ir para o conteúdo
 • 

Arquivo Estado

23.novembro.2011 18:52:38

Sabona, uma pulseira de cobre com poderes medicinais

Como diria um antigo malandro, todos os dias um esperto e um otário acordam em algum lugar do mundo. “É só eles se encontrarem para sair um negócio”, dizia do alto de sua sabedoria. De vez em quando, essa perversa lógica dos pequenos golpes é potencializada por espertalhões que encontram não só um ingênuo, mas vários, milhares, milhões ao mesmo tempo. É aí o grande negócio está feito.

Recentemente, uma “pulseira quântica” iludiu milhões  com a promessa de dar força, equilíbrio e outros benefícios a quem a usasse. O Radar Econômico nos informa hoje que a empresa  que a fabrica aceitou pagar US$ 57,4 milhões para compensar consumidores que se sentiram enganados. E que a empresa deve ir à falência.

Em 1980, um produto semelhante iludiu várias pessoas. Feita de cobre, a pulseira Sabona prometia propriedades medicinais como cura de dores reumáticas, artrites e dores musculares.  Deveria ser usada numa posição específica do pulso, bem justa sem que as duas pontas se tocassem. Segundo se acreditava, agiria como um fio-terra  para descarregar as energias do corpo…

O malandro realmente estava certo…

Jornal da Tarde – 08/10/1980

O Estado de S.Paulo – 25/9/1980

 O Estado de S.Paulo – 18/11/1980

Atualmente, é possível encontrar Sabona de vários modelos à venda na loja virtual  Amazon.

Pesquisa e texto: Edmundo Leite

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao

comentários (11) | comente

  • A + A -
11 Comentários Comente também
  • 23/11/2011 - 19:12
    Enviado por: Tatee Papadopoulos

    E daqui 30 anos surgirá outra pulseira e outros milhões cairão no mesmo conto! ¬¬

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/11/2012 - 10:37
      Enviado por: Malu Santos

      Querida “Tatee”, me diga sem pestanejar, QUANTOS ARTIGOS CIENTÍFICOS já leste a respeito do uso do cobre como tratamento de saúde e reumático especificamente? Algo milenar, depois de anos reconhecido pela vã medicina ocidental. Fácil acabar com algo sem fundamento e gerar mais descrença. Não vendo pulseiras não, apenas me surpreendi quando mais de um médico fez a indicação e fui pesquisar, não criticar sem fundamento. Mas faça assim: se um dia tiveres esses problemas não use cobre não (falo de produtos certificados do material, claro), não caia nesse conto. Fique na cama, parada, feliz por ser esperta. :D

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/11/2011 - 10:18
    Enviado por: Ráfaga Alexandre

    Poxa, cortarem a primeira matéria foi chato. O uso constante faz oquê? Fiquei interessado! rsrs

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/01/2012 - 15:48
    Enviado por: Ingrid C.

    Desses milhões que daqui a 30 anos caíram no mesmo conto,grande parte inclui os brasileiros.
    Brasileiro “adora” cair no conto do vigário,rsrs.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/11/2012 - 10:40
      Enviado por: Malu Santos

      Principalmente quando acham mais fácil criticar sem pesquisar o que de fato é real, concordas? Isso é BEM coisa de brasileiro… Aliás é comprovado que só brasileiros caem em golpes, é um determinismo muito válido hauhuahauhau… Tem um gene que diz “ó, esse é brasileiro”, bah não sei quem é pior, o que cai no conto ou o que se acha TÃO esperto que critica tudo sem ir atrás. Me divirto. :D

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/01/2012 - 12:14
    Enviado por: Cleia Denise

    Não entendo o porque de tanta discriminação… “Existem mais coisas entre o céu e a terra do que imagina nova vâ filosofia”. A tirar a ganância que permeia os negócios, acho que podem existir muitas verdades entre a “malandragem”. O que acontece é que o ser humano não está preparado para certas tecnologias, pois a sua mente descrente dificilmente permitirá que o benefício pregado seja alcançado. O simples pensamento “Será que vai funcionar?” já é mais que suficiente para bloquear tais benefícios. É como está escrito: “a fé remove montanhas”.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/11/2012 - 19:40
      Enviado por: Malu Santos

      Cleia, de fato, tens razão e tem mais, respeito a opinião de todo mundo, a questão é que é só olhar o site da sabona, ela não promete mundo e fundos, ela tem um porque bem reduzido de certos benefícios bem limitados, só que alguns leem isso e aumentam e logo muitos querem que uma pulseira salve o mundo de todos os males, aí não dá. Daí para passar a charlatão quem fabrica ou vende é um pulo. É bem como dizes, nem que seja por sugestão, ajuda. Nem tanto para 8 nem para 80. Abraço.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/02/2013 - 21:52
    Enviado por: Adilton

    Igreja Batista-Westboro:EUA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/12/2013 - 17:49
    Enviado por: Padú

    Cara, eu comprei uma pulseira dessas de cobre semana passada.
    Quando comprei, nem tinha em mente essas coisas todas,
    comprei porque sempre gostei do cobre, mais que do ouro.
    E andei estudando algumas coisas sobre signos e planetas
    e descobri que o cobre tem ligação com meu planeta preferido
    por isso resolvi comprar.

    Depois ouvi falar sobre essas coisas de poderes medicinais…
    É como eu sempre digo, todo conto tem um fundo de verdade.
    É fato que o sobre tem seus “misticismos” desde os primórdios
    da terra, então não cabe a nós dizermos “Isto é mentira”

    No final das contas, não existe o verdadeiro e o falso.
    É tudo muito relativo, o que é real pra mim, pode ser falso
    pra você. Ninguém é dono da verdade.

    Mas vale ressaltar; se você compra um produto “milagroso”
    é bom sempre estudar a fundo, antes de criar expectativas
    porque se você é tapeado, não é culpa do malandro,
    a culpa é sua por não se informar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/03/2014 - 18:08
    Enviado por: volcano

    Os aposentados brasileiros não tem a mínima condição de adquirir uma sabona falsa, quanto mais a legítima, e olhe que estamos falando de 40,00 reais. A palavra de ordem dos aposentados é anular o seu voto e de seus familiares que indiretamente equivale a mais de 20 milhões de eleitores. Para que esses proxinetas fdp do executivo/legislativo tomem vergonha da fuça.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário:

Comentários recentes

  • Carlos Nascimento: Tinha 17 anos. Cheguei num grupo de mais ou menos 40 amigos/amigas, que, logo de cara, devido a...
  • Stephanye Monserrath: Olá, gostaria de saber quem foi o autor dessa matéria do primeiro transplante de coração do...
  • Alssy Moreno: Estava nesse show. Um verdadeiro espetáculo teatral. O que me marcou foi momento do dentista e...
  • stefany: ta viajando
  • stefany: muito intereçante

Arquivo

Blogs do Estadão

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo