1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

PABLO PEREIRA. Formado pela PUC-RS em 1986, é jornalista do Estadão desde 2007. Foi Editor Executivo de O Estado de S.Paulo, do Jornal da Tarde e do estadão.com.br. Master em Jornalismo Digital pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), é repórter especial.

domingo 25/04/10 12:39

Na hora do aperto a cozinha resolve

Comer bem é quase uma lei em constante aprimoramento em São Paulo. Há bons cardápios pela cidade e mesmo os apetites mais requintados têm à disposição mesa de qualidade - é só olhar a fartura e as maravilhas que são noticiadas toda semana no prestigiado Paladar, aqui da casa. Antigamente, os ingredientes não eram tão abundantes, nem disponíveis. Na cidade oitocentista, e mesmo depois da chegada do Século 20, quando o crescimento acelerado inflacionou o mercado, o pessoal da cozinha era ...

Ler post
domingo 25/04/10 12:37

Leitão, um artigo de exportação

O toicinho que há séculos faz o prazer de muita gente em São Paulo foi produto muito valorizado na cidade imperial cercada de chácaras. Se nos anos 1600 e 1700 o milho, a caça e o peixe de água doce dominaram o menu paulistano, nos 1800 a criação de suínos foi marcante. São Paulo não só produzia leitão para consumo próprio, à moda da Bairrada portuguesa, como exportava carne salgada e toicinho. Já na virada de 1800 o toicinho era o ...

Ler post
quinta-feira 22/04/10 14:51

Tarde azul de 21 de abril em São Paulo

A uma hora do encerramento da visitação na Estação Pinacoteca, na Praça General Osório, ontem, 21 de abril, à tarde, era grande a fila de pessoas do lado de fora. Tarde ensolarada, cidade às calmas, Parque da Luz cheio, e ingressos a R$ 6 (inteira) chamavam para a mostra “Andy Warhol, Mr. América”. E com direito a visita ao Memorial da Resistência, no mesmo prédio. De quebra, uma passada na sala das telas de Wilfredo Lam, artista cubano (1902-1982). Belo passeio.

PS:

Confesso que tive dificuldades com a iluminação nas salas de Andy Warhol. Como há trabalhos de pequenas dimensões, talvez os menos privilegiados pela visão desfrutassem melhor das obras com uma luz mais dirigida. De qualquer modo, apreciar a sequência azul de Jackie Kennedy é um presente!

Ler post
quarta-feira 21/04/10 12:54

Um pulinho a Buenos Aires

Fim de tarde com música clássica na rua na Estação San Martin do Metrô de Buenos Aires

Semana passada estive em Buenos Aires para um rápido desanuviamento. É uma bela cidade, com o frescor do Rio da Prata, avenidas largas e ruas charmosas, e com seus parques enormes. Um deles com um maravilhoso jardim de esculturas. É como se São Paulo contasse com uma dezena de Ibirapueras bem cuidados. Pode ser só impressão de visitante ligeiro, mas notei nas ruas um certo ar de retomada de confiança que me diziam haver sumido do rosto dos argentinos. A vida ...

Ler post
domingo 18/04/10 21:21

Carta, uma ponte para o passado

Escrever cartas foi, durante muito tempo, a mais competente maneira de comunicação entre pessoas distantes, de cidades isoladas, como foi a São Paulo dos jesuítas até o Império. O tempo das notícias podia ser medido em dias e meses. Hoje, a leitura dessas cartas nos leva a documentos fundamentais para a compreensão do passado. Vide a correspondência de Anchieta, escritos que se transformaram em relíquias históricas e permitem que se saiba como era a vida no princípio. Hoje não é mais ...

Ler post
domingo 11/04/10 08:38

Nos primórdios, hotel por decreto

A cidade vive tempos de forte atração turística, com eventos que chamam mais e mais gente para desfrute dos bons serviços, gastronomia nota dez, shows, corridas de carros, além das feiras e de grandes jogos de futebol. São Paulo tem sido referência brasileira na oferta de qualidade dos profissionais do atendimento. Essa vocação da cidade é bem antiga. Data dos primórdios da vila isolada no planalto de Piratininga. Distantes do litoral, obrigados a viver em uma certa solidão, que até já ...

Ler post
domingo 11/04/10 08:36

Geada e caçada na Várzea do Carmo

Hoje o clima não é mais assim, com garoa e frio. Mas, nos idos de 1860, São Paulo viu gente morrer em noite de geada forte no atual Parque Dom Pedro. Foi numa noite dessas que um bêbado adormeceu na rua e amanheceu de corpo gelado na Várzea do Carmo, segundo relato de Álvares de Azevedo. O Tamanduateí, hoje espremido no canal, fazia praias pelo descampado gelado até a Rua 25 de Março. E ao rio se juntavam riachos. Ao ...

Ler post
segunda-feira 05/04/10 10:10

Manhã de garoa na Zona Sul

Esse espaço fala mais dos acontecidos distantes do que das conjunturas. As atualidades são mais presentes na mão de vizinhos blogueiros, atentos à tarefa. Mas, como se trata de cena antiga da cidade - e que tem tudo a ver com a natureza do Garoa-, peço venia, como diriam os velhos tribunos do Império, para uma observação: os bairros da Zona Sul amanheceram, e passaram boa parte da manhã desta segunda-feira, 5 de abril, cobertas pela maravilhosa garoa, que inspira o blog.  A chuvinha fina molha ...

Ler post