1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

GIOVANA GIRARDI é repórter de ambiente do caderno Metrópole. Escreve sobre o assunto e também sobre ciência há mais de 12 anos. Já trabalhou em revista, internet, jornal, e sempre que pode deixa a redação para ver gente, bicho e se enfiar no meio do mato para fazer matéria.
segunda-feira 31/03/14

IPCC destaca necessidades, mas não traz a conta

Em uma das versões do rascunho do "Sumário para Formuladores de Políticas" lançado hoje pelo Grupo de Trabalho 2 do IPCC, sobre impactos, adaptação e vulnerabilidade, foi proposto colocar que os custos estimados para a adaptação dos países em desenvolvimento poderia variar de US$ 4 bilhões a US$ 109 bilhões por ano de 2010 a 2050. Mas a mensagem – de uma escala tão ampla que não quer dizer praticamente nada – não agradou nem os países em desenvolvimento e ela ...

Ler post
segunda-feira 31/03/14

Em vez de construir infraestrutura, que tal usar a própria natureza como base para a adaptação

[caption id="attachment_602" align="aligncenter" width="310"] Capa do novo relatório do IPCC destaca uma iniciativa de plantio de mangues como adaptação às mudanças do clima. Divulgação[/caption] Além das recomendações usuais para que os países invistam mais em infraestrutura para aumentar sua resiliência às mudanças climáticas, no novo relatório do IPCC ganhou espaço uma alternativa mais barata que pode, em alguns locais, conseguir efeitos parecidos: a adaptação baseada em ecossistemas. O tema aparece em maior ou menor ...

Ler post
segunda-feira 31/03/14

A mudança do clima já chegou, e não estamos preparados

Capa do novo relatório do IPCC mostra iniciativa de plantio de mangues como adaptação às mudanças do clima. Divulgação

Para quem acompanhou por aqui a minha saga na última semana tentando decifrar o rascunho do novo relatório do IPCC, segue um compilado das principais reportagens. As primeiras da lista são as últimas que foram feitas, já com base no documento final, lançado na manhã desta segunda, aqui em Yokohama, no Japão. Vou colocar ainda pelo menos mais dois textos no blog, mas aqui já dá para ter uma noção da loucura a que levamos o nosso planeta. Como disse ...

Ler post
domingo 30/03/14

ONGs pedem ação contra mudanças climáticas

image

Debaixo de chuva e muito vento e ao lado de um corredor de cerejeiras, uma dezena de representantes de ONGs ambientais fizeram hoje em Yokohama um singelo protesto para pedir a ação de governantes em relação às mudanças climáticas.

Com placas com nomes de líderes como Barack Obama, Angela Merkel e até a presidente Dilma Rousseff, eles passaram uma mensagem: “Ação climática agora pode salvar vidas. É decisão sua”.

Eles se posicionaram em um jardim próximo ao prédio onde representantes de governos finalizavam o “Sumário para Formuladores de Políticas” da segunda parte do quinto relatório do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas). O texto trata dos impactos, vulnerabilidades e adaptação e os ambientalistas lembram que o mundo não está preparado para o que está por vir. O documento será divulgado na noite deste domingo (no horário de Brasília). Manhã de segunda aqui no Japão.

Ler post
sábado 29/03/14

Vai sobrar até pro cafezinho

image

Vai sobrar até para o cafezinho. Nas estimativas dos cientistas sobre os impactos de um planeta mais quente, a bebida mais popular dos brasileiros também está na lista das culturas agrícolas que podem sofrer impactos com as mudanças climáticas. O alerta aparece em pelo menos dois capítulos da segunda parte do quinto relatório de avaliação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), que será divulgado neste domingo à noite (horário de Brasília). ...

Ler post
sexta-feira 28/03/14

IPCC mudou de opinião sobre biocombustíveis desde 2007

A opinião do IPCC (o painel do clima da ONU) sobre o uso dos biocombustíveis como uma forma de lidar com as mudanças climáticas parece ter mudado entre um relatório e outro. Na versão atual aparece uma menção negativa ao seu uso – o que se tornou o ponto mais sensível para o Brasil na discussão do sumário da segunda parte do  relatório, que fala de impactos, vulnerabilidades e adaptação. O relatório ...

Ler post
quinta-feira 27/03/14

Um toque de delicadeza em um tema tão árido

Toemon Sano, guardião das cerejeiras de Kyoto

[caption id="attachment_535" align="aligncenter" width="600"] Toemon Sano, guardião das cerejeiras de Kyoto[/caption] A história que reporto na edição desta quinta do jornal, sobre as testemunhas das mudanças climáticas no Japão, tem um toque de delicadeza que dificilmente aparece em reportagens desse assunto. Falar de aquecimento global e de aumento das emissões de gases de efeito estufa é por um lado falar de uma dinânica planetária, de uma ciência que é difícil de entender. Por outro ...

Ler post
quarta-feira 26/03/14

Até as belas cerejeiras são alvo do clima mais quente

Cerejeiras floriram de uma só vez nesta quinta, em Yokohama. Crédito: Giovana Girardi / Estadão

Cerejeira no Japão é um assunto sério. Tanto que existem até guardiões das árvores, que zelam pela sua segurança, espalhados pelo país. Nesta quarta, 26, em Yokohama, as árvores, como que ensaiadas, floresceram todas de uma só vez. O evento já era esperado – parece que por serem clones umas das outras, elas não só brotam ao mesmo tempo como os japoneses conseguem calcular quando isso vai acontecer. Mas nem por ...

Ler post
quarta-feira 26/03/14

Amazônia não vai mais virar savana, diz agora o IPCC

Crédito: Lourival Sant'Anna / Estadão

[caption id="attachment_513" align="aligncenter" width="600"] Trecho de floresta preservada. Crédito: Lourival Sant'Anna / Estadão[/caption] Há pelo menos uma boa notícia, se é que se pode dizer assim, no novo relatório do IPCC (o painel científico da ONU sobre mudanças climáticas): a Amazônia não corre mais o risco de virar uma savana até o final do século. Essa era uma das principais previsões feitas no relatório anterior, ...

Ler post