1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Criação de rãs no sistema integrado

Fernanda Yoneya

quarta-feira 13/07/11

Rãs do criatório Ranaville, em São Roque (SP). CRÉDITO: EPITÁCIO PESSOA/AE

Aproveitando o comentário do leitor Ismael Sarmento – ele se diz interessado em ocupar o espaço de uma chácara com a criação de rãs -, fica a dica da reportagem de capa do “Agrícola” de hoje, que fala justamente de um sistema de produção de carne de rã em parceria.

Assim como é feito com granjas de frango, produtores de São Roque (SP) estão fazendo integração com interessados na ranicultura. O integrado pode optar por receber os filhotes, ração e assistência técnica e entregá-las ao integrador no ponto de abate, sendo remunerado pelo seu trabalho e uso das instalações. Ou o integrado pode adquirir os filhotes, fazer a engorda por conta própria e depois revender as rãs gordas para o frigorífico.

Aqui, o link de outra reportagem sobre rãs, desta vez falando do sistema de criação em piscinas, que tornou viável a criação para pequenos produtores.

Siga o Agrícola no Twitter.