1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Mais uma retrospectiva?

Afra Balazina

31 dezembro 2010 | 20:19

Não gosto de retrospectivas. Vou apenas enumerar aqui o que mais me marcou na área ambiental neste ano de 2010:

- Marina Silva (PV), ex-ministra do Meio Ambiente, foi candidata à presidência e conseguiu votação expressiva!

-  Depois do fiasco da Conferência do Clima de Copenhague e do desânimo nas negociações entre países sobre mudanças climáticas, muitos países começaram a agir por conta própria, sem esperar um acordo com forma de lei. Ainda é pouco. Mas quem imaginaria a China investindo em energias renováveis, como a eólica, anos atrás? Também parecia improvável que o Brasil colocasse sua meta de cortar emissões de gases-estufa em lei, o que acabou acontecendo neste ano.

- Os EUA, apesar de ainda não terem uma lei de mudanças climáticas, começaram através da EPA (agência ambiental americana) a colocar regras mais duras para evitar poluição e emissão de gases de efeito estufa. É a saída agora que os Democratas perderam as eleições legislativas (e os Republicanos são contra a lei, pois acham que a economia do país vai piorar).

*** Já ouvi muitos negociadores nas reuniões sobre clima falarem que, se não tivessem esperança nem fossem otimistas, não trabalhariam nesta área. Acho que isso vale para mim como jornalista. Pode até ser um pouco ingênuo, mas tento sempre acreditar que vamos sair desse jogo de empurra e tomar as atitudes necessárias para combater as mudanças climáticas.

Aliás, lembrei de uma coisa. Costumamos falar hoje em dia mudanças climáticas, e não apenas aquecimento global. Isso porque os estudos mostram que nem todas as áreas do Planeta estão ficando mais quentes. Algumas estão mais frias – neste ano, por exemplo, parte dos EUA tiveram temperaturas mais geladas do que a média.

A questão é complexa, mas o ponto básico é que esse desequilíbrio, as alterações para cima ou para baixo na temperatura, têm consequências graves.  E cabe a todos nós tentar minimizar o problema.

Um feliz 2011 a todos os leitores e obrigada pela companhia durante este ano!