1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

PABLO PEREIRA. Formado pela PUC-RS em 1986, é jornalista do Estadão desde 2007. Foi Editor Executivo de O Estado de S.Paulo, do Jornal da Tarde e do estadão.com.br. Master em Jornalismo Digital pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), é repórter especial.

segunda-feira 28/06/10 10:59

Futebol, maravilhas da memória em boa hora

a_cigarra_jan1920_num127_anoVI 2

Nestes dias de futebol de alto desempenho, com o que o mundo tem de mais avançado no esporte, a época é de deleite para milhões de torcedores no Planeta. São as "batalhas" sadias, o encantamento de massas pelo desempenhos de seus ídolos, segundo regras da moderna convivência. Uma festa da humanidade. Tudo isso vem ocorrendo em escala mundial há menos de um século - e a história desse esporte maravilhoso é fascinante. São Paulo já conta com o Museu do Futebol, que está ...

Ler post
sábado 26/06/10 20:56

Um século vendo o mesmo filme

CAPA DO SUPLEMENTO cinema

Mais um cinema morreu outro dia em São Paulo. Era uma iniciativa dos artistas Alexandre Borges e Júlia Lemmertz: chamava-se Cine Arte Lilian Lemmertz, homenagem à arte da mãe de Júlia. Ficava na Rua Clélia, na Água Branca. Está no escuro, em silêncio. O fechamento de uma sala de exibição é sempre uma perda, em qualquer lugar. Uma tela apagada é menos espaço de diversão, reflexão, pensamento. Menos gente alimentando a alma. Nos últimos anos nasceram várias salas nos shoppings da ...

Ler post
sábado 26/06/10 20:53

Ruy Barbosa viu, mas não entendeu

No início, a produção de cinema era de publicidade e de documentários, registros de cenas que aconteciam diante da câmera sem interferência de arte de contar histórias. A percepção do uso do corte no tempo para permitir o salto cronológico da narrativa em imagens e som só viria a aparecer anos depois. Numa de suas observações sobre a novidade cinematográfica, por exemplo, Ruy Barbosa escreveu crônica, aí pelos anos 20, dizendo que a maravilha daquela novidade era a qualidade de ...

Ler post
quinta-feira 24/06/10 12:19

A cidade e as árvores

Pista para caminhadas no canteiro central da Av. Sumaré

 O corre-corre da vida da cidade, os engarrafamentos e o tempo desperdiçado nos deslocamentos alimentam o mau humor e o tédio e, às vezes, nos impedem de aproveitar coisas legais que estão à volta. Anos atrás, quando morei na região de Perdizes, circulava muito pelo bairro. E imaginava o canteiro central da Avenida Sumaré mais verde, um espaço mais agradável para se ver.

Na balada da vida, mudei de casa, passei um tempo sem curtir a Sumaré, mas, ultimamente, tenho passado por lá com frequência. Outro dia, parei para registrar a agradável cena que aprendi a curtir: o canteiro central, que virou pista para caminhadas de moradores, tem árvores altas, empresta ao corredor até um clima de cidade do Interior e, bem cedinho, é tranquila. É um bom começo de dia passar por ali – com pouco trânsito e bastante verde.

 

Avenida Sumaré, logo após o amanhacer, ainda com pouco trânsito

Av. Sumaré, logo após o amanhacer, arborizada, e ainda com pouco trânsito

.

Pista para caminhadas no canteiro central da Av. Sumaré

Pista para caminhadas no canteiro central da Avenida Sumaré

Ler post
segunda-feira 21/06/10 09:31

Brasil avança na África: festa no Anhangabaú e dúvida na padaria

O domingo ensolarado em São Paulo lotou, mais uma vez, o Vale do Anhangabaú. Paulistanos foram ver, no telão, o Brasil avançar na Copa da África (Brasil 3 x 1 Costa do Marfim). E, após o apito final, as cornetas ecoaram pelas ruas e edifícios ainda por um bom tempo. Foi um belo final de tarde na cidade. Na próxima sexta, 25, será a vez de enfrentar Portugal. Aposto um pão na chapa que muita gente por aí não sabe bem para ...

Ler post
segunda-feira 21/06/10 08:01

Memória? Dane-se a memória

Rino Levi, arquiteto

 Uma olhadela na paisagem de São Paulo mostra a crescente presença dos prédios de luxo, com apartamentos de andar inteiro, objetos do desejo de muito paulistano nesses dias de explosão imobiliária e crédito facilitado. Pudera. Com tanto carro atravancando as ruas e solapando o precioso tempo do paulistano, nada melhor do que ter conforto no lar após um dia duro na firma. Essa busca pela boa morada em condomínios verticais nem é tão antiga por aqui. Começa a aparecer à larga ...

Ler post
terça-feira 15/06/10 22:26

Crise na padaria: Kaká e Elano ou Deco, Liedson e Cristiano

O verde e o amarelo se espalharam pela cidade hoje, estreia do Brasil na Copa da África. As cores da Seleção vão enfeitar São Paulo por muitos dias, como ocorreu no Anhangabaú, lotado de torcedores durante a tarde. E como ocorre agora à noite no velho casarão da esquina da Ministro Rocha Azevedo - que no Natal atrai atenção para a decoração de Papai Noel. O time de Dunga venceu os vermelhos coreanos por 2 x 1, placar magrinho, na primeira empreitada. Agora, ...

Ler post
segunda-feira 14/06/10 08:13

Moda, elegância e ousadias em SP

Flávio de Carvalho caminha pelas ruas de São Paulo de saiote, chocando o mundo masculino em 1955/Reprodução

A cidade passou a semana na atmosfera da moda, com a São Paulo Fashion Week, evento que projeta o modelo das roupas da próxima estação e coloca a Bienal do Ibirapuera no mapa dos negócios do setor. É evento relevante para a indústria do vestir. E, de quebra, revela talento e elegância da mocidade em belos momentos nas passarelas.

Toda essa concentração de beleza e charme, que tem em torno de dez anos nesse formato, ...

Ler post
sexta-feira 11/06/10 09:28

A entrada do Parque Antártica em 1904

Parque Antártica em 1904

O Parque Antártica vai ser reformado para abrigar melhor a torcida palmeirense. Estive lá no último jogo oficial do campo, dias atrás, quando o velho Palestra venceu um time do Rio Grande. O Palmeiras anda meio sem brilho, agora à espera dos gols do novo avante, Kleber, e do comando do Felipe Scolari, que, dizem, está apalavrado com o clube da Rua Turiassu. Olhando um livro de fotos antigas da cidade encontrei a imagem de como era o Parque em ...

Ler post