones públicos (orelhões) -4.500 praças públicas -5.954 cruzamentos com semáforos -R$ 320 bilhões é o PIB (15% do Produto Interno Bruto da América do Sul) -R$ 5,3 bilhões é volume médio da Bolsa de Valores/dia -3º maior orçamento do país (perde só para União e Estado de ...

Ler post
segunda-feira 24/01/11 11:20

A cidade-gigante não perde sua aura

São Paulo faz aniversário amanhã, 25 de janeiro. 457 anos. Mas ela, como se conhece hoje, é bem mais jovem. Sua fase de crescimento econômico, que resultou na metrópole, tem 100 anos, por aí. Hoje é uma cidade-gigante – em torno da qual gravitam dezenas de municípios que, com ela, formam uma mancha urbana colossal.

São Paulo é cosmopolita, moderna, mas mantém bairros pacatos, com hábitos provincianos. É rica em modos de vida, diversa, como desde os tempos de vila imperial, quando servia de abrigo de viajantes a caminho do interior virgem do País.

 Por estes dias, São Paulo sofre com as incompetências da gestão pública, principalmente na infraestrutura urbana (trânsito e enchentes) e na segurança pública. Mas, apesar de todos esses pesares, São Paulo não perde sua aura fascinante. Veja aqui depoimentos de amantes da cidade. 

E ouça reportagem de Norberto Notari, da Rádio Eldorado. Aqui.

Ler post
sexta-feira 21/01/11 16:44

A bola e as divindades

Olhando a bola que Ronaldo usou nesta quinta-feira, 20, em São Paulo, para brincar com o filho menino, Alex, lembrei de texto de Jorge Luis Borges, o escritor argentino, que reli por estes dias. Borges escreveu, em 1951, e publicou logo depois no livro Outras Inquisições, o ensaio “La esfera Pascal”. Ele se diverte ao pensar em Deus como uma bola, lembrando do grego “Jenófanes de Colofón” (no idioma do escritor) e de sua divindade esférica. "La esfera es la figura más perfecta ...

Ler post
quinta-feira 20/01/11 13:27

Os rios da cidade, e seu passado feliz

Cocho do Clube Germânia no Rio Pinheiros: primeira piscina/Reprodução

Outro dia, o atleta Cesar Cielo, astro da natação internacional, desembestou a bater recordes de velocidade nas piscinas, primeiro usando um maiô-macacão, depois só com a sunga normal. Cielo é um fenômeno da natação brasileira. Um atleta admirável, que nadou pelo Clube Pinheiros e encheu de orgulho o pessoal do antigo Germânia, lá da Avenida Faria Lima. Hoje ele nada pelo Flamengo.  A natação é uma das marcas da história do Pinheiros, assim como o ...

Ler post
quarta-feira 12/01/11 23:21

O luto corre pelas ruas – e segue o barco!

As águas voltaram ao cotidiano dos paulistanos e de seus vizinhos. Com elas, que deveriam ser prenúncio de vida, de criação, de alegria, chega a fria constatação de que nossa engenharia urbana mais uma vez fracassou. Na administração das coisas públicas, meses e meses após o mesmo quadro ter sido visto na cidade, resta o "lamento" pela força da natureza. Óh, céus, por que nos fustigam!!!! E segue o barco. O noticiário conta os corpos de vítimas das enchentes, dos deslizamentos de terra. Novos dramáticos episódios ...

Ler post